PDA

You are viewing a trimmed-down version of the SkyscraperPage.com discussion forum.  For the full version follow the link below.

View Full Version : Brasília (DF) - SHJC - Setor Habitacional Jóquei Club



Pages : [1] 2

Jota
Aug 5, 2014, 3:17 PM
Diretrizes do Plano de Ocupação do Setor Habitacional
Jóquei Clube - SHJC

Localização do Setor

o Setor Habitacional Jóquei Clube - SHJC está situado na Região
Administrativa X - Guará, apresentando nas suas divisas ao norte: a Estrada
Parque Ceilândia - EPCl; ao sul: a Estrada Parque Taguatinga - EPTG, a oeste:
Estrada Parque do Vale - EPVl e a leste: o Setor de Transporte Rodoviário de
Cargas - STRC, o Setor de Inflamáveis- SIN, (ambos pertencentes à RA XXIXSIA), a Reserva Ecológica do Guará - Área 30, a linha férrea e as Quadras Econômicas Lúcio Costa.

Condicionantes

"PEI 17 - elaboração de projeto de parcelamento urbano para a área
atualmente ocupada pelo Jóquei Clube, com a criação do Setor Jóquei Clube,
conforme Anexo IV - Mapa 4A, com as seguintes diretrizes;
a) adotar a altura máxima para edificações igual a 26 m (vinte e seis
metros);
b) adotar o coeficiente de aproveitamento básico igual a 1 (um);
c) observar parâmetros estabelecidos neste artigo para a definição de coeficientes máximos, em consonância com a área das glebas;
d) adotar os usos residencial, de atividades complementares de
atendimento à população local e de lazer ecológico;
e) incorporar faixa verde de transição entre área com características de uso
de alto grau de incomodidade e área com característica predominantemente
residencial;
f) reservar, no projeto de parcelamento, área destinada para a implantação
de parque ecológico e espaço de cultura, esporte e Jazer;
g) realizar estudo prévio de impacto de vizinhança (E/V);
h) aplicar os instrumentos urban/sticos da parceria público-privada,
concessão de direito real de uso mediante autorização /egis/ativa, IPTU
progressivo e transferência do direito de construir;
i) aplicar o n/ve/ de restrição de uso até R3;"


Características do Plano de Ocupação Proposto:

A área total do presente Plano de Ocupação é de 215,15 ha.
A declividade média do setor corresponde à variação de Oa 2,5% entre as
cotas de nível 1096 e 1117.
A altura máxima permitida para o setor é de 26 metros.
O parcelamento propõe a divisão da área do SHJC em 11 glebas que
deverão ser licitadas separadamente pela TERRACAP . Não serão criados lotes, cabendo ao empreendedor a elaboração do projeto executivo de urbanismo e sua implantação assim como da infra-estrutura básica para a área, qual seja, sistema viário, redes de serviços públicos, etc., atendendo às diretrizes deste Plano de Ocupação em conformidade com a Lei 6766 de 19/12n9 e suas respectivas alterações.

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/sjc_zps66a12192.jpg

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/sjc2_zps41aea57c.jpg

Divisão de quadras, áreas residenciais e comerciais:

https://lh5.googleusercontent.com/-EXO-OzMYKTs/VBxrYChEs3I/AAAAAAAABGw/H8yYEae0oxQ/w652-h479-no/SJC.jpg

Sistema Viario:
https://lh4.googleusercontent.com/-NvnOtAzUvEk/VBxsXpWaEHI/AAAAAAAABHg/pY7goL_YvRw/w648-h479-no/SJC%2B2.jpg

Glebas a serem licitadas:

https://lh6.googleusercontent.com/-axn4hXbdB6Q/VBxtsopMCnI/AAAAAAAABIM/HwuJUaIMn_A/w651-h479-no/SJC%2B3.jpg

:tup:

pesquisadorbrazil
Aug 25, 2014, 1:51 AM
Eu estou curioso para saber qual é o projeto atual. Pois fiquei sabendo que não será o projeto do MKZ Arquitetura o escolhido.

Jota
Aug 25, 2014, 3:05 PM
Eu ainda acho que poderiam tentar reativar o Jockey Club mesmo, acho que ficaria muito legal um bairro chique com um Jockey Club no meio com bastante área verde.

Tem muitos haras bons no entorno do DF, acho que se fosse bem feito atrairia atenção, e tbm poderia ser usado para outros eventos.

Não houve mais noticias sobre o processo de retirada dos invasores, alguem sabe como esta?

Agarwaen
Aug 25, 2014, 5:50 PM
A notícia mais recente que encontrei sobre o Setor Jóquei é de março desse ano:

http://www.jornaldebrasilia.com.br/esportes/mais-esportes/533470/joquei-deve-ser-transformado-em-vila-olimpica/

A notícia não dá detalhes sobre a vila olímpica, só fica se lamentando da perda do Jóquei.

Uma notícia de dezembro do ano passado falava que uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) seria construída na área do Jóquei. Não sei se foi pra frente.
http://www.jornaldoguara.com/noticia.php?i=407

Jota
Aug 25, 2014, 6:03 PM
Como assim enecerrou as suas atividades a 8 anos? Eu moro em Brasilia a 30 e não me lembro deste Jóquei funcionando.... ok que nunca prestei muita atenção no mesmo.

E novamente digo que o GDF deveria tentar reativar o mesmo, claro que colocando usos adicionais, talvez shopping, área de exposição, bares, restaurantres etc.... Ali tinha tudo para ser um ponto turistico bastante interessante. E no resto do terreno um setor habitacional moderno.

pesquisadorbrazil
Aug 25, 2014, 7:26 PM
Como assim enecerrou as suas atividades a 8 anos? Eu moro em Brasilia a 30 e não me lembro deste Jóquei funcionando.... ok que nunca prestei muita atenção no mesmo.

E novamente digo que o GDF deveria tentar reativar o mesmo, claro que colocando usos adicionais, talvez shopping, área de exposição, bares, restaurantres etc.... Ali tinha tudo para ser um ponto turistico bastante interessante. E no resto do terreno um setor habitacional moderno.

Mas Jota isso aconteceu ali, me lembro que era um consórcio envolvendo PO, Luiz Estevão e mais outros empresários. Mas é aquele negócio, a mágica do Brasil, o que é público que se torna particular.:shrug:

Jota
Aug 25, 2014, 9:10 PM
Mas Jota isso aconteceu ali, me lembro que era um consórcio envolvendo PO, Luiz Estevão e mais outros empresários. Mas é aquele negócio, a mágica do Brasil, o que é público que se torna particular.:shrug:

Não entendi, teve um consorcio para reativar o joquei? Serio? E funcionou mesmo ou foi só embromação?

pesquisadorbrazil
Aug 26, 2014, 1:25 AM
Não entendi, teve um consorcio para reativar o joquei? Serio? E funcionou mesmo ou foi só embromação?

Foi embromação, inclusive saiu uma grande matéria no Correio Braziliense. Agora a data eu não me lembro.

MAMUTE
Sep 11, 2014, 10:07 AM
http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/jockeyclub_zps51ae829c.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/jockeyclub_zps51ae829c.jpg.html)

fonte (http://www.jornaldebrasilia.com.br/edicaodigital/pages/20140911-jornal/pdf/63.pdf)



:d

Jota
Sep 11, 2014, 3:35 PM
E os "posseiros"? O que deu? Chegaram a um acordo? Ou vai rolar uma "tratorada" mesmo?

pesquisadorbrazil
Sep 11, 2014, 8:34 PM
E os "posseiros"? O que deu? Chegaram a um acordo? Ou vai rolar uma "tratorada" mesmo?

A puliça e justiça terão de dar um basta nisso.:shrug:

sxsp
Sep 12, 2014, 1:07 PM
Primeira postagem, descobri a pouco tempo este fórum.
Para contribuir, o antigo parece que foi arquivado e deverá ser elaborado um novo. Ainda não existe estudo ambiental.

MAMUTE
Sep 12, 2014, 2:47 PM
Seja Bem vindo Sxsp :cheers:

pesquisadorbrazil
Sep 12, 2014, 8:00 PM
Primeira postagem, descobri a pouco tempo este fórum.
Para contribuir, o antigo parece que foi arquivado e deverá ser elaborado um novo. Ainda não existe estudo ambiental.

Seja bem vindo. Quando se existe o projeto do Jockey Clube, por lei, tem que vir com embasamento do estudo de impacto ambiental. Se não tiver esse estudo, o projeto não sai do papel.

pesquisadorbrazil
Sep 12, 2014, 9:20 PM
E falando do Jockey Clube, me deparei com essa matéria antiga, mas como foi uma doação, com certeza está valendo...

Veja abaixo a localização dos imóveis:

Recanto das Emas
Imóvel no Setor Hospitalar do Recanto das Emas, lotes 56 e 57, de aproximadamente 2.000m2 cada, e serão destinados à instalação do Fórum naquela cidade;

Candangolândia
Lote de aproximadamente 2.000 m2, localizado na Praça do Bosque, lote 07, destinado à construção do Fórum;

Setor de Clubes Sul
Imóvel de cerca de 18.000 m2, no Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 02, lotes 02/36, destinado à construção de um Centro de Treinamento de Magistrados e Servidores do TJDF;

Sudoeste
Lote de 20.000 m2, no Setor de Áreas Isoladas do Sudoeste, lote 6/4, que irá abrigar futuras instalações do Complexo Criminal do egrégio TJDFT, em especial as varas criminais e de entorpecentes e contravenções penais.

Setor Habitacional Jockey Clube
Lote no Setor Habitacional Jockey Clube, Gleba 02, de aproximadamente 200.000 m2, destinado à construção do Fórum da Região Administrativa do Jockey Clube, para atender aos jurisdicionados do Guará I e II, Estrutural e Vicente Pires.

Riacho Fundo
Imóvel no Riacho Fundo, de 4.500 m2, localizado na QN 07, Área Especial nº 6, onde será construído o Fórum daquela cidade;

Águas Claras
Imóvel de 8.348,86 m2 na Cidade de Águas Claras, na quadra 202, lote 1, Praça Irerê, onde será construído o Fórum da Região Administrativa de Águas Claras.

Fonte: http://www2.tjdft.jus.br/noticias/noticia.asp?codigo=6589

pesquisadorbrazil
Sep 12, 2014, 9:20 PM
Incrivel é que o TJDF tem lote em Águas Claras, mas não fez o Forum da cidade. As obras estão atrasadas, eu não vi nada a respeito da inauguração do forum.

Agarwaen
Sep 13, 2014, 2:28 AM
Vocês acham que o projeto pro setor teria uma capacidade para quantos moradores quando a vila dos atletas virar bairro? E será que o projeto incluiria uma parcela do terreno construída para o evento e uma expansão futura para o restante do setor depois?

pesquisadorbrazil
Sep 13, 2014, 2:48 AM
Vocês acham que o projeto pro setor teria uma capacidade para quantos moradores quando a vila dos atletas virar bairro? E será que o projeto incluiria uma parcela do terreno construída para o evento e uma expansão futura para o restante do setor depois?

Até aonde eu sei, o projeto seria esse, portanto a poligonal fica bem na divisa com o Jockey. Agora com relação aos demais espaços, com certeza cabe 2 expansões para o lugar. Então um bairro para 40 mil pessoas se não estou enganado.

fabiano
Sep 13, 2014, 11:22 PM
Incrivel é que o TJDF tem lote em Águas Claras, mas não fez o Forum da cidade. As obras estão atrasadas, eu não vi nada a respeito da inauguração do forum.

Por falar em TJDFT, ele possui um lote em Santa Maria Norte, atrás do Shopping (pelo menos é o que diz uma placa). O estranho é que a RA já possui fórum. Será que futuramente venha a ser outro fórum?

pesquisadorbrazil
Sep 14, 2014, 1:20 AM
Por falar em TJDFT, ele possui um lote em Santa Maria Norte, atrás do Shopping (pelo menos é o que diz uma placa). O estranho é que a RA já possui fórum. Será que futuramente venha a ser outro fórum?

É aquele negócio, eles sempre tem algum lote extra prevendo a saturação do atual.

Jota
Sep 16, 2014, 7:38 PM
+ 40 mil habitantes no Guará

Terracap pede autorização ao Ibram para parcelar e vender área do Jóquei Clube. Serão 16 quadras residenciais e 13 comerciais dentro da RA -X.


A Terracap, Companhia Imobiliária de Brasília, enviou ao Instituto Brasília Ambeintal peldido de Licença Prévia para parcelamento do solo no novo Setor Habitacional Jóquei Clube, na Região Administrativa do Guará. Na prática, a Terracap cumpre uma das últimas etapas para a ocupação da área de mais de 200 hectares, entre a EPTG e a Estrutural.
O projeto está pronto desde 2008 e mesmo o Plano Diretor do Local do Guará já determinava que a área serviria para a ocupação urbana. Um novo bairro nobre nasceria na capital federal, como entende o próprio administrador do Guará, Antonio Carlos Freitas. “A ocupação daquele setor atenderá à demanda da área de habitação, contudo, pela localização, acredito que o valor dos imóveis será acessível para poucos, a exemplo do que ocorreu no Noroeste”.
A autorização para o parcelamento demorou por conta de ações judicias movidas por antigos ocupantes do Jóquei e atuais moradores do setor, resolvida pela Terracap, atual proprietária da área.

O projeto
O novo setor fica dentro da Região Administrativa do Guará, entre a via Estrutural e a EPTG e já estava previsto no Plano Diretor Local do Guará (PDL) como Projeto Integrador 17, que prevê o parcelamento da área do Jóquei Clube, no total de 215,15 hectares. São esperados pelo menso 40 mil novos moradores no Setor Habitacional Jóquei Clube.
O novo setor será majoritariamente residencial, abrigando 16 quadras, similares às do Plano Piloto, com prédios de altura máxima de 26 andares em lotes de 5 a 20 mil metros quadrados. Os prédios terão pilotis livre, subsolo de garagem e seis andares de altura. Todos os prédios terão área verde de proteção de pelo menos 20 metros de largura.
São mais 13 quadras comerciais ou mistas e dois lotes para grandes comércios, como shoppings e supermercados. O endereçamento do setor seguirá também o padrão do Plano Piloto, sendo as quadras residenciais as SHJC 101 a 108 e SHJC 201 a 208. O projeto elaborado pela Terracap em 2008 prevê também a construção de equipamentos públicos de lazer, como praças e quadras poliesportivas, e um parque vivencial.

UPA e Vila Olímpica
Existem outros dois projetos para ao local, a instalação de numa Unidade de Primeiro Atendimento, uma UPA, na mesma área, mais próxima à cidade Estrutural, e a construção da Vila Olímpica, para abrigar os participantes da Universíade, a ser realizada em Brasília em 2019. A UPA já foi remanejada para as proximidades da Cidade da Estrutural, mas a Terracap ainda não informou sobre a localização da Vila Olímpica.

http://www.jornaldoguara.com/noticia.php?i=898

Jota
Sep 16, 2014, 7:47 PM
Perai ai, são 26 andares ou 6 andares? :haha:

Acho que são 6 hein.. 26 é a altura maxima permitida.


Aqui um ponto interessante das Diretrizes do Plano de Ocupação do Setor Habitacional Jóquei Clube - SHJC - SEDUMA:

O parcelamento propõe a divisão da área do SHJC em 11 glebas que deverão ser licitadas separadamente pela TERRACAP . Não serão criados lotes, cabendo ao empreendedor a elaboração do projeto executivo de urbanismo e sua implantação assim como da infra-estrutura básica para a área, qual seja, sistema viário, redes de serviços públicos, etc., atendendo às diretrizes deste Plano de Ocupação em conformidade com a Lei 6766 de 19/12n9 e suas respectivas alterações.

http://www.terracap.df.gov.br/internet/arquivos/0026001581.pdf

MAMUTE
Sep 16, 2014, 8:04 PM
:previous: deve ser 26m de altura máxima e terreo mais seis pavimentos acima do solo:yes:

pesquisadorbrazil
Sep 16, 2014, 8:23 PM
Isso mesmo Mamute, são 26 metros e não 26 andares. Mas se for mesmo, aquele projeto da Vila dos Atletas foi para o saco. Pois nele eram acho que 12 andares e tanto faz se for 6 andares ou 26 andares, o projeto mudou totalmente. Sem contar que a Vila dos Atletas ficariam as margens da EPCL (Estrutural), e pelo visto esse projeto deve ficar as margens da EPTG.

pesquisadorbrazil
Sep 16, 2014, 8:52 PM
+ 40 mil habitantes no Guará

Terracap pede autorização ao Ibram para parcelar e vender área do Jóquei Clube. Serão 16 quadras residenciais e 13 comerciais dentro da RA -X.


A Terracap, Companhia Imobiliária de Brasília, enviou ao Instituto Brasília Ambeintal peldido de Licença Prévia para parcelamento do solo no novo Setor Habitacional Jóquei Clube, na Região Administrativa do Guará. Na prática, a Terracap cumpre uma das últimas etapas para a ocupação da área de mais de 200 hectares, entre a EPTG e a Estrutural.
O projeto está pronto desde 2008 e mesmo o Plano Diretor do Local do Guará já determinava que a área serviria para a ocupação urbana. Um novo bairro nobre nasceria na capital federal, como entende o próprio administrador do Guará, Antonio Carlos Freitas. “A ocupação daquele setor atenderá à demanda da área de habitação, contudo, pela localização, acredito que o valor dos imóveis será acessível para poucos, a exemplo do que ocorreu no Noroeste”.
A autorização para o parcelamento demorou por conta de ações judicias movidas por antigos ocupantes do Jóquei e atuais moradores do setor, resolvida pela Terracap, atual proprietária da área.

O projeto
O novo setor fica dentro da Região Administrativa do Guará, entre a via Estrutural e a EPTG e já estava previsto no Plano Diretor Local do Guará (PDL) como Projeto Integrador 17, que prevê o parcelamento da área do Jóquei Clube, no total de 215,15 hectares. São esperados pelo menso 40 mil novos moradores no Setor Habitacional Jóquei Clube.
O novo setor será majoritariamente residencial, abrigando 16 quadras, similares às do Plano Piloto, com prédios de altura máxima de 26 andares em lotes de 5 a 20 mil metros quadrados. Os prédios terão pilotis livre, subsolo de garagem e seis andares de altura. Todos os prédios terão área verde de proteção de pelo menos 20 metros de largura.
São mais 13 quadras comerciais ou mistas e dois lotes para grandes comércios, como shoppings e supermercados. O endereçamento do setor seguirá também o padrão do Plano Piloto, sendo as quadras residenciais as SHJC 101 a 108 e SHJC 201 a 208. O projeto elaborado pela Terracap em 2008 prevê também a construção de equipamentos públicos de lazer, como praças e quadras poliesportivas, e um parque vivencial.

UPA e Vila Olímpica
Existem outros dois projetos para ao local, a instalação de numa Unidade de Primeiro Atendimento, uma UPA, na mesma área, mais próxima à cidade Estrutural, e a construção da Vila Olímpica, para abrigar os participantes da Universíade, a ser realizada em Brasília em 2019. A UPA já foi remanejada para as proximidades da Cidade da Estrutural, mas a Terracap ainda não informou sobre a localização da Vila Olímpica.

http://www.jornaldoguara.com/noticia.php?i=898

Serão 6 andares sobre Pilotis. Portanto nada diferente das superquadras. Agora tem um porém. Lúcio Costa falou que não deveria ser replicada as superquadras. Nossa parece que o povo não dá atenção ao pedido dele.

Igual esse papo de limitar a altura no Park Sul. 9 pavimentos sobre pilotis está de bom tamanho.

Jota
Sep 16, 2014, 9:47 PM
Oi gente, eu tava apenas sacaneando a reportagem, claro que são 26 metros e 6 andares, basta ler o Plano de Ocupação do Setor Habitacional Jóquei Clube.

Agora o interessante mesmo é que não serão vendidos os lotes e sim as glebas (as quadras) que serão ao todo 11.


http://www.terracap.df.gov.br/internet/arquivos/0026001581.pdf

pesquisadorbrazil
Sep 16, 2014, 10:02 PM
Oi gente, eu tava apenas sacaneando a reportagem, claro que são 26 metros e 6 andares, basta ler o Plano de Ocupação do Setor Habitacional Jóquei Clube.

Agora o interessante mesmo é que não serão vendidos os lotes e sim as glebas (as quadras) que serão ao todo 11.


http://www.terracap.df.gov.br/internet/arquivos/0026001581.pdf

Mas isso não é inconstitucional? Tentaram fazer isso no Setor Noroeste, e a Ademi entrou na justiça para impedir isso. Pois impede a livre concorrência.

Jota
Sep 16, 2014, 10:03 PM
Mas isso não é inconstitucional? Tentaram fazer isso no Setor Noroeste, e a Ademi entrou na justiça para impedir isso. Pois impede a livre concorrência.

Não é não, e já foi feito em Brasília, tem aquela quadra a 311 norte o Paulo Octavio vez. Foi exatamente neste esquema.

pesquisadorbrazil
Sep 16, 2014, 10:07 PM
Não é não, e já foi feito em Brasília, tem aquela quadra a 311 norte o Paulo Octavio vez. Foi exatamente neste esquema.

Mas Jota ali foi diferente, ali foi uma parceria da UNB com o PaulOOctavio, não teve nada haver com a Terracap.:tup:

Espartano_bsb
Sep 17, 2014, 1:44 AM
O duro é que ainda insistem no ultrapassado urbanismo modernista da metade do século passado... Pra que seguir o mesmo modelo do Plano Piloto? Até concordo com os 6 andares, mas porque não seguir um modelo urbanístico mais humano? Dá uma olhada em Ipanema, Leblon, Jardins, etc... Essa cidade vai explodir com tantos carros... Não entendo isso...

Agarwaen
Sep 17, 2014, 1:50 AM
Hmm 16 quadras com prédios estilo plano-piloto? Acho que não chega aos 40 mil moradores não. Esse é o número estimado para o Noroeste que prevê 20 superquadras. Então estimo uns 32mil~para o Setor Jóquei.

pesquisadorbrazil
Sep 17, 2014, 2:04 AM
Eu tenho uma desconfiança que essas imagens aqui, é ilusão de ótica, em vez de 12 pavimentos para prédios residenciais e 6 para prédios comerciais. Deve ser 6 pavimentos e 3 pavimentos respectivamente.

http://i1293.photobucket.com/albums/b596/pesquisadorbsb8/universiades03_zpscc76b187.jpg

Agarwaen
Sep 17, 2014, 2:17 AM
Espero que não repitam o erro da supervalorização do Noroeste. Afinal é uma região um pouco mais afastada e com fronteiras com um setor industrial (SIA) e com a Rrgião Administrativa mais pobre do DF, a Estrutural. As áreas de comércio e de equipamentos públicos podem ser úteis para as populações próximas.

pesquisadorbrazil
Sep 17, 2014, 2:23 AM
Espero que não repitam o erro da supervalorização do Noroeste. Afinal é uma região um pouco mais afastada e com fronteiras com um setor industrial (SIA) e com a Rrgião Administrativa mais pobre do DF, a Estrutural. As áreas de comércio e de equipamentos públicos podem ser úteis para as populações próximas.

Isso não tem nada haver. Se fosse assim, bairros ricos do rio que convivem com bairro pobres, não influenciaram em nada o valor do m2. Portanto, mole mole ali, já nascer com m2 em 5.000. Ainda se tratando de Brasília. Eu vejo no seguinte. A parte virada para a EPCL será MCMV e a parte virada para EPTG será para classe média. Igual o Mangueiral, falaram que seria um precinho camarada, e vai lá comprar barato. Os preços estão mais para Jardim Botânico do que os praticados em São Sebastião.

Cambri
Sep 17, 2014, 3:01 AM
Mas Jota ali foi diferente, ali foi uma parceria da UNB com o PaulOOctavio, não teve nada haver com a Terracap.:tup:

Pesquisador,

A quadra 311 norte, quadra parque, foi construída por um fundo imobiliário composto pela FUNCEF, PaulOOctavio e Conbral.

A FUNCEF era dona de todos os terrenos e para construir constitui o fundo com essas empresas. A UNB não tem nada haver com a 311 norte.

pesquisadorbrazil
Sep 17, 2014, 3:26 AM
Pesquisador,

A quadra 311 norte, quadra parque, foi construída por um fundo imobiliário composto pela FUNCEF, PaulOOctavio e Conbral.

A FUNCEF era dona de todos os terrenos e para construir constitui o fundo com essas empresas. A UNB não tem nada haver com a 311 norte.

Acho que não, mas o caso da quadra é bem diferente das demais. O mesmo que ocorreu com a 311 norte, irá acontecer com a 207 norte. O estranho que até agora a UNB não liberou mais terrenos. Eita especulação.

pesquisadorbrazil
Sep 17, 2014, 11:55 AM
Agora o trem começa a tomar corpo, e pelo visto a Vila Olimpica não será ali. Conforme a mancha dos bairros Jockey Clube e Quaresmeiras.

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/sjc_zps66a12192.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/sjc_zps66a12192.jpg.html)

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/squa_zps6ca1c0e6.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/squa_zps6ca1c0e6.jpg.html)

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/sjc2_zps41aea57c.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/sjc2_zps41aea57c.jpg.html)

pesquisadorbrazil
Sep 17, 2014, 11:56 AM
Pela imagem do bairro Quaresmeira não usou todo o terreno, para ter espaço para continuação da via bem como a construção de um viaduto na região.

MAMUTE
Sep 17, 2014, 12:08 PM
Agora o trem começa a tomar corpo, e pelo visto a Vila Olimpica não será ali. Conforme a mancha dos bairros Jockey Clube e Quaresmeiras.

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/sjc_zps66a12192.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/sjc_zps66a12192.jpg.html)

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/squa_zps6ca1c0e6.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/squa_zps6ca1c0e6.jpg.html)

http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/sjc2_zps41aea57c.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/sjc2_zps41aea57c.jpg.html)

não tinha conhecimento desse mini Bairro Quaresmeira SQUA:shrug: Eu só achava um desperdício esse terreno tão grande bem posicionado as Margens da EPTG não ser usado para moradias:shrug:

Jota
Sep 17, 2014, 3:08 PM
Mas Jota ali foi diferente, ali foi uma parceria da UNB com o PaulOOctavio, não teve nada haver com a Terracap.:tup:

E dai? O que tem a ver o fato de ser da Terracap ou não? De qulaquer forma, se é inconstitucional uma imobiliaria do governo vender grandes áreas, tbm seria incosntirucional a UnB estabelecer um contrato com grandes áreas. de qulquer forma elimina os pequenos concorrentes, pois só quem tem muita bala na agulha entra numa conpra ou em uma parceria como essa.

pesquisadorbrazil
Sep 17, 2014, 3:19 PM
E dai? O que tem a ver o fato de ser da Terracap ou não? De qulaquer forma, se é inconstitucional uma imobiliaria do governo vender grandes áreas, tbm seria incosntirucional a UnB estabelecer um contrato com grandes áreas. de qulquer forma elimina os pequenos concorrentes, pois só quem tem muita bala na agulha entra numa conpra ou em uma parceria como essa.

Quem diz que é inconstitucional é o MP, que alega que as pequenas construtoras não teriam as mesmas chances de concorrer com as grandes. Por isso que dizem que é inconstitucional. Pra min seria mais fácil vender tudo para uma única empresa. Assim, ficaria igual a quadra 311 norte. Imaginou uma construtora ou consórcio construindo tudo de uma vez o Jockey Clube.:shrug:

Agarwaen
Sep 17, 2014, 4:11 PM
Quem diz que é inconstitucional é o MP, que alega que as pequenas construtoras não teriam as mesmas chances de concorrer com as grandes. Por isso que dizem que é inconstitucional. Pra min seria mais fácil vender tudo para uma única empresa. Assim, ficaria igual a quadra 311 norte. Imaginou uma construtora ou consórcio construindo tudo de uma vez o Jockey Clube.:shrug:

Me parece o tipo de questão que varia ao sabor do juiz. :shrug:

Jota
Sep 18, 2014, 1:47 AM
Agora o trem começa a tomar corpo, e pelo visto a Vila Olimpica não será ali. Conforme a mancha dos bairros Jockey Clube e Quaresmeiras.
..............

[URL=http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/sjc2_zps41aea57c.jpg.html]http://i766.photobucket.com/albums/xx309/pesquisadorbsb10/squa_zps6ca1c0e6.jpg (http://s766.photobucket.com/user/pesquisadorbsb10/media/squa_zps6ca1c0e6.jpg.html)

Para quem não sabe, neste local atualmente tem uma antena de transmissão de radio AM. Com o fim das rádios AM devem ser liberados um monte de terrenos iguais por todo o Brasil.

pesquisadorbrazil
Sep 18, 2014, 3:08 AM
Para quem não sabe, neste local atualmente tem uma antena de transmissão de radio AM. Com o fim das rádios AM devem ser liberados um monte de terrenos iguais por todo o Brasil.

Com certeza, na região do Guará tem mais antenas de transmissão, inclusive uma dentro do que seria a expansão do Parque do Guará de frente para o Setor de Oficinas Sul, aonde o povo usa clandestinamente como via de escape do Guará.:tup:

Jota
Sep 18, 2014, 3:58 AM
Com certeza, na região do Guará tem mais antenas de transmissão, inclusive uma dentro do que seria a expansão do Parque do Guará de frente para o Setor de Oficinas Sul, aonde o povo usa clandestinamente como via de escape do Guará.:tup:

É da Radio Nacional, que eu saiba inclusive já esta desativada.

sxsp
Sep 18, 2014, 3:44 PM
Existe um problema ao meu ver nesse Jockey, pois já existem várias glebas, de certa forma me parece que a Terracap queria licitar todas e não dotar de toda infraestrutura, deixando a cargo dos empreendedores, porém eles deveriam seguir as diretrizes com projeto que poderia não ser interesse deles. O correto seria remembrar as glebas, fazer a infraestrutura (drenagem, esgosto, água, luz, sistema viário) e licitar os lotes.
Vai cair no mesmo esquema do Noroeste que é uma grande porcaria, nem em bairros pobres hoje tem sido feito como fizeram. Queriam passar o trator de qualquer jeito para atender aos interesses da especulação imobiliária em alta naquele ano. Com calma, sem aquela voracidade, truculência do governo Arruda, conseguiria ter levado os índio para outro lugar e ter discutido melhor a sustentabilidade do bairro. Poderia ter saído por etapas, respeitando as normas ambientais, com toda a infraestrutura, com o parque implantado. Mas é Brasil, faz a merda e tenta consertar depois.

Jota
Sep 18, 2014, 4:15 PM
Existe um problema ao meu ver nesse Jockey, pois já existem várias glebas, de certa forma me parece que a Terracap queria licitar todas e não dotar de toda infraestrutura, deixando a cargo dos empreendedores, porém eles deveriam seguir as diretrizes com projeto que poderia não ser interesse deles. O correto seria remembrar as glebas, fazer a infraestrutura (drenagem, esgosto, água, luz, sistema viário) e licitar os lotes.
Vai cair no mesmo esquema do Noroeste que é uma grande porcaria, nem em bairros pobres hoje tem sido feito como fizeram. Queriam passar o trator de qualquer jeito para atender aos interesses da especulação imobiliária em alta naquele ano. Com calma, sem aquela voracidade, truculência do governo Arruda, conseguiria ter levado os índio para outro lugar e ter discutido melhor a sustentabilidade do bairro. Poderia ter saído por etapas, respeitando as normas ambientais, com toda a infraestrutura, com o parque implantado. Mas é Brasil, faz a merda e tenta consertar depois.

Acredito que as 11 glebas citadas não existem atualmente, provavelmente a área tem 2 ou 3 glebas (se não for tudo uma coisa só). O governo então deve unificar tudo e depois dividir em 11 pedaços e licita-los.

Acho isso excelente! Pois ao contrario do governo que pode prometer mas não tem obrigação de entregar, os vencedores da licitação terão que obrigatoriamente entregar a infraestrutura finalizada, ou poderão ser processados pelo Estado ou pelos moradores.

É justamente o contrario do Noroeste (e Águas Claras e Sudoeste...), onde o governo fez uma serie de promessas, não cumpre nada ou demora decadas para cumprir e ninguem pode processar o GDF. Só resta reclamar com o bispo... :hell:

Jota
Sep 19, 2014, 5:45 PM
Olha o plano do bicho ai:

Divisão de quadras, áreas residenciais e comerciais:

https://lh5.googleusercontent.com/-EXO-OzMYKTs/VBxrYChEs3I/AAAAAAAABGw/H8yYEae0oxQ/w652-h479-no/SJC.jpg

Sistema Viario:
https://lh4.googleusercontent.com/-NvnOtAzUvEk/VBxsXpWaEHI/AAAAAAAABHg/pY7goL_YvRw/w648-h479-no/SJC%2B2.jpg

Interessante que o projeto é de 2007, nem tinha o viaduto do Joquei ainda, mas acho que não mudou nada. E com certeza não tem a Vila olimpica...

E a divisão das Glebas a serem licitadas:

https://lh6.googleusercontent.com/-axn4hXbdB6Q/VBxtsopMCnI/AAAAAAAABIM/HwuJUaIMn_A/w651-h479-no/SJC%2B3.jpg

As glebas 1 e 10 são o filé do negocio. E a 11ª gleba será o Quaresmeira.

MAMUTE
Sep 19, 2014, 8:38 PM
Ficará bem dividido, caso seja esse projeto ainda...

Jota
Sep 19, 2014, 9:18 PM
Pela documentação e pelo que foi descrito pelo Jornal do Guará é esse projeto mesmo.

Interessante que o projeto já existia antes daquele da Vila Olimpica. Parece que desistiram desta ultima e retornaram a ideia original.

Agora a pergunta: Pra onde foi a Vila Olímpica da Universíade? Eu sempre achei que o Joquei Clube não era o melhor lugar para a Vila, muito longe da UnB e do centro e dependendo do horario com deslocamento muito complicado. Mas a Vila tem que ir para algum lugar né?

Uma ideia bem mais interessante seria usar as quadras na Asa Norte que atualmente são da UnB, para a Vila ou então aquela área enorme atras do CO.

pesquisadorbrazil
Sep 20, 2014, 1:55 AM
Pela documentação e pelo que foi descrito pelo Jornal do Guará é esse projeto mesmo.

Interessante que o projeto já existia antes daquele da Vila Olimpica. Parece que desistiram desta ultima e retornaram a ideia original.

Agora a pergunta: Pra onde foi a Vila Olímpica da Universíade? Eu sempre achei que o Joquei Clube não era o melhor lugar para a Vila, muito longe da UnB e do centro e dependendo do horario com deslocamento muito complicado. Mas a Vila tem que ir para algum lugar né?

Uma ideia bem mais interessante seria usar as quadras na Asa Norte que atualmente são da UnB, para a Vila ou então aquela área enorme atras do CO.

Sem dúvida, poderiam pegar a 207 norte e fazer a vila ali, apesar que o povo do contra não iria curtir muito isso. Mas teria uma boa solução, inauguraria a expansão do metrô até ali. E fim de papo.

Jota
Sep 20, 2014, 3:38 AM
Acho que podemos alterar este thread ou criar um novo, pois o futuro do Setor Jockey Club não é mais especulação, é um projeto e agora em vias de ser licitado.

Jota
Sep 20, 2014, 4:45 PM
........

Jota
Sep 20, 2014, 4:46 PM
.......

MAMUTE
Sep 20, 2014, 5:16 PM
:???: Movi os posts do outro Thread, mas ficou por ordem de postagem, portanto, o primeiro post do Jota ficou por ultimo:???:

Jota
Sep 20, 2014, 5:18 PM
:???: Movi os posts do outro Thread, mas ficou por ordem de postagem, portanto, o primeiro post do Jota ficou por ultimo:???:

É só o Pesquisa atualizar o primeiro post....

MAMUTE
Sep 20, 2014, 5:25 PM
...

MAMUTE
Sep 20, 2014, 5:28 PM
:previous: Pronto:D desfiz a bagunça, que eu mesmo fiz:koko:

Jota
Sep 20, 2014, 7:54 PM
Uai to relaxado....

Thread atualizado.... :D

pesquisadorbrazil
Sep 20, 2014, 10:30 PM
Daqui a pouco não vai demorar para criar o thread do SHQ - Setor Habitacional Quaresmeira.

Jota
Sep 21, 2014, 10:29 AM
Acho que este Setor Quaresmeira deveria ser juntado ao Joquei. É uma área muito pequena para ser um "setor". É só uma quadra.

pesquisadorbrazil
Sep 21, 2014, 10:41 AM
Acho que este Setor Quaresmeira deveria ser juntado ao Joquei. É uma área muito pequena para ser um "setor". É só uma quadra.

Concordo contigo, pra min seria um prolongamento, até mesmo porque, vai ter logo ali na frente um grande viaduto inundo ambos os lados. Somente estou estranhando o fato que não estão reservando espaços para uma futura estação de trem ali na região.:shrug:

Na realidade vai ter outro viaduto ali pelas imagens.

Jota
Sep 22, 2014, 12:21 AM
Cara, ali já tem um viaduto....

Agarwaen
Sep 22, 2014, 1:07 AM
Pelas fotos do Google Earth, esse viaduto foi construído em 2010.

pesquisadorbrazil
Sep 22, 2014, 2:36 AM
Cara, ali já tem um viaduto....

Estou falando do 2o viaduto.

Jota
Sep 22, 2014, 3:34 PM
Onde seria esse 2º viaduto? Na via entre o Lucio Costa e o Joquei Club? Acho que ali não tem espaço. Ali em frente tem a Super Quadra Brasília (oh nomezinho infeliz esse).

Falando em nome, uma coisa que achei engraçado, manter o nome Setor Habitacional Joquei Club, sendo que será retirado justamente o Joquei....

Vai ficar parecendo o Setor Aeroporto em Goiania....

pesquisadorbrazil
Sep 22, 2014, 6:16 PM
Onde seria esse 2º viaduto? Na via entre o Lucio Costa e o Joquei Club? Acho que ali não tem espaço. Ali em frente tem a Super Quadra Brasília (oh nomezinho infeliz esse).

Falando em nome, uma coisa que achei engraçado, manter o nome Setor Habitacional Joquei Club, sendo que será retirado justamente o Joquei....

Vai ficar parecendo o Setor Aeroporto em Goiania....

Jota é aquele negócio, status.

Jota
Sep 22, 2014, 6:53 PM
Status de ter o nome de um treco que não existe? Status de piada?

E mais importante, vc não respondeu onde seria o 2º viaduto....

pesquisadorbrazil
Sep 22, 2014, 7:01 PM
Status de ter o nome de um treco que não existe? Status de piada?

E mais importante, vc não respondeu onde seria o 2º viaduto....

Nas imagens do futuro bairro, mostra 2 viadutos, um já existente mas tem um outro.:shrug:

Jota
Sep 22, 2014, 7:02 PM
Nas imagens do futuro bairro, mostra 2 viadutos, um já existente mas tem um outro.:shrug:

Sim mas o outro é lá na Estrutural, e acho que não vai sair, pois a área dele já esta ocupada.

pesquisadorbrazil
Sep 22, 2014, 8:13 PM
Sim mas o outro é lá na Estrutural, e acho que não vai sair, pois a área dele já esta ocupada.

Eu acho que em certos lugares, o GDF deveria parar com viadutos e colocar tuneis. E fazer a ligação direta entre as pistas, nada de ficar fazendo tesourinhas gigantescas, que em vez de fazer o transito fluir, faz o contrário. Represa o transito, até mesmo porque, cada motorista tem sua conduta de transitar, uns mais rápido do que o outro.

Ai se tiver um paquiderme fazendo a manobra, paralisando toda tesourinha. Agora com um tunel, não tem essas retenções, só se o carro pifar dentro.

Jota
Sep 22, 2014, 11:05 PM
Não entendi o que vc quer dizer com tunel? Como acessa o tunel?

pesquisadorbrazil
Sep 23, 2014, 3:29 AM
Não entendi o que vc quer dizer com tunel? Como acessa o tunel?

Vou dar um exemplo, no caso da tesourinha no final da EPGU perto do Park Shopping, a maior retenção é do povo fazendo a manobra em cima do viaduto da EPGU para acessar a EPIA.

Agora se houvesse um tunel, a conexão seria imediata, sem ter que dividir fluxo com os moradores do Guará ou mesmo com clientes do Park Shopping. Aí, no na parte esquerda da pista, seria exclusiva para quem está querendo ir para EPIA.

O mesmo ocorreu no balão do Aeroporto, a solução melhor, foi o tunel, apesar que tinha os defensores das árvores, que queriam um viaduto no lugar. E por falar em viaduto, já iniciaram as obras do viaduto do aeroporto?

Jota
Sep 23, 2014, 12:04 PM
Vou dar um exemplo, no caso da tesourinha no final da EPGU perto do Park Shopping, a maior retenção é do povo fazendo a manobra em cima do viaduto da EPGU para acessar a EPIA.

Agora se houvesse um tunel, a conexão seria imediata, sem ter que dividir fluxo com os moradores do Guará ou mesmo com clientes do Park Shopping. Aí, no na parte esquerda da pista, seria exclusiva para quem está querendo ir para EPIA.

O mesmo ocorreu no balão do Aeroporto, a solução melhor, foi o tunel, apesar que tinha os defensores das árvores, que queriam um viaduto no lugar. E por falar em viaduto, já iniciaram as obras do viaduto do aeroporto?

Isso não faz nenhum sentido....:haha:

Se fosse um tunel, teria que ter os acessos do mesmo jeito. O fato de ser por cima ou por baixo não faz a menor diferença. A questão são os acessos ao mesmo.

fabiano
Sep 23, 2014, 12:11 PM
Vou dar um exemplo, no caso da tesourinha no final da EPGU perto do Park Shopping, a maior retenção é do povo fazendo a manobra em cima do viaduto da EPGU para acessar a EPIA.

Agora se houvesse um tunel, a conexão seria imediata, sem ter que dividir fluxo com os moradores do Guará ou mesmo com clientes do Park Shopping. Aí, no na parte esquerda da pista, seria exclusiva para quem está querendo ir para EPIA.

O mesmo ocorreu no balão do Aeroporto, a solução melhor, foi o tunel, apesar que tinha os defensores das árvores, que queriam um viaduto no lugar. E por falar em viaduto, já iniciaram as obras do viaduto do aeroporto?

Passei pelo Aeroporto agora a pouco e nada de obra. Pelo visto só ano que vem e olhe lá.

pesquisadorbrazil
Sep 23, 2014, 12:28 PM
Isso não faz nenhum sentido....:haha:

Se fosse um tunel, teria que ter os acessos do mesmo jeito. O fato de ser por cima ou por baixo não faz a menor diferença. A questão são os acessos ao mesmo.

Eu sei que em Brasília se gasta muito tempo fazendo as tesourinhas para passar da EPGU para EPIA. Ainda mais, com grande fluxo do carros, quando chega nas tesourinhas, afunila o trafego. Ai uma pista de 4 pistas se torna 2.

E com relação ao acesso, não seria problema, no tunel fosse tem acesso PRIMÁRIO a EPIA, enquanto no viaduto, o acesso é SECUNDÁRIO. Sem falar que não teria RETENÇÃO de veículos.

Jota
Sep 23, 2014, 3:45 PM
Bicho vc vai ter que desenhar.... por que ainda não faz sentido.

pesquisadorbrazil
Sep 23, 2014, 5:43 PM
Bicho vc vai ter que desenhar.... por que ainda não faz sentido.

Eu acho o seguinte, Brasília tem que seguir o exemplo de Madri e Barcelona. Acabar com estacionamento grátis no Centro, implementar o pedágio urbano, zona azul, e expandir exageradamente o metrô.

Se não tem money, que faça PPP em vez de pagar com grana, paga com terrenos da Terracap. E pronto, fim de papo.:tup:

Jota
Sep 23, 2014, 8:05 PM
Desisto de tentar entender.... :haha:

MAMUTE
Sep 27, 2014, 12:42 PM
Batalha por posse do Jockey Club de Brasília parece longe do fim



Terreno deve sediar a Universíade, em 2019. Mas obras só podem ter início depois de decisão judicial


Incerteza. Esta é a palavra que define o projeto para a construção de uma Vila Olímpica, para as Olímpiadas Universitárias de Verão (Universíade), em 2019, na área do antigo Jockey Club de Brasília, localizado no Guará. Segundo a líder comunitária Iracema Maria Durão Moreira, as terras estão sub judice e, provisoriamente, em sua posse. Segundo a mulher, até que saia uma decisão definitiva sobre a propriedade das terras, a área não poderá ser utilizada pelo Governo do Distrito Federal ou empresas particulares para qualquer fim, o que impossibilitaria a construção dos alojamentos.

Após a desativação do jóquei, há mais de oito anos, a propriedade do lote — uma doação oficial do presidente Juscelino Kubitschek, no final da década de 1960 — voltou para o GDF em 2004. Até hoje, no entanto, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) não teria conseguido reaver a posse do lugar.

O local, tomado pelo mato e entulho, não conta com qualquer tipo de manutenção. Atualmente, funcionam uma igreja evangélica, no piso superior, e uma cooperativa, composta por ex-presidiários, que confecciona bolas de futebol, localizada no subsolo.

Questionada sobre o alvará de funcionamento do local, a líder comunitária Iracema confessou que não possui. “Como as terras estão sub judice e eu detenho a posse, utilizo o espaço como quiser, desde que com autorização da Administração Regional do Guará. Com a permissão eu tenho, só não posso vender ou reformar”, diz.

Moradora do local há 12 anos, a mulher afirma que o contrato de propriedade das terras, apresentado pela Terracap, é falso. “Abri um processo junto ao Ministério Público para apurar isso. Não quero fornecer o número ou dar mais detalhes para não atrapalhar as investigações. Mas a 38ª DP, do Guará, segue apurando o caso”.

A dez quilômetros da rodoviária do Plano Piloto, o terreno, de 210 hectares, abriga 36 famílias. Muitas delas moram no local há mais de 50 anos e vivem da criação de animais.

Possibilidade de venda causa preocupação

A ideia da venda do terreno, avaliado em R$ 14 bilhões, para empresas particulares – em 2010 especulou-se sobre a construção de prédios residenciais no local – ou a construção da Vila Olímpica, assustam os moradores da região, que temem ser transferidos para áreas afastadas.

O criador de cavalos Milton Felix Marques, 62 anos, que é morador do espaço desde 1968, destaca que nenhuma das famílias que reside no espaço pode ser considerada invasoras de terras.

“Não somos invasores, recebemos essa terra por doação e repassaremos aos nossos filhos como herança. Não vendemos terras, vivemos apenas da lida com os cavalos. Não podemos agora, depois de tantos anos, sermos despejados em qualquer lugar”, reclama.

Olimpíadas de verão

Em novembro do ano passado Brasília foi escolhida para ser a sede das Olímpiadas Universitárias de Verão, a Universíade, de 2019. A escolha da cidade foi anunciada durante uma convenção em Bruxelas, na Bélgica. Na ocasião, Brasília competia com Budapeste e Baku, no Azerbaijão, mas as cidades desistiram da candidatura e a capital federal recebeu, então, todos 23 votos dos integrantes da Federação Internacional dos Jogos Universitários.

No vídeo exibido para a candidatura, foi apresentada a proposta de construir 22 locais de competição espalhados pela cidade e reformar áreas como o ginásio Cláudio Coutinho e o Centro Olímpico da Universidade de Brasília (UnB). Além disso, uma Vila Olímpica com mais de 2,4 mil apartamentos seria projetada. O custo estimado do investimento é de 730 milhões de euros, ou R$ 2,2 bilhões.

Posteriormente se cogitou a possibilidade de utilizar a área do Jockey, desativado há oito anos, para a construção da Vila Olímpica. A Terracap afirma que o parcelamento da área ainda está em estudo, mas não há nenhum projeto para o retorno das antigas atividades esportivas no local.

Futuro de incertezas

A batalha pela posse das terras se estende há anos e promete seguir firme. Mas caso não haja uma decisão até a Universíade, em 2019, onde será, afinal, construída a Vila Olímpica? Existe um plano reserva? Para responder essas questões, a reportagem procurou a Terracap e a Secretaria de Esportes, responsável pela realização das Olimpíadas.

A Terracap se limitou a informar que o projeto para a construção da Vila Olímpica ainda está em fase de estudos e, por esse motivo, não pode conceder mais informações. O órgão garantiu, no entanto, que não existe Contrato de Concessão de Uso para as terras do jóquei e disse que a área é de propriedade da Terracap, “conforme matrícula lavrada no 4° Ofício de Registro de Imóveis do Distrito Federal”.

A Secretaria de Esportes, por sua vez, explicou que questões relacionadas a terras são de responsabilidade da Terracap - inclusive a posterior necessidade de mudança de local para as obras da Vila Olímpica, caso haja entraves judiciais para a construção dos alojamentos na área do jóquei.

Quando questionada sobre a possibilidade de uma entrevista com o secretário, para tratar de assuntos ligados à Universíade, a assessoria de comunicação do órgão se dispôs a fornecer os dados, mas disse que a entrevista não seria possível, “pois o secretário está afastado, trabalhando em campanha eleitoral, e o suplente não tem conhecimento sobre o assunto”.

Justiça

O Ministério Público do Distrito Federal confirmou que há processos abertos em nome de Iracema Moreira, em várias frentes, contra o Jockey Club. Em um deles, de maio de 2009, a mulher teria solicitado a intervenção do MP para iniciar um processo contra a Terracap, por reintegração de posse. O órgão não confirmou, porém, se em algum desses processos existe a alegação de falsidade do contrato de propriedade apresentado pela Terracap.

Até o fechamento desta edição, a Administração Regional do Guará não se manifestou sobre a situação do alvará de funcionamento da igreja e da cooperativa existentes na área do jóquei.

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) disse que o processo de licença ambiental para início das obras da Vila Olímpica está na fase da elaboração do Termo de Referência, que será encaminhado à Terracap para nortear a Licença Prévia. “A Licença Prévia é a primeira das três licenças ambientais necessárias a um empreendimento. As outras duas são: Licença de Instalação e Licença de Operação”, explica.

Ponto de vista

A advogada Amanda Regina Silva diz que é possível ter a posse de um imóvel sem ser proprietário. “É como alugar um imóvel. A posse é de quem está residindo no lugar, no caso o locatário, mas a propriedade continua pertencendo ao dono do imóvel”, explica. Segundo ela, em casos como o do jóquei, a pessoa que tem posse não pode fazer modificações no espaço. “Mediante autorização do proprietário, obras necessárias a sobrevivência podem ser feitas e são passíveis de ressarcimento”, afirma.

Saiba mais

Em 2002, uma decisão da 6ª Vara de Fazenda Pública revogou a doação do terreno do Jockey Club aos moradores por descumprimento de contrato. O Jockey recorreu da decisão e, em 2004, o TJ negou o recurso, confirmando o ganho da causa à Terracap. Em segunda instância, a Justiça manteve a decisão que prevê a devolução do terreno à estatal.

Em maio de 2009, quando o governo se preparava para fazer uma operação de desocupação, o veterinário Fernando Mattos conseguiu uma liminar da 5ª Turma Cível do TJ, permitindo que ele permanecesse no lugar até que houvesse uma decisão sobre a posse do terreno.








http://www.jornaldebrasilia.com.br/noticias/cidades/576150/batalha-por-posse-do-jockey-club-de-brasilia-parece-longe-do-fim/

pesquisadorbrazil
Sep 27, 2014, 7:05 PM
Vamos ver no que vai dar, espero uma solução imediata. Agora estão inventando usucapião público. Ninguem merece.

Agarwaen
Jan 13, 2015, 2:31 PM
Olhando esse projeto de novo, a única coisa que ficou faltando pensar é como esse novo bairro se conectaria com os corredores de transporte público.
O Setor Jóquei Clube tem uma vantagem interessante em mobilidade: duas saídas, cada uma para uma rodovía estruturante do DF (EPTG e EPCL). A EPTG já possui as faixas para o futuro BRT Expresso Oeste. Já a EPCL poderia facilmente receber também um BRT, apesar de os planos para esse eixo talvez fiquem só para um mais distante trem para o Entorno. Talvez uma estação de trem Estrutural/Jóquei atendesse a região.
Daí restaria uma boa linha circular (com alta frequência) no Jóquei conectando os moradores e frequentadores da região aos eixos principais.
Uma outra alternativa, mais viagem, seria resgatar aquele velho projeto da 2ª linha do VLT no Eixo Monumental. Um dos traçados propostos para essa linha conectava Praça dos 3 poderes - Rodoviária - Buriti - Sudoeste - Octogonal - SIA. Poderia então puxar essa linha mais 2 ou 3km e ter o Jóquei como ponto final. Seria uma alternativa de alta qualidade à pegar EPCL ou EPTG. Se o VLT fosse expandido até a EPVL atenderia até um pouco do Vicente Pires. Mas essa alternativa dependeria de o novo bairro possuir um potencial de moradores razoavelmente alto. Talvez o projeto de superquadras com predinhos de 6 andares não gerasse densidade suficiente.
Outra coisa, pena que o Vicente Pires é uma barreira urbanística, se não dava para ir estendendo esses trilhos até Taguatinga, talvez chegando à Helio Prates, onde estaria passando uma linha 3 do VLT.

pesquisadorbrazil
Jan 13, 2015, 7:53 PM
Olhando esse projeto de novo, a única coisa que ficou faltando pensar é como esse novo bairro se conectaria com os corredores de transporte público.
O Setor Jóquei Clube tem uma vantagem interessante em mobilidade: duas saídas, cada uma para uma rodovía estruturante do DF (EPTG e EPCL). A EPTG já possui as faixas para o futuro BRT Expresso Oeste. Já a EPCL poderia facilmente receber também um BRT, apesar de os planos para esse eixo talvez fiquem só para um mais distante trem para o Entorno. Talvez uma estação de trem Estrutural/Jóquei atendesse a região.
Daí restaria uma boa linha circular (com alta frequência) no Jóquei conectando os moradores e frequentadores da região aos eixos principais.
Uma outra alternativa, mais viagem, seria resgatar aquele velho projeto da 2ª linha do VLT no Eixo Monumental. Um dos traçados propostos para essa linha conectava Praça dos 3 poderes - Rodoviária - Buriti - Sudoeste - Octogonal - SIA. Poderia então puxar essa linha mais 2 ou 3km e ter o Jóquei como ponto final. Seria uma alternativa de alta qualidade à pegar EPCL ou EPTG. Se o VLT fosse expandido até a EPVL atenderia até um pouco do Vicente Pires. Mas essa alternativa dependeria de o novo bairro possuir um potencial de moradores razoavelmente alto. Talvez o projeto de superquadras com predinhos de 6 andares não gerasse densidade suficiente.
Outra coisa, pena que o Vicente Pires é uma barreira urbanística, se não dava para ir estendendo esses trilhos até Taguatinga, talvez chegando à Helio Prates, onde estaria passando uma linha 3 do VLT.

Até aonde se sabe, ali vai ter uma estação, mas o ponto exato não vai ser no Jockey, advinha porque? Porque ali é área de APP, portanto não se pode construir nada ali, somente pode construir invadido dá para acreditar. Igual a moda no Lago Sul. Não pode construir um shopping, pq a área fica dentro de uma APP e APA. Mas os moradores podem construir e cercar áreas de APPs e cimentar nascentes. Interessante lógica.

Agarwaen
Jan 15, 2015, 7:53 PM
Enquanto o GDF não cria novos bairros, a grilagem rola solta. O Setor Jóquei já ia se tornar extensão do Vicente Pires, com maquete e tudo:


Polícia Civil prende suposta quadrilha de grileiros no Guará
Empreendimento previa 372 lotes comerciais e residenciais. Construção do Haras Clube Hotel Fazendo ocorreria ao lado do Jockey Club de Brasília, no Guará
http://imgsapp2.correiobraziliense.com.br/app/noticia_127983242361/2015/01/14/466331/20150114180234385610u.jpg
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2015/01/14/interna_cidadesdf,466331/policia-prende-cinco-suspeitos-de-parcelamento-irregular-do-solo.shtml

Os malandros já tinham vendido 100 lotes. :hell:

pesquisadorbrazil
Jan 15, 2015, 8:28 PM
Enquanto o GDF não cria novos bairros, a grilagem rola solta. O Setor Jóquei já ia se tornar extensão do Vicente Pires, com maquete e tudo:


Polícia Civil prende suposta quadrilha de grileiros no Guará
Empreendimento previa 372 lotes comerciais e residenciais. Construção do Haras Clube Hotel Fazendo ocorreria ao lado do Jockey Club de Brasília, no Guará
http://imgsapp2.correiobraziliense.com.br/app/noticia_127983242361/2015/01/14/466331/20150114180234385610u.jpg
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2015/01/14/interna_cidadesdf,466331/policia-prende-cinco-suspeitos-de-parcelamento-irregular-do-solo.shtml

Os malandros já tinham vendido 100 lotes. :hell:

Ali tem uma briga juridica que não tem fim. Não deixaram o PO e Luiz Estevão fazer uma área de lazer ali, com parque aquático, temático, shopping, hoteis e áreas afins. O projeto estava pronto, mas os opositores que deixaram isso correr solto.

Quando tentarem tirar dali aquele povo, teremos Vicente Pires II e irá força o GDF transferir o Setor de Inflamaveis. Igual ocorreu com a Fercal... O local impróprio para moradias, foram deixando as pessoas lá, e com a democratização, um local que era proibido para moradias inverteu. Agora é proibido as industrias lá, que vieram antes da área virar ambiental, mas para moradias não é proibido.

Jota
Jan 16, 2015, 10:47 AM
Enquanto o GDF não cria novos bairros, a grilagem rola solta. O Setor Jóquei já ia se tornar extensão do Vicente Pires, com maquete e tudo:


Polícia Civil prende suposta quadrilha de grileiros no Guará
Empreendimento previa 372 lotes comerciais e residenciais. Construção do Haras Clube Hotel Fazendo ocorreria ao lado do Jockey Club de Brasília, no Guará
http://imgsapp2.correiobraziliense.com.br/app/noticia_127983242361/2015/01/14/466331/20150114180234385610u.jpg
http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2015/01/14/interna_cidadesdf,466331/policia-prende-cinco-suspeitos-de-parcelamento-irregular-do-solo.shtml

Os malandros já tinham vendido 100 lotes. :hell:

Eu não sei se quem compra essas coisas é um otário ou é tão safado quanto o grileiro....

Mas tava bonita a maquete :haha:

MAMUTE
Jan 16, 2015, 11:15 AM
:previous: Eu conheço pessoas idiotas o bastante para comprar lotes assim:koko:

Agarwaen
Jan 16, 2015, 11:41 AM
R$49 mil cada lote!

Jota
Jan 16, 2015, 12:59 PM
R$49 mil cada lote!

E nego acredita que é verdade?!!

Caraca em um lugar onde os terrenos próximos são vendidos, por 300, 400 mil, o cara realmente acredita que tem alguem vendendo por 50 mil???

As vezes eu acho que enganar trouxas deveria ser "atenuante" de alguns crimes...:haha:

fabiano
Jan 16, 2015, 1:06 PM
:previous: Eu conheço pessoas idiotas o bastante para comprar lotes assim:koko:

O pior é que existem muitas pessoas desse tipo.

Sabe que é ilegal, mas, vai que cola!

Agarwaen
Jan 16, 2015, 1:42 PM
O cara vai lá fazendo a aposta. Vê que está cheio de condomínio irregular pelo DF (23% da população do DF vive em terreno irregular!), vários projetos de regularização de quem já está lá a mais tempo e paga pelo seu terreno. Se achando esperto.

sxsp
Jan 16, 2015, 4:23 PM
Acho melhor chamar de loteamentos ilegais/clandestinos, que são de fato. Irregular é quando ao menos ele é legal, mas encontram-se com alguma irregularidade pendente.

MikeVonJ
Jan 16, 2015, 8:00 PM
Eu não diria que é burrice mas sim oportunismo, as pessoas na maior parte sabem que é terreno grilado mas compram na intenção de que um dia será regularizado e ela não terá que se mudar da li. Foi assim que surgiram as invasões no DF nos tempos do coronel Roriz, tanto as invasões favaladas quanto as de classe média alta no Lago Sul.

pesquisadorbrazil
Jan 16, 2015, 8:22 PM
Eu não diria que é burrice mas sim oportunismo, as pessoas na maior parte sabem que é terreno grilado mas compram na intenção de que um dia será regularizado e ela não terá que se mudar da li. Foi assim que surgiram as invasões no DF nos tempos do coronel Roriz, tanto as invasões favaladas quanto as de classe média alta no Lago Sul.

E as favelas de ricos e pobres irão crescer, pois pelo que olhamos mudou governo e a Agefis continua a mesma.

sxsp
Jan 17, 2015, 1:34 AM
Coisas que não podem ser regularizadas de jeito nenhum é quando extrapola regras de urbanismo e legislação ambiental. Para mim é derrubar e não tem discussão. Muitos ficam sonhando com mudanças na lei.

Outra coisa são os muros e guaritas, é uma aberração legal para muitos loteamentos. Parcelamento de solo não tem muro ou guarita, as vias, as áreas são públicas, privado somente os lotes dos proprietários.

pesquisadorbrazil
Jan 17, 2015, 2:05 AM
Coisas que não podem ser regularizadas de jeito nenhum é quando extrapola regras de urbanismo e legislação ambiental. Para mim é derrubar e não tem discussão. Muitos ficam sonhando com mudanças na lei.

Outra coisa são os muros e guaritas, é uma aberração legal para muitos loteamentos. Parcelamento de solo não tem muro ou guarita, as vias, as áreas são públicas, privado somente os lotes dos proprietários.

É um debate inutil pois desde quando as áreas são públicas? Em nenhuma lei na Constituição diz isso, e vou além, apenas dar o direito do ir e vir apenas, nada mais do que isso.

Portanto o projeto original de Brasília, seria algo igual os lagos, eu fico imaginando se Brasília não tivesse se verticalizado, mas sim, um crescimento horizontal, com certeza veriamos na Praça dos 3 Poderes, imensos condominios a perder de vista no horizonte e claro, os manaciais, flora, fauna iriam para o saco.

Tem como conviver locais fechados com muros, pois, me desculpe, Brasília fracassou em sua concepção e até mesmo a própria constituição. Dar segurança a todos, 24 horas por dia e 365 dias por ano, nenhum local no mundo, nem mesmo, prisões de segurança máxima conseguem ser assim, imagine uma gigantesca cidade horizontal sem muros e garitas, a anarquia estaria instalada em Brasília.

Os lagos e park way já demonstraram sua fraqueza urbanistica, arquitetonica e porque não ambiental. Eu fico imaginando como seria a manutenção de uma gigantesca área urbana com mais de 6 mil km, isso que seria o DF se as ideias de Lucio Costa tivesse vingado. Até o próprio já falava que não era interessante o adensamento de Brasília, leia-se DF de forma rasteira e horizontal.

Já via em 1987 a necessidade de verticalizar a mesma.

sxsp
Jan 19, 2015, 1:07 AM
Lei 6766/1979 dispõe sobre o parcelamento de solo urbano. Lá você tira suas dúvidas.

pesquisadorbrazil
Jan 19, 2015, 2:06 AM
Essa lei é morta, a lei que está em vigor é o Estatuto das Cidades.

sxsp
Jan 19, 2015, 12:24 PM
Uma lei dispõe sobre parcelamento de solo, a outra sobre diretrizes de políticas urbanas. Leia as duas e verá que são diferentes.

Sei que seu objetivo é sempre contrariar ou ser o dono da verdade. Coloquei a lei para quem ler este fórum tomar conhecimento.

pesquisadorbrazil
Jan 19, 2015, 2:07 PM
Uma lei dispõe sobre parcelamento de solo, a outra sobre diretrizes de políticas urbanas. Leia as duas e verá que são diferentes.

Sei que seu objetivo é sempre contrariar ou ser o dono da verdade. Coloquei a lei para quem ler este fórum tomar conhecimento.

Essa lei que você falou é lei morta, principalmente se tratando de Brasília. Portanto pra min e para 1 a cada 3 moradores de Brasília não estão nem aí para o que diz essa lei. Pois agora que compraram de má fé, pois sabiam que nínguem tem a titularidade das terras, nem o GDF, nem o Governo Federal e nem tão pouco os herdeiros.

Só para exemplificar, as terras em Brasília já começaram a serem GRILADAS mesmo antes de começar a demarcação do DF, e olha que isso foi nos anos 1800 e antigamente.