View Single Post
  #17  
Old Posted Sep 20, 2011, 2:29 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,521
Perspectiva grifada
A Hermès abriu uma perspectiva para o JHSF. Ao assumir a operação da grife francesa no shopping Cidade Jardim, em 2008, o grupo vislumbrou um modelo para atrair novas marcas de luxo. Esse projeto ganha contornos definitivos agora com a criação da divisão de "retail". "Nosso posicionamento coincide também com o desejo de marcas de estar no país emergente do momento, ao mesmo tempo em que não têm condições imediatas de vir diretamente", diz Richard Barczinski, que já dirigia a Hermès e que assumiu a divisão.

A JHSF agrega ao seu portfólio, assim, as grifes Pucci e Jimmy Choo - conforme antecipou Blue Chip em 16 de julho-, que abrem suas lojas em dezembro no Cidade Jardim, já para o Natal. O executivo - que trabalhou durante 25 anos na H.Stern antes de entrar para o grupo - acredita que a nova unidade de negócio possa comportar até seis grifes de moda e já está em negociação para completar o guarda-chuva. "Se fossemos apostar só em uma loja, ficaria caro. Mas com a divisão temos um financeiro, um administrativo, um RH e um estoque em comum, o que reduz custos e nos viabiliza."

O grupo está registrado no Radar e trabalha com a trade Target. Mas a divisão não vai atender apenas ao grupo JHSF. Isso significa lidar com os concorrentes sob nova perspectiva. "Nossa unidade de negócios tem de crescer e se desenvolver. Portanto, estamos conversando com os parceiros naturais nesse processo, como o grupo Iguatemi, por exemplo." Barczinski acredita que caiba mais uma Hermès em São Paulo, uma em Brasília e outra no Rio. Com a Pucci e a Jimmy Choo, a conta pode crescer com três unidades de cada na capital paulista.

Grifada I Hermès, Pucci e Jimmy Choo são grifes que figuravam na Villa Daslu. "Ao longo do processo, com o crash da Daslu, essas marcas ficaram acéfalas. Ao mesmo tempo, elas queriam ter uma presença no país como lojas monomarcas. Então, o momento nos ajudou." A loja da Pucci, grife que pertence ao grupo LVMH e famosa por suas estampas, terá 142 m2 , com a coleção completa. O espaço da Jimmy Choo, marca inglesa de sapatos, será de 78 m 2. "Estão no mesmo padrão das demais unidades no mundo." Barczinski não revela quais marcas estão em negociação, mas não custa lembrar que Henri-François Pinault, CEO do grupo PPR, esteve este ano no país. E anunciou que abriria por aqui uma Balenciaga, uma Botega Venetta e uma Yves Saint Laurent. Estava à procura de shoppings parceiros. Pois é.

Fonte: http://www.valor.com.br/arquivo/854745/blue-chip

Last edited by pesquisadorbrazil; Sep 27, 2011 at 3:32 PM.
Reply With Quote