View Single Post
  #18  
Old Posted Sep 20, 2011, 2:12 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,752
Chapa brasileira
... A hamburgueria PJ Clarke's está aquecendo os motores para começar uma expansão pela América do Sul. O grupo de investidores responsável pela operação brasileira - que mantém uma loja em São Paulo, a única da rede fora dos Estados Unidos - acaba de comprar a participação da matriz americana no restaurante paulista e tornar-se master franqueado para liderar a abertura de novas unidades do PJ fora da terra do tio Sam. O objetivo é ter dez casas em cinco anos, começando por uma no bairro dos Jardins, em São Paulo, a ser inaugurada em 2012. Depois, até 2013, devem ser abertas unidades em Brasília, na Argentina (em Buenos Aires) e no Chile (em Santiago). As seguintes devem ser em Curitiba, no Rio e em Lima, no Peru. Segundo Maria Rita Pikielny, uma das sócias do projeto - "os outros são advogados e pessoas do mercado financeiro que preferem não aparecer" - devem ser investidos entre US$ 1,8 milhão e US$ 2,5 milhões em cada nova loja.

... burguer americano... Quando foi inaugurado há três anos, o PJ Clarke's de São Paulo era uma sociedade entre Maria Rita - que, com seus parceiros brasileiros, detinha 45% do negócio - e os americanos donos da rede nos Estados Unidos, Phillip Scotti e Patrick Boyle. "Eles estão completamente focados na abertura de lojas por lá. Percebemos que só conseguiríamos expandir aqui se mudássemos o formato da parceria." Hoje, o PJ tem cinco restaurantes entre Nova York, Washington e Las Vegas e está negociando novas unidades em Atlanta, Miami e Chicago. Todas próprias - o modelo com franquias é exclusivo para os parceiros brasileiros, que vão administrar toda a expansão da América do Sul e pagar royalties aos americanos. "Podemos tocar sozinhos cada loja ou ter parceiros locais. Vamos estudar caso a caso", conta Maria Rita.

... e cardápio latino A sócia brasileira conta que os americanos toparam a expansão por aqui por acompanhar o grande número de turistas brasileiros que frequenta a sede nova-iorquina, que existe desde 1887 e é ponto turístico da cidade. "Quem vai a Nova York conhece o PJ de lá e também quer ir ao do Brasil." Para Maria Rita, outro ponto que contou a favor do desempenho da unidade paulista foi a "tropicalização" de 40% do cardápio, com lanches e pratos familiares ao paladar local - como o Paulista, sanduíche com carne, alface, tomate, orégano, queijo e maionese. A ideia é adaptar o menu do PJ a todos os lugares em que estiver. Hoje, o restaurante de São Paulo, que fica no bairro do Itaim, recebe ao mês cerca de 12 mil clientes e vende 7 mil Cadillacs - seu lanche best-seller, que leva "american cheese", bacon, alface e tomate.

Fonte: http://www.valor.com.br/arquivo/897829/blue-chip

Last edited by pesquisadorbrazil; Sep 27, 2011 at 3:42 PM.
Reply With Quote