View Single Post
  #3  
Old Posted Sep 18, 2011, 10:14 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,749
Seletti, rede especializada em alimentação rápida saudável, fechará o ano com seis lojas. Para 2010, o projeto é chegar a 20, com expansão focada em franquias
Alface e além. Com a crise econômica diminuindo o movimento nos restaurantes mais sofisticados, as redes de fast-food estão aproveitando para ganhar terreno. "Os restaurantes sentiram a crise e nós notamos uma migração deste público para as praças de alimentação", diz Luis Felipe Campos, idealizador e proprietário da Seletti, rede especializada em alimentação rápida saudável, que abriu sua primeira unidade em 2007, no shopping Villa-Lobos. Até então, a Seletti só trabalhou com estabelecimentos próprios. A rede conta, atualmente, com quatro restaurantes - todos em shoppings, em São Paulo, além de um quiosque na academia Tem Esporte, de São Bernardo. Até o final de novembro, inaugura unidades no shopping Vila Olímpia e Metrô Santa Cruz. A partir daí, começa a franquear sua marca. "Espero, até o final do ano, fechar três ou quatro contratos de franquias."

Alface I. Somente na inauguração do restaurante do Vila Olímpia, a empresa investiu R$ 500 mil. Para este ano, o Seletti projeta faturamento em torno de R$ 4,5 milhões - um crescimento de 80%, em relação a 2008. A partir de 2010, a rede parte para outras cidades, como Brasília, Recife, Salvador, Rio de Janeiro e Campinas. Nas duas últimas, planeja ter unidades próprias, "por serem cidades próximas a São Paulo". "A ideia é chegar a 20 restaurantes, em 2010", diz Campos, que estudou hotelaria na Suiça e foi sócio das redes Spoleto e Le Chef Express.

Alface II. A aposta de Campos, é claro, é na popularização de hábitos alimentares mais saudáveis. "Isto não é modismo, é uma tendência de comportamento." Nos restaurantes Seletti, por exemplo, não entram frituras. Tudo é grelhado ou assado. "Utilizamos sal marinho, muito azeite e óleo de canola, que são melhores para saúde." Ainda assim, diz Campos, o cardápio vai além do suquinho e da salada: tem várias opções de carnes grelhadas, legumes, grãos e até uma linha de "yoshakes" (shakes à base de iogurte), de "wraps" (sanduíches enrolados) e de sobremesas. O ticket médio é de R$ 18 e os pratos são montados ao gosto do freguês. "Também temos opções vegetarianas, com dois sabores de hambúrgueres."

Fonte: http://www.valor.com.br/arquivo/787307/blue-chip

Last edited by pesquisadorbrazil; Sep 27, 2011 at 3:37 PM.
Reply With Quote