HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     
Welcome to the SkyscraperPage Forum.

Since 1999, SkyscraperPage.com's forum has been one of the most active skyscraper enthusiast communities on the web.  The global membership discusses development news and construction activity on projects from around the world, alongside discussions on urban design, architecture, transportation and many other topics.  SkyscraperPage.com also features unique skyscraper diagrams, a database of construction activity, and publishes popular skyscraper posters.

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #1  
Old Posted Sep 20, 2011, 9:05 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Transporte Aéreo - Movimentação no Setor

Movimentação na área de transportes aéreo na cidade de Brasília e região metropolitana
Reply With Quote
     
     
  #2  
Old Posted Sep 20, 2011, 9:06 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Viajar de Avião custa menos no Brasil

Viajar de avião no Brasil custa hoje menos 14,26% em relação a 2010. Por isso, os aviões andam lotados, principalmente na baixa temporada. O trecho Brasília-Rio sai por R$ 85, menos do que uma passagem de ônibus. Para os Estados Unidos, há bilhetes de ida e volta a 700 dólares, com hotel e carro incluídos. Uma moleza. Mesmo com a tímida valorização do dólar, os aeroportos continuam cheios. Não apenas as classes C e D se valem do momento.

As elites seguem na mesma direção porque oportunismo é com elas. Com mais de dez vôos diários para os EUA, Europa e América do Sul, o Aeroporto JK, de Brasília, poderá receber vôos também da Alitália a partir de janeiro.

Fonte: http://www.fatorama.com.br/ks.html

Last edited by pesquisadorbrazil; Sep 30, 2011 at 3:38 PM.
Reply With Quote
     
     
  #3  
Old Posted Sep 20, 2011, 9:14 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Será que é verdade? Alitália e Air France para janeiro de 2012. Nossa vai ter gente do outro forum tenho diarréia e hemorródias estourando...
Reply With Quote
     
     
  #4  
Old Posted Sep 20, 2011, 9:19 PM
Grooverider Grooverider is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 33
Ai France eu até acredito, mas Alitalia eu fico na dúvida. Aliás, li uma reportagem onde o presidente da Air France dizia que Brasília seria o próximo destino da cia no Brasil. Faz todo sentido, ainda mais com o novo terminal.
Reply With Quote
     
     
  #5  
Old Posted Sep 20, 2011, 10:01 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Quote:
Originally Posted by Grooverider View Post
Ai France eu até acredito, mas Alitalia eu fico na dúvida. Aliás, li uma reportagem onde o presidente da Air France dizia que Brasília seria o próximo destino da cia no Brasil. Faz todo sentido, ainda mais com o novo terminal.
Eu concordo contigo, até mesmo porque eu vi essa reportagem. Mas no caso da Alitália, já é a 3a matéria que li com o mesmo assunto, as outras duas eu li no jornal de Brasília e não faz muito tempo.
Reply With Quote
     
     
  #6  
Old Posted Sep 23, 2011, 2:41 PM
salengasss salengasss is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 355
Poutz... eu acho que Brasília poderia ter um voo pra Italia sim. Rola gente pra isso!
Reply With Quote
     
     
  #7  
Old Posted Sep 23, 2011, 2:59 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Quote:
Originally Posted by salengasss View Post
Poutz... eu acho que Brasília poderia ter um voo pra Italia sim. Rola gente pra isso!
Isso mesmo mizifi, se realmente se concretizar, em breve teremos Lufthansa, Alitália e Air France. Mas como DEUS é Brasileiro, vai que a British Airlines venha também....
Reply With Quote
     
     
  #8  
Old Posted Sep 28, 2011, 11:39 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Operadora alemã de aeroportos vê opções no Brasil
Por Álvaro Campos

Frankfurt - O executivo-chefe da operadora alemã de aeroportos Fraport, Stefan Schulte, afirmou que a empresa procura aquisições para expandir suas operações internacionais. Segundo ele, a América Latina atualmente oferece algumas privatizações atrativas de aeroportos, principalmente no Brasil e em Porto Rico.

De acordo com o executivo, a Fraport tem interesse na privatização de dois aeroportos em São Paulo e um em Brasília, que podem ser concedidos para a iniciativa privada ainda este ano.

Para Schulte, os aeroportos brasileiros são interessantes porque oferecem um potencial considerável para melhoria de eficiência, uma área na qual sua companhia tem experiência. "Nós queremos expandir nossa presença internacional, mas com um senso de proporção", comentou. As informações são da Dow Jones.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/eco...coes-no-brasil

Last edited by pesquisadorbrazil; Sep 30, 2011 at 3:39 PM.
Reply With Quote
     
     
  #9  
Old Posted Sep 29, 2011, 7:17 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 5,639
Amorim diz que compra de caças é fundamental e urgente


A compra de caças para a Força Aérea Brasileira (FAB) é considerada fundamental e urgente pelo ministro da Defesa, Celso Amorim, mas ainda não foi discutida %u201Cem profundidade%u201D com a presidenta Dilma Rousseff.

Amorim, que participa nesta quinta-feira (29/9) de audiência na Comissão de Relações Exteriores do Senado, destacou a relevância do assunto devido ao estado dos caças Mirage que país detém e do tempo que as empresas que produzem os aviões levam para entregá-los.

%u201CAté o final de 2013, nenhum dos 12 Mirages que estão em Anápolis estará em condição de atuar plenamente. É algo realmente muito urgente, muito importante. A necessidade de defesa da Amazônia, das fronteiras, impõe que nós tenhamos uma aviação de caças adequada%u201D, afirmou Amorim.

Apesar disso, o ministro disse que falou apenas superficialmente sobre o assunto com a presidenta. Amorim ressaltou ainda que os aviões não serão escolhidos apenas pelo preço, por considerar que %u201Cem defesa, o barato sai caro%u201D. A transferência de tecnologia, já colocada como requisito na escolha dos caças, será fator determinante.

%u201CHá atenção prioritária à transferência de tecnologia. Não apenas a promessas de transferências de tecnologia, mas a questões contratuais e à presença de empresas brasileiras no processo de transferência%u201D, explicou o ministro.











http://www.correiobraziliense.com.br...-urgente.shtml
Reply With Quote
     
     
  #10  
Old Posted Sep 29, 2011, 8:49 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Emirates nega vinda de Airbus 380 ao Brasil

BRASÍLIA - O diretor geral da Emirates no Brasil, Ralf Aasmann, anunciou que a rota Dubai - Rio de Janeiro - Buenos Aires, com início previsto para 3 de janeiro, será operada por um B777-300 ER. A operação, de acordo com a companhia, deverá dobrar o atual volume de 10,6 mil passageiros transportados mensalmente no único voo diário da aérea no País.

Aasmamm, no entanto, negou os rumores de que a empresa traria para o Brasil o esperado Airbus 380, maior avião comercial de passageiros da história. Segundo o diretor, já existe autorização da Infraero para que a Emirates opere com o avião em Guarulhos (SP), mas a avaliação da companhia é que os aeroportos brasileiros não têm estrutura para receber uma aeronave desse porte. “É um avião que requer fingers sobrepostos para atender dois andares. Não pode voar em qualquer aeroporto”, afirmou.

Apesar da autorização para pousar em Guarulhos, a Emirates ainda precisa avaliar outros aeroportos como alternativas de emergência, como Viracopos (SP) e Cofins (MG). Os planos de expansão da aérea para o País estão limitados ao lançamento da nova rota. “Queríamos um segundo destino no Brasil e operar na Argentina. Esse investimento se dá em virtude do desenvolvimento da indústria do petróleo no Rio e dos diversos investimentos públicos previstos para Copa do Mundo e Olimpíada”, explicou.

A taxa de ocupação do voo da Emirates no Brasil atualmente é de 80%. Os investimentos para operacionalizar a nova rota envolvem a colocação de mais dois aviões, 60 empregos indiretos e 25 empregos diretos. As aeronaves possuem 304 assentos na classe econômica, 42 na executiva e oito cabines privadas na primeira classe.

Fonte: http://www.panrotas.com.br/noticia-t...tml?pesquisa=1
Reply With Quote
     
     
  #11  
Old Posted Sep 30, 2011, 2:25 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
EcoRodovias e Fraport formam consórcio para disputar aeroportos
Por Téo Takar | Valor

SÃO PAULO – A EcoRodovias e a alemã Fraport (Frankfurt Airport Services Worldwide) anunciaram hoje que formarão um consórcio para participar da licitação de concessão dos aeroportos de Guarulhos (SP), Viracopos (SP) e Brasília (DF).

A Fraport é uma das líderes mundiais na operação e administração de aeroportos. Além do Aeroporto de Frankfurt, um dos 10 maiores do mundo em tráfego de passageiros e cargas, a Fraport opera outros 13 terminais na Europa, Ásia e Américas.

A EcoRodovias opera cinco concessões de rodovias, entre elas a Imigrantes, que liga São Paulo à Baixada Santista, e também terminais logísticos.

(Téo Takar | Valor)
Fonte: http://www.valor.com.br/empresas/102...tar-aeroportos
Reply With Quote
     
     
  #12  
Old Posted Sep 30, 2011, 2:27 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Já imaginou a jogada. A EcoVias ganha a licitação do aeroporto de Brasília, e mais as 3 concessões rodoviárias de Brasília para o Rio, Brasília para São Paulo via Goiânia e Brasília para São Paulo via Uberlândia? Nossa o povo em Brasília iria pirar, pois não querem pagar estacionamento rotativo e ter rodizio de carros na cidade. Imagina com pedágio.... Caracas... Preparem as carteiras....
Reply With Quote
     
     
  #13  
Old Posted Sep 30, 2011, 12:32 PM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 367
^^

Pois é, Fraport seria um sonho, mas tem que ter EcoRodovias junto?! Acho absurdo cobrar uns R$20 de pedágio no trecho SP-Santos. Eles racham de ganhar dinheiro e ainda tem aqueles discursos endeusando o modelo... Já imagino o valor da taxa de embarque subindo exponencialmente!
Reply With Quote
     
     
  #14  
Old Posted Sep 30, 2011, 8:34 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 5,639
Horizonte do planejamento de aeroportos é 2041, afirma Dilma


Presidente discursou para empresários durante fórum em São Paulo.
Segundo ela, aeroportos não são só para Copa, mas 'para nós mesmos'.



A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta (30), em São Paulo, em discurso para empresários no Exame Fórum 2011, da revista "Exame", que o planejamento do governo para as concessões de aeroportos brasileiros tem como horizonte os anos de 2041 e 2031.

Segundo ela, o objetivo não é só assegurar aeroportos em condições de atender ao movimento que será gerado pela Copa do Mundo de 2014 e pelas Olimpíadas de 2016. "Não é sobretudo para isso que o governo federal e o setor privado têm que fazer aeroportos. Nós temos que fazer aeroportos para nós mesmos", afirmou.

"Hoje, nós estamos fazendo em três aeroportos um planejamento para 2041. É no horizonte de 2041 que nós iremos fazer algumas das concessões dos aeroportos; outras até 2031", declarou, sem entrar em detalhes quais seriam esses aeroportos. Nesta sexta-feira (30), está prevista a divulgação da minuta dos editais de concessão dos aeroportos de Brasília, Guarulhos e Viracopos pela Secretaria de Aviação Civil.

Em um discurso de improviso, a presidente defendeu o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e a redução de custos para o investidor privado. Afirmou também que o governo faz um esforço para obter os menores preços nas obras de infraestrutura e que a parceria entre os setores público e privado são um caminho para isso. "Nós precisamos buscar essa parceria público-privada porque é a forma de eficientizar e tornar mais baratoo custo dos investimentos", disse.

Juros
Dilma disse ter a expectativa de que a taxa básica de juros da economia, a Selic, entre em um ciclo declinante em razão da "forma cautelosa" que o Banco Central, segundo ela, está operando.

"Nós esperamos iniciar um ciclo de redução da taxa básica. Obviamente isso só será possível dado as condições internas e externas [...]. Vai baixar, se for possível. Quanto mais a deflação ameaçar a economia mundial, produzindo queda dos preços, quanto mais a situação financeira ficar grave, desta vez nós vamos aproveitar uma parte, porque nós iremos levar as condições monetárias do nosso país a um nível que a conjuntura internacional permitir", afirmou.

Crise internacional
Ela disse ter "a consciência" de que a crise internacional tem "forte poder de contágio", mas, segundo afirmou, desta vez o Brasil está em "posição diferente" devido ao nível das reservas internacionais do país, "muito maiores que em 2008".

"Sabemos que não somos uma ilha", disse a presidente. Mas ressalvou que o governo tem os elementos para "construir as muralhas" que permitam que a economia brasileira seja menos atingida pela crise.

"A questão da crise e da oportunidade se coloca diante de nós. Vai haver redução grande da demanda por produtos. Nós sabemos que a instabilidade tem grande poder de contágio. Nós temos setor financeiro sólido e regulamentação adequada. Além isso, temos reservas muito maiores que em 2008. O Brasil está em situação muito diferente dos países desenvolvidos, que cada vez mais tem menos recursos fiscais. Mas não achamos que somos uma ilha isolada do mundo [...]. Nós estamos alertas."

"Crise e oportunidade, na história internacional, sempre vieram casados - não oportunidade para aproveitar o sofrimento de ninguém, mas para construir e ocupar o lugar que nós merecemos", completou.

Dilma ainda citou a perspectiva de um "vale-tudo" na economia mundial em relação ao que ela disse considerar um "descontrole" nos mercados financeiros de "vários países". "Nós não vamos temer o vale-tudo do processo de competição internacional nascido do fato de que os mercados financeiros estão completamente fora de controle em vários países e por isso espalha prejuízos e angústia para a maioria das nações".

Reiterou que o país não defenderá a "proteção pela proteção", citando a elevação de tributos sobre produtos importados, sobretudo a alta do IPI sobre automóveis, mas que quer "lutar pela competitividade" com investimentos internos e produção tecnológica. "Nós não vamos, para defender nossa competitividade, nem achatar salários, nem precarizar o mercado de trabalho ou manipular a taxa de câmbio", disse.

Indústria naval
Ela defendeu a manutenção dos investimentos na indústria naval, que, segundo afirmou, "tinha desaparecido.

"Nós que temos essa bênção de possuir esse país rico, e termos encotnrado no pré-sal o nosso petróleo, nós temos que ter um compromisso com a garantia de que a nossa indústria se transformará em uma indústria naval com componente nacional significativo. [...] Nós puxamos a indústria naval pelos cabelos, porque ela tinha desaparecido", afirmou.









http://g1.globo.com/economia/noticia...rma-dilma.html
Reply With Quote
     
     
  #15  
Old Posted Sep 30, 2011, 9:02 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Fala sério, planejamento para 2041? Detalhe, se Brasília continuar crescendo 20% ao ano, quando chegar em 2041 o aeroporto de Brasília vai ter um movimento de aproximadamente 112 milhões de paxs. Eu quero ver é os projetos do novo plano diretor do aeroporto de Brasília. Para poder atender a esse fluxo de paxs.
Reply With Quote
     
     
  #16  
Old Posted Sep 30, 2011, 9:21 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Diretor de Vendas da DELTA apresenta novidades da companhia

A companhia aérea Delta Air Lines terá voos diários para Detroit e Brasília, a partir do dia 14 de dezembro, este último, para atender a crescente procura pela região da América Latina. E também para aproveitar que a capital brasileira está sendo usada como um meio facilitador de conexão ao acesso a outros estados do País, e para que ainda assim possa diminuir o acúmulo de passageiros no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. É o que informa o diretor Regional de Vendas da Delta Air Lines, Luiz Henrique Teixeira, em entrevista concedida ao Brasilturis Jornal.

A Delta tem como meta atingir o número de 120 codeshare no Brasil até 2012, conectando São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. “Visamos facilitar a vida do cliente, e com esses novos codeshare, o passageiro tem uma possibilidade maior de escolher a conexão que seja mais fácil e útil”, disse Teixeira, ressaltando que os trabalhos para alcançar essa meta já estão sendo feitos. E além do compartilhamento de voos que já é realizado com a GOL, também passará a ter com a Aerolineas Argentinas, com a qual a companhia acaba de assinar contrato de codeshare, para expandir esse acordo que está em fase de implantação.

De acordo com o diretor, a empresa está com liquidez financeira acima da expectativa do mercado, apresentando um crescimento até o 3º trimestre, de 24% só na América Latina, em relação ao mesmo período do ano passado. E de janeiro a maio, a lucratividade teve um aumento de 13% na América Latina, mesmo com o aumento do preço do combustível.

Já no segundo trimestre, a Delta registrou os seguintes resultados: alcançou US$ 366 milhões em venda bruta; teve US$ 198 milhões de lucratividade; e apresentou US$ 5,5 bilhões no fluxo de caixa. E o crescimento da Delta no Brasil, até o segundo trimestre foi de 44%.

Fonte: http://www.brasilturis.com.br/direto...?Materia=27165
Reply With Quote
     
     
  #17  
Old Posted Sep 30, 2011, 9:21 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Caracas, isso que eu gosto, enquanto as companhias aéreas brasileiras ficam boicotando a cidade de Brasília. A Delta Airlines e American Airlines vão fazer a festa.
Reply With Quote
     
     
  #18  
Old Posted Sep 30, 2011, 9:25 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Linktel oferece Wi-Fi em dez aeroportos nacionais

Serviço da empresa estará em vinte terminais aeroportuários,

A Linktel Corporate segue expandindo sua atuação no segmento aeroportuário. A corporação está oferecendo acesso Wi-Fi nos dez maiores terminais brasileiros do segmento. Até o final do ano, serão vinte aeroportos com os serviços da operadora, com a habilidade de roaming internacional pelo mundo todo.

“Nossa prioridade no momento é oferecer tecnologia com qualidade. Isto está sendo realizado em diversos terminais e num futuro breve estaremos em mais locais oferecendo Internet com qualidade de Primeiro Mundo”, explica Eduardo Gaspar, assessor da empresa para assuntos de mobilidade. São poucas as operadoras que oferecem Internet nos aeroportos brasileiros. Os preços de acesso variam entre R$ 6,90 (três horas), R$ 11,90 (seis horas) R$ 13,90 (oito horas). O pagamento é feito por meio de cartão de crédito que o usuário cadastra assim que solicita o acesso.

Atualmente, a empresa oferece este serviço para o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre (RS); Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba (PR); Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis (SC); Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ); Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília (DF); Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP); Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP); Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP); Aeroporto Internacional Tancredo Neves-Confins, em Belo Horizonte (MG)

Perfil-A Linktel Corporate é uma operadora que oferece soluções globais em telecomunicações de forma prática e eficaz viabilizando comunicações rápidas e seguras. Fundada há 11 anos, em parceria com a Linktel Lightwave Inc., especializada na construção de redes ópticas na Costa Oeste dos Estados Unidos. [www.linktelcorp.com].

Fonte: http://www.revistafator.com.br/ver_n...php?not=175358
Reply With Quote
     
     
  #19  
Old Posted Sep 30, 2011, 10:00 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Estrangeiros poderão participar da concessão de aeroportos
Leilão para concessões de terminais de Brasília, Viracopos e Guarulhos foi marcado para 22 de dezembro

O governo divulgou hoje a minuta dos editais para o leilão de concessão de funcionamento dos aeroportos de Brasília, no Distrito Federal, Viracopos e Guarulhos, ambos no Estado de São Paulo. Pelas regras, a Infraero ainda manterá 49% de participação na administração dos aeroportos. O leilão foi marcado para o dia 22 de dezembro deste ano.

Empresas internacionais também podem participar do leilão. O governo, porém, espera que elas só entrem associadas a empresas nacionais. Além disso, as concessões terão prazo de 20 anos para Guarulhos, 25 anos para Brasília e 30 anos para Viracopos. Elas podem ser estendidas por até cinco anos.

Segundo a Infraero, os aeroportos de Brasília, Viracopos e Guarulhos operam 30% dos passageiros, 57% das cargas e 19% dos aviões do Brasil. O governo alega que precisa promover investimentos para atender à demanda, por isso resolveu contar com a iniciativa privada. A proposta já vinha sendo estudada desde o início do ano.

O governo argumentou a abertura da administração dos aeroportos para a iniciativa privada porque o setor aéreo precisa de investimentos imediatos em decorrência da crescente demanda. Segundo dados da Infraero, de 2003 a 2010, o aumento do número de passageiros subiu 118% no Brasil. Já a média mundial foi de 40%.

Além do aumento demanda nos últimos anos, o governo está preocupado em melhorar as condições dos aeroportos por conta da realização da Copa do Mundo, em 2014, quando o País irá receber um grande número de turistas. Nos contratos com as concessionárias, haverá previsão de multas no caso de não haja atendimento da demanda em todo o período do contrato, inclusive no período da Copa.

Como o Poder Online antecipou, os textos das minutas foram fechados nesta semana quando houve uma série de reuniões entre a presidenta Dilma Rousseff, a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, e o ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt.

A Presidência da República tenta rebater às críticas da oposição de que o governo perdeu a tese de que as privatizações são ruins. Na campanha presidencial em 2010, o PT ressaltou que o partido de Dilma combatia as privatizações. O objetivo era lembrar a população que o PSDB, quando esteve no poder, patrocinou a venda de empresas públicas.

O processo de licitação terá início com a publicação das minutas do edital pela Agência Nacional de Avião Civil (Anac). Em seguida, os textos permanecerão em consulta pública por 30 dias. O leilão dos três aeroportos ocorrerá ao mesmo tempo na Bolsa de Valores do Estado de São Paulo. Sairá vencedor do leilão a empresa que apresentar a maior proposta ao valor mínimo estabelecido pelo edital.

Horizonte de 2041

A concessão de aeroportos à iniciativa privada vai garantir a infraestrutura necessária do sistema de transporte aéreo pelos próximos 30 anos, disse hoje a presidenta Dilma Rousseff. “É no horizonte de 2041 que nós vamos fazer as concessões de alguns aeroportos”, informou ela ao participar de um fórum promovido pela revista Exame, em São Paulo.

As melhorias nos aeroportos não têm, de acordo com Dilma, vinculação específica com a Copa do Mundo de 2014 e com as Olimpíadas de 2016, mas sim, com o atendimento das necessidades da população. “Nós temos que fazer aeroportos para nós mesmos".

Para a presidenta, as empresas privadas têm um papel importante e complementar na execução das grandes obras que o país necessita. “O setor privado deve ser parte responsável pela modernização da infraestrutura do nosso país”, destacou. Dilma defendeu ainda as parcerias público-privadas (PPPs) como forma de aumentar a eficiência e reduzir gastos.

(com Agência Brasil)

Fonte: http://economia.ig.com.br/empresas/i...250957056.html
Reply With Quote
     
     
  #20  
Old Posted Sep 30, 2011, 10:41 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 5,916
Governo publica minuta dos editais de privatização de três aeroportos

O governo federal publicou nesta sexta-feira (30/9) no Diário Oficial da União (DOU) a minuta dos editais do Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek (Brasília), Aeroporto Internacional de Viracopos (Campinas-SP) e o Aeroporto Internacional Governador André Franco Monto (Cumbica), na Grande São Paulo. O texto passará a receber sugestões da sociedade por 30 dias, ao entrar em consulta pública.

Em paralelo, o Tribunal de Contas da União (TCU) começa a analisar os editais. Durante a coletiva, que teve a participação do ministro da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, do presidente da Infraero, Gustavo do Vale, e da Anac, com Marcelo Guaranys, foi confirmado o percentual que a Infraero terá nas futuras empresas. O capital será limitado a até 49%.

Questões como prazo das concessões, lance mínimo a ser oferecido e o percentual anual que as empresas terão de dividir com o governo serão definidos em outra minuta a ser publicada na segunda semana de outubro. A receita obtida com o leilão e com as anualidades serão encaminhadas para um fundo nacional da Aviação Civil, cujos recursos servirão para o investimento em aeroportos menores ou regionais.

Os leilões serão realizados na Bovespa, provavelmente no dia 22 de dezembro. Qualquer pessoa poderá participar e não poderá haver o mesmo vencedor em mais de um aeroporto.

Fonte: http://www.correiobraziliense.com.br...roportos.shtml
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 9:25 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.