HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     
Welcome to the SkyscraperPage Forum

Since 1999, the SkyscraperPage Forum has been one of the most active skyscraper enthusiast communities on the web. The global membership discusses development news and construction activity on projects from around the world, alongside discussions on urban design, architecture, transportation and many other topics. Welcome!

You are currently browsing as a guest. Register with the SkyscraperPage Forum and join this growing community of skyscraper enthusiasts. Registering has benefits such as fewer ads, the ability to post messages, private messaging and more.

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #41  
Old Posted Oct 16, 2011, 10:02 AM
Espartano_bsb Espartano_bsb is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 377
Quote:
Originally Posted by Jota Ferro View Post
Sei que o povo vai me apedrejar (O pesquisa vai berrar ), mas acho que esse estadio Nacional será um enorme elefante branco e vamos nos arrepender do dinheiro gasto nele. Preferia que tivesse ficado o projeto para 45.000 pessoas.
Penso da mesma forma.
Reply With Quote
     
     
  #42  
Old Posted Oct 16, 2011, 11:02 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Eu concordo com o pensamento de voçês, é muito dinheiro aplicado numa única coisa, mas, vejamos, se fosse construido um estádio de 45 Mil lugares, o custo seria praticamente o mesmo, sabendo que, a obra seria um novo monumento para a cidade, como é o atual estádio em obras, e tem estádios que são com capacidade de até 45 mil lugares e custam bem caro, Ex arena pantanal, custo 463 milhões, aqui em Brasília seria mais caro que isso, podem ter certeza
Reply With Quote
     
     
  #43  
Old Posted Oct 16, 2011, 1:31 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Governador viaja para acompanhar o anúncio oficial da abertura da Copa


O governador Agnelo Queiroz (PT) embarca nesta terça-feira com destino a Zurique, na Suíça, para acompanhar a reunião do Comitê Executivo da Federação Internacional de Futebol (Fifa) nos dias 20 e 21. Na pauta, a divulgação das cidades que vão abrir a Copa do Mundo de 2014 e a Copa das Confederações de 2013. Brasília, uma das sedes dos dois mundiais, está na disputa para ser escolhida como anfitriã das partidas de estreia. A Fifa também deverá definir e divulgar os calendários dos campeonatos. A capital do país está no páreo para a abertura da Copa do Mundo com Belo Horizonte, São Paulo e Salvador. O Rio de Janeiro, que vai abrigar o Centro de Imprensa da competição, deve realizar o jogo final no Maracanã.

Agnelo vai a Zurique acompanhado do chefe de gabinete e secretário-executivo do Comitê Gestor da Copa, Cláudio Monteiro, e da secretária de Comunicação, Samanta Sallum, além dos deputados distritais Olair Francisco (PTdoB) e Israel Batista (PDT), respectivamente presidente e vice-presidente da recém-criada Frente Parlamentar em Defesa de Brasília como Sede para a Abertura da Copa de 2014. A expectativa no Governo do Distrito Federal é grande em relação à estreia dos jogos da Copa das Confederações, evento que ocorrerá um ano antes do Mundial de Futebol. Esse campeonato é uma espécie de preparação para o evento que reunirá as principais seleções no ano seguinte.

Embora o governador do DF esteja trabalhando e apresente um adiantado cronograma de conclusão do Estádio Nacional de Brasília — a obra já está com 40% da estrutura concluída —, entre integrantes do Executivo há uma avaliação de que São Paulo é um adversário difícil de bater como sede da abertura da Copa de 2014. A obra do estádio Itaquerão, do Corinthians, está atrasada, mas o esforço do governo paulista para abrir o mundial tromba com o poder econômico e a infraestrutura de São Paulo, além de uma torcida explícita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Há, no entanto, otimismo no GDF em relação à partida inaugural da Copa das Confederações. Brasília está bem cotada. Os jogos serão realizados também no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte, em Salvador e em Porto Alegre. Além de Agnelo, os governadores da Bahia, Jaques Wagner (PT), e de Minas Gerais, Antônio Anastasia (PSDB), também devem acompanhar a reunião da Fifa. Há uma aposta de que Belo Horizonte seja escolhida para o jogo final da Copa das Confederações. “Estamos com grande expectativa de que Brasília receberá uma boa notícia em Zurique como reconhecimento de que estamos cumprindo o nosso dever de casa. Nosso estádio é um exemplo de obra”, disse o governador Agnelo Queiroz.

Agenda
Operários responsáveis pela construção do Estádio Nacional têm trabalhado em três turnos para que o empreendimento seja inaugurado em dezembro de 2012. O orçamento destinado à obra pode ultrapassar R$ 750 milhões. O Governo do Distrito Federal prepara uma agenda de eventos que prevê a Copa das Confederações, em 2013; a Copa do Mundo, em 2014; a Copa América, em 2015; e a realização de partidas de futebol nas Olimpíadas de 2016. Brasília está ainda inscrita como candidata a sede dos Jogos Mundiais Universitários — Universíade, no verão de 2017. Trata-se de um dos grandes eventos esportivos internacionais que mistura jogos universitários com Olimpíadas.

O DF concorre apenas com Taipé, em Taiwan, uma vez que Kocaeli, na Turquia, desistiu da disputa. Brasília entrou na corrida como único representante brasileiro, com o apoio do Ministério do Esporte e do governo federal. Em agosto, Agnelo foi a Shenzhen, ao norte de Hong Kong, na China, para oficializar a candidatura. O governador acompanhou a abertura dos jogos de verão deste ano na cidade chinesa. No fim de outubro, uma comissão da Federação Internacional do Esporte Universitário virá a Brasília para uma visita de inspeção, última etapa antes da definição sobre qual cidade vai abrigar o terceiro maior evento esportivo do planeta. O anúncio da escolhida ocorrerá em 29 de novembro.

Na semana passada, representantes da cidade sul coreana de Gwangiu, sede da competição em 2015, esteve no DF, para firmar convênios de cooperação com as candidatas dos jogos de 2017.








http://www.correiobraziliense.com.br...-da-copa.shtml
Reply With Quote
     
     
  #44  
Old Posted Oct 16, 2011, 1:37 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Brasil não sabe quanto custará a Copa


A Copa do Mundo no Brasil vai tomar forma na quinta-feira, quando a Fifa divulgará o calendário com datas, locais e horários dos jogos. No dia 30, completam-se quatro anos que o País foi anunciado como sede da competição. Desde então, algumas coisas foram feitas, mas há muito por fazer. Os estádios ficarão prontos a tempo. O mesmo não se pode garantir em relação aos aeroportos e às 49 obras de mobilidade urbana ligadas à Copa. "Certeza" absoluta, só uma: ninguém sabe quanto ficará a conta da empreitada.

No último balanço divulgado pelo governo federal, em setembro, o custo da Copa, considerando-se o dinheiro a ser investido em estádios, portos e aeroportos e em mobilidade urbana, foi estimado em R$ 27,1 bilhões. Aumento de cerca de 14% em relação aos R$ 23,1 bilhões do balanço de janeiro e de 26% sobre os R$ 21,5 bilhões de previsão feita em 13 de janeiro de 2010, quando o ex-presidente Lula assinou a Matriz de Responsabilidade.


Esses R$ 27,1 bilhões estão a anos-luz de uma estimativa feita pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), que calculou em R$ 112 bilhões o custo com a Copa. O estudo da associação, que tem parceria técnica com a CBF e o Ministério do Esporte, inclui também gastos com hotelaria, segurança, tecnologia e saúde, entre outros. Mesmo assim, a diferença é grande, pois o balanço do governo acrescenta apenas R$ 10,3 bilhões para esses itens.


Os números são mesmo conflitantes. Na sexta-feira, o governo divulgou atualização na Matriz de Responsabilidade e a conta baixou para R$ 26,1 milhões. "A Matriz é um documento que precisa ser atualizado com os ajustes que são feitos enquanto a obra está em andamento. Isso é essencial para a transparência do processo", esclareceu Alcino Reis, secretário Nacional de Futebol e Defesa dos Direitos do Torcedor do Ministério do Esporte. Mas não evita, ou diminui, a confusão. No mesmo dia, a Controladoria Geral da União (CGU)inaugurou ferramenta no portaldatransparência.gov.br que permite acompanhar os custos estimados por área de investimento. Valor da soma dos gastos com estádios, aeroportos e portos e mobilidade urbana: R$ 24,024 bilhões.





http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=369897
Reply With Quote
     
     
  #45  
Old Posted Oct 17, 2011, 12:39 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Projeto entregue pela Fifa pede a mudança dos nome de estádios no país


Em meio à controvérsia para definir que a legislação deverá prevalecer durante a Copa de 2014, integrantes da Federação Internacional de Futebol, a Fifa, apresentaram aos representantes das 12 cidades sedes uma proposta de projeto de lei que dá plenos poderes à entidade para alterar regras municipais e estaduais. O texto — que o Correio teve acesso com exclusividade — foi entregue no início deste mês em encontro entre as cidades sedes e representantes da entidade internacional no Rio de Janeiro. Um dos pontos dá autonomia à entidade para mudar o nome de estádios temporariamente.

O prazo dado pela Fifa para que sejam apresentadas, por e-mail, sugestões à proposta expira no próximo dia 21. Após essa etapa, o projeto deve ser encaminhado pelos Executivos estaduais ou municipais para votação nas respectivas assembleias legislativas. Um outro projeto, o da Lei Geral da Copa, está em tramitação no Congresso Nacional, e também dá poderes especiais à Fifa durante o evento no Brasil.

No documento entregue aos Executivos locais, a Fifa aborda em sete capítulos temas como o controle de entrada nos estádios, oferta e comercialização de ingressos, segurança nos locais oficiais, consumo e comercialização de alimentos — além de bebidas e produtos — e publicidade. No último artigo do documento, a Fifa deixa claro o desejo de que as novas regras tenham validade apenas até 31 de dezembro de 2014, ano em que serão realizados os jogos da Copa do Mundo. A janela jurídica para os casos de isenção de impostos se estenderia, entretanto, até dezembro de 2015.


A Arena Pernambuco, na cidade de São Lourenço da Mata, é um dos 12 estádios da Copa em construção: mudança de nome a critério da Fifa

Em relação aos tributos a proposta determina: “É conferida à Fifa isenção de quaisquer taxas — estaduais/municipais — ou preços públicos devidos em decorrência da prestação de serviços ou do exercício de quaisquer outras atividades decorrentes desta lei”. O documento trata de outras questões polêmicas como o uso da meia-entrada para a compra dos ingressos dos jogos. Atualmente, as pessoas com mais de 60 anos têm asseguradas, pelo Estatuto do Idoso, o direito a pagar a metade do ingresso para eventos artísticos, que incluem atividades esportivas. No caso dos jovens, essa regra varia de estado para estado, e é um dos itens do Estatuto da Juventude em discussão no Congresso Nacional .

“Nenhuma norma que conceda gratuidade, redução de preço, meia-entrada ou qualquer outra forma de subvenção ao consumidor sobre os preços dos ingressos será aplicável aos eventos”, assegura a Fifa em trecho da proposta. Além de vedar a redução dos valores dos ingressos, a entidade proíbe a criação de cotas. “Inclui-se qualquer norma que disponha sobre a reserva de quantidade absoluta ou percentual de ingressos para quaisquer categoria de pessoa, seja para distribuição gratuita, venda preferencial ou preço reduzido.”

Alteração

A autonomia sobre os estádios, prevista na proposta, inclui a prerrogativa de a Fifa poder alterar temporariamente os nomes dos estabelecimentos esportivos e de apenas ela ter exclusividade sobre o uso desses novos nomes. “Durante o período da competição, fica vedado o uso dos nomes temporários adotados pelos estádios pelas entidades públicas ou privadas a quem pertençam tais estádios ou por aquelas que os administram, pelos clubes a ele associados e por pessoas por eles licenciadas.”

Quanto à comercialização de produtos dentro dos estádios — segundo a proposta — o consumo de bebida alcoólicas fica liberado para as marcas escolhidas pela entidade. Hoje essa prática é proibida em alguns estados. Do lado de fora dos estádios, deverá ser criada, pelas prefeituras, uma zona de 2km no entorno dos estabelecimentos para atividades comerciais e de publicidade destinada aos parceiros que a Fifa indicar. De acordo com o projeto, essa área exclusiva também se estende ao espaço aéreo.

Durante o período dos jogos a realização de grandes eventos abertos ao público só poderá ser autorizada pelos órgãos competentes, “contanto que tais eventos não se associem aos eventos, com o fim de obter vantagem econômica, comercial ou de imagem”.

Meia-entrada

Atualmente apenas as pessoas com mais de 60 anos de idade têm assegurado o uso da meia-entrada para a compra de ingressos em todo o país. Essa prerrogativa está prevista no Estatuto do Idoso, uma lei federal. No caso dos estudantes, a regra varia de estado para estado. Tramita no Congresso Nacional o Estatuto da Juventude, que caso seja aprovado poderá “federalizar” a regra da meia-entrada para os jovens até 29 anos. A proposta da Fifa encaminhada aos estados e municípios proíbe a redução dos preços dos ingressos durante a Copa.

Tribunal especializado

Outra polêmica prevista na Lei Geral da Copa é a criação de uma corte específica para tratar dos casos ocorridos durante os jogos da Copa. A ideia é defendida pela Fifa, mas duramente contestada por integrantes do STF. Para, o ministro Marco Aurélio, a medida desrespeita as instituições do país.

Vistos de entrada

Se o projeto da Lei Geral da Copa for aprovado, até o dia 31 de dezembro de 2014 serão concedidos, sem qualquer restrição, vistos a todos os membros da delegação da Fifa. Essa regra se estende a todos os torcedores que possuam ingressos para os jogos da Copa.















http://www.correiobraziliense.com.br...-no-pais.shtml
Reply With Quote
     
     
  #46  
Old Posted Oct 19, 2011, 11:55 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Dilma tira poder de Orlando Silva e assume a Copa


Por decisão da presidente Dilma Rousseff, o ministro do Esporte, Orlando Silva, não será interlocutor do governo nas negociações da Copa de 2014 e na tramitação da Lei Geral da Copa no Congresso. A partir de agora, as decisões relativas à Copa ficarão centralizadas no Palácio do Planalto, nas mãos da presidente e da chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann. A decisão foi tomada diante do desgaste do ministro com a denúncia de que estaria envolvido num esquema de corrupção na pasta.

Embora o futuro de Orlando Silva ainda esteja indefinido e vá depender do desenrolar das denúncias e de respostas que ele apresentar, o certo é que o titular do Esporte já perdeu poder.


O ministro do Esporte - seja Orlando Silva ou não - passará a ser comunicado das providências a serem tomadas no Palácio do Planalto.


Dilma não está satisfeita com o trabalho de Orlando. Na segunda-feira, ainda em Pretoria, ela ficou irritada com o que leu na imprensa e chegou a telefonar para um ministro a fim de saber quem disse que ela aprovava o trabalho do ministro. A presidente, na realidade, afirmou que aprovara apenas as primeiras explicações dadas por ele em relação às denúncias de corrupção.


Segundo informações de bastidores do Planalto, Dilma cogitava ela mesma cuidar da realização da Copa do Mundo logo que assumiu o mandato, por considerar Orlando Silva muito próximo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).


Dilma nunca quis proximidade com a CBF por avaliar que a entidade exigia privilégios que ela não pretende conceder. Com as relações cada vez mais azedas entre Dilma e o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e percebendo que se não mudasse de postura poderia perder o cargo, o ministro decidiu trocar de posição. Tanto é que ajudou a presidente a convencer o ex-craque Pelé a assumir o papel de embaixador honorário do Brasil na Copa do Mundo, uma forma de afastar Ricardo Teixeira das cerimônias oficiais relativas à realização do torneio de futebol.


Vigilante



Apesar de estar na África, Dilma Rousseff recebe informações sobre a evolução de toda a crise envolvendo Orlando Silva. Seus auxiliares disseram a ela que Orlando teve uma "boa performance" no depoimento de ontem, na Câmara, e se defendeu das acusações com muita veemência.


O governo teme a continuidade do desgaste. Nesta quarta-feira, Orlando presta depoimento aos senadores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.




















http://www.maiscomunidade.com/conteu...-A-COPA.pnhtml
Reply With Quote
     
     
  #47  
Old Posted Oct 20, 2011, 4:49 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Abertura da Copa 2014 será em São Paulo e Brasília abre Copa das Confederações



São Paulo foi a cidade escolhida para ser o palco de abertura da Copa do Mundo de 2014 e o Rio de Janeiro sediará a final do torneio. Já a estreia da Copa das Confederações, que será realizada em 2013, será na capital federal e terminará no Rio de Janeiro. Os anúncios foram feitos pela Fifa nesta quinta-feira (20), em Zurique, na Suíça.

Foram feitas 57 versões da tabela da Copa do Mundo, pois foi levado em consideração diversos aspectos como o clima, distâncias, infraestrutura, política e dinheiro.

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), acompanhou o anúncio oficial pelo secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, e o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira.

"O Maracanã é um ícone do futebol mundial e a final da Copa do Mundo não poderia ser em um lugar diferente", afirmou o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

O Estádio Nacional de Brasília é um dos mais adiantados entre as 12 sedes da Copa do Mundo. De acordo com o Governo do Distrito Federal, o estádio está com 40% das obras concluídas e a arena será inaugurada em 31 de dezembro de 2012.

Copa das Confederações
Serão seis sedes, sendo quatro já confirmadas: Brasília, Rio de Janeiro, Fortaleza e Belo Horizonte. Mais duas capitais serão sedes, caso confirmem a conclusão das obras até o mês de junho de 2012: Recife e Salvador.

A tabela será divulgada posteriormente pela FIFA, por conta do andamento das obras dos dois estádios ainda não confirmados.

Copa do Mundo
Doze cidades foram escolhidas como sedes da Copa: Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

O Brasil jogará na primeira fase em três sedes: São Paulo, Fortaleza e Brasília, sendo o cabeça de chave do grupo A.

As partidas acontecerão em diversos horários. Na abertura, em São Paulo, o Brasil iniciará a caminhada para o hexa às 17 horas. As outras partidas da primeira fase serão às 13, 16, 19 e 22 horas.

Nas oitavas e quartas-de-final, os jogos acontecerão às 13 e às 17 horas. Já as semifinais, em São Paulo e Belo Horizonte, e a disputa do terceiro lugar, em Brasília, são jogadas às 17 horas. A grande final no Rio de Janeiro acontece às 16 horas.

Confira os jogos que acontecerão em Brasília na Copa do Mundo:

15 de junho - 13:00 - Grupo E: E1 x E2
19 de junho - 13:00 - Grupo C: C1 x C3
23 de junho - 13:00 - Grupo A: Brasil x A4
26 de junho - 16:00 - Grupo G: G2 x G3
30 de junho - 13:00 - Oitavas-de-final: 1º do grupo E x 2º do Grupo F
05 de julho - 17:00 - Quartas-de-final: quarta decisão
12 de julho - 17:00 - Decisão do 3º lugar











http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=370761
Reply With Quote
     
     
  #48  
Old Posted Oct 22, 2011, 11:06 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Salvador ouve piadas, minimiza seleção e questiona Itaquerão



Uma das quatro candidatas à abertura do Mundial-2014, a capital baiana não só ficou de mãos vazias após o anúncio da Fifa, nesta quinta-feira, como ainda não tem nem mesmo a confirmação de que receberá a Copa das Confederações-2013, a qual também vislumbrava a estreia ou a decisão.

Não bastasse, Salvador viu Fortaleza ganhar a preferência no Nordeste --também com seis partidas na Copa, mas com chance de receber até duas vezes a seleção brasileira.

"Enquanto o governador prova o chocolate francês, nós tomamos outro 'chocolate' de nossos irmãos cearenses", provocou no Twitter o vereador Sandoval Guimarães, do PMDB, que no Estado faz oposição ao PT do governador Jaques Wagner.

De Paris, onde cumpre agenda oficial, o governador enviou nota para se dizer "satisfeito" com as definições da Fifa.

As redes sociais, aliás, viraram palco para outra brincadeira sobre o assunto, aproveitando que a única forma de a seleção atuar na Bahia é se terminar como a segunda de seu grupo, algo que não acontece desde a Copa de 1978, e ainda passar pelas oitavas de final.

Internautas logo inundaram Twitter e Facebook afirmando que Salvador precisar torcer contra o time de Mano Menezes para conseguir abrigar o Brasil.


Obras da Arena Fonte Nova, em Salvador


ITAQUERÃO

A "perda" da preferência regional foi atribuída à capacidade reduzida (50 mil pessoas) da Arena Fonte Nova, exatamente o principal alvo de reclamação das torcidas baianas desde que projeto do estádio foi lançado, em meados de 2009.

Secretário estadual da Copa, Ney Campello admite que a situação deve ter influenciado, assim como o fato de Fortaleza estar realizando "apenas" uma reforma no Castelão, e não uma reconstrução. Porém ele rebate, citando inclusive a arena de São Paulo.

"Isso não deveria ser motivo para nos descredenciar, já que o Itaquerão [campo do Corinthians] vai utilizar estrutura provisória para aumentar de tamanho, algo que havíamos assegurado fazer desde o ano passado, se fosse preciso, inclusive com uma empresa suíça já contratada para resolver a questão", diz.

Em seguida, tenta destacar o outro lado de não receber a seleção. "Do ponto de vista econômico, será bem melhor ter equipes de fora. O aporte de recursos do turista estrangeiro é três vezes maior, em média, que o do turista doméstico".

O secretário ainda diz não entender motivo de Salvador ter sido colocada em estado de alerta, ao lado de Pernambuco, para a Copa das Confederações-2013. "Vamos enviar um ofício para saber quais condicionantes são essas. Nossas obras estão no prazo e podemos oferecer a garantia que a Fifa desejar", afirma.

Ney Campello chama de boato a possibilidade de a Fonte Nova ser concluída somente em 2013, a pouco meses da competição internacional. "Nós falávamos apenas da hipótese de aproveitar o aniversário de Salvador [em 29 de março] para um ato de inauguração".

Acredita que isso pode ter prejudicado a cidade.











http://www1.folha.uol.com.br/esporte...taquerao.shtml
Reply With Quote
     
     
  #49  
Old Posted Oct 22, 2011, 7:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Atraso nas obras do Itaquerão pode dar abertura da Copa a Brasília



Quando anuncia que o Itaquerão ficará pronto em setembro de 2013, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, está apenas agindo como torcedor. O prazo oficial para a conclusão da arena é dezembro de 2013. E olhe lá. De acordo com o Tribunal de Contas da União (TCU), a própria construtora admite que pode entregar a obra apenas em fevereiro de 2014 — prazo máximo dado pela Fifa.

Integrantes do Governo do Distrito Federal (GDF) imaginam que um atraso pode ser fatal para São Paulo e estão de olho no que — avaliam — pode sobrar para o Estádio Nacional. A arena de Brasília foi muito bem contemplada na partilha dos jogos. Fará a abertura da Copa das Confederações, em 15 de junho de 2013, e ainda receberá sete jogos da Copa do Mundo, incluindo um da Seleção Brasileira.

Qualquer imprevisto com as obras do Itaquerão — e uma eventual possibilidade de atraso além de fevereiro de 2014 — obrigatoriamente empurra o jogo inaugural para outra cidade. Nesse caso, Brasília ou Rio leva a partida. E essa possibilidade já foi cogitada. Se for no Distrito Federal, o mais provável é que o Rio fique com a última partida da primeira fase da Seleção, em vez de Brasília, que receberia o primeiro jogo. A mudança afetaria ainda o cabeça de chave do Grupo H, que perderia a oportunidade de jogar no Maracanã e faria o seu jogo, em 22 de junho, em Salvador, e não mais no Rio.

Segue a festa por aqui - Empolgados com a escolha do Estádio Nacional de Brasília como sede da abertura da Copa das Confederações e - mais que isso - com a confirmação de que a arena será a que mais jogos do Mundial vai receber, ao lado do Rio, operários que trabalham nas obras continuaram ontem a celebração de que o DF será um dos mais importantes polos da Copa do Mundo. O objetivo da turma é seguir com o ritmo forte para cumprir, com folga, a data marcada para a inauguração do estádio: 31 de dezembro do ano que vem.













http://www.df.superesportes.com.br/a...brasilia.shtml
Reply With Quote
     
     
  #50  
Old Posted Oct 23, 2011, 3:15 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Palco de abertura da Copa-2014, Itaquerão está cercado pelo crack



O palco de abertura da Copa do Mundo de 2014 está cercado pelo crack, informa reportagem exclusiva da Folha deste domingo --o acesso ao conteúdo completo é exclusivo para assinantes. Usuários se espalham pelo entorno das obras do estádio do Itaquerão, na zona leste de São Paulo.

Moradores da região relatam que o uso de drogas no local já existia antes mesmo do anúncio do novo estádio.

A dinâmica da cracolândia local de Itaquera foi registrada pelos repórteres-fotográficos Hélio Hilarião e Rafael Firmino. Durante seis meses, a dupla identificou e fotografou três pontos de consumo de drogas no perímetro da arena. A estimativa é que ao menos cem viciados circulem por ali --entre eles, mulheres e adolescentes.













http://www1.folha.uol.com.br/multimi...lo-crack.shtml
Reply With Quote
     
     
  #51  
Old Posted Oct 24, 2011, 12:05 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 7,572
Eu não questiono tamanho do estádio. Uma coisa é doideira no BRASIL, e todos tem que concordar. Se fazem grande demais o povo reclama, se fazem pequeno demais o povo reclama.

Então na realidade ninguem sabe realmente o tamanho ideal para cidade, se uma arena multiuso de 45 mil ou de 71 mil. Pra min, eu prefiro que construa para 71 mil. Pois os riscos de ter que no futuro fazer puxadinhos é demais. Sem falar que iria ficar caro é claro.

Se vai ficar ocioso ou não, ninguem sabe. Uma coisa é fato, apartir de dezembro, a cidade de Brasília vai entrar na rota de grandes shows e eventos internacionais. E dificilmente vai virar um elefante branco.

Agora mudando de assunto, o povo foi no evento da feira do empreendedor? Viu a maquete do estádio? Eu reparei as expansões que ao redor do estádio vai ter, caso a cidade for escolhida para sediar a UNIVERSIADE em 2017. A reforma e ampliação do ginásico Claudio Coutinho, a ampliação do complexo de piscinas entre outros.

E agora vou além. voltando ao assunto do elefante branco. Uai não falaram que Brasília seria um elefante branco? Que nada aqui iria funcionar, que nada iria gerar lucros aqui. Fizeram uma cidade para 500 mil e ele chegou ao limite do planejado 10 anos depois. O mesmo poderá ocorrer com o estádio.
Reply With Quote
     
     
  #52  
Old Posted Oct 24, 2011, 12:09 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 7,572
O mais engraçado agora é que o povo anda reclamando do cronograma dos jogos. Até os cariocas que ficaram com praticamente tudo, querem jogos da seleção. Brasília poderia abrir mão do jogo, se o Rio abrisse mão do Centro de Midia. Pode ser?
Reply With Quote
     
     
  #53  
Old Posted Oct 25, 2011, 4:00 PM
TherealdealDF TherealdealDF is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 21
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Agora mudando de assunto, o povo foi no evento da feira do empreendedor? Viu a maquete do estádio? Eu reparei as expansões que ao redor do estádio vai ter, caso a cidade for escolhida para sediar a UNIVERSIADE em 2017. A reforma e ampliação do ginásico Claudio Coutinho, a ampliação do complexo de piscinas entre outros.
Pesquisador,
Você saberia informar se centro olímpico da Unb também não seria utilizado para os jogos da Universiade? parece-me que tem um projeto de reforma do CO, inclusive com a construção de um estádio de atletismo. Confere a informação?
Reply With Quote
     
     
  #54  
Old Posted Oct 25, 2011, 5:18 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 7,572
Quote:
Originally Posted by TherealdealDF View Post
Pesquisador,
Você saberia informar se centro olímpico da Unb também não seria utilizado para os jogos da Universiade? parece-me que tem um projeto de reforma do CO, inclusive com a construção de um estádio de atletismo. Confere a informação?
Até aonde eu sei, o GDF não vai utilizar o CO da UNB, até mesmo porque, não tem verba para essa obra. Somente o CO que o GDF vai construir tem orçamento. O CO da UNB é apenas um sonho nada de concreto saiu e nem vai sair.
Reply With Quote
     
     
  #55  
Old Posted Oct 25, 2011, 11:49 PM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 378


Esses dias li uma matéria, não lembro onde, em que um secretário do GDF dizia que utilizaria o CO da UnB para uma possível universiade.

Na verdade, ganhando apoio do governo federal, como obviamente irá acontecer, sai o dinheiro para a reforma do CO que é o local mais óbvio para o evento.

Só quero entender, por outro lado, como está sendo pensada a logistica de transportes entre o Jockey, onde o Agnelo disse será a Vila dos atletas, e a UnB.

Imagino que, como normalmente ocorre, a vila seria construída no Jockey e depois do evento os apartamentos seriam vendidos.
Reply With Quote
     
     
  #56  
Old Posted Oct 26, 2011, 11:58 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 7,572
Quote:
Originally Posted by HLbsb View Post


Esses dias li uma matéria, não lembro onde, em que um secretário do GDF dizia que utilizaria o CO da UnB para uma possível universiade.

Na verdade, ganhando apoio do governo federal, como obviamente irá acontecer, sai o dinheiro para a reforma do CO que é o local mais óbvio para o evento.

Só quero entender, por outro lado, como está sendo pensada a logistica de transportes entre o Jockey, onde o Agnelo disse será a Vila dos atletas, e a UnB.

Imagino que, como normalmente ocorre, a vila seria construída no Jockey e depois do evento os apartamentos seriam vendidos.
Isso mesmo, geralmente esses apartamentos serão comercializados depois. A logistica já está pronta, a Estrutural ou EPCL (estrada parque ceilândia), vai ganhar vias marginais e também via exclusiva de ônibus, então vai existir um BRT desde o terminal do metrô da BR 070, futuro terminal é claro, até a Rodoviária do Plano Piloto.
Reply With Quote
     
     
  #57  
Old Posted Oct 26, 2011, 2:06 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is online now
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 2,072
Quote:
Originally Posted by HLbsb View Post


Esses dias li uma matéria, não lembro onde, em que um secretário do GDF dizia que utilizaria o CO da UnB para uma possível universiade.

Na verdade, ganhando apoio do governo federal, como obviamente irá acontecer, sai o dinheiro para a reforma do CO que é o local mais óbvio para o evento.

Só quero entender, por outro lado, como está sendo pensada a logistica de transportes entre o Jockey, onde o Agnelo disse será a Vila dos atletas, e a UnB.

Imagino que, como normalmente ocorre, a vila seria construída no Jockey e depois do evento os apartamentos seriam vendidos.
Oh rapa, lembra ai onde vc leu essa materia. Mas realmente acho que fica meio longe o Jockey Clube do CO, mesmo com intervenções citadas pelo Pesquisa. Vamos ver.
Reply With Quote
     
     
  #58  
Old Posted Oct 26, 2011, 2:24 PM
TherealdealDF TherealdealDF is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 21
O Jornal da Comunidade noticiou a vila no Jockey.

"Agnelo apresenta Brasília à China
Com o objetivo de sediar Universíade, em 2017, governador tem três dias para mostrar que Brasília está pronta para sediar grandes eventos

A agenda de compromissos do governador Agnelo Queiroz, em Shenzhen, na China, é intensa. No país, ele terá encontros decisivos para a candidatura de Brasília como sede da Universíade em 2017. Na sexta-feira (12), o governador esteve reunido com representantes do governo chinês e, na companhia deles participou da abertura oficial da 26ª edição dos jogos. Os quase 10 mil atletas, representando 152 países, começaram a competir no sábado (13) nas mais de 20 modalidades esportivas, como futebol, atletismo, vôlei, basquete, saltos ornamentais, entre outras. Desde que chegou ao país o governador está empenhado em apresentar Brasília aos organizadores do evento. Entre as qualidades da capital federal, Agnelo destacou a mobilidade urbana e a privilegiada localização do Estádio Nacional de Brasília em relação ao setor hoteleiro.

Após enfrentar uma maratona aérea - 26 horas de voo entre Brasília e a China - agora, a corrida do governador e sua comitiva – composta pelos secretários de Esporte, Célio Renê; de Turismo, Luís Otávio; de Comunicação Social, Samanta Sallum; e Particular, Bolivar Rocha – é mostrar, em apenas três dias, que a cidade está preparada para receber grandes eventos esportivos. O campeonato fica atrás, em tamanho, importância e participação, apenas da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Afinal, demanda estrutura, organização e segurança. “Sabemos da dificuldade de disputar esta vaga.

Entretanto, Brasília tem-se mostrado capacitada”, afirmou Agnelo Queiroz. Segundo a assessoria de comunicação do GDF, os secretários que lá estão se impressionaram com a enorme estrutura criada na cidade para receber os atletas. As novas instalações esportivas construídas para o evento, segundo eles, são estruturas em padrões olímpicos.

Os preparativos para receber a Copa em 2014, como a construção de um estádio que atenda às exigências da Federação Internacional de Futebol (Fifa), obras que vão melhorar a infraestrutura da cidade, além de adaptações e reformas no aeroporto serão oportunos para que o governador reafirme que Brasília está qualificada para receber este evento.

Durante a semana, o governador em exercício, Tadeu Filippelli, ao participar de um evento, mencionou a batalha de Agnelo para trazer esta competição à cidade. “Agnelo e a comitiva de Brasília estão na China empenhados em trazer mais esta conquista para a cidade. Assim, esta infraestrutura que está sendo feita poderá ser usada em outras oportunidades”, disse.

Três candidatas
Brasília é a única cidade do Brasil que se candidatou. Está disputando a vaga com Kocaeli (Turquia) e Taipé (Taiwan). Segundo Agnelo, a capital federal é a que está a frente. “Brasília é candidata a receber a Universíade porque reúne as melhores condições para isso. E este é o momento não só de Brasília, mas do Brasil, já que estamos recebendo a Copa do Mundo, em 2014, e as Olimpíadas, em 2016”, disse Agnelo.

Com esta oportunidade, a cidade terá benefícios não só turísticos, mas econômicos. “A Universíade é mais um evento esportivo que ajuda a cidade que realiza a se promover para o mundo. A capital federal merece essa projeção. Sem contar os benefícios econômicos e sociais que esse tipo de evento deixa para suas sedes. Estamos sempre pensando no legado”, completou, Agnelo.

Cidade sediará grandes eventos esportivos
Na quinta-feira (11), Agnelo e sua comitiva visitaram a Vila dos Atletas para conhecer as instalações e o funcionamento do local. Na ocasião, ele anunciou que Brasília também terá uma Vila. E, informou que esta será construída em uma parte do Jockey Club de Brasília, área pública na região do Guará. O governador também esteve com a delegação do Brasil, uma das maiores no evento, com 210 atletas, entre eles alguns brasilienses como Hugo Parisi, atleta do salto ornamental. Em seguida, se encontrou com os dirigentes da Federação Internacional de Esporte Universitário (Fisu).

Entre setembro e novembro, uma comitiva da Fisu visitará Brasília. Ocasião em que farão uma analise da cidade. Em seguida, previsto para novembro, será anunciada a cidade sede da Universíade. Na volta ao Brasil, Agnelo e a comitiva que o acompanha nessa empreitada, espera trazer na bagagem bons resultados. Se escolhida como sede, Brasília passará a contar com um extenso calendário internacional de eventos esportivos, que serão realizados entre 2013 e 2017. “O estádio, que está com 35% de sua execução concluída e estará pronto em dezembro de 2012 a tempo de receber a Copa das Confederações (2013), também será palco de jogos da Copa do Mundo (2014), da qual Brasília é cidade-sede e candidata à abertura. Também faz parte das cidades que apresentarão os jogos da Copa América (2015) e de partidas de futebol dos Jogos Olímpicos (2016)”, lembrou Agnelo.

Com boas expectativas, o governador acredita que fazer parte das cidades que vão sediar estes grandes eventos, ajudam Brasília a ser favorita à conquista. “Toda a infraestrutura que está sendo preparada na capital federal para receber este calendário esportivo contará muito para credenciar Brasília a receber a Universíade, em 2017. Afinal, toda a preparação está sendo realizada desde agora, até o ano que acontecerá estes jogos, a cidade estará preparada e todos os setores consolidados”, completou Agnelo Queiroz."

http://comunidade.maiscomunidade.com...C-CHINA.pnhtml
Reply With Quote
     
     
  #59  
Old Posted Oct 29, 2011, 2:15 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Governo do DF decide abrir mão de dinheiro do BNDES na construção de arena para Copa



Obra do Estádio Nacional de Brasília no dia 16 de outubro de 2011



O governo do Distrito Federal não vai usar os R$ 400 milhões que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) disponibiliza para os construtores de cada estádio que está sendo erguido ou reformado para a Copa do Mundo de 2014. O governo distrital é o único entre os entes públicos envolvidos na construção de estádios que optou por não fazer uso da linha especial de financiamento do BNDES (Pró Copa Arenas).

De acordo com as autoridades do Distrito Federal que comandam a preparação para a Copa em Brasília, todos os R$ 671 milhões que serão utilizados na obra do Estádio nacional de Brasília sairão dos cofres da Terracap, estatal dona dos terrenos pertencentes ao governo do Distrito Federal. Até agora, já foram gastos na obra R$ 255 milhões, segundo o governo distrital.


"A Terracap, empresa do Governo do Distrito Federal, está investindo na obra do Estádio Nacional de Brasília, que é de sua propriedade, e possui recursos suficientes para cumprir com o organograma financeiro de desembolso da obra. Por isso, a empresa não fez e não irá fazer empréstimos para pagar a obra do estádio", informou, por meio de nota, o governo do DF ao UOL Esporte.

A nota afirma ainda que a Terracap trabalha fazendo licitações regulares de acordo com a necessidade do mercado imobiliário para não permitir a ausência de oferta de terrenos no DF, evitando que o mercado inflacione. "Os recursos captados com essas licitações, naturalmente, serão utilizados também para investimento na obra do estádio".

Apesar das afirmações oficiais, a venda de um terreno para a ampliação do Setor Hoteleiro Norte, a Quadra 901 Norte, foi impedida pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), que deu parecer contrário à construção da quadra 901 norte, que seria uma expansão do Setor Hoteleiro Norte (SHN). A venda dos lotes renderia à Terracap cerca de R$ 500 milhões, que seriam utilizados na construção do estádio.

O UOL Esporte perguntou por três dias ao governo do Distrito Federal quais terrenos seriam ou foram vendidos para atingir o caixa de R$ 671 milhões para a construção da arena, mas não obteve nenhuma resposta.

Das 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014, oito já contrataram o financiamento do BNDES. São Paulo, Porto Alegre e Curitiba ainda não fecharam contrato. São exatamente os três estádios privados, pertencentes a Corinthians, Internacional e Atlético-PR, respectivamente. isso porque as condições do empréstimo do BNDES são menos vantajosas para particulares. Ainda assim, o Atlético-PR optou por contratar os recursos, e o processo encontra-se em fase inicial.

As condições da linha Pró-Copa Arenas são bem melhores que as de mercado. Para entes públicos, a soma de juros, correção e taxas cobradas pelo BNDES ficam em torno de 7% ao ano. Não há nada igual no mercado.

Em contrapartida, porém, o banco exerce, por força de contrato, um papel de fiscalização e controle da obra. Quem assina o contrato com o BNDES tem os recursos liberados aos poucos. É preciso, por exemplo, a cada três meses, apresentar um relatório de progresso físico-financeiro da obra.

Além disso, semestralmente, o contratante deve apresentar um relatório de acompanhamento da execução físico-financeira feito por uma auditoria independente. Depois, ao término da obra, o tomador do empréstimo tem três meses para apresentar um relatório final, também feito por uma auditoria.

Nada disso terá que fazer o Distrito Federal.






DINHEIRO DO BNDES NAS ARENAS DA COPA
Demandante Financiamento (em R$ milhões) Situação
Estado do Amazonas 400 Contratado
Estado da Bahia 323,7 Contratado
Estado do Ceará 351,5 Contratado
Estado do Mato Grosso 392,3 Contratado
SPE Minas Arena 400 Contratado
Estado do Paraná 123 Carta-consulta
Estado de Pernambuco 400 Contratado
Estado do Rio de Janeiro 400 Contratado
SPE Arena das Dunas (RN) 398,7 Aprovado
TOTAL 3.189,2





http://esporte.uol.com.br/futebol/co...-para-copa.htm
Reply With Quote
     
     
  #60  
Old Posted Nov 1, 2011, 3:06 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,312
Empresários: obras da Copa andam abaixo do esperado


"O governo federal não conseguiu desenvolver um ritmo de desembolsos como era esperado para obras de infraestrutura", afirma o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI


Os empresários da construção civil veem as obras de infraestrutura para a Copa do Mundo de 2014 caminhando em um ritmo abaixo do esperado. Essa avaliação levou a expectativa para o nível de atividade do setor para os próximos seis meses, medida pela sondagem da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a desacelerar de 60,8 pontos apurados em outubro do ano passado para 57 pontos neste mês.

A queda foi mais expressiva entre as empresas maiores, envolvidas com grandes projetos, que tiveram o índice reajustado de 64,3 pontos em outubro do ano passado para 55,5 pontos no mesmo mês de 2011, o menor nível da série histórica. "O governo federal não conseguiu desenvolver um ritmo de desembolsos como era esperado para obras de infraestrutura", afirma o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI, Renato da Fonseca.

O especialista aponta como justificativa para a demora nas obras tanto o ajuste fiscal promovido pela União no enfrentamento da crise internacional quanto os escândalos na Esplanada dos Ministérios, que já derrubaram seis ministros da presidente Dilma Rousseff. Fonseca citou como exemplo as denúncias que forçaram a saída de Alfredo Nascimento do Ministério dos Transportes, em julho, e a substituição de Orlando Silva no Esporte, na semana passada. "Quando há problemas, o governo coloca o pé no freio dos empreendimentos", justifica. "Com exceção dos estádios, as obras para o Mundial ainda não começaram", completa.

Os dados da Sondagem Indústria da Construção, divulgada hoje, mostram o que Fonseca diz. A percepção dos empresários é de que o nível de atividade do setor ficou abaixo do usual para o trimestre, especialmente em relação aos empreendimentos estruturais. O indicador para atividade de obras de infraestrutura passou de 53,2 pontos em setembro de 2010 para 42,7 pontos, o menor nível da série histórica, iniciada em 2009. O indicador, que vai de 0 a 100 pontos, indica atividade elevada em relação ao usual quando acima dos 50 pontos.

No entanto, Fonseca mostra otimismo para os próximos meses. "A Copa do Mundo não está retratada nesta pesquisa ainda, vai aparecer só em 2012", diz. "Essas obras vão ter que começar a andar, por isso a expectativa tende a aumentar positivamente", explica.

Problemas

Outro dado que corrobora com esse cenário é o que mostra quais são os maiores problemas apontados pelos empresários da construção civil. A sondagem de setembro revela aumento de citações do item "falta de demanda". Entre as grandes companhias, este item passou de 10,6% das citações no segundo trimestre deste ano para 19,5% no terceiro trimestre. Entre as pequenas, foi de 17,9% para 19,9%.

A falta de qualificação do trabalhador segue como principal problema enfrentado pela construção civil. Houve, no entanto, uma redução drástica nas citações de grandes empresas, de 68,1% no segundo trimestre para 48,8% no seguinte. Entre as pequenas, passou de 59,7% para 56,5%. "Esse item também foi influenciado pela redução da atividade, já que diminui a demanda por profissionais qualificados", explica o gerente-executivo.

Lucro

A sondagem da CNI mostra ainda que o empresário da construção civil está insatisfeito com a margem de lucro no terceiro trimestre. O índice ficou em 46,3 pontos, ou 3,9 pontos abaixo do verificado no mesmo trimestre do ano passado. Em uma escala de 0 a 100, abaixo de 50 mostra insatisfação. Já a situação financeira foi avaliada como satisfatória, com o indicador em 50 pontos.







http://epocanegocios.globo.com/Revis...+ESPERADO.html
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
   
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 6:36 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.