HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     
Welcome to the SkyscraperPage Forum

Since 1999, the SkyscraperPage Forum has been one of the most active skyscraper enthusiast communities on the web. The global membership discusses development news and construction activity on projects from around the world, alongside discussions on urban design, architecture, transportation and many other topics. Welcome!

You are currently browsing as a guest. Register with the SkyscraperPage Forum and join this growing community of skyscraper enthusiasts. Registering has benefits such as fewer ads, the ability to post messages, private messaging and more.

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #41  
Old Posted Nov 7, 2011, 9:33 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Projeto de lei encaminhado à Câmara traz exigência maior para comissionados



Palácio do Buriti: GDF encaminhou proposta à Câmara que cria Regime Jurídico Único para servidores locais



A exigência de ficha limpa para os servidores comissionados e restrições legais ao emprego de parentes de até terceiro grau, além do reconhecimento da união homoafetiva, inclusive para os casos de nepotismo, estão entre as novidades do projeto de lei que cria o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Distrito Federal. A proposta já foi encaminhada pelo Governo do Distrito Federal (GDF) à Câmara Legislativa (CLDF) e alcança mais de 130 mil funcionários do Executivo e do Legislativo. A expectativa do governo é fazer a lei vigorar a partir de 1º de janeiro de 2012.

Na avaliação do Executivo, um dos grandes avanços é a tentativa de fechar a porta para funcionários com ficha suja nos cargos de confiança, ou para os comissionados. “Essa é uma questão fundamental. Utilizamos os moldes do projeto de iniciativa popular da Ficha Limpa. A ideia é que funcionários que se envolvam em casos de corrupção e que tenham sido exonerados não possam voltar aos quadros do funcionalismo público”, explica o secretário de Estado de Transparência e Controle do GDF, Carlos Higino.

Outras questões colocadas na proposta do Executivo, apresentadas como de vanguarda, são as tipificações de infrações como racismo, homofobia e outros tipos de discriminação. Mas a regra não valerá apenas como direito do servidor. Ela também significará dever. “É uma via de mão dupla. O funcionário não está ali fazendo um favor, está servindo à sociedade. Merece respeito, mas também precisa respeitar”, esclarece Higino.

Texto único
Atualmente, o regime jurídico do servidor do DF está atrelado a leis distintas. Após 20 anos, elas agora serão reunidas em um só texto. A discussão sobre a necessidade dessa unificação é antiga, mas o primeiro passo prático se deu no fim do ano passado, durante a eleição de Agnelo Queiroz (PT) como governador do Distrito Federal. Um dos interlocutores do processo foi o então consultor parlamentar da Câmara Legislativa José Willeman, hoje coordenador de Assuntos Legislativos do GDF. Ele apresentou a proposta ao governador eleito e recebeu o aval.

As leis existentes foram reunidas, atualizadas e aperfeiçoadas dentro de um só esboço de projeto que ficou pronto em março. No mês seguinte, a proposta começou a ser discutida dentro de uma comissão que reunia representantes do Executivo, do Legislativo e dos servidores. Esse processo durou até agosto. No fim de outubro, o texto chegou à Câmara. “A primeira missão que o governador me passou foi terminar a proposta, já com os detalhes ajustados, no Dia do Servidor Público (28 de outubro). E foi isso que ocorreu”, ressalta Willeman.

Agora, as atenções do GDF se voltam para a Câmara Legislativa, já que o interesse do Executivo é que o texto seja aprovado o quanto antes para entrar em vigor no próximo ano. “Vamos trabalhar para aprovar a proposta até o fim deste ano, mas ocorre que nossa pauta está sobrecarregada”, diz o líder do governo na Casa, deputado Wasny de Roure (PT). Ele lembra que existem vários outros projetos de interesse do governo que estão na Casa e que precisam ser aprovados ainda este ano.

A proposta que cria o Regime Jurídico dos Servidores do DF ainda tem de passar por pelo menos duas comissões (de Assuntos Sociais e de Constituição e Justiça) antes de chegar ao plenário para votação. E há ainda a possibilidade de inclusão de emendas por parte dos parlamentares. Essa é uma das expectativas de pelo menos um sindicato interessado: o dos Servidores do Poder Legislativo e do Tribunal de Contas do DF (Sindical).

O presidente da entidade, Adriano Campos, espera alterações em pelo menos dois pontos da proposta. O primeiro diz respeito ao parcelamento das férias — atualmente pode ser feito em até três vezes e o governo quer limitar para duas vezes. O segundo tem relação com os atrasos dos servidores — hoje pode ser de até 60 minutos, justificado e com compensação futura, e a nova proposta coloca a responsabilidade de definir se o atraso é justificado nas mãos do chefe.

Substituição
Ao todo, 57 leis que atualmente regem o funcionalismo público no DF serão revogadas assim que o novo regime for aprovado e passar a vigorar oficialmente. O GDF aposta que a proposta vai tornar o regime dos servidores locais o mais moderno no Brasil.

Fique atento

Projeto de lei do GDF enviado à Câmara Legislativa cria Regime Jurídico único para o servidor do Executivo e do Legislativo do Distrito Federal:

» Quando foi enviado à Câmara Legislativa — 28 de outubro

» Expectativa do GDF — Aprovação até o fim de 2011

» Barreira — Câmara Legislativa está com a pauta sobrecarregada

» Servidores incluídos — Funcionários do Executivo (órgãos, autarquias e fundações — cerca de 130 mil); e do Poder Legislativo (1.800 da Câmara Legislativa e 800 do Tribunal de Contas do DF).

» Ficam de fora — Militares (Polícia Militar e Corpo de Bombeiros), policiais civis; funcionários do Poder Judiciário; do Ministério Público; e da Defensoria Pública.

Destaques:
» Exigência de ficha limpa para comissionados —Tópico com o mesmo teor da exigência de ficha limpa para candidatos a cargos eletivos. A pessoa só poderá ser contratada para cargo em comissão (de confiança) se não tiver pendências. Objetivo é o combate à corrupção.

» Combate ao nepotismo — Passam a vigorar normas dentro da legislação para impedir a contratação de familiares de até terceiro grau, além de cônjuges, para cargo em comissão ou de confiança. As regras se aplicarão ao Executivo e ao Legislativo, além do Ministério Público e Tribunal de Contas.

» Reconhecimento da união homoafetiva — Ela passa a ser reconhecida e considerada válida em vários aspectos, inclusive para os casos de nepotismo.

» Direitos e deveres — Estão incluídas regras para respeito mútuo entre os servidores e a sociedade, tais como combate ao preconceito e à intolerância (como racial, sexual e religiosa).






http://www.correiobraziliense.com.br...sionados.shtml
Reply With Quote
     
     
  #42  
Old Posted Nov 7, 2011, 5:52 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
PSol entrega pedido para Câmara Legislativa investigar Agnelo Queiroz


Representantes do Partido Socialismo e Liberdade do Distrito Federal (PSol-DF) se reuniram durante a manhã desta segunda-feira (7/11) com o presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), deputado Patrício (PT), para entregar um documento que pede apurações rigorosas das denúncias que envolvem o governador do DF, Agnelo Queiroz (PT).

Em nota, o PSOL informou que Patrício se comprometeu a levar à Mesa Diretora da Casa o pedido feito pela legenda. As denúncias estão relacionadas a supostas fraudes na execução do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. O governador chefiou o ministério entre 2003 e 2006. Há cinco anos, Orlando Silva Júnior (PC do B) assumiu a pasta, mas entregou o cargo há mais de dez dias. A próxima reunião da Mesa Diretora está marcada para terça-feira (8/11).

De acordo com o PSol-DF, o presidente do partido, Antônio Carlos de Andrade, conhecido como Toninho do PSol, acredita que a CLDF deve se manifestar sobre o assunto e ouvir os envolvidos. "Segundo Toninho, há questões políticas que devem ser analisadas e fiscalizadas pelo Poder Legislativo, principalmente sobre as gravíssimas denúncias veiculadas pelas revistas semanais dando conta do envolvimento do ex-Ministro Orlando Silva, do governador Agnelo Queiroz, do João Dias, do atual Secretário de saúde, Rafael Barbosa, entre outros", informou em nota o partido.

A legenda afirma que no DF existem 75 convênios com organizações não governamentais (ONGs) no programa Segundo Tempo, que "beneficiaram mais de 230 mil pessoas".

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria de Comunicação do Distrito Federal informou que o governo do DF não vai se manifestar sobre o assunto.












http://www.correiobraziliense.com.br...-queiroz.shtml
Reply With Quote
     
     
  #43  
Old Posted Nov 8, 2011, 12:35 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Presidente da Terracap é o novo secretário de Fazenda do DF


O governador Agnelo Queiroz anunciou no final da tarde desta segunda-feira (7) o novo secretário de Fazenda do Distrito Federal. O escolhido foi Marcelo Piancastelli, presidente da Terracap. “Foi uma solução doméstica. O Piancastelli é um técnico muito experiente e extremamente especializado, que já participou, por exemplo, das negociações das dívidas de quase todos os estados brasileiros. Ele tem profundo conhecimento da realidade tributária”, explicou o governador.



Marcelo Piancastelli assume o cargo vago após Valdir Moyses Simão ter sido indicado pela presidenta Dilma Rousseff para assumir o comando da Secretaria Executiva do Ministério do Turismo, segundo posto na hierarquia da Pasta, logo abaixo do ministro Gastão Vieira.



Assume o lugar de Piancastelli na Terracap Antônio Carlos Rebouça Lins, diretor comercial da Terracap, que deve continuar o trabalho que Piancastelli vinha fazendo à frente da empresa.







http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=374077
Reply With Quote
     
     
  #44  
Old Posted Nov 8, 2011, 5:33 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Agnelo diz que acusações de corrupção não têm crédito


O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), afirmou hoje que as acusações de corrupção que envolvem o seu nome "não merecem crédito" e fazem parte de uma estratégia para "chamar a atenção da imprensa para coisas montadas".

Hoje, a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do DF, deputada Celina Leão (PSD), deve entregar ao Ministério Público e à Polícia Federal áudio de gravação em que um lobista diz ter pago propina ao governador em 2008, quando Agnelo era diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O dinheiro seria parte de um suborno para a obtenção de licenças para um laboratório.


"Aqui eu derrotei uma organização criminosa que estava governando o DF. Essa prática se repete, podem observar em todas as denúncias, é compra de testemunha para tentar desestabilizar e tentar voltar ao poder no DF", disse Queiroz, referindo-se ao governo do ex-presidente José Roberto Arruda.


Instalei aqui uma secretaria de transparência, e botei um bocado de empresas que estavam nessa corrupção como inidôneas. Um bocado de investigação que recai sobre essas pessoas. Essas pessoas querem continuar a mesma prática, chamar a atenção da imprensa para coisas montadas. A mentira, a falsidade, isso não prevalece", disse Agnelo, após participar de cerimônia no Palácio do Planalto.


Sobre o lobista Daniel Almeida Tavares, Agnelo disse que Daniel "era uma pessoa amiga minha". Por e-mail, o governador do DF alega que o dinheiro "foi a devolução de uma quantia concedida em empréstimo à referida pessoa (Tavares)".















http://maiscomunidade.com/conteudo/2...‰DITO.pnhtml
Reply With Quote
     
     
  #45  
Old Posted Nov 8, 2011, 10:42 PM
Espartano_bsb Espartano_bsb is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 382
Até tu, brutus?
Reply With Quote
     
     
  #46  
Old Posted Nov 9, 2011, 1:11 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Lobista acusa distritais de oferecerem dinheiro por acusações contra Agnelo


O ex-funcionário da indústria União Química Farmacêutica Daniel Tavares fez uma nova denúncia nesta terça-feira (8/11) em um vídeo de uma entrevista a uma rede de televisão em Brasília, divulgado no Youtube. Segundo ele, as deputadas distritais Celina Leão e Eliana Pedrosa ofereceram R$ 400 mil além de uma mesada mensal pelo período de um ano para que acusasse Agnelo Queiroz de ter recebido propina do laboratório na época em que o governador do DF era diretor da Anvisa.

Durante entrevista também nesta terça, Agnelo Queiroz negou as acusações e disse que "tudo não passa de armação de seus adversários". "O que está acontecendo é uma armação. Estou sendo denunciado por um grupo, uma organização criminosa que governou Brasília e continua montando dossiês, pagando testemunhas. É isso que está acontecendo aqui. Não tem absolutamente nada a não ser armação criminosa. Isso eu tenho certeza que na Justiça, na realidade, nós iremos desmascarar", disse.

No vídeo divulgado no youtube, as deputadas negam a acusação de Daniel Tavares.

Denúncias
Anvisa
A deputada distrital Celina Leão (PMN) afirmou que o lobista Daniel Tavares denunciou ter pago propina ao governador Agnelo Queiroz (PT) no valor de R$ 50 mil em troca de uma interferência em favor da empresa União Química na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Desse montante, R$ 5 mil teriam sido repassados em dinheiro na conta corrente de Agnelo, por meio de transferência eletrônica.

Programa Segundo Tempo
As denúncias que derrubaram Orlando Silva do Ministério do Esporte se estendem ao governador Agnelo Queiroz. Segundo o policial militar João Dias, que deu início ao escândalo, Orlando Silva teria sido beneficiado por um suposto desvio de recursos públicos do programa Segundo Tempo. Agnelo Quiroz é citado como beneficiário de um esquema de desvio de dinheiro no ministério. Agnelo comandou a pasta entre 2003 e 2006, sendo sucedido por Orlando Silva.






http://www.correiobraziliense.com.br...a-agnelo.shtml
Reply With Quote
     
     
  #47  
Old Posted Nov 9, 2011, 1:14 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Deu uma reviravolta enorme no caso agora, quem está certo????
Isso vai virar novela
Reply With Quote
     
     
  #48  
Old Posted Nov 9, 2011, 2:31 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 2,168
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Deu uma reviravolta enorme no caso agora, quem está certo????
Isso vai virar novela
Quem esta certa não sei, mas espero que a Celina Leão e a Pedrosa se estrepem, o Agnelo dificilmente vencerá uma re-eleição, a não ser que faça muita coisa (acho pouco provavel) portanto já vai pagar. Brasília precisa se livrar da velha mafia que controlou o GDF durante os ultimos anos.

Precisamos nos livrar da sombra do Roriz e sua curriola de safados, depois disso não precisaremos mais desta ridicula disputa entre Roriz e PT, e podemos pensar em outras vias.
Reply With Quote
     
     
  #49  
Old Posted Nov 9, 2011, 2:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Isso tudo só ajuda o Reguffe, que vai ganhando moral na câmara federal e com o povão, e é uma possivel segunda via para o DF, que em breve vai ser senador, sendo que não ha candidatos a altura, e possivelmente candidato ao governo do DF em 2018 ou 2022
Eu mesmo não confio tanto nesse cara, tenho um pé atrás com ele, mas vai saberpode ser que preste...
Reply With Quote
     
     
  #50  
Old Posted Nov 9, 2011, 7:38 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Cinco pedidos de impeachment contra Agnelo Queiroz são entregues à Câmara



Cinco pedidos de impeachment foram entregues, nesta tarde de quarta-feira (9/11), contra o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. Os pedidos foram feitos pelo DEM, pelo PSDB, pelo presidente do DEM no DF, Alberto Fraga, pelo presidente em exercício do PSDB no DF, Raimundo Ribeiro, e pelo advogado Rogério Dias Pereira. Este já havia entrado com outro pedido, no último dia 27, que acabou arquivado.

Segundo Alberto Fraga, a medida é para apurar os fatos narrados pela imprensa nos últimos dias e propor uma possível ação penal para responsabilizar possíveis infratores. Para Fraga, a situação já é insustentável e fere o decoro.

O governador Agnelo Queiroz ainda não se pronunciou hoje sobre o caso.











http://www.correiobraziliense.com.br...a-camara.shtml
Reply With Quote
     
     
  #51  
Old Posted Nov 9, 2011, 8:02 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Em Brasília, 63,7% querem afastar Agnelo, diz pesquisa


Governador é suspeito de corrupção em outros cargos que ocupou...

...se eleição fosse hoje, ele estaria atrás dos defenestrados Roriz e Arruda.



Pesquisa realizada pelo instituto O&P Brasil indica que 63,7 % da população de Brasília quer que o governador Agnelo Queiroz (PT) afaste-se do cargo. O grupo se divide: 33,4% querem que o petista deixe o cargo definitivamente; 30,3% querem que o governador saia até o fim das investigações e volte se nada contra ele for provado.

O petista aparece como personagem de supostos atos de corrupção cometidos quando foi ministro do Esporte, de 2003 a 2006, e diretor da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), de 2007 a 2010. Aqui, infográfico da “Folha” sobre as suspeitas.




O estudo do O&P, realizado de 4 a 7.nov.2011, mostra que, se a eleição fosse hoje, o atual governador teria menos votos que os ex-governadores Joaquim Roriz e José Roberto Arruda, que têm imagens fortemente vinculadas à corrupção.

Segundo a pesquisa, Agnelo teria 22,1% das intenções de voto contra 35,8% de Roriz; 35,8% dos eleitores não escolheriam nenhum candidato e 2,7% anulariam ou votariam em branco. Já Arruda teria 35,6% dos votos contra 21,8% de Agnelo. Nessa situação, 39% dos eleitores não teriam candidato e 3,7% votariam branco ou anulariam.

O estudo foi realizado presencialmente com 900 moradores do Distrito Federal. A margem de erro é de 3,3 pontos percentuais. O instituto O&P pertence ao cientista político Fernando Jorge, irmão do ex-ministro e atual dirigente do PSDB Eduardo Jorge. A pesquisa, no entanto, é independente e sem vínculos partidários, segundo o dono do instituto.

CPI e nova eleição
Outro dado do O&P é que 65% dos brasilienses quer uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar Agnelo Queiroz na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Outros 27% acham que a investigação deve ficar a cargo de outros órgãos e 7,8% não souberam responder ou não responderam a questão.

Caso Agnelo seja afastado, a maioria dos entrevistados (48,9%) disse preferir escolher o governador substituto em nova eleição a deixar o cargo para o vice-governador (opção de 26% dos entrevistados) ou para um interventor nomeado pela Justiça (opção de 16,8%).






http://uolpolitica.blog.uol.com.br/a...5_44-9961110-0
Reply With Quote
     
     
  #52  
Old Posted Nov 9, 2011, 8:05 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Reply With Quote
     
     
  #53  
Old Posted Nov 9, 2011, 8:12 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 7,974
O povo está roubado, até Reguffe não é honesto... filhote de Cristovão Buarque, o passado do deputado federal ao denuncia... Só mesmo o Sale para nos salvar. Agora o povinho do DEM, PSOL, PSDB, PSD entre outros.... Tudo farinha do mesmo saco. Não é senhor Toninho do PT ops, PSOL. E eu não estranharia o LUIZ ESTEVAM vir com força numa eventual eleição, ainda mais eu quero ver o que o MP vai falar, o castigo eleitoral dele já foi imposto. E a lei da ficha limpa não pode retroagir...
Reply With Quote
     
     
  #54  
Old Posted Nov 9, 2011, 8:21 PM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 383
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Isso tudo só ajuda o Reguffe, que vai ganhando moral na câmara federal e com o povão, e é uma possivel segunda via para o DF, que em breve vai ser senador, sendo que não ha candidatos a altura, e possivelmente candidato ao governo do DF em 2018 ou 2022
Eu mesmo não confio tanto nesse cara, tenho um pé atrás com ele, mas vai saberpode ser que preste...
Com todo respeito aos eleitores do Reguffe e conheço dezenas deles, mas o cara não passa de um demagogo. Atitudes de renuncia a benefícios deveriam ser obrigação, mas como só ele faz isso vira uma excessão. Porem, ele continua recebendo o salário pra não fazer nada. O Reguffe é um político sem articulação e sem propostas que assumiu o discurso da classe média média/alta (atônita à política) que normalmente registra um voto de protesto se julgando polítizado (é a pior classe na minha opinião).

Tenho vários amigos que trabalharam com ele na articulação da campanha de 2006 para a câmara legislativa e TODOS reconhecem o quanto o cara se isola até mesmo dentro de seu gabinete. Uma coisa é não realizar alianças para não ter que se comprometer com interesses escusos. Outra bem diferente é se julgar um iluminado que está no legislativo mas se recusa a dialogar, ou seja, um parlamentar inútil. Pior que isso só o Reguffe, que além de não dialogar não tem o que propor.

O Reguffe incorpora perfeitamente o conceito de eficiência utilizado pela adminsitração pública, ou seja, gastar menos para concluir uma tarefa, independente de essa tarefa ter atendido ao seu objetivo ou não. O desafio, porem, é conseguir primeiro concluir para então, tendo concluido, conseguir economizar. Tudo que ele faz é cortar despesas de gabinete, mas recebe 26mil todo mês para não constribuir em nada com a nação. Há, já ia esquecendo, ele corta gastos do gabinete, mas votou favoravelmente ao aumento de Dep. Distrital quando estava na Camara Legislativa...

Caso o Reguffe chegasse mais alto, no executivo, vislumbro um cenário pior do que qualquer cenário ruim do executivo do DF, o que é trágico...
Reply With Quote
     
     
  #55  
Old Posted Nov 9, 2011, 8:46 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
É bem por aí, eu acho que tem muito marketing e pouca efetividade, sem falar que, hoje em dia para ser eleito tem que se articular com os outros partidos, fazer alianças, abrir mão de algumas secretarias Etc...

Do jeito que as coisas vão, ele tem grandes chances de ser eleito, caso seja candidato, o que não pode acontecer é o terRORIZta voltar e sua quadrilha dos infernos

Eu tô achando que vai ter uma centena de candidatos ao GDF nas próximas eleições, espero que tenha algum candidato diferenciado e com algum carater, só o tempo dirá...
Reply With Quote
     
     
  #56  
Old Posted Nov 9, 2011, 10:37 PM
Colossusdf Colossusdf is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2011
Posts: 17
Primeiramente, boa noite a todos.

É uma satisfação iniciar minha participação também aqui neste forum à convite do forista Mamute, a quem e deixo meus agradecimentos.

Também é uma satisfação rever o Pesquisador e outros colegas como o GMF, Emblazius e Espartano que já não frequentam tanto o outro forum. Sem dúvida, a qualidade das discussões acerca das questões do DF caiu sobremaneira.

Bem, vamos ao que interessa:

Não sei se já postaram isso aqui. Afinal, a notícia é de 31/10/2011.

Quote:
ONU faz nova sede no Brasil com verba de dívida que governo pagou

Primeiro prédio, de R$ 8 milhões, vai centralizar escritórios da capital.
Governos federal e distrital doaram terreno e vão dar isenção tributária.
Priscilla Mendes
Do G1, em Brasília





A Organização das Nações Unidas (ONU) prevê iniciar na próxima semana, em Brasília, a construção do primeiro prédio de um complexo de edifícios que funcionará como nova sede da entidade no Brasil. A obra do primeiro prédio tem orçamento de R$ 8 milhões, dos quais R$ 5,7 milhões virão de uma dívida quitada pelo governo brasileiro com a entidade.

O complexo ficará no Setor de Embaixadas Norte, área nobre da cidade, e vai centralizar os diversos escritórios da organização espalhados por Brasília.





O custo total previsto – incluindo projetos e consultorias – será de US$ 5,147 milhões (R$ 8,66 milhões), dos quais US$ 3,39 milhões (R$ 5,7 milhões) com dinheiro do governo brasileiro, segundo informou ao G1 o coordenador residente do Sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek. O restante da conta será pago pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

A origem do dinheiro desembolsado pelo Brasil, explica a assessoria de comunicação do Pnud, vem de um débito que o país tinha com a organização. Por vários anos – a assessoria não soube precisar o período específico –, o governo brasileiro deixou de contribuir com gastos de pessoal e manutenção do escritório do Pnud, em Brasília.

“Pelas regras e acordos internacionais, cada governo se compromete a contribuir anualmente com um valor considerado mínimo para a manutenção de um escritório do Pnud no país”, afirma a assessoria do Pnud.

Quando a dívida foi quitada, em 2007, a organização decidiu iniciar os projetos para aplicar o dinheiro na construção do novo prédio, uma vez que as despesas de manutenção dos períodos em que o Brasil deixou de contribuir já haviam sido pagas com recursos de projetos do Pnud.

O governo brasileiro pleiteia uma vaga permante no Conselho de Segurança da ONU – atualmente, o país ocupa um assento provisório. Em setembro, a presidente Dilma Rousseff foi a primeira mulher a discursar em uma abertura da Assembleia Geral da ONU e voltou a pedir reforma no conselho.

saiba mais

Brasília sedia exposição da ONU sobre refugiadosNa abertura da Assembleia da ONU, Dilma exalta papel feminino na políticaPresidente Dilma discursa sobre políticas de saúde na ONU
Incentivos
A ONU contará ainda com incentivos do poder público para a obra. O terreno de 22 mil metros quadrados foi doado pela União e pelo Governo do Distrito Federal (GDF) à organização há mais de 40 anos, na época da construção das embaixadas na capital federal.

Como previsto nos acordos internacionais de isenção de impostos para organismos internacionais, o governo federal vai isentar de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) os bens adquiridos para a obra.

De acordo com o Pnud, o GDF também vai isentar os itens da obra do pagamento de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e ajudar na urbanização e paisagismo do complexo e do entorno.


Maquete de complexo a ser construído pela ONU
em Brasília (Foto: Divulgação)
O complexo
Atualmente, a maioria dos 21 organismos da ONU no Brasil está sediada em Brasília, como o Pnud, a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Banco Mundial e a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

A previsão é que a obra do primeiro prédio, que terá 2.859 metros quadrados, leve dez meses para ser concluída. A execução ficará a cargo da construtora GCE SA, vencedora de licitação. Ainda não há informação precisa sobre quantos prédios serão construídos.

Segundo Chediek, o complexo será construído de forma modular, com diversos prédios em um mesmo terreno. Em 3 a 4 anos, o coordenador prevê que todas as agências da ONU em Brasília já estejam reunidas no local, provisoriamente chamado de Casa da ONU.

Conforme o coordenador, a nova sede será uma ponte do Brasil com o restante do mundo, sobretudo com as nações do hemisfério Sul, em particular da América do Sul e da África.

“O mundo precisa de mais Brasil e esta Casa será a ponte entre este pais tão rico e promissor e o resto do mundo, em especial os irmãos do Sul, que tanto precisam desse exemplo e dessa cooperação”, declarou.

Além de Brasília, outras capitais brasileiras abrigam organismos da ONU, como Rio de Janeiro, Manaus, Belém, São Luís, Fortaleza, Cuiabá, Recife, Salvador, São Paulo e Porto Alegre. Segundo a assessoria de comunicação do órgão, cerca de cem funcionários estrangeiros e 677 funcionários brasileiros trabalham no Sistema ONU no Brasil.

Repasses anuais
Como país membro da ONU, o Brasil precisa repassar anualmente à organização uma verba destinada a bancar missões de paz e tribunais penais internacionais. O desembolso, previsto no Orçamento Geral da União, é feito pelo Ministério do Planejamento.

Somente neste ano, o Brasil repassou US$ 37 milhões (R$ 62,3 milhões). Em 2010, foram US$ 35 milhões (R$ 58,9 milhões), segundo assessoria de comunicação do Ministério do Planejamento.

O valor que cada nação deve repassar é definido pela ONU e leva em conta o Produto Interno Bruto (PIB), a renda per capita, a dívida pública, entre outros indicadores da riqueza do país.

O Brasil contribui com 1,6% do orçamento total da ONU, valor superior, por exemplo, aos vizinhos Argentina (0,2%) e Peru (0,09%), bem inferior, porém, aos Estados Unidos (22%).

O Ministério das Relações Exteriores, por meio de assessoria de imprensa, explica que, “ao participar da ONU, o país se dispõe a ajudar, a contribuir para que a organização possa desempenhar suas tarefas”.

Uma vez depositada na ONU, segundo o Itamaraty, a verba repassada pelos países membros é fiscalizada. “Há comissões que coordenam e fiscalizam a boa aplicação da contribuição para garantir que as diretrizes estabelecidas pelos países membros sejam seguidas”, informou o MRE

http://g1.globo.com/mundo/noticia/20...rno-pagou.html
Reply With Quote
     
     
  #57  
Old Posted Nov 9, 2011, 10:40 PM
Colossusdf Colossusdf is offline
Registered User
 
Join Date: Nov 2011
Posts: 17


Excelente para a economia do DF.
Reply With Quote
     
     
  #58  
Old Posted Nov 9, 2011, 10:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,400
Seja bem vindo


Sobre o projeto, já sabiamos do mesmo, pois o pesquisador havia postado a notícia, mas não tinha visto o render do projeto, que por sinal é bem grandinho, gostei das dimensões, ficará bom
Reply With Quote
     
     
  #59  
Old Posted Nov 10, 2011, 6:48 AM
emblazius emblazius is offline
Flamenguista
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília
Posts: 308
outro dia voltando do LS pro DNIT eu vim pela L4 e subi por aquela via logo após o Iate Clube de Brasília. Pelo endereço da matéria, eu lembrei que estavam fazendo uma big de uma terraplanagem em um lote gigantesco ali no setor de embaixadas norte. Se der eu tiro fotos e coloco aqui. Tirei umas fotos tb dos predios demolidos, antes e depois!
__________________
Podemos escolher o que semear, mas somos obrigados a colher aquilo que plantamos
Reply With Quote
     
     
  #60  
Old Posted Nov 10, 2011, 10:05 AM
M.K.'s Avatar
M.K. M.K. is offline
§¡კ₪§.....Δ
 
Join Date: Jan 2007
Location: §¡კ₪@דч®ɛ€...۩™ -> աաա
Posts: 3,772
Quote:
Governos federal e distrital doaram terreno e vão dar isenção tributária.
ABSURDO ! A ONU se quer fazer algo no Brasil tem que ser tudo do bolso dela, afinal a dívida foi paga totalmente e ainda com juros, nao teve ajuda alguma em troca. O Brasil é muito besta ...
__________________
The importance of a man is how huge his toys are
>>>-<(((°> Visit a design page of once projects <°)))>-<<<
=======================슬™=======================
05.09.2014 TIME TO GO - GOODBYE OF WRITING
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
   
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 4:53 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.