HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     
Welcome to the SkyscraperPage Forum.

Since 1999, SkyscraperPage.com's forum has been one of the most active skyscraper enthusiast communities on the web.  The global membership discusses development news and construction activity on projects from around the world, alongside discussions on urban design, architecture, transportation and many other topics.  SkyscraperPage.com also features unique skyscraper diagrams, a database of construction activity, and publishes popular skyscraper posters.

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #101  
Old Posted Dec 1, 2011, 5:10 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Mais conforto pra quem quer ir a recife pegar uma praia
Reply With Quote
     
     
  #102  
Old Posted Dec 2, 2011, 11:43 AM
salengasss salengasss is online now
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 380
Beleza, os vôos... quanto maior a concorrência, melhor
Reply With Quote
     
     
  #103  
Old Posted Dec 2, 2011, 7:31 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Contra caos do fim de ano, governo diminui distâncias entre aeronaves no espaço aéreo


A Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República detalhou nesta sexta-feira (2) as medidas que implementará para preparar os aeroportos para o período de fim de ano. Somente em dezembro, mais de 16 milhões de passageiros deverão utilizar os aeroportos do país, movimento 12% superior à média do ano e 13,6% maior que no mesmo mês de 2010. De acordo com o governo, não haverá caos aéreo.


Para aumentar em 47% a capacidade do espaço aéreo nos principais centros de controle do país (Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e região Sul), o governo vai reduzir o espaço aéreo entre as aeronaves

Entre as medidas anunciadas, o Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), subordinado ao Ministério da Defesa, afirma que começou a realizar em outubro procedimentos para aumentar em 47% a capacidade do espaço aéreo nos principais centros de controle do país (Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e região Sul). De acordo com o tente brigadeiro Ramon Borges, diretor geral do Decea, a melhoria é possível devido à redução do espaço entre as aeronaves.

“Nós chegamos a um padrão de operação de cinco milhas [entre os aviões; antes, esse padrão era de 10 milhas]. Com isso, conseguimos aeronaves mais próximas umas das outras e aumentamos o número de aeronaves que podem voar simultaneamente no espaço aéreo.” Segundo o tenente, o sistema já traz resultados e, a partir de março do ano que vem, será implantado também nas rotas da Amazônia e do Nordeste.

Questionado sobre a segurança do sistema, o presidente da Infraero, Gustavo do Valle, afirmou que o motivo de a mudança ser implementada agora “é uma questão de tecnologia”. “O aeroporto Kenney [Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, nos EUA] já opera com esse padrão de três milhas, e outros aeroportos do mundo operam com 2,5 milhas, com absoluta segurança."

O presidente da Infraero afirmou que a mudança foi feita agora porque "o comando da Aeronáutica e todas as nossas torres não tinham ainda tecnologia adequada para operar com essa diferença". Segundo ele, a expectativa é chegar a uma distância de três milhas em cerca de cinco anos.

Overbooking

O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, disse que as companhias firmaram compromisso de evitar a prática de overbooking (venda de passagens acima da capacidade da aeronave). Deste modo, as filas devem diminuir nos terminais do país.

Novo terminal

Segundo a SAC, entra em operação no dia 20 de dezembro o novo terminal do aeroporto de Guarulhos, que terá acesso independente e aumentará a capacidade do aeroporto em 5,5 milhões de passageiros por ano. Na data, duas companhias aéreas (os nomes não foram divulgados) já começarão a operar no local.

O terminal, porém, registrou um acidente na tarde desta sexta-feira (2) e pode ter sua inauguração adiada. Parte da estrutura metálica do futuro terminal desabou, deixando dois operários feridos. Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para um hospital próximo. A Construtora Delta, responsável pela obra, não sabe o que provocou o acidente.









http://noticias.uol.com.br/cotidiano...aeronaves.jhtm
Reply With Quote
     
     
  #104  
Old Posted Dec 4, 2011, 4:21 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Viagens: empresas aéreas divulgam promoções para o período de férias


SÃO PAULO – No primeiro fim de semana após o pagamento da primeira parcela do 13º salário, os consumidores que ainda não decidiram para onde viajar na férias podem encontrar passagens mais baratas para dentro e fora do Brasil.

Voos nacionais
A partir das 20h desta sexta-feira (2), a TAM fará mais uma edição da campanha Megapromo. Até as 6h de segunda-feira (5), os consumidores poderão adquirir passagens com até 90% de desconto para voos nacionais com saídas de todo Brasil.

A promoção é válida para passagens de ida e volta, com permanência mínima de dois dias no destino escolhido.

De acordo com a empresa, o passageiro pode optar por voar dentro do período promocional – de 23 de janeiro a 31 de março de 2012 –, para garantir a viagem com o menor preço possível, como também pode combinar um trecho em oferta com uma tarifa convencional, que está fora das datas estipuladas. As tarifas promocionais estarão disponíveis também para os feriados, mas com quantidade de assentos menor.

O consumidor que se interessar pelas passagens poderá pagar em até seis vezes sem juros, em qualquer cartão de crédito, com parcela mínima de R$ 35.

As passagens podem ser adquiridas pelo site da companhia, call center e lojas físicas. Confira algumas passagens em promoção:

Internacional
Para os consumidores que quiserem viajar para fora do Brasil, a Gol reduziu o valor das passagens para Santiago, no Chile. Os bilhetes promocionais são válidos para viagens realizadas até 29 de fevereiro, com partidas de São Paulo/Guarulhos, Rio de Janeiro/ Galeão e Porto Alegre.

Para participar da promoção, o consumidor deve passar, no mínimo, três noites no destino. “Além de ser uma ótima oportunidade aos clientes brasileiros que estão programando sua viagem de férias, a promoção é mais uma ação da companhia para reforçar o compromisso com o turismo internacional dos países onde opera”, explica o diretor Comercial da Gol, Eduardo Bernardes.

As reservas poderão ser realizadas até o dia 12 de dezembro no site da companhia. Veja o valor das passagens para o Chile, de acordo com o lugar de origem:













http://viagem.uol.com.br/ultnot/info...de-ferias.jhtm

Last edited by MAMUTE; Dec 4, 2011 at 5:04 PM.
Reply With Quote
     
     
  #105  
Old Posted Dec 5, 2011, 9:07 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
TAM e GOL são as companhias que mais recebem reclamações no Aeroporto JK


O Posto Avançado do Juizado Especial no Aeroporto Internacional de Brasília realizou, de acordo com estatística divulgada nesta segunda-feira (5/12), 554 atendimentos no mês de novembro. A principal função do Posto é realizar a conciliação entre passageiros e companhias aéreas. A TAM foi a empresa que mais sofreu reclamações, com 93 ocorrências, seguida da Gol, com 74. Logo depois vem a Webjet, com 29, Aviança (Ocean Air) com 6 e a Delta com 3.

A assessoria de imprensa da TAM informou, por meio de nota, que a empresa está sempre empenhada em prestar o melhor serviço aos seus clientes e que cumpre todas as exigências de atendimento ao passageiro, conforme a legislação vigente.

Já a assessoria da GOL, declarou que a companhia entende que os juizados vêm para reforçar os direitos legítimos de clientes que foram prejudicados, agilizando soluções e minimizando transtornos e que se manifesta nos autos sobre processos abertos. Em nota, a companhia esclarece que o foco do cliente está nos valores corporativos da empresa e que não mede esforços para atender da melhor forma possível seus passageiros.

Segundo o site do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), o Posto celebrou 65 acordos informais e apenas um formal. Desses, 48 casos se tornaram processos, 14 foram encaminhados para o estado de origem do consumidor e 6 pessoas desistiram da ação. Segundo a estatística, os principais problemas enfrentados pelos usuários das companhias aéreas foram extravio de bagagem, atrasos e cancelamentos de voos, e problemas no check-in.

O Juizado Especial no Aeroporto de Brasília serve para a solucionar gratuitamente questões que envolvam valores de até 20 salários mínimos, sem a necessidade de advogado. Para ter o caso solucionado ou julgado, é necessário entrar com o pedido dentro de 24h do incidente ocorrido. O Posto funciona em tempo integral.






http://www.correiobraziliense.com.br...porto-jk.shtml
Reply With Quote
     
     
  #106  
Old Posted Dec 7, 2011, 12:11 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Aeroportos brasileiros devem receber 16 milhões de passageiros em dezembro


O número é 13,6% superior ao registrado em dezembro do ano passado





Os aeroportos brasileiros devem receber 16 milhões de passageiros em dezembro, de acordo com dados da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero). O número é 13,6% superior ao registrado em dezembro do ano passado e 12% superior à média deste ano.

Para tentar evitar um novo caos aéreo neste final de ano, o governo decidiu reduzir pela metade a distância que as aeronaves devem manter na hora de pousar no aeroporto Internacional de Guarulhos. A medida foi anunciada na sexta-feira, pelo ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt.

A distância entre as aeronaves, que hoje é de 16 quilômetros, cairá para 8 quilômetros. De acordo com o governo, a medida não vai trazer riscos à segurança dos passageiros.

Segundo Bittencourt, as empresas também deverão manter aeronaves reservas e ocupar todas as posições de check-in durante os horários de pico. A operação especial deve funcionar até o Carnaval de 2012.






http://www.maisbrasilia.com/mb2011/n..._dezembro.html
Reply With Quote
     
     
  #107  
Old Posted Dec 7, 2011, 1:49 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Delta compra participação minoritária na Gol


A companhia americana irá investir US$ 100 milhões no negócio, que ampliará sua presença na América Latina


Depois da fusão entre a TAM e a chilena LAN, chegou a vez de a Gol também se aliar a uma companhia estrangeira de aviação. A aérea informou nesta quarta-feira (07/12), por meio de fato relevante enviado à CVM, que assinou um acordo com a americana Delta Airlines para que a companhia compre uma fatia minoritária de suas operações. A Delta irá investir US$ 100 milhões no negócio.


O aumento de capital será de aproximadamente R$ 280 milhões

Para realizar a transação, haverá a troca de ADSs (American Depositary Shares) lastreados em ações preferenciais da GOL por meio de uma emissão de papéis preferenciais com preço médio de R$ 22 por ação, o que representa um ágio de 47% de acordo com o valor de fechamento dos papéis no pregão de ontem.

O aumento de capital será de aproximadamente R$ 280 milhões, incluindo o direito de subscrição dos demais acionistas. O conselho de administração da GOL se reunirá no próximo dia 21 para deliberar sobre o negócio.

Com a transação, a GOL concordou em eleger um representante da Delta para fazer parte de seu conselho de administração, desde que a empresa americana mantenha uma posição de pelo menos 50% das ADSs adquiridas no investimento, o que a Delta já se comprometeu a fazer por um período de 12 meses. Segundo o acordo firmado entre ambas as companhias, a Delta também se compromete a não comprar mais ações da GOL sem o consentimento da empresa brasileira.

A legislação brasileira não permite que a Delta adquira mais do que 50% das ações preferenciais da GOL.

O negócio entre as duas aéreas também prevê um acordo de code-share, permitindo à Delta colocar seu código em mais vôos da GOL no Brasil, Caribe e América do Sul, ao mesmo tempo em que permite o mesmo para a companhia brasileira para vôos entre os Estados Unidos e Brasil. Com isso, serão ampliadas as opções de voos para clientes de ambas as empresas. Haverá também o alinhamento de serviços e benefícios a clientes dos programas de milhagem SMILES e Sky Miles.

Com a associação, Delta e GOL querem aumentar a atratividade dos serviços das empresas, facilitando as conexões e a movimentação das cargas e passageiros entre os cerca de 400 destinos nos mais de 70 países servidos pelas empresas.

Juntas, as companhias aéreas pretendem ganhar eficiência em ações comerciais, promoções, força de vendas, além de explorar a economia de custos nos serviços de atendimento, manutenção, salas VIP e apoio logístico.

A Gol também irá transferir contratos de arrendamento de duas aeronaves modelo Boeing 767 para a Delta.

O negócio não prevê a adesão da GOL à uma aliança global. Segundo a aérea, o interesse na transação está na estratégia da companhia em buscar parcerias internacionais de longo prazo que beneficiem seus clientes por meio do acúmulo de milhas e ampliem as possibilidades de viagens de longa distância para seus passageiros.

A empresa brasileira também coloca como vantagem da parceria a capitalização pela qual passará, o que fortalecerá “seu balanço e tornando-a mais preparada para a conquista de seus objetivos e a exploração de novas receitas e mercados.", segundo explica o fato relevante. O momento para o GOL não é dos melhores. A aérea registrou prejuízo nos últimos dois trimestres. No terceiro, a companhia teve uma perda de R$ 516,5 milhões, contra um prejuízo de R$ 358,7 milhões no segundo trimestre do ano.

A Delta atende mais de 160 milhões de clientes por ano com uma frota de cerca de 700 aeronaves e possui uma rede global de 350 destinos em quase 70 países em seis continentes, sendo a maior companhia aérea do mundo em passageiros transportados por quilômetro.

O mercado reagiu bem ao anúncio da parceria. As ações PN (sem direito a voto) da GOL na Bovespa subiam 6,95%, cotadas a R$ 16, às 11h20.













http://epocanegocios.globo.com/Revis...IA+NA+GOL.html
Reply With Quote
     
     
  #108  
Old Posted Dec 7, 2011, 5:29 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Brasil será 4º mercado mundial de voos regionais em 2030


São Paulo, 16 nov (EFE).- O mercado de voos regionais no Brasil será o quarto maior do mundo em 2030, atrás dos Estados Unidos, China e a Índia pelo cálculo de passageiro quilômetro pago transportado (RPK, na sigla em inglês) divulgado com base nas previsões divulgadas desta quinta-feira pelo fabricante aeronáutico europeu Airbus.

Em entrevista em São Paulo, o vice-presidente executivo de Airbus para a América Latina e o Caribe, Rafael Alonso, detalhou que o Brasil precisaria de 700 aeronaves comerciais de mais de 100 passageiros até 2030 para atender o aumento da demanda.

O volume de receita, equivalente a US$ 82 bilhões, vai colocar o Brasil como o sétimo maior mercado para aviões em escala mundial.

A demanda de novas aeronaves no conjunto da América Latina chegará a 2 mil unidades até 2030, o que representa um mercado de US$ 197 bilhões pelos cálculos da companhia.

Alonso destacou que o tráfego aéreo medido em RPK da América do Sul vai atingir crescimento anual de 6%, acima da média mundial, que prevê avanço de 4,8%.

Segundo o diretor, 70% do tráfego aéreo mundial será concentrado em países emergentes dentro de 20 anos, devido em parte ao impulso de mercados como o do Brasil, que cresce a ritmo superior à região, após registrar aumento de 87% em assentos oferecidos entre 2000 e 2010.

Entre as causas do aumento do mercado brasileiro de aviação civil está o aumento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, a expansão da classe média e o desenvolvimento do setor turístico, enumera a Airbus.

Alonso explicou que apesar das turbulências internacionais, a previsão da companhia é que o "tráfego tem de continuar crescendo de forma sistemática", já que o volume de passageiros dobra no mundo a cada 15 anos.

O diretor disse que a Airbus concentra 72% dos pedidos brutos do mercado mundial, a frente da Boeing, líder até a década de 90, e previu a entrada de novos concorrentes nos próximos anos, fenômeno que classificou como positivo para as companhias e para os passageiros. EFE












http://economia.uol.com.br/ultimas-n...s-em-2030.jhtm
Reply With Quote
     
     
  #109  
Old Posted Dec 8, 2011, 2:07 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
TCU aprova edital de concessão de aeroportos, mas aumenta valor de outorga


O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou nesta quarta-feira (7/12) o lançamento de edital para concessão de exploração privada dos aeroportos de Guarulhos, Brasília e Viracopos. No entanto, a corte entendeu que algumas adaptações ainda precisam ser feitas para garantir que o regime não prejudique os interesses públicos. Um dos itens para ser alterado é o valor de outorga.

De acordo com o TCU, o governo superestimou os investimentos que deveriam ser feitos nos aeroportos, o que fez o valor de outorga cair. Em Guarulhos, por exemplo, o TCU determinou que o valor mínimo da outorga deve subir de R$ 2,29 bilhões para R$ 3,8 bilhões, um aumento de 66,3%.

Em Campinas, o valor calculado pela equipe técnica do TCU subiu de R$ 521 milhões para R$ 1,73 bilhão (234% de ajuste). Já em Brasília, o reajuste é o maior (907%), o valor mínimo de outorga foi estabelecido em R$ 75,5 milhões e deve passar para R$ 761 milhões.

Além disso, outras recomendações foram feitas para adequar melhor o serviço. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) deverá lançar o edital na semana que vem. Os leilões devem ocorrer no prazo mínimo de 45 dias após o lançamento do edital.











http://www.correiobraziliense.com.br...-outorga.shtml
Reply With Quote
     
     
  #110  
Old Posted Dec 8, 2011, 4:09 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 6,749
Espero que essa maldita GOL não venha interferir no vôo de Brasília, vir com papo que é deficitário e jogar os moradores no malditos aeroportos do Rio e de São Paulo para reduzir custos.
Reply With Quote
     
     
  #111  
Old Posted Dec 8, 2011, 4:26 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Internet nos aeroportos será ilimitada


Hoje restrita a apenas 15 minutos antes do embarque, a internet sem fio gratuita nos aeroportos agora vai ser ilimitada. A decisão é da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que tem 20 dias para contratar uma ou mais empresas de telefonia que vão prestar o serviço. A estatal garante que todos estarão conectados a partir do começo do ano que vem - março é o mês limite para a medida entrar em vigor.

A decisão vai valer nos aeroportos de São Paulo (Cumbica, Congonhas, Viracopos e Campo de Marte), Rio de Janeiro (Galeão, Santos Dumont e Jacarepaguá), Belo Horizonte (Confins e Pampulha), Brasília, Manaus, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Fortaleza, Natal, Salvador e Cuiabá. Hoje, os 15 minutos de internet gratuita são restritos apenas a Cumbica, Congonhas, Galeão e Brasília.


Uma regra imposta pela Infraero é que a internet gratuita só pode ser usada a partir do aeroporto de origem, ou seja: se uma pessoa viaja de Congonhas para Porto Alegre, por exemplo, só terá direito a usar a internet no aeroporto paulista. Na volta, se quiser, pode pagar por mais tempo de conexão.


Tecnologia. A internet livre não vai ficar disponível no aeroporto inteiro - somente na área de embarque, depois do raio X. Para que o passageiro consiga se conectar à rede, duas alternativas estão sendo estudadas. A primeira é deixar o processo funcionando como é hoje: com o cartão de embarque na mão, o passageiro vai ao balcão de informações da Infraero e pega um cartãozinho com uma senha e um passo a passo de como se conectar.
















http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=379267
Reply With Quote
     
     
  #112  
Old Posted Dec 11, 2011, 2:08 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Anac publicará editais de concessão de aeroportos no fim de janeiro


BRASÍLIA - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) pubicará os editais de concessão dos aeroportos de Guarulhos (SP), Viracopos (SP) e Brasília (DF) à iniciativa privada no fim de janeiro, com a definição dos parâmetros para a realização dos leilões em 2012.

A informação foi dada pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, durante apresentação do balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na Comissão de Infraestrutura do Senado.

A ministra avaliou como positiva a agilidade do Tribunal de Contas da União (TCU) em analisar e aprovar, nesta semana, o relatório elaborado pelo governo federal sobre o repasse desses três aeroportos à gestão privada. "Em dois meses, o TCU fez uma análise ágil e em parecia com o governo federal", comentou.









http://www.valor.com.br/brasil/11295...fim-de-janeiro
Reply With Quote
     
     
  #113  
Old Posted Dec 11, 2011, 2:10 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Mercado de aviação civil oferece boas oportunidades de emprego


A Aviação civil não é só o famoso glamour de ser comissário de bordo ou a responsabilidade de pilotar um avião por várias horas seguidas. As possibilidades na área vão muito além disso: até quem tem medo de voar pode atuar em solo, como segurança de voo, mecânico ou no balcão de check-in. Geralmente, as carreiras exigem nível médio e oferecem salários atrativos para quem tem vontade de trabalhar. Com o aumento da classe média e a chegada de eventos esportivos mundiais em território tupiniquim, as empresas precisam de novos profissionais para atender às demandas dos clientes.


A despachante de voo Ana Paula treina para ser piloto. O comandante Fábio Quezado é um de seus professores

A despachante de voo Ana Paula Nunes, 34 anos, já experimentou diversas opções dentro da carreira. Na aviação há mais de uma década, ela foi segurança de voo e comissária de bordo antes de assumir o atual emprego em terra para poder se dedicar ao novo sonho: ser piloto. “As pessoas acham que as companhias aéreas são formadas apenas por comandantes, comissários e o pessoal do check-in, mas existe uma estrutura imensa por trás disso tudo”, explica a moça. Ela nunca teve a carreira como objetivo de vida: entrou para uma companhia aérea apenas para conseguir pagar a faculdade de administração e acabou ficando por muito mais tempo do que planejava. “Não tem como largar, é viciante”, brinca.

Professor de Ana Paula na GF Escola de Aviação, Fábio Quezado, ao contrário da aluna, sonhava em trabalhar com aeronaves desde menino. “Meu pai sempre foi fanático por aviação, mas nunca teve a oportunidade de seguir essa carreira. Eu ia ao aeroclube com ele e me imaginava comandando aviões”, lembra. Desde o início deste ano, o piloto de 30 anos trabalha no mercado privado. E não se arrepende nem por um minuto do investimento pesado que teve de fazer para atingir o que queria. E se diverte: “As pessoas costumam me perguntar do estresse que é pilotar um avião. Mas voar não é estressante, é bom demais”.

Quando Ana Paula e Fábio começaram a se dedicar ao universo do transporte aéreo, as possibilidades de emprego não eram numerosas como agora. De acordo com o coordenador do curso de aviação civil na Universidade Anhembi Morumbi, Edson Luiz Gaspar, este é o momento ideal para trabalhar com isso. “O mercado está em crescimento acentuado, todas as empresas estão comprando aeronaves novas, se modernizando, se reorganizando. E a possibilidade de crescimento existe em todas as áreas. Tenho um ex-aluno que entrou para ficar no balcão de atendimento do aeroporto e hoje é comandante. Tem que começar na empresa e aproveitar as oportunidades que aparecem, correr atrás dos objetivos”, aconselha.

Para se capacitar, os requisitos dependem muito de cada profissão e do tempo que o candidato dispõe para estudar. Os cursos de formação de comissários e mecânicos de voo levam de três a quatro meses para serem completados, enquanto o caminho para se tornar piloto exige alguns anos e tem um custo mais alto: cerca de R$ 80 mil são necessários para conseguir a licença para voar comercialmente. É necessário ser maior de idade e ter pelo menos o ensino médio. A idade-limite é um ponto de incerteza, ainda mais com a crescente necessidade das empresas por profissionais qualificados. “Depende muito da intenção da pessoa e da área em que quer atuar. Geralmente, contratam-se pilotos com idade máxima de 35 anos. Mas isso não é regra. A cada dia que passa, tenho mais notícias de profissionais por volta dos 40 anos sendo contratados”, tranquiliza o professor Gaspar.

Outros voos
Assim como não existem só comissários e pilotos, a aviação civil não se concentra apenas em aviões comerciais. O comissário Eduardo Vargas, por exemplo, foi parar na carreira por acaso, há 12 anos, e, mesmo com o diploma em direito obtido em 2007, não quis sair do ar. Aos 33 anos, está no encalço da carreira de piloto de helicóptero. Ele já tem a licença para voar não comercialmente, mas pretende fazer disso seu trabalho. Na atual profissão, teve experiências marcantes, como participar dos voos de ida e volta da Seleção Brasileira de futebol da Copa de 2010, além de ter constituído família: a esposa é colega de profissão e o filho, de três anos, tem estímulo para seguir os passos dos pais. “Ele vai ser piloto, com toda a certeza”, brinca Eduardo.

O professor Gaspar salienta que o aquecimento do mercado de aviação civil extrapola as companhias tradicionais. Em São Paulo, o mercado de helicópteros é o segundo maior do mundo, perdendo apenas para o de Nova York. “O momento é muito interessante, de alinhamento entre as empresas aéreas. Elas não deixaram de competir, porém passaram a buscar outros espaços para atuarem. No começo, a Azul batia de frente com a Tam e a Gol, mas agora está procurando outros mercados, com aeronaves diferentes”, exemplifica.

Outra mudança esperada para os próximos anos é a privatização dos aeroportos. Até o momento, estão autorizados os editais de concessão dos aeroportos de Cumbica (Guarulhos), Viracopos (Campinas) e Juscelino Kubitschek (Brasília). A ideia é conseguir atender ao número crescente de passageiros e preparar o país para a Copa do Mundo de 2014. De acordo com as regras, a estatal Infraero segue como sócia de cada um, detentora de 49% de participação nas decisões. O professor Gaspar vê na mudança pontos positivos para o crescimento da carreira de aeronauta: “Acho que com isso as companhias não vão diminuir as exigências, a tendência é manter o mesmo nível ou até mesmo aumentar, porque o número de pessoas interessadas em trabalhar com a aviação civil vai crescer”.

Autorização para voar
Nos últimos seis anos, o número de licenças para pilotar aviões e helicópteros quintuplicou: de cerca de 800 pedidos por mês em 2006, a Agência
Nacional de Aviação Civil (Anac) recebeu por volta de 4 mil solicitações
mensais em 2011. Veja os números anuais das diferentes licenças:

Vida de aeromoça
Quando Cláudia Vasconcelos decidiu ser comissária de bordo, os tempos
eram outros. A maioridade civil brasileira era de 21 anos e, para iniciar a carreira, a moça de 18 teve de ser emancipada. Naquela época, a profissão de aeromoça não era bem-vista por grande parte da sociedade, que não admitia jovens e solteiras trabalhando com homens, longe de casa.
Mas a família de Cláudia era entusiasmada com a aviação civil e a mãe dela não hesitou em mandá-la do Rio Grande do Sul ao Rio de Janeiro para se tornar comissária de bordo. “Acho que a ideia de trabalhar com isso estava no inconsciente, porque meu tio era da profissão desde 1964. Aquilo mexeu com meu imaginário infantil, e ficou ali guardado. Quando vi o anúncio convocando moças para trabalhar, dei uma desculpa esfarrapada para o meu chefe na época e fui fazer a seleção”, lembra a gaúcha.
Contando com três décadas de trabalho no ar, hoje, aos 59 anos, Cláudia não atua mais na área, mas pensa com carinho na profissão. “Toda mulher queria ser aeromoça! Sempre amei o que fiz. Eu realmente gostava muito. Claro que quando havia alguma doença na família eu ficava temerosa de estar longe de casa, mas nunca me arrependi”, assegura.
















http://www.correiobraziliense.com.br...-emprego.shtml
Reply With Quote
     
     
  #114  
Old Posted Dec 11, 2011, 3:42 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 6,749
Estive na sexta-feira no aeroporto, verificando as obras na praça de alimentação, e tenho novidades. No lugar, aonde funcionava as salas de cinema, vai se transforma numa mega SALA VIP.

Eu acho um absurdo, um aeroporto do porte de Brasília não disponibilizar uma SALA VIP para os paxs. A única sala vip que existe no aeroporto, eu nem preciso falar de quem é, dos POLITICOS.

E também novidades de novos vôos, conversando com a tripulação da AVIANCA, eles confirmaram para março, o vôo da BRITISH AIRWAYS para LONDRES, vai ser por enquanto, apenas um vôo semana.

E a mesma AVIANCA, vai começar no 1o trimestre de 2012 um vôo para BOGOTÁ, direto de Brasília.
Reply With Quote
     
     
  #115  
Old Posted Dec 11, 2011, 8:43 PM
salengasss salengasss is online now
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 380
Delícia... que venham mesmo, novos vôos
Reply With Quote
     
     
  #116  
Old Posted Dec 13, 2011, 7:56 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Aeronautas e aeroviários anunciam greve nacional para as vésperas do Natal


Entidades representativas dos aeronautas (tripulantes de voo) e aeroviários (funcionários de empresas aéreas que trabalham em solo) anunciaram nesta terça-feira (13) que entrarão em greve a partir do dia 22 de dezembro para exigir aumento salarial. Eles pedem reajuste de 10% e de 14% sobre o piso das categorias.

O indicativo de greve foi aprovado nas assembleias das categorias realizadas nos últimos dias. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac) –ligada à CUT (Central Única dos Trabalhadores)–, as empresas aéreas oferecem 3% de reajuste salarial e 6% de aumento sobre o piso –índice equivalente à inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

A Fentac afirma que a greve foi decidida diante da negativa das empresas aéreas em subir a proposta. "Não podemos aceitar um reajuste menor do que a inflação, porque isso significaria que os trabalhadores ganhariam menos em 2012 do que recebem hoje. Também não abrimos mão do aumento real dos salários. As empresas aumentaram as passagens em cerca de 56%”, diz Celso Klafke, presidente da Fentac.

O sindicato afirma que continua aberto a negociar com as empresas. Em 2009 e 2010, a categoria também anunciou greve para as vésperas do Natal, mas acabou retrocedendo após as empresas melhorarem suas propostas.

A reportagem está procurando representantes do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea) para comentar o caso.














http://noticias.uol.com.br/cotidiano...-do-natal.jhtm
Reply With Quote
     
     
  #117  
Old Posted Dec 13, 2011, 7:58 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is online now
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 1,797
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Aeronautas e aeroviários anunciam greve nacional para as vésperas do Natal


Entidades representativas dos aeronautas (tripulantes de voo) e aeroviários (funcionários de empresas aéreas que trabalham em solo) anunciaram nesta terça-feira (13) que entrarão em greve a partir do dia 22 de dezembro para exigir aumento salarial. Eles pedem reajuste de 10% e de 14% sobre o piso das categorias.

O indicativo de greve foi aprovado nas assembleias das categorias realizadas nos últimos dias. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac) –ligada à CUT (Central Única dos Trabalhadores)–, as empresas aéreas oferecem 3% de reajuste salarial e 6% de aumento sobre o piso –índice equivalente à inflação medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor).

A Fentac afirma que a greve foi decidida diante da negativa das empresas aéreas em subir a proposta. "Não podemos aceitar um reajuste menor do que a inflação, porque isso significaria que os trabalhadores ganhariam menos em 2012 do que recebem hoje. Também não abrimos mão do aumento real dos salários. As empresas aumentaram as passagens em cerca de 56%”, diz Celso Klafke, presidente da Fentac.

O sindicato afirma que continua aberto a negociar com as empresas. Em 2009 e 2010, a categoria também anunciou greve para as vésperas do Natal, mas acabou retrocedendo após as empresas melhorarem suas propostas.

A reportagem está procurando representantes do Sindicato Nacional das Empresas Aéreas (Snea) para comentar o caso.


http://noticias.uol.com.br/cotidiano...-do-natal.jhtm
E a mãe destes FDP vai bem né? Greve no natal é sacagem...
Reply With Quote
     
     
  #118  
Old Posted Dec 13, 2011, 7:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Se nada for feito para resolver esse entrave, vai ser um caos sem precedentes
Reply With Quote
     
     
  #119  
Old Posted Dec 15, 2011, 12:55 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
Cade aprova com restrições fusão entre TAM e LAN


Companhias poderão participar apenas de uma aliança global e terão também que fazer permuta de slot



Fusão de TAM e LAN é aprovada pelo Cade


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou com restrições a fusão entre as companhias aéreas TAM e LAN, nesta quarta-feira, que deu origem a Latam

Segundo determinou o Cade, as empresas terão que se desfazer de uma de suas alianças globais e optar apenas por uma. Elas deverão submeter ao Cade sua escolha no prazo de 15 dias a partir da formalização da opção.

O órgão antitruste também determinou que fosse feito uma permuta de slots e infraestrutura no aeroporto de Guarulhos, que permita a outra empresa operar duas frequências diárias na rota SP-Santiago-SP por meio de voos diretos.

De acordo com conselho, a permuta não pode envolver nenhum tipo de remuneração ou compensação em favor das companhias. A permuta será feita mediante contrato apreciado pelo Cade

Em setembro, a fusão entre as duas companhias recebeu sinal verde do tribunal de defesa da concorrência do Chile. A decisão, no entanto, envolveu 11 condicionantes, entre elas, a mesma imposta pelo Cade: a renúncia pelas empresas de pelo menos uma das alianças globais.

A união das duas companhias foi anunciada em agosto do ano passado. A operação dependia apenas da aprovação do órgão brasileiro para ser concluída. Juntas, as TAM e LAN devem somar sinergias de aproximadamente 3 bilhões de dólares.















http://exame.abril.com.br/negocios/e...ntre-tam-e-lan
Reply With Quote
     
     
  #120  
Old Posted Dec 15, 2011, 11:11 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,068
TAM anuncia partilha de voos com Turkish Airlines


Através das interconexões de rotas, os clientes poderão viajar para Londres e Madri, escalas do voo São Paulo-Istambul operado pela Turkish


Com o acordo bilateral, cada uma das empresas poderá comercializar assentos em determinados voos operados pela parceira

A TAM e a Turkish Airlines, que fazem parte do grupo Star Alliance, assinaram um acordo para compartilhar voos e aumentar as opções de destinos na América do Sul e na Europa.

Com o acordo bilateral, cada uma das empresas poderá comercializar assentos em determinados voos operados pela parceira, afirmou a TAM em comunicado.

O acordo prevê que, em sua fase inicial, o cliente da TAM poderá adquirir diretamente na companhia brasileira bilhetes aéreos para Istambul, enquanto os da Turkish terão a oportunidade de comprá-los para São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Foz do Iguaçu, além de Buenos Aires.

Através das interconexões de rotas, os clientes poderão viajar para Londres e Madri, escalas do voo São Paulo-Istambul operado pela Turkish.

A entrada em vigor do acordo está prevista para 2012, depois da aprovação das autoridades reguladoras dos dois países.

A TAM chega a 43 destinos no Brasil e 19 na América Latina, Estados Unidos e Europa, oferta que se amplia para 92 rotas internacionais por meio de acordos similares de voos compartilhados.

Já a Turkish integra uma rede que abrange 1.290 destinos em 189 países, por meio de voos próprios e compartilhados com outras companhias aéreas da Star Alliance.

O acordo foi anunciado um dia depois de o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ter aprovado a fusão entre a TAM e a chilena LAN, que criará a maior companhia aérea da América Latina.

A nova empresa será uma das dez maiores companhias aéreas do mundo e fornecerá serviços de transporte de passageiros e de carga a mais de 115 destinos em 23 países, através de uma frota de mais de 280 aeronaves e terá mais de 40 mil funcionários, segundo dados da própria empresa. EFE
Com o acordo bilateral, cada uma das empresas poderá comercializar assentos em determinados voos operados pela parceira, afirmou a TAM em comunicado.

O acordo prevê que, em sua fase inicial, o cliente da TAM poderá adquirir diretamente na companhia brasileira bilhetes aéreos para Istambul, enquanto os da Turkish terão a oportunidade de comprá-los para São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Foz do Iguaçu, além de Buenos Aires.

Através das interconexões de rotas, os clientes poderão viajar para Londres e Madri, escalas do voo São Paulo-Istambul operado pela Turkish.

A entrada em vigor do acordo está prevista para 2012, depois da aprovação das autoridades reguladoras dos dois países.

A TAM chega a 43 destinos no Brasil e 19 na América Latina, Estados Unidos e Europa, oferta que se amplia para 92 rotas internacionais por meio de acordos similares de voos compartilhados.

Já a Turkish integra uma rede que abrange 1.290 destinos em 189 países, por meio de voos próprios e compartilhados com outras companhias aéreas da Star Alliance.

O acordo foi anunciado um dia depois de o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ter aprovado a fusão entre a TAM e a chilena LAN, que criará a maior companhia aérea da América Latina.

A nova empresa será uma das dez maiores companhias aéreas do mundo e fornecerá serviços de transporte de passageiros e de carga a mais de 115 destinos em 23 países, através de uma frota de mais de 280 aeronaves e terá mais de 40 mil funcionários, segundo dados da própria empresa. EFE
Com o acordo bilateral, cada uma das empresas poderá comercializar assentos em determinados voos operados pela parceira, afirmou a TAM em comunicado.

O acordo prevê que, em sua fase inicial, o cliente da TAM poderá adquirir diretamente na companhia brasileira bilhetes aéreos para Istambul, enquanto os da Turkish terão a oportunidade de comprá-los para São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre e Foz do Iguaçu, além de Buenos Aires.

Através das interconexões de rotas, os clientes poderão viajar para Londres e Madri, escalas do voo São Paulo-Istambul operado pela Turkish.

A entrada em vigor do acordo está prevista para 2012, depois da aprovação das autoridades reguladoras dos dois países.

A TAM chega a 43 destinos no Brasil e 19 na América Latina, Estados Unidos e Europa, oferta que se amplia para 92 rotas internacionais por meio de acordos similares de voos compartilhados.

Já a Turkish integra uma rede que abrange 1.290 destinos em 189 países, por meio de voos próprios e compartilhados com outras companhias aéreas da Star Alliance.

O acordo foi anunciado um dia depois de o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ter aprovado a fusão entre a TAM e a chilena LAN, que criará a maior companhia aérea da América Latina.

A nova empresa será uma das dez maiores companhias aéreas do mundo e fornecerá serviços de transporte de passageiros e de carga a mais de 115 destinos em 23 países, através de uma frota de mais de 280 aeronaves e terá mais de 40 mil funcionários, segundo dados da própria empresa. EFE











http://exame.abril.com.br/negocios/e...rkish-airlines
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 5:44 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.