HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais

 

 
Thread Tools Display Modes
     
     
Prev Previous Post   Next Post Next
     
     
  #11  
Old Posted Apr 3, 2012, 1:38 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 7,043
Indústria é alternativa para reduzir dependência do DF da esfera pública


Avocação de cidade administrativa reprimiu a indústria brasiliense. Desde o nascimento da capital do país, definiu-se que a região não tinha perfil para o setor. Usando esse discurso, governos nunca priorizaram políticas de desenvolvimento e impediram, assim, a diversificação da economia local. No quarto dia da série sobre o futuro do parque fabril candango, o Correio traz o diagnóstico pragmático de especialistas: ou a cidade, enfim, desperta para a nova indústria que surge ou o mercado de trabalho poderá entrar em colapso.

Indicadores mostram como a participação das fábricas no Produto Interno Bruto (PIB) do Distrito Federal e na criação de emprego está longe de alcançar as projeções feitas pelo setor. Se não houver uma política específica nos próximos anos, o potencial da indústria corre o risco de se manter restrito ao discurso do empresariado. “Precisamos desenvolver a indústria e quebrar o paradigma de que Brasília é uma cidade única e exclusivamente administrativa. Não se trata de vaidade, mas sim de sobrevivência”, diz o economista-chefe da Federação das Indústrias do DF (Fibra), Diones Cerqueira.







http://www.correiobraziliense.com.br...-publica.shtml
__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
End
 
 
 

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 3:38 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.