HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Regionais

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #181  
Old Posted Nov 16, 2017, 7:01 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,422
Quote:
Originally Posted by fabiano View Post
"1h30 para vir e 1h30 para voltar todo dia", isso de Formosa para o Plano, então está bom.

De Santa Maria para o Plano, utilizando o BRT sai mais ou menos nesse tempo, ou até mais, com a simples diferença que é mais perto.

Acho que o maior problema de quem mora no Entorno, é o engarrafamento pesado nas BR's 020, 040 e 070. Se existisse pelo menos uma faixa exclusiva para os ônibus, amenizaria bastante essa questão, assim como a faixa da EPNB.

Vou nem citar os trens, pq sei que isso não vai ser feito nesse século.
O problema é simples de resolver, mas o GDF não resolve. Em n rodovias já passou da hora de construir marginais, veja aonde tem os gargalos no transito. Aonde tem afunilamento de pistas. Se todas seguissem o mesmo padrão, seria dificil ter engarrafamentos, pior, quando fazem viadutos meia bocas como na EPTG, todos os viadutos teriam de ter ALÇAS, sem ter necessidade de passar pelo viaduto.

Igual no caso de Aguas Claras, ali todos estamos carecas de saber, que o projeto original eram para ter 2 mega viadutos, um ligando a Avenida Castanheiras e outro ligando a Araucárias. E em sentidos únicos. Portanto um viaduto seria a saída e o outro a entrada.
Reply With Quote
     
     
  #182  
Old Posted Nov 17, 2017, 12:11 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 1,213
Acho que o último viaduto inaugurado foi o da EPNB, na entrada do Bandeirante, tirando, é claro, os do BRT.

É super urgente a construção de viaduto entre o Recanto/Riacho II e ADE AC/Riacho I.
Reply With Quote
     
     
  #183  
Old Posted Nov 17, 2017, 12:14 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,199
Quote:
Originally Posted by fabiano View Post
Acho que o último viaduto inaugurado foi o da EPNB, na entrada do Bandeirante, tirando, é claro, os do BRT.

É super urgente a construção de viaduto entre o Recanto/Riacho II e ADE AC/Riacho I.
No DF inteiro uns 30 novos viadutos resolveriam um pouco o caos do dia a dia mas vamos aguardar o novo governador pra ver se sai algo.
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #184  
Old Posted Nov 18, 2017, 3:50 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,422
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
No DF inteiro uns 30 novos viadutos resolveriam um pouco o caos do dia a dia mas vamos aguardar o novo governador pra ver se sai algo.
Em certos locais os viadutos não resolvem mais, como aquele localizado perto do Park Shopping, ali o ideal seria um tunel ou mesmo uma alça viária ligando a EPGU diretamente a EPIA. Pois o gargalo está justamente no povo que fica esperando em cima do viaduto para acessar a EPIA com destino a saída sul.
Reply With Quote
     
     
  #185  
Old Posted Dec 23, 2017, 8:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,199
Entorno DF: Prefeitura de Águas Lindas discute detalhes da formalização do Consórcio de Transporte com o GDF


Durante esta semana o secretário de transportes e mobilidade do município de Águas Lindas Vicente Manoel se reuniu com o secretário de mobilidade do Distrito Federal com o objetivo de avançar na concretização do Consórcio entre as duas entidades para a integração dos sistemas de transporte de passageiros entre Águas Lindas de Goiás e o Distrito Federal tendo o aval da ANTT.

“Estamos dando segmento à determinação do prefeito Hildo do Candango que listou como prioridade a formalização do Consórcio. Esta é uma luta do prefeito que visa à integração dos sistemas entre o município de Águas Lindas e o Distrito Federal trazendo mais benefício para a nossa população que usa diariamente o sistema rumo a Brasília para trabalhar. A ANTT já disponibilizou o instrumento jurídico para isto e estamos finalizando os detalhes para que não aja nenhum empecilho”, disse Vicente Manoel.

O encontro contou com a presença do deputado distrital Juarezão que será o interlocutor na Câmara Distrital no momento em que o projeto seguir para CDL/DF, “è uma forma de promover a justiça e melhorar a qualidade dos serviços prestados à população da Região Metropolitana de Brasília, que prestam serviços diariamente em solo candango. Eu estarei pronto para conseguir o apoio dos meus colegas de Câmara Distrital para aprovação do Consórcio”, falou o deputado.

Como presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília (Amab) e prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango, entregou ao governador Rodrigo Rollemberg proposta de criação do consórcio que possibilite a integração do Entorno ao Bilhete Único do transporte coletivo do Distrito Federal.

O evento aconteceu no Palácio do Buriti, onde foi apresentado a Rollemberg um documento de manifestação de interesse assinado por dez municípios integrantes da Amab. A proposta é que a gestão do transporte público entre o DF e os municípios do Entorno deixe de ser da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) e passe para um consórcio entre os governos de Brasília e de Goiás.

O governador Rollemberg encaminhou o documento ao secretário de mobilidade, Fábio Damasceno, que também participou da reunião. O secretário fará a análise da proposta. No encontro, Rollemberg deu exemplos de como o Bilhete Único diminuiu o custo de transporte público para moradores de Brasília.




Fonte: Prefeitura de Águas Lindas de Goiás

http://www.pensemobilidade.com.br/20...as-lindas.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #186  
Old Posted Dec 24, 2017, 1:49 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,422
Para haver integração, os ônibus do entorno terão de ter os mesmos validadores de cartão da facil. E lógico, quem irá arcar com mas essa despeça, advinha?
Reply With Quote
     
     
  #187  
Old Posted Dec 26, 2017, 11:00 AM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 1,213
Todos os municípios do entorno emergente deveria ser totalmente integrado com o transporte público do DF, utilizando os validadores do DF é claro. Facilitaria a vida de todo mundo. Mas, aí terá o problema das gratuidades e quem arcaria com esses custos.
Reply With Quote
     
     
  #188  
Old Posted Dec 26, 2017, 6:19 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,422
Quote:
Originally Posted by fabiano View Post
Todos os municípios do entorno emergente deveria ser totalmente integrado com o transporte público do DF, utilizando os validadores do DF é claro. Facilitaria a vida de todo mundo. Mas, aí terá o problema das gratuidades e quem arcaria com esses custos.
Uai NÓS...É claro.
Reply With Quote
     
     
  #189  
Old Posted Jan 4, 2018, 11:41 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,199
Entorno DF: Em três anos, transporte semiurbano perdeu quase 33% dos passageiros





Dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres - ANTT enviados pelas empresas de ônibus revelam que o sistema semiurbano do Entorno perdeu quase 18 milhões de passageiros entre 2013 e 2016.

O índice de demanda é um importante componente que permite a avaliação do atendimento do transporte semiurbano, em cada faixa horária e em cada linha. Os números referem-se ao número de validações feitas por cada usuário ao longo do itinerário, ida e volta.



A partir de 2014 não houve alteração no comportamento histórico da demanda de passageiros transportados, entretanto, o transporte semiurbano deixou de transportar significativas parcelas de usuários.

A evasão dos passageiros no Entorno pode ser atribuída à migração para o transporte individual, preço das passagens, insegurança e longo tempo de espera nas paradas. Sobre este último, surge outro problema: o transporte pirata.

Para quem mora no limite da divisa com o DF, é recorrente a utilização dos ônibus do sistema urbano de Brasília devido a uma frequência maior no atendimento e a integração do sistema por meio do Bilhete Único.

Para 2017, constam somente dados relativos ao primeiro semestre. Para uma melhor análise, quando observa-se o cenário mês a mês no período 2013-2017, identifica-se grandes oscilações na demanda transportada.



Em comparação com o mesmo período de 2016, houve uma retração de 3,5% no número de passageiros transportados. Ao considerarmos o período 2013-2017, a queda chega a 36,5%. A recessão econômica, agravada a partir de 2015, é outro fator para a queda da demanda.



Ao analisar a demanda e a quilometragem percorrida pelos ônibus no Entorno, temos o IPK - Índice de Passageiros por Quilômetro.

Este índice é relativo a produtividade de cada viagem dos ônibus, e resulta da divisão da média mensal de passageiros transportados pela média mensal da quilometragem. Quanto maior esse indicador, maior é a produtividade do serviço de transporte, ou seja, quanto mais passageiros forem transportados com menos quilometragem, melhor.

Ampliando as redes de atendimento do transporte coletivo, porém com número cada vez menor de passageiros, resulta-se em baixo IPK que, por sua vez, força para cima o valor da tarifa. Cabe destacar que as cidades do Entorno são caracterizadas em sua maioria por forte espraiamento urbano e baixas densidades populacionais, reflexo do ritmo de crescimento acelerado dos bairros que compõem estes municípios.

Quanto mais longe o transporte tem que ir, mais baixo é seu IPK, e por consequência, mais caro é o custo do serviço, e por sua vez maior será a tarifa para o usuário.

Como a operação no Entorno não é subsidiada, todos os custos do transporte são arcados unicamente pela tarifa para diretamente pelos passageiros - apesar de haver um significativo índice de gratuidades no sistema dado à sua característica metropolitana.

Ao observar este indicador de produtividade sob a ótica de quem remunera o serviço do transporte, ou seja, quem paga a tarifa cheia, temos o IPKe - Índice de Passageiros Equivalente por Quilômetro.

A partir desse índice é permitido identificar quanto de receita é gerado por linha. Isso quer dizer que o número de passageiros que utiliza o transporte é diretamente responsável pela arrecadação de receitas.

Naturalmente o índice tende a ser menor ou próximo do IPK. Quanto maior for a diferença, pior é a rentabilidade do sistema.



Uma tarifa não módica é prejudicial tanto para o operador, quanto para o usuário. Para as concessionárias, um valor alto torna o ônibus menos atrativo. Para o usuário, se o gasto mensal com transporte justificar a compra parcelada de um carro ou moto, ele não pensará duas vezes em migrar para o transporte individual.

Como o transporte semiurbano é remunerado apenas por quem paga a tarifa, a redução da demanda causa um desequilíbrio financeiro, levando a insustentabilidade do serviço, que cai em um ciclo vicioso, no qual o aumento da tarifa leva à ineficiência na prestação do serviço, que reduz a demanda, o que, por sua vez, exige novos reajustes.






http://www.pensemobilidade.com.br/20...ransporte.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #190  
Old Posted Jan 4, 2018, 9:21 PM
Mineiro Mineiro is offline
Registered User
 
Join Date: Dec 2016
Location: Brasília
Posts: 90
falando nisso a Viação Anapolina - VIAN, deixou de operar as linhas Cidade Ocidental(Jardim ABC) X Brasília, Formosa x Brasília, Formosa x Planaltina DF e Luziânia x São Bartolomeu... ela faliu e estava em recuperação judicial há alguns anos, emergencialmente entrou a Transleles na linha Luziânia x São Bartolomeu, a UTB que faz linhas da Ocidental, Valparaíso e Águas Lindas pra Brasilia pegou a Jardim ABC x Brasília, a Linha Formosa x Planaltina DF ficou com a Viação Expresso Planaltina - VEP, que fa linhas de Planaltina de GO pra o DF, e a Formosa x Brasília já tinha a Real Sul e a Araguarina(do mesmo grupo da VIAN), operando na linha e há boatos de mais uma empresa entrar nessa linha!
Reply With Quote
     
     
  #191  
Old Posted Jan 5, 2018, 2:54 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,422
Sei não, somente sei que aumento de tarifas vai rolar.
Reply With Quote
     
     
End
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Regionais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 10:53 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions, Inc.