HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #6621  
Old Posted Jul 3, 2017, 6:58 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027
Acho que a parte da oposição dos moradores do Lago fora superada. O problema é, a PMI proposta pelo consórcio Odebrecht e JC Gontijo kkkk nem precisa falar no resto né. A parte do lago será feita via tunel. O problema é... Se não é para incomodar os moradores, porque não faz logo uma ponte sem conexão com o lago ou mesmo um tunel completo. E fim de papo.
Reply With Quote
     
     
  #6622  
Old Posted Jul 5, 2017, 4:47 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027


MP pede interdição do parque Deck Sul por risco à saúde pública

De acordo com o Ministério Público do DF, água próxima à região apresenta bactéria da cólera, que pode levar à morte

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) ajuizou uma ação civil pública contra a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) pedindo a interdição do parque Deck Sul, às margens do Lago Paranoá. De acordo com os procuradores, o espaço de lazer próximo à Ponte das Garças, na L4 Sul, apresenta risco à saúde pública e à vegetação local.

O principal problema apontado pelo Ministério Público está relacionado à água da região. Segundo a ação, o mineral localizado próximo à área do parque possui alta concentração da bactéria Vibrio cholerae, causadora da cólera. A presença dos germes causa riscos à saúde de quem entra em contato com a água e pode levar à morte.

“Tanto levantamentos periódicos realizados pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) quanto os realizados pelo próprio empreendedor atestam a má qualidade da água no local do empreendimento, o que coloca em risco a população de usuários daquela região”, afirma o promotor Roberto Carlos Batista, responsável pela ação civil pública.

Outro problema que traz perigo aos usuários é a existência de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Caesb a alguns metros do Deck Sul. Segundo o Ministério Público, além do forte mau cheiro que infesta o parque, a proximidade com a estação de esgoto expõe frequentadores a estruturas mal conservadas e com risco de erosão.

Risco de acidente
De acordo com a ação, há risco até de que parte do parque se torne inutilizável. “Não há nenhuma proteção ou barreira física que impeça a queda dos pedestres em um eventual acidente, de forma que existe real risco na utilização dessas estruturas. Além de ser uma mera questão não muito longa de tempo para que essa via sucumba ao avanço do processo erosivo, sem que medidas de contenção sejam adotadas”, afirma o MPDFT.

O promotor Roberto Carlos Batista afirma ainda que a Novacap foi “negligente” durante a instalação do parque e não cumpriu condições essenciais para a proteção ambiental na área do Deck Sul. Além disso, pleiteia que a empresa seja condenada a executar cláusulas estabelecidas na licença prévia e na licença de instalação do parque.

A 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema) quer a interdição do parque até que sejam tomadas as medidas necessárias e sugere a determinação de multa no valor de R$ 500 mil por dia em caso de descumprimento. O órgão pede ainda que a Novacap seja condenada a sanar os problema apontados e que o Ibram suspenda a concessão de novas licenças ambientais até a solução de todas as irregularidades.


Sem licença

Essa não é a primeira vez que o Deck Sul é alvo do MPDFT. Em junho do ano passado, a Prodema instaurou inquérito civil público para avaliar a instauração do empreendimento. Segundo o Ministério Público, a medida foi tomada após a descoberta de que a licença de instalação foi concedida sem que informações prévias e imprescindíveis para garantia da viabilidade de implantação do empreendimento fossem atendidas.

Em setembro, a Prodema expediu recomendação que propôs ao Ibram a adoção de medidas administrativas para solucionar os problemas detectados. De acordo com o MPDFT, no entanto, as providências tomadas pelo órgão foram insuficientes para sanar os danos apontados. Apesar das irregularidades, o Deck Sul foi inaugurado em 28 de maio de 2017 sem a licença de operação. O documento foi requerido em 2 de junho de 2017 e permanece em processo de análise pelo Ibram.

Acionada pelo Metrópoles, a Novacap afirmou que aguarda ser comunicada oficialmente para apresentar todas as informações necessárias diretamente ao MPDFT. A empresa alega ainda que “que executou a obra de acordo com a legislação vigente” e que “realizou ainda o plantio de 70 mil m² de grama no local para evitar erosão e de 680 mudas de árvores — a maioria nativa do Cerrado. Além disso, construiu um dissipador de água pluvial no local para evitar danos”.

Já o Ibram disse, em nota, que “tem mantido diálogo constante com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) sobre as ações no Deck Sul e a Novacap aguarda a notificação oficial sobre a ação para apresentar as informações necessárias diretamente ao MPDFT”.


Deck Sul

Desde a inauguração, o Deck Sul recebe cerca de 6 mil pessoas por semana. O espaço possui 77 mil metros quadrados (sendo 7,4 mil de calçadas), ponto de encontro comunitário, circuito com equipamentos para ginástica, quadras de vôlei e poliesportiva, parques infantis, ciclovia e pista de cooper. Há também um deck de madeira com 551 metros de comprimento.

O parque faz parte do projeto de revitalização da orla do Lago Paranoá e custou R$ 10.733.370,10 aos cofres públicos. O dinheiro foi fruto de um convênio entre a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e a Novacap. (Com informações do MPDFT)

Fonte: http://www.metropoles.com/distrito-f...-saude-publica
Reply With Quote
     
     
  #6623  
Old Posted Jul 5, 2017, 4:48 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027
Eu falei para não esquecer de ir para o Deck Sul com protetor solar, desodorizador e agora repelente. kkkkk

E tem gente inocente falando que foi lá e não sentiu o cheiro de lá, então estava com máscaras ou nariz entupido.
Reply With Quote
     
     
  #6624  
Old Posted Jul 6, 2017, 12:12 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027
Opa olha o trecho que diz, que as obras do Deck Sul causaram ou podem causar assoreamento do lago paranoá. Olha que interessante, a alguns anos atrás, pessoas afirmaram que era IMPOSSIVEL ocorrer assoreamento as margens do lago. O assoeramento era causado somente nos seus afluentes.

Com a verdade o MP é lógico.
Reply With Quote
     
     
  #6625  
Old Posted Jul 14, 2017, 10:09 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 11,923
VETO AO FUNDO CONSTITUCIONAL LEVARIA DF A COLAPSO, DIZ SECRETÁRIO DE FAZENDA


TCU ANALISA SE GDF PODE USAR RECURSO PARA PAGAR SERVIDORES INATIVOS


O Tribunal de Contas da União (TCU) analisa uma auditoria para verificar se o governo do Distrito Federal pode usar parte do Fundo Constitucional para pagar aposentados das áreas da saúde e da educação.
O secretário interino de Fazenda, Wilson de Paula, critica a análise e diz que se o GDF for impedido de usar esse recurso para pagar os servidores inativos poderá ocorrer um colapso financeiro na capital.

De Paula lembrou que a prática existe desde que o fundo foi criado há 14 anos. “Uma mudança que não leve em consideração esse histórico, certamente levará o DF a um colapso financeiro”, declarou o secretário durante uma audiência pública na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, da Câmara dos Deputados, que ocorreu nesta quinta (13).

O procurador da Procuradoria-Geral do DF (PGDF) Marcelo Fernandes, que também participava da reunião, destacou que não há razões para o veto do procedimento pelo TCU. “O servidor inativo foi um prestador de serviço e, por isso, a Procuradoria-Geral do DF tem defendido que os recursos do Fundo Constitucional possam custeá-los.”








http://www.diariodopoder.com.br/noti...?i=83805643680
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6626  
Old Posted Jul 15, 2017, 9:14 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027
Ele tem tomar cuidado, se o povo brasileiro ainda quer pagar por esse fundo... No fundo o povo não quer. Pois bilhões são jogados no fundo e nada de melhoria acontece.
Reply With Quote
     
     
  #6627  
Old Posted Jul 17, 2017, 2:09 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027
Noticia meia doida...



Justiça do DF decreta falência do Hospital São Lucas

Decisão atende ao pedido de uma credora do hospital que não conseguiu receber valores devidos pela instituição


Dois anos após fechar as portas, o Hospital São Lucas, localizado na 715/915 Sul, teve a falência decretada. A decisão é da juíza Tatiana Iykiê Assao Garcia, da Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Distrito Federal, e atende ao pedido de uma credora do hospital que não conseguiu receber valores devidos pela instituição.

Na ação, a empresa afirmou que foi obrigada a encerrar as atividades em 2015, antes do pedido de falência, o que suspenderia a obrigação de pagar a dívida. Segundo o hospital, o encerramento das atividades foi fruto de uma ação de despejo patrocinada pelo locador do imóvel, portanto, por motivo alheio a sua vontade.

Para a juíza, no entanto, o despejo não justificava o inadimplemento. A magistrada esclareceu na sentença que o hospital foi intimado no ano de 2014 a desocupar o imóvel e permaneceu com suas atividades no local até junho de 2015, pouco mais de um ano antes do ajuizamento da ação.

Segundo Tatiana, “não há que se falar em surpresa ou encerramento abrupto de suas atividades, nem em encerramento de suas atividades mais de dois anos antes do pedido de falência”.

“Assim, diante da prova dos autos, que demonstra a existência do crédito da parte autora, a intimação da ré para pagamento e sua tríplice omissão, pois não pagou, não depositou, nem nomeou bens suficientes à penhora, entendo presentes requisitos legais, razão pela qual a decretação da falência se torna imperativa”, concluiu a magistrada. (Com informações do TJDFT)

Fonte: http://www.metropoles.com/distrito-f...ital-sao-lucas
Reply With Quote
     
     
  #6628  
Old Posted Jul 17, 2017, 2:12 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027
Muito estranho, encerraram o funcionamento do hospital e pouco tempo depois, veio a demolição. Interessante, que conheço vários prédios que fizeram o mesmo pedido a anos no GDF e até hoje não tiveram resposta. Detalhe, da mesma forma que existe burrocracia para construir, existe para demolir. E aí que está o ponto.

Aí tem, inclusive se mexer a fundo, iremos encontrar que a atual construtora que vai edificar um prédio no lugar, com certeza fez doações para .... melhor deixar quieto.
Reply With Quote
     
     
  #6629  
Old Posted Jul 17, 2017, 11:34 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 17,027
Acho que micou a construção da nova sede da Globo em Brasília, pior, a empreiteira contratada está enrolada na Lavajato a Odebrecht...















Reply With Quote
     
     
End
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 4:43 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions, Inc.