HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #501  
Old Posted Jun 22, 2012, 1:22 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Indonésia anuncia fuzilamento de brasileiro condenado por tráfico




A governo da Indonésia autorizou a execução do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, 50 anos, condenado à morte por tráfico internacional de drogas em 2004. Segundo declaração do procurador Andi Konggasa ao jornal The Jakarta Post na quarta-feira, o brasileiro e outros dois estrangeiros deverão enfrentar o pelotão de fuzilamento nos próximos dias.

"Nós preparamos para a execução, em coordenação com os ministérios relevantes, as embaixadas e as famílias", disse o procurador. Moreira foi detido por contrabando de cocaína em 2004. Além dele, dois paquistaneses devem ser executados pelo tráfico de heroína.

Segundo Andi, os acusados tiveram direito total à defesa. "Eles assumiram todos os tipos de esforços legais para reduzir a sentença, a partir de admissão dos recursos e pedidos de revisão de caso com o Supremo Tribunal Federal para pedir um perdão presidencial, mas não adiantou", disse.

O procurador disse que os presos tinham apresentado os seus últimos desejos antes da execução. Os dois paquistaneses pediram uma chance para rever seus familiares, enquanto o brasileiro pediu uma garrafa do uísque Chivas Regal.

"Nós apresentaram os seus pedidos finais ao Gabinete do Procurador-Geral e ainda estamos aguardando a resposta, bem como a confirmação de onde será a execução, que deverá ocorrer no mês que vem", completou Andi Konggasa.
Marco é um dos 25 estrangeiros no corredor da morte.

Entre os que esperam a ordem de execução está outro brasileiro, o paranaense Rodrigo Goularte, 39 anos, que foi preso em 2004 com 6 kg de cocaína dentro de pranchas de surf. Goularte foi condenado à morte em 2005 e a única chance que ele tem de não ser levado ao fuzilamento é conseguindo o perdão presidencial.

A prisão

Marco Archer Cardoso Moreira foi preso na Indonésia, em agosto de 2003, depois que autoridades locais encontraram 13,7 quilos de cocaína escondidos na armação de um paraglider em sua bagagem. O brasileiro chegou ao país em um voo da companhia holandesa KLM e, quando autoridades pediram para ver seu passaporte, ele fugiu.

O fato intrigou os funcionários da alfândega, que abriram as sete malas dele e acabaram descobrindo 19 pequenos pacotes contendo um pó branco escondidos no paraglider - o pó foi posteriormente identificado como cocaína. O brasileiro, descrito por autoridades de segurança indonésias como um "courier" de um grupo internacional de tráfico de drogas, foi capturado após 16 dias foragido.

Pedido de clemência

Em 2005 o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tentou interceder junto ao governo indonésio para evitar a execução dos brasileiros. Em seu pedido de clemência, o presidente argumentou que o Brasil considera o tráfico de drogas um crime grave, mas não prevê a pena de morte para nenhuma espécie de delito.

Apesar dessa e de outras tentativas do governo brasileiro, a pena contra Archer foi mantida. Caso fosse aceito o pedido de clemência, o brasileiro deveria cumprir prisão perpétua.

Em 2010, Lula fez um pedido ao presidente da Indonésia pela anulação da pena de morte para Rodrigo Goularte. "Eu já falei com o presidente da Indonésia duas vezes sobre a pena de morte de um brasileiro que tinha lá uma prancha cheia de cocaína. Ele está condenado à morte, está no corredor da morte, eu já falei duas vezes com o presidente da Indonésia, possivelmente por isso ele ainda não tenha sido morto", afirmou o presidente na ocasião.

A data da execução do de Marco Archer ainda não foi definida pelo governo indonésio.












http://noticias.terra.com.br/brasil/...r+trafico.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #502  
Old Posted Jun 22, 2012, 10:42 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Petrobras sobe preço da gasolina em 7,83%; alta não deve chegar ao consumidor



A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (22) um reajuste de 7,83% nos preços da gasolina e de 3,94% no do diesel. Em seguida, o governo zerou tributos sobre os combustíveis, para evitar que o aumento chegue às distribuidoras e aos consumidores.

O reajuste da Petrobras é válido nas refinarias, a partir de 25 de junho, e considera os preços da gasolina e do diesel sem os tributos federais Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) e PIS/Cofins, nem o tributo estadual ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

A Petrobras fez o comunicado no começo da noite desta sexta e, logo em seguida, o Ministério da Fazenda divulgou uma nota anunciando que zerou a alíquota da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) incidente na venda da gasolina e do óleo diesel.

De acordo com nota divulgada pelo Ministério da Fazenda, os preços, com impostos, cobrados das distribuidoras e pagos pelos consumidores não terão aumento.

Segundo a estatal, "esse reajuste foi definido levando em consideração a política de preços da companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo".

A Petrobras divulgou na semana passada um plano de negócios com investimentos de US$ 236,5 bilhões para o período 2012-2016, contando com reajuste nos preços dos combustíveis para torná-lo viável.

Aumento de combustíveis foi assunto nos últimos dias
A possibilidade de aumento nos combustíveis foi comentada por representantes do governo e da Petrobras nesta semana, após o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, ter recuado ao afirmar que o ajuste nos preços de combustíveis está "sempre em análise". Na semana passada, ele havia descartado qualquer aumento.

Na sexta-feira passada, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, afirmou que o plano de negócios da estatal para o período de 2012 a 2016 só será viável se houver aumento nos preços dos combustíveis.

Plano de negócios
A Petrobras divulgou, na última semana, seu novo plano de negócios para o período entre 2012 e 2016, de US$ 236,5 bilhões.

A estatal aumentou em 5,25% os investimentos em relação ao plano anterior (2011 a 2015), de US$ 224,7 bilhões, mas cortou as metas de produção de petróleo e gás.

Agora a Petrobras espera alcançar a produção de 3,3 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe) em 2016, volume 18% menor que a produção de 3,99 milhões de boe prevista para 2015, segundo o plano anterior.

Para 2020, o novo programa de investimentos prevê produção total de 5,7 milhões barris de óleo equivalente/dia considerando os ativos no exterior, volume 10% menor que os 6,4 milhões de boe previstos anteriormente para o mesmo período.

A empresa espera manter o nível de produção de petróleo em 2012 e 2013 em linha com 2011, cuja meta de produção era de 2,1 milhões de barris diários (bpd) no Brasil. A estatal, porém, não cumpriu esta meta e produziu 2,02 milhões de barris/dia no ano passado. Até 2015 a Petrobras prevê acréscimo de 1,2 mi bpd em sua capacidade de extração atual.

A área de exploração e produção de petróleo e gás natural concentrará o maior volume de investimentos, de US$ 141,8 bilhões, equivalente a 60% do total. No plano anterior estavam destinados US$ 127,5 bilhões.

O segmento de refino, que tem causado prejuízos à estatal devido ao crescimento da importação de gasolina, sofreu um corte de 5,1 bilhões de dólares. Terá US$ 65,5 bilhões, ou 27,7% do total, contra US$ 70,6 bilhões, ou 31% do investimento total, do plano passado.

As áreas de Gás e Energia, Petroquímica e Biocombustíveis se mantiveram com os níveis de investimentos semelhantes aos previstos anteriormente.










http://economia.uol.com.br/ultimas-n...el-em-394.jhtm
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #503  
Old Posted Jun 26, 2012, 9:44 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Hungria baixa idade penal para 12 anos em casos de crimes graves



Crianças poderão ser condenadas a quatro anos de internamento (Foto: Suzanne Tucker)


O Parlamento húngaro aprovou uma reforma do Código Penal, nesta segunda-feira (25), que baixa a idade penal de 14 para 12 anos em casos de crimes contra a vida e a integridade física. A informação é da Agência EFE.
A nova legislação, aprovada com os votos dos deputados do partido conservador Fidesz, entrará em vigor a partir de 2013, informou a imprensa local hoje.

O escritório local do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) reprovou a decisão do parlamento húngaro. Em comunicado, a organização diz que a Hungria “viola gravemente o Acordo de Direitos de Menores da ONU”.

Dez organizações civis também protestaram contra a aprovação da lei, segundo o site húngaro Politics.hu. Para elas, o fato de a medida responsabilizar crianças sem qualquer tipo de assistência ou reabilitação é “cínico, perigoso e coloca em risco o futuro delas”.

Segundo a legislação, as crianças a partir de 12 anos poderão ser condenadas com máximo de quatro anos de internamento em centros específicos para menores.

O novo código também endurece a lei contra injúrias aos símbolos nacionais, como a chamada “Santa Coroa”, que foi usada pelos reis húngaros e ainda hoje é considerada um símbolo da história da Hungria pela direita e pelos nacionalistas, apesar do país ter se tornado uma República em 1918. Essa modificação, que se une à proteção ao hino, à bandeira e ao escudo nacionais, foi proposta pelo partido ultranacionalista Jobbik e respaldada pelo Fidesz.







http://colunas.revistaepoca.globo.co...crimes-graves/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #504  
Old Posted Jun 28, 2012, 9:05 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Bradesco pode estar negociando compra do BMG



Segundo blog do Estadão, banco estaria negociando controle do concorrente mineiro. BMG nega informação



Bradesco: BMG seria alvo de uma possível aquisição


O Bradesco pode estar negociando a compra do banco mineiro BMG, segundo informações do blog de Sonia Racy, do jornal O Estado de S. Paulo. De acordo com o jornal, Bradesco não comenta o assunto e o BMG, que não possui ações em bolsa, nega a informação.

Em 2009, o Bradesco havia assinado um acordo para compra de parte da carteira de crédito do BMG de acordo com a necessidade do banco mineiro. Na época, o Bradesco afirmava não haver prazo e nem volume estipulado para cada transferência de recursos para a carteira do banco.

Em março, o BMG já havia sido rebaixado pela agência de classificação de risco Fitch Ratings de BB- para B em moeda estrangeira e de A- para BBB na escala local. O rebaixamento reflete a preocupação do mercado com a liquidez do banco após a compra do Banco Schahin, em abril do ano passado, por 250 milhões de reais. O Fundo Garantidor de Crédito (FGC) intermediou a negociação entre os dois bancos porque o Schahin enfrentava problemas de capital.








http://exame.abril.com.br/negocios/e...-compra-do-bmg
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #505  
Old Posted Jun 28, 2012, 11:18 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,230
Empresas de Eike Batista encolheram R$ 13 bilhões em dois dias
Brasileiro é chamado de "o maior perdedor do ano" pela Forbes, revista que o classificou como 7o mais rico do mundo em março e que agora o coloca "apenas" como 46ª fortuna

As empresas de Eike Batista perderam mais de R$ 4,7 bilhões, ou 12,6% de seu valor de mercado na Bovespa de ontem para hoje, até as 16 horas. Em dois dias, as empresas de Eike já encolheram R$ 13 bilhões (cerca de US$ 6,2 bilhões), o que deve fazer o empresário perder mais algumas posições no ranking dos maiores bilionários do mundo.

O site da Forbes, que organiza a famosa lista de bilionários, já chama Eike Batista de "o maior perdedor do ano" por ter visto evaporar 50% de sua fortuna. Se em março, Eike era o sétimo mais rico do mundo, os novos cálculos da publicação excluem o brasileiro das 10 primeiras posições do mundo, caindo para a 46º posição.

Mercados: Eike e bancos fazem Bovespa levar outro tombo

Nesta quinta-feira, a OGX ON caiu 19,20%, para R$ 5,05, liderou as perdas do Ibovespa e respondeu por 14% do volume da bolsa, com R$ 822 milhões. Em dois dias, o papel já afundou 39,7%. Ainda no grupo de Eike, MMX ON (-17,08%, a R$ 5,00) e LLX ON (-8,07%, a R$ 2,05) figuraram novamente entre as principais perdas do índice.

Os papéis das companhias “X” continuam bastante pressionados, em uma clara crise de confiança dos investidores com o empresário, provocada pela decepção causada pelo anúncio, na terça-feira à noite, da produção de petróleo no campo de Tubarão Azul (antigo Waimea) pela OGX, em volume muito inferior ao esperado pelo mercado.

Segundo operadores, as ações da OGX estão disparando ordens de “stop loss” (venda a qualquer preço para limitar perdas) devido à forte queda. Os estrangeiros mais uma vez lideram as vendas. O ranking das corretoras mostrava, às 15h30, o Goldman Sachs como maior vendedora líquida do ativo, com R$ 46 milhões, seguida por Morgan Stanley (R$ 27,7 milhões) e J.P. Morgan (R$ 25 milhões). Entre os compradores líquidos estavam as corretoras Itaú (R$ 30 milhões), XP (R$ 24 milhões) e Citi (R$ 15 milhões).

* Com Valor Online
Fonte: http://economia.ig.com.br/mercados/2...dois-dias.html
Reply With Quote
     
     
  #506  
Old Posted Jun 28, 2012, 11:20 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,230
Eu duvido que mister Eike vai conseguir subir nesse ranking tão cedo, quem sabe lá por volta de 2100. Ainda mais trabalhando com comodites, ontem estavam em alta, e hoje, estão com os preços despencando.

Então o castelo de baralho do figura, desmanchou, e eu cantei a pedra, quando estava no outro forum.
Reply With Quote
     
     
  #507  
Old Posted Jun 29, 2012, 8:06 AM
M.K. M.K. is offline
BANNED
 
Join Date: Jan 2007
Location: §¡კ₪@דч®ɛ€...۩™ -> աաա
Posts: 3,936
Gostei da notícia dos brasileiros serem fuzilados por tráfico de droga. Já deveriam ter sido mortos. E o governo da Indonésia está plenamente correto. E acho que no Brasil tráfico de droga e outros crimes deveriam também ter pena de morte. Neste mundo nao deva ter lugar para criminoso. A qualidade dos humanos tem que ser melhor. Por exemplo, quem faz grafitismo, deveria ter as maos cortadas em segunda instância ou os olhos pichados. Sou a favor do país que dá chicotada nesses elementos.
________________________________________________________________________________________________________________________

A CPTM recebe as 4 novas locomotivas da EIF - EIF 2000. http://www.scoop.it/t/brasil-noticia...omenda-da-cptm



Quote:
Tenino-based Sygnet Rail Technologies has entered an agreement with a Brazilian locomotive maker to supply power modules and control systems for new locomotives for Sao Paulo’s rail transit system.
The initial orders is for four EIF locomotives with options for additional locomotives.
EIF2000 locomotive powered by Tenino-built engine module
Sygnet Rail Technologies is the new moniker for the former Global Locomotives. Sygnet operates in a rail maintenance facility leased from Tacoma Rail.
Sygnet has roots tracing back to a former Tacoma Tideflats rail equipment builder and repair facility, Coast Engine and Equipment Co. That company closed down at the beginning of the recession when orders for locomotive overhauls disappeared as rail traffic declined.
Executives from CEECO then formed Global, which subsequently became Sygnet.
Sygnet will supply EIF with power modules that contain a Cummins engine, an alternator for generating electric power for the locomotives’ electric propulsion motors, a cooling system, dynamic brake system and control systems.
The Sygnet modules, the company said, are equipped with an advanced telematics and reporting system that will allow remote monitoring of the locomotive’s location and the health of its components.
The modules are designed to use less fuel and produce fewer emissions than the locomotives they will replace.
The Sao Paulo Metropolitan Train Company has six routes, 89 stations and 162 route-miles of track. It carries 1.7 million passengers a day
Read more here: http://blog.thenewstribune.com/busin...#storylink=cpy

Last edited by M.K.; Jun 29, 2012 at 11:10 AM.
Reply With Quote
     
     
  #508  
Old Posted Jun 29, 2012, 9:15 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
População evangélica passa de 15,4% para 22,2% em 10 anos e alcança 42,3 milhões de fiéis em 2010


Dados do Censo Demográfico 2010, divulgados nesta sexta-feira (29), mostram que a população evangélica no Brasil passou de 15,4% da população brasileira para 22,2%, o que dá um crescimento de 6,8 pontos percentuais nos últimos dez anos, e atualmente representa 42,3 milhões de pessoas --sendo esta a segunda religião com o maior número de adeptos no país.

A pesquisa também indica aumento da população espírita, que hoje é de 3,8 milhões, e das pessoas que se declararam sem religião (aproximadamente 15 milhões).

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o aumento no número de evangélicos é proporcional ao crescente declínio da religião católica, que perdeu 9,4% de fiéis em relação ao Censo de 1991.

Ainda assim, o catolicismo é predominante no país: são mais de 123 milhões de pessoas (64,6% da população brasileira; até 2000 eram 73,6%). O Brasil é considerado o maior país do mundo em números de católicos nominais.



Até o início da década de 90, os evangélicos representavam apenas 9% do contingente populacional, dos quais a maioria de origem pentecostal. Com a expansão das igrejas evangélicas pelo país e a veiculação de programas religiosos nas emissoras de televisão, tal índice subiu 44,16%.

A maior concentração de evangélicos foi registrada em Rondônia (33,8%), e a menor no Piauí (9,7%). A pesquisa mostra ainda que 60% são de origem pentecostal, 18,5%, evangélicos de missão e 21,8 %, evangélicos não determinados.

Os religiosos consideram que o Brasil possui a maior concentração mundial de evangélicos de origem pentecostal.

Já em relação aos evangélicos em geral --o que inclui o protestantismo--, o primeiro lugar do ranking é ocupado pelos Estados Unidos, onde mais da metade da população é adepta da religião (mais de 155 milhões de pessoas).

Espíritas e pessoas sem religião
Os espíritas, por sua vez, que passaram de 1,3% da população, em 2000, para 2%, em 2010 --um aumento de cerca de 1,5 milhão de pessoas. O aumento mais expressivo foi observado na região Sudeste, cuja proporção passou de 2% para 3,1% nos últimos dez anos.

Segundo os dados do IBGE, o Rio de Janeiro é o Estado com o maior índice de pessoas que se declararam espíritas, com 4%, seguido de São Paulo (3,3%), Minas Gerais (2,1%) e Espírito Santo (1%).

O Censo 2010 também registrou aumento entre a população que se declarou sem religião. Em 2000 eram quase 12,5 milhões (7,3%), ultrapassando os 15 milhões em 2010 (8,0%). Os adeptos da umbanda (407 mil) e do candomblé (167 mil) mantiveram-se em 0,3% em 2010.

Declínio do catolicismo
Embora o perfil religioso da população brasileira mantenha, em 2010, a histórica maioria católica, esta religião vem perdendo adeptos desde o primeiro Censo, realizado em 1872.

Em aproximadamente um século, a proporção de católicos na população brasileira variou 7,9 pontos percentuais, reduzindo de 99,7%, em 1872, para 91,8% em 1970. Desde então, os dados censitários do IBGE mostram que a religião passa por uma fase de declínio: nos últimos dez anos, os católicos passaram de 73,6% para 64,6%.

Esta redução no percentual de católicos ocorreu em todas as regiões, mantendo-se mais elevada no Nordeste (de 79,9% para 72,2% entre 2000 e 2010) e no Sul (de 77,4% para 70,1%). A maior redução ocorreu no Norte, de 71,3% para 60,6%, ao passo que os evangélicos, nessa região, aumentaram sua representatividade de 19,8% para 28,5%.

O menor percentual de católicos foi encontrado no Estado do Rio de Janeiro: 45,8% em 2010. O maior percentual pertence ao Piauí, com 85,1%.











http://noticias.uol.com.br/cotidiano...es-em-2010.htm
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #509  
Old Posted Jun 30, 2012, 9:26 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Mais espaço para os ambulantes nas ruas




Camelôs podem garantir direitos com ação na Justiça



A decisão judicial iria levar em conta o direito que têm os profissionais após a assinatura do Termo de Permissão de Uso (TPU)


Os camelôs podem ganhar novo espaço nas ruas do Distrito Federal se o Sindicato do Comercio de Vendedores Ambulantes decidir ingressar na Justiça tomando por base uma decisão de um tribunal paulista que liberou o trabalho deles nas ruas da cidade de São Paulo. Essa decisão partiu dos 25 desembargadores que compõem o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo que estenderam o direito àqueles que têm o Termo de Permissão de Uso (TPU).

A sentença foi divulgada na quarta-feira quando os ambulantes paulistanos fizeram uma vigília em frente ao Tribunal de Justiça para acompanhar o julgamento do recurso impetrado pela Defensoria Pública contra a decisão do presidente do tribunal, desembargador Ivan Sartori, que impedia a atividade da categoria. Cerca de duas mil pessoas, de acordo com o Sindicato dos Permissionários em Ponto Fixo nas Vias e Logradouros Públicos de São Paulo tiveram o TPU cassado com a revogação do


Foto: Brito/Cedoc
As áreas para a comercialização de mercadorias seriam preestabelecidas pelo GDF

decreto municipal que regulamentava a atividade dos ambulantes, em 19 de maio. Procurada pela repórter da Agência Brasil, Elaine Patricia Cruz, que também fez a matéria acerca daquela decisão, a Prefeitura de São Paulo respondeu que só vai se manifestar sobre a decisão após ser notificada oficialmente.



Direito é assegurado para poucos que atuam no setor
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #510  
Old Posted Jul 2, 2012, 5:00 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Estatais dominam lista das maiores empresas do Centro-Oeste




Ranking da edição especial Melhores e Maiores de EXAME mostra concentração de empresas do Distrito Federal



Correios: estatal é a maior empresa do Centro-Oeste

As estatais dominam o ranking de maiores empresas do Centro-Oeste, segundo o ranking da edição especial Melhores e Maiores de EXAME. Das dez empresas que lideram a lista, sete são controladas pelo governo.

A predominância mostra a influência do governo federal na economia da região. Das sete empresas sediadas no Distrito Federal presentes na relação, a operadora de telefonia Oi é a única companhia privada.

Confira, a seguir, as maiores empresas do Centro-Oeste:


Ranking Empresa Controle Vendas Líquidas (R$ bi)
1 E.C.T. Estatal 13,6
2 Oi Brasileiro 7,7
3 Itaipu Estatal 6,9
4 Eletronorte Estatal 4,3
5 Amaggi Brasileiro 4,1
6 Infraero Estatal 3,6
7 Panarello Alemão 3,6
8 Casa da Moeda Estatal 2,7
9 Eletrobras Estatal 2,5
10 Celg Estatal 2,2










http://exame.abril.com.br/negocios/e...o-centro-oeste
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #511  
Old Posted Jul 2, 2012, 11:21 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Dilma compra tudo




Governo antecipa compras para estimular a indústria, gasta R$ 8,4 bilhões e reduz a TJLP. Saiba quem ganha com isso.


A previsão do Banco Central, na quinta-feira 28, deu o tom do que se pode esperar para este ano de 2012: a expansão da economia foi reduzida de 3,5% para 2,5%, em linha com as expectativas do mercado. Alarmada com a atividade mais fraca e convicta da necessidade de se aumentar os investimentos, a presidenta Dilma Rousseff já havia decidido que era hora de o governo usar sua influência para estimular as empresas nacionais. Numa cerimônia no Salão Nobre do Palácio do Planalto com empresários, governadores e prefeitos na quarta-feira 27, Dilma anunciou o PAC Equipamentos, que inclui compras de caminhões, máquinas agrícolas e veículos blindados para as Forças Armadas (veja quadro ao final da reportagem). No total, o governo vai gastar R$ 8,4 bilhões no segundo semestre.


A presidenta fala a empresários no planalto, na quarta-feira 27: "Nós temos mecanismos
para enfrentar a crise, e vamos usá-los sem nenhuma restrição".

Uma parte dos recursos já estava prevista, mas R$ 6,6 bilhões estão sendo antecipados de orçamentos futuros. “Uma política de compras governamentais é, neste momento, sobretudo uma afirmação de que nós temos mecanismos para enfrentar a crise, e vamos usá-los sem nenhuma restrição”, afirmou a presidenta. No dia seguinte, foi a vez da agricultura, com R$ 115,2 bilhões de financiamento para plantio, armazenamento e comercialização da safra 2012/2013. Os juros, que no ano passado estavam em 6,75%, caíram para 5,5%. E, para coroar o pacote de bondades, o governo ainda renovou o IPI menor para a linha branca, móveis e outros itens cuja validade terminaria na virada do mês. Além dos estímulos a setores específicos, outra decisão ajudará praticamente todas as empresas que investiram nos últimos anos e as que pretendem colocar o pé no acelerador.

A Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), que remunera os financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), caiu dos atuais 6% para 5,5% ao ano, que na prática se aproxima de uma taxa real zero. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que a medida vai beneficiar tomadores de R$ 480 bilhões em financiamentos do banco. “É mais um passo na redução dos custos de capital no Brasil”, disse o presidente do BNDES, Luciano Coutinho. “É um incentivo positivo para a taxa de retorno dos projetos, especialmente de infraestrutura e de longa maturação.” O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, elogiou a política de desoneração dos investimentos. “É isso que vai manter os empregos e fazer o País se desenvolver”, diz Andrade.

O pacote de compras oficiais representa apenas 1% de todo o investimento do ano passado. Mas é uma peça importante numa série de medidas contra-cíclicas que o governo tem tomado para espantar a crise que vem de fora. Entre os empresários, a repercussão foi positiva. Vários setores vinham buscando a atenção do governo por causa da forte concorrência dos importados. É o caso dos fabricantes de equipamentos médicos, que poderão oferecer produtos até 25% mais caros que os importados nas licitações do Ministério da Saúde. “Foi extremamente positivo, mas o impacto não é imediato”, diz Paulo Fraccaro, vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo). “Esperamos uma recuperação no próximo ano.”



José Martins, da Marcopolo: "Vai dar uma sacudida na demanda".


ATAQUE NA DEFESA Outro setor beneficiado é o de defesa, que terá direito a R$ 1,5 bilhão para aquisição de materiais para as Forças Armadas. O valor terá impacto, principalmente, sobre duas empresas, a Avibrás e a Iveco, que fabricam, respectivamente, o lança-mísseis Astro 2020 e o blindado Guarani. “Essa encomenda nos dá escala e garante um bom horizonte de produção”, diz Alexandre Bernardes, gerente de relações governamentais do Grupo Fiat, dono da Iveco, que inaugura uma fábrica em outubro em Sete Lagoas, em Minas Gerais. Quem também ganha fôlego com as medidas são os fabricantes de ônibus, que amargavam queda de 9,9% nas vendas nos primeiros cinco meses deste ano.

Segundo José Martins, vice-presidente da Marcopolo e presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Ônibus, as empresas previam vender 33 mil unidades neste ano, meta que será facilmente superada com a compra de 8.570 ônibus escolares previstos no PAC. “É 25% a mais do que prevíamos”, diz Martins. “Vai dar uma sacudida na demanda.” Os fabricantes de móveis, por sua vez, aguardavam ansiosamente a prorrogação do IPI zero para o setor, pois a desoneração ainda não tinha surtido o efeito esperado. “Os estoques estavam muito elevados quando o governo editou a medida, em março”, diz José Luiz Fernandez, presidente da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel). O setor de eletrodomésticos também não abre mão da redução do IPI da linha branca.

O incentivo fiscal é considerado imprescindível pelos empresários para compensar, ao menos parcialmente, a retração do crédito. Confiante na retomada econômica, o vice-presidente de Relações Institucionais da Whirlpool, Armando do Valle Jr., mantém os investimentos previstos no Brasil. “Lançamos um produto a cada duas semanas”, diz Valle. “Não posso divulgar o volume de investimentos, mas garanto que é maior do que o do ano anterior.” O otimismo da Whirlpool, que detém as marcas Brastemp e Consul, coincide com o horizonte traçado pelas autoridades. O mesmo Banco Central que reduziu a projeção para o PIB neste ano prevê que a economia estará crescendo num ritmo de 4,5% no início de 2013. É de olho nesta expansão que o setor privado não deixa de investir.



















http://www.istoedinheiro.com.br/noti...MA+COMPRA+TUDO
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #512  
Old Posted Jul 4, 2012, 1:26 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
TJDF nega liminar e volta a autorizar divulgação de salários de servidores



Desembargador relator entendeu que medida está amparada por lei Suspensão foi pedida por sindicato e beneficiava os 13 mil filiados.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal negou nesta terça-feira (3) a liminar que pretendia evitar a divulgação de forma individualizada do salário dos servidores públicos da capital do país. No entendimento do desembargador relator, Otávio Augusto Barbosa, a medida está amparada pela portaria que regulamentou a Lei de Acesso à Informação.

A suspensão havia sido pedida por meio de mandado de segurança pelo sindicato da categoria, durante plantão na última sexta-feira. Na data, o desembargador Romeu Gonzaga Neiva acatou a solicitação até que houvesse análise pelo desembargador relator, escolhido de forma aleatória. A determinação era válida apenas para os filiados à entidade, cerca de 13 mil pessoas. O GDF tem aproximadamente 202 mil servidores, entre ativos e inativos.

De acordo com o TJ, o mandado de segurança segue agora sua tramitação normal. Serão colhidas informações junto à Secretaria de Administração e à Secretaria de Transparência. Depois o Ministério Público também se manifesta no processo. Após os trâmites, o mandado será julgado pelo plenário do Conselho da Magistratura.

Suspensão

Atendendo à primeira decisão da Justiça, a Secretaria de Transparência retirou na tarde desta terça-feira os nomes dos servidores, inclusive dos não sindicalizados, mantendo apenas os salários de cada cargo. Entre o início da divulgação, 27 de junho, e o recebimento da notificação do tribunal, a pasta informa ter recebido mais de 1,1 milhão de acessos.










http://g1.globo.com/distrito-federal...ervidores.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #513  
Old Posted Jul 7, 2012, 12:52 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Brasil corre o risco de crescer em 2012 menos do que os EUA pela segunda vez nos últimos 10 anos



Economia 1


Do jeito que a coisa anda, o Brasil vai crescer neste ano menos do que os Estados Unidos. A previsão é de que o País cresça 1,7%, e a terra de Barack Obama, 2%. Nos últimos dez anos, o Brasil só cresceu menos do que os Estados Unidos em 2003, o primeiro do governo Lula. E, nos 18 anos do Real, o Brasil superou os Estados Unidos 12 vezes. A média de crescimento brasileiro nos últimos dez anos foi de 3,52%, e a americana, de 1,91%. O ano de 2012 vai ficar para a história como um daqueles anos a serem esquecidos.







http://guilhermebarros.istoedinheiro...timos-10-anos/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #514  
Old Posted Jul 7, 2012, 11:23 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Governo costura plano para baixar conta de luz



O governo federal deve enviar ao Congresso duas novas medidas para reduzir o custo da energia elétrica no país.

Uma delas terá efeito no curto prazo: retirar encargos da tarifa. A outra, de médio prazo, visa exigir preço mais baixo na renovação das concessões das distribuidoras, transmissoras e geradoras, que vencem até 2015.

A avaliação do governo é que o custo da energia é um dos principais entraves à competitividade da indústria e desestimula investimentos.

Setores que usam muita energia, como o de alumínio, têm cogitado transferir a produção para o Paraguai, o que o governo quer evitar.

Em reunião recente com empresários, Dilma disse, diante de ministros da área econômica, que tinha pressa e orientou sua equipe a formatar uma proposta o mais rápido possível.

A parte técnica está praticamente fechada e deve ser submetida à presidente na próxima semana.

A indústria esperava que as mudanças chegassem ao Congresso antes do dia 17, início do recesso, mas o prazo pode ser estendido.



CORTANDO ENCARGOS

Um problema é que o governo não tem poder sobre o tributo que mais onera a conta de luz, o ICMS, de competência estadual e responsável por cerca de 20% do custo.

A arma que resta no momento à presidente é alterar os encargos, uma de suas promessas de campanha.

Hoje, os 11 encargos representam mais de 8% dos R$ 100 bilhões arrecadados anualmente pelo setor elétrico.

O governo quer mexer em pelo menos dois: a Conta de Consumo de Combustível, que subsidia a geração de energia em regiões isoladas do país, e a Conta de Desenvolvimento Energético, usada para bancar projetos estratégicos e de eletrificação rural. Juntos, os dois representam 5% da tarifa.

CONCESSÕES

Nas últimas semanas, o governo tem trabalhado no modelo de renovação das concessões. Pela lei em vigor, ao fim do contrato, as atuais concessionárias têm de vencer um novo leilão ou devolver os ativos à União.

O argumento do governo para propor a mudança e permitir a renovação, sob a condição de redução na tarifa, é que os investimentos já foram pagos, e a nova tarifa não precisa mais embutir a amortização desses custos.

Até 2015, 9 transmissoras, 47 distribuidoras e 67 geradoras terão os contratos expirados. A expectativa dos grandes consumidores industriais é que os projetos reduzam o preço da energia em até 12%.











http://www1.folha.uol.com.br/mercado...a-de-luz.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #515  
Old Posted Jul 11, 2012, 6:28 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Governo prepara projeto para celular funcionar como cartão de banco



O governo prepara um projeto de lei que criará regras para o uso de "moedas eletrônicas", o que abriria caminho para as operadoras de telefonia prestarem serviços financeiros aos bancos via celular.

A Folha apurou que o projeto, que deve chegar ao Congresso em agosto, permitirá que as teles ofereçam pagamentos de contas, pequenos empréstimos e o recebimento de benefícios como aposentadoria --tendo por trás uma instituição financeira.

A Caixa Econômica Federal já estuda efetuar o pagamento do Bolsa Família via celular.

Além disso, as teles pressionam para que o projeto inclua a permissão de transações de pequeno valor sem vinculação a bancos.

Nesse caso, um torpedo, por exemplo, funcionaria como uma "moeda eletrônica".

A ideia de que as operadoras transfiram valor sem passar pelos bancos não agrada às instituições financeiras, mas o cenário em que celulares funcionam como "agências virtuais" significa economia e novos negócios.

A oferta de serviços pelo internet banking já fez cair os custos das transações bancárias. Com o celular, estima-se que haverá queda de mais 25% desses custos.

Sem contar que não será preciso abrir agência em locais sem potencial de receita --e nos quais as teles já estão. Quem tiver um celular nesses locais não precisará ir a outra cidade para fazer saques. Seria usar o aparelho nas lojas que tiverem máquinas de débito ou crédito. As operadoras receberiam pela prestação desses serviços.

Mas tudo isso só acontecerá plenamente para quem usar um smartphone 3G --estima-se que 27 milhões de brasileiros possuam hoje esses aparelhos.

NOVA MOEDA

Para que as telefônicas possam transferir valores diretamente, será preciso alterar o próprio conceito de moeda. Hoje, só há o real.

O que os técnicos avaliam é uma forma de permitir que um torpedo, por exemplo, venha a ser usado como "dinheiro" --e que possa valer como crédito trocado entre os diversos clientes das operadoras para acertar "pequenas dívidas".

Um exemplo: dois amigos se encontram para almoçar. Um paga a conta porque o outro está sem dinheiro. Este devolve por torpedo o valor ao amigo, que pode usar o crédito para quitar sua conta de telefone.

Inicialmente, o governo pensou em baixar as normas por meio de regulamento.

Mas o grupo de trabalho formado por representantes do Ministério da Fazenda, do Banco Central e do Ministério das Comunicações concluiu que seria preciso legislação específica.

As operadoras começam a preparar seus sistemas para permitir produtos desse tipo. A decisão é uma vitória para a Vivo, que já tem o sistema tecnológico preparado para funcionar como "banco".

Líder do mercado de celular, com uma cobertura de quase 85% do território nacional, ela está presente em lugares nos quais nem sequer existe agência bancária.

O QUE JÁ EXISTE

As outras operadoras avançam com cautela nessa direção. A Oi já oferece pagamentos via celular, mas eles só ocorrem pela função crédito.

Além disso, as transações são feitas via torpedos trocados entre a máquina eletrônica do lojista e o celular (previamente cadastrado pelo site da operadora e atrelado a um novo cartão emitido pelo Banco do Brasil).

Em vez de digitar a senha na máquina, o cliente envia o código por torpedo. A máquina, então, realiza a operação com o banco.

Por esse modelo, a Oi apenas presta um serviço de telecomunicação (troca de torpedos).

Dependendo da extensão da nova lei, as operadoras seriam intermediárias nas transações financeiras, que apareceriam na tela como se fossem aplicativos.











http://www1.folha.uol.com.br/mercado...de-banco.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #516  
Old Posted Jul 12, 2012, 4:17 AM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 402
Brasil e EUA assinam declaração de intenção para acabar com visto

O Brasil e os Estados Unidos assinaram nesta quarta-feira (11/7) uma declaração de intenção para acabar com o visto entre os dois países. O documento foi firmado pela secretária do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos, Janet Napolitano e o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota.

No documento, os países concordaram com a criação do Grupo de Trabalho sobre Assuntos Relativos a Vistos (GTV). O primeiro encontro deve ocorrer até novembro deste ano, em Washington.

A iniciativa faz parte do aprofundamento da cooperação bilateral, acordado entre a presidenta Dilma Rousseff e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em abril deste ano, quando a mandatária brasileira esteve em Washington.

Na época, ambos se comprometeram em estreitar a colaboração “para atender aos requisitos do Programa de Dispensa de Vistos dos Estados Unidos e da legislação brasileira aplicável, de maneira a possibilitar que cidadãos dos Estados Unidos e do Brasil viajem entre os dois países sem necessitar de visto”.

Fonte
Reply With Quote
     
     
  #517  
Old Posted Jul 15, 2012, 7:16 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Candidatos das capitais preveem gasto de até R$ 1,2 bi em campanhas


Valor equivale ao orçamento do programa Brasil Carinhoso em 2012 192 candidatos disputam as prefeituras de 26 capitais brasileiras.

Os 192 candidatos que disputam o comando das prefeituras de 26 capitais brasileiras preveem, juntos, gasto de até R$ 1,254 bilhão nas campanhas eleitorais deste ano. A cifra foi levantada pelo G1 com base nos dados entregues pelos candidatos à Justiça Eleitoral.

Os valores são uma estimativa do limite de gasto máximo para a campanha e podem ou não ser efetivamente empenhados. Pela lei, gastar recursos além do valor máximo pode resultar em multa. Uma resolução do TSE - veja aqui - permite a ampliação do limite durante a campanha "mediante solicitação justificada" com a autorização da Justiça Eleitoral.

Pela legislação atual (artigo 20 da Lei das Eleições - clique aqui para ver), a verba destinada para as campanhas é oriunda tanto de recursos privados - por meio de doações, por exemplo - quanto de recursos públicos - por meio do Fundo Partidário.

O montante de R$ 1,2 bilhão equivale ao orçamento do Brasil Carinhoso em 2012. O programa, lançado pela presidente Dilma Rousseff no último Dia das Mães, prevê ampliação do Bolsa Família para quem tiver filhos de até seis anos de idade.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou o site sobre dados dos candidatos de todo o país no começo de julho e informou que até este domingo (15) o lançamento das informações sobre as candidaturas em todas as cidades seria concluído.


PREVISÃO DO LIMITE DE GASTOS COM CAMPANHAS
Capital Número de candidatos Previsão de gastos
(em R$)
São Paulo (SP) 12- 341.500.000,00
Belo Horizonte (MG) 8- 80.700.000,00
Curitiba (PR) 8 - 71.150.000,00
Salvador (BA) 6 -62.300.000,00
Fortaleza (CE) 10 -59.710.000,00
Goiânia (GO) 8 -54.525.000,00
Rio de Janeiro (RJ) 8- 50.250.000,00
Campo Grande (MS) 7- 49.725.000,00
Belém (PA) 10 -45.000.000,00
Manaus (AM) 9- 39.500.000,00
Porto Velho (RO) 9- 38.380.000,00
São Luis (MA) 8- 34.550.000,00
Vitória (ES) 7 - 33.700.000,00
Maceió (AL) 6 -31.500.000,00
Porto Alegre (RS) 7- 30.600.000,00
Recife (PE) 8 -29.050.000,00
Palmas (TO) 7- 28.200.000,00
Cuiabá (MT) 6- 27.800.000,00
João Pessoa (PB) 7- 26.645.000,00
Aracaju (SE) 5- 22.200.000,00
Florianópolis (SC) 6- 19.200.000,00
Natal (RN) 6 -18.560.000,00
Boa Vista (RR) 4- 18.030.000,00
Teresina (PI) 7- 16.275.000,00
Macapá (AP) 7- 15.600.000,00
Rio Branco (AC) 6- 10.245.000,00

TOTAL 192- 1.254.895.000,00

Fonte: Tribunal Superior Eleitoral


São Paulo

A capital na qual os candidatos preveem maior gasto é São Paulo, que tem, por sua vez, o maior números de pleiteantes à prefeitura. São 12 candidatos que projetam gastar, juntos, R$ 341,5 milhões.

Considerando o maior gasto previsto por candidato, José Serra (PSDB-SP) é o que prevê empenhar a maior quantia na campanha eleitoral entre todos os candidatos das capitais - R$ 98 milhões. Em segundo lugar no ranking nacional de maiores gastos aparece seu adversário na capital paulista, Fernando Haddad (PT), que prevê R$ 90 milhões em gastos.

Outros três candidatos à Prefeitura de São Paulo aparecem entre os 10 que prevêem maiores gastos para as eleições de outubro: Gabriel Chalita (PMDB) com R$ 70 milhões; Celso Russomanno (PRB) com R$ 30 milhões; e Miguel (PPL) com R$ 25 milhões.

Candidatos que preveem mais gastos em 2012
Candidato Capital Limite de gasto previsto (em RS)
José Serra (PSDB) São Paulo - 98.000.000,00
Fernando Haddad (PT) São Paulo -90.000.000,00
Gabriel Chalita (PMDB) São Paulo -70.000.000,00
Márcio Lacerda (PSB) Belo Horizonte- 35.000.000,00
Celso Russomano (PRB) São Paulo - 30.000.000,00
Paulo Garcia (PT) Goiânia -25.000.000,00
Eduardo Paes (PMDB) Rio de Janeiro- 25.000.000,00
Miguel (PPL) São Paulo - 25.000.000,00
Luciano Ducci (PSB) Curitiba - 23.400.000,00
Patrus Ananias (PT) Belo Horizonte- 20.000.000,00

Fonte: Tribunal Superior Eleitoral

Mais de R$ 50 milhões

A segunda capital com maior teto de gasto previsto para a campanha eleitoral é Belo Horizonte - com R$ 80,7 milhões, dos quais R$ 35 milhões representam apenas um candidato, o atual prefeito e pleiteante à reeleição Márcio Lacerda (PSB).

Os candidatos de outras cinco capitais brasileiras preveem gastar, juntos, mais de R$ 50 milhões em cada cidade nas campanhas deste ano: Curitiba (PR) - R$ 71,15 milhões; Salvador (BA) - R$ 62,3 milhões; Fortaleza (CE) - R$ 59,71 milhões; Goiânia (GO) - R$ 54,525 milhões; e Rio de Janeiro (RJ) - R$ 50,25 milhões.

Menores gastos

Somente cinco candidatos às capitais preveem gastos inferiores a R$ 50 mil reais para as campanhas eleitorais: Robert Dagon (PSOL-RR), em Boa Vista, com R$ 30 mil; Suél Ferranti (PSTU-MS), em Campo Grande, com R$ 25 mil; Rubens Donizzeti (PSTU-GO), em Goiânia, com R$ 25 mil; Daniel Solon (PSTU-PI), em Teresina, com R$ 25 mil; e Roberto Lopes (PCB-RN), de Natal, com o menor valor apresentado: R$ 10 mil.













http://g1.globo.com/politica/noticia...campanhas.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #518  
Old Posted Jul 15, 2012, 9:02 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
A partir de janeiro, carro novo terá de ter rastreador



Após cinco anos de discussões, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) definiu as regras para tornar obrigatória a presença de kits antifurto nos veículos vendidos no País. A partir de janeiro, 20% de todos os automóveis e caminhões novos terão de ter instalados sistemas de bloqueio e rastreamento. Em agosto, serão 100% dos veículos novos. Para as motos, o prazo de adequação para o total da frota vence em janeiro de 2014.

Os sistemas deverão estar instalados nos carros. Mas será opção de cada proprietário decidir se vai ou não pagar para manter o serviço de rastreamento, que deverá ser contratado em uma empresa privada do ramo. Já o bloqueio deverá vir funcional, com a opção de ser acionado diretamente pelo proprietário.

O projeto já havia sido adiado por cinco vezes. Entre os motivos, estava a falta de definição da tecnologia usada para manter a comunicação entre o carro e a central de rastreamento. A Deliberação 128 do Contran, que determinou o novo cronograma, foi publicada há duas semanas.

Cada fabricante (ou importador) de veículo terá de homologar seu modelo no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Uma busca feita no sistema do órgão mostra que cinco fabricantes já têm seus sistemas homologados. Mas ainda não há certeza quanto ao impacto que a medida trará ao preço dos carros.

Atualmente, as empresas que oferecem esses kits os comercializam por preços que variam entre R$ 200 e R$ 500, mais cerca de R$ 50 mensais pela assinatura dos serviços de rastreamento.

Uma das justificativas para a criação da medida é a possível diminuição do número de furtos de veículos e, consequentemente, do valor dos seguros.







http://www.jornaldebrasilia.com.br/s...412936&secao=N
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #519  
Old Posted Jul 17, 2012, 12:53 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Câmara aprova MP de incentivos tributários e desoneração da folha



A Câmara dos Deputados aprovou nesta segunda-feira, por 299 votos a favor e nenhum contrário, o texto-base da medida provisória 563, que é parte do Plano Brasil Maior e estabelece estímulos à economia nacional por meio de incentivos tributários e desoneração da folha de pagamento de alguns setores.

Ainda falta a análise de emendas que podem alterar seu conteúdo. O governo corre para concluir sua votação, já que o prazo vencimento está próximo e a MP ainda tem de passar pelo crivo de senadores para, então, ser encaminhada à sanção presidencial.

O governo mobilizou a base e reuniu o número necessário de votos para aprovar o texto numa segunda-feira, dia em que normalmente não há votações na Casa, após uma semana tensa em que a oposição obstruiu a pauta e impediu votações.

Deputados do DEM e do PR alegam haver direcionamento político dos recursos liberados a municípios pela União e argumentam que prefeituras administradas por integrantes da oposição têm recebido menos verbas. A medida perde a eficácia se não for votada no Senado até 15 de agosto. Isso se os deputados conseguirem entrar num acordo para votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o que permitirá que o Congresso entre em recesso a partir da quarta-feira. Mas se a LDO não for votada, não haverá recesso e o prazo de vencimento da MP será antecipado para 1º agosto - sem a pausa, os prazos regimentais continuam a ser contados.

Estímulo

Dentre os incentivos previstos pela MP, está a criação de um regime especial de tributação do Programa Nacional de Banda Larga para a implantação, ampliação e modernização de redes de telecomunicações para as conexões de Internet em banda larga, além da redução da folha de pagamento dos setores de serviços e da indústria de transformação.

A MP também modifica a lei que regulamenta o Regime Tributário para Incentivo à Modernização e à Ampliação da Estrutura Portuária (Reporto) para estender os benefícios tributários a serviços de armazenagem, sistemas de apoio operacional, de segurança e de fluxo de pessoas, e de dragagem, entre outros.

Além disso, a medida prevê a criação do Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores (Inovar-Auto), com crédito presumido de IPI a empresas habilitadas com atividades no País.

As empresas terão de cumprir alguns requisitos, como realizar investimentos em pesquisa, inovação tecnológica e em engenharia industrial, por exemplo. O Inovar-Auto irá vigorar até 31 de dezembro de 2017.

Há ainda um dispositivo que amplia abrangência de incentivos tributários a empresas exportadoras. Passa a ser exigido que 50% da receita bruta das exportadoras decorram de vendas para o exterior, e não mais 70%. O texto aprovado nesta segunda-feira estabelece ainda novos critérios para o cálculo da Compensação Financeira sobre Exploração de Recursos Minerais (Cfem), que será definida de forma vinculada ao Método do Preço sob Cotação na Exportação (Pecex).
















http://economia.terra.com.br/noticia..._RTR_SPE86F07D
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #520  
Old Posted Jul 18, 2012, 8:10 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,150
Alfabetização bem capenga no Brasil



Menos de 30% da população do país é plenamente alfabetizada, mostra pesquisa


Apenas 35% das pessoas com ensino médio completo podem ser consideradas plenamente alfabetizadas e 38% dos brasileiros com formação superior têm nível insuficiente em leitura e escrita. É o que apontam os resultados do Indicador do Alfabetismo Funcional (Inaf) 2011-2012, pesquisa produzida pelo Instituto Paulo Montenegro e pela Ação Educativa. A pesquisa envolveu 2 mil pessoas, de 15 a 64 anos, em todas as regiões do país.



A pesquisa avalia, de forma amostral, por meio de entrevistas e um teste cognitivo, a capacidade de leitura e compreensão de textos e outras tarefas básicas que dependem do domínio da leitura e escrita. A partir dos resultados, a população é dividida em quatro grupos: analfabetos, alfabetizados em nível rudimentar, alfabetizados em nível básico e plenamente alfabetizados.

Os resultados da última edição do Inaf mostram que apenas 26% da população podem ser consideradas plenamente alfabetizadas (leem textos mais longos, analisam e relacionam suas partes, comparam e avaliam informações, distinguem fato de opinião, realizam inferências e sínteses) – mesmo patamar verificado em 2001, quando o indicador foi calculado pela primeira vez. Os chamados analfabetos funcionais representam 27% e a maior parte (47%) apresenta um nível de alfabetização básico.

“Os resultados mostram que o Brasil avançou nos níveis iniciais do alfabetismo, mas não conseguiu progressos no pleno domínio de habilidades que são hoje condição imprescindível para a inserção na sociedade letrada”, aponta o relatório











http://www.alo.com.br/noticias/ultim...Noticia=173581
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 10:12 AM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions, Inc.