HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #641  
Old Posted Mar 24, 2013, 8:07 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
'Rezem', diz diretor da Nasa sobre aproximação de asteroides


Foto: Divulgação



O diretor da Nasa (agência espacial americana), Charles Bolden, tem um conselho sobre o que fazer se um grande asteroide estiver a caminho da Terra: rezar. Isso é praticamente tudo o que se poderia fazer neste momento se asteroides ou meteoros desconhecidos estivessem em rota de colisão com o planeta, afirmou ele a legisladores na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos. A projeção fatalista ocorre enquanto a Nasa pede que o governo americano financie programas para detecção e desvio de objetos celestiais próximos da Terra.

Ameaças vindas do espaço costumam ser objetos da ficção científica - em filmes como Armageddon e Impacto Profundo -, porém membros do Congresso americano abordaram o assunto depois que um meteorito caiu sobre a Rússia em 15 de fevereiro e um asteroide passou muito próximo do planeta no mesmo dia. Preocupados com esses fenômenos, os políticos convidaram o diretor da Nasa para falar sobre o programa espacial e como se pode prevenir que a Terra seja atingida por corpos celestes.

Os legisladores não gostaram do que ouviram. O representante republicano Lamar Smith afirmou aos participantes, mais de uma vez, que o relatório "não era tranquilizador". Deputados governistas e da oposição, porém, se mostraram receptivos à ideia de colocar mais recursos no esforço de conter ameaças cósmicas, conforme solicitado por Charles Bolden.

O consultor científico da Casa Branca, John Holdren, observou que o financiamento anual dedicado ao catálogo de asteroides potencialmente perigosos subiu de US$ 5 milhões para mais de US$ 20 milhões nos últimos dois anos. Mesmo assim, o administrador da Nasa estimou que o trabalho de identificação de 90% dos objetos celestiais próximos da Terra entre 140 metros e 1 quilômetro de largura, como demandado pelo Congresso, deve demorar até 2030.











http://noticias.terra.com.br/ciencia...ceb0aRCRD.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #642  
Old Posted Mar 24, 2013, 10:29 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Acho engraçado esses politicos e suas comissões. o cara da Nasa ta certo, se vier um grande asteroide em direção a Terra, talvez nem o vejamos chegar e se vermos a unica coisa que da para fazer é rezar mesmo.

Não adianta nem correr pra montanhas....
Reply With Quote
     
     
  #643  
Old Posted Mar 25, 2013, 7:08 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Projeto prevê punição para os pichadores



Quem pichar patrimônio público deverá reparar o dano



Motivado pela campanha Pichação é crime. Denuncie, realizada pela Associação Comercial do Estado do Paraná, que organizou mutirão para limpar pichações na cidade de Curitiba, o deputado federal Fernando Francischini apresentou na Câmara dos Deputados um projeto de lei que acrescenta medidas educativas para quem pichar patrimônio público ou privado. “A legislação atual não consegue conscientizar e diminuir a prática da pichação, que é extremamente danosa às nossas cidades”, justifica Francischini. A proposta do deputado altera a Lei 9.605 de 1998, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, para garantir reparo ao patrimônio danificado. O projeto propõe que o pichador, sendo réu primário, repare pessoalmente o dano provocado, com a possibilidade de ter suspenso o processo judicial. Mas quando o dano não puder ser reparado pelo pichador, uma multa de valor correspondente ao gasto para reparar o dano deverá ser aplicada. Se tratando de um menor de idade, prevalece a obrigatoriedade de reparação do dano por parte do autor, nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Grafite não é considerado crime

De acordo com o projeto do deputado Francischini, se o pichador for reincidente, o que pode ser comprovado por meio de sinal identificador, o juiz pode mandar reparar todos os danos de responsabilidade do pichador. Pelo texto do projeto, se a pichação se der em monumento tombado por seu valor artístico, arqueológico ou histórico, a pena ao pichador é de seis a um ano de detenção mais multa de valor correspondente ao dano. “A prática do grafite, que tem objetivo artístico de valorizar o patrimônio público e privado, não se enquadra como crime”, acrescenta Francischini em seu projeto.

A legislação atual não consegue diminuir a prática da pichação”.
Fernando Francischini




http://coletivo.maiscomunidade.com/c...HADORES.pnhtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #644  
Old Posted Mar 25, 2013, 8:08 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,232
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Projeto prevê punição para os pichadores



Quem pichar patrimônio público deverá reparar o dano



Motivado pela campanha Pichação é crime. Denuncie, realizada pela Associação Comercial do Estado do Paraná, que organizou mutirão para limpar pichações na cidade de Curitiba, o deputado federal Fernando Francischini apresentou na Câmara dos Deputados um projeto de lei que acrescenta medidas educativas para quem pichar patrimônio público ou privado. “A legislação atual não consegue conscientizar e diminuir a prática da pichação, que é extremamente danosa às nossas cidades”, justifica Francischini. A proposta do deputado altera a Lei 9.605 de 1998, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, para garantir reparo ao patrimônio danificado. O projeto propõe que o pichador, sendo réu primário, repare pessoalmente o dano provocado, com a possibilidade de ter suspenso o processo judicial. Mas quando o dano não puder ser reparado pelo pichador, uma multa de valor correspondente ao gasto para reparar o dano deverá ser aplicada. Se tratando de um menor de idade, prevalece a obrigatoriedade de reparação do dano por parte do autor, nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Grafite não é considerado crime

De acordo com o projeto do deputado Francischini, se o pichador for reincidente, o que pode ser comprovado por meio de sinal identificador, o juiz pode mandar reparar todos os danos de responsabilidade do pichador. Pelo texto do projeto, se a pichação se der em monumento tombado por seu valor artístico, arqueológico ou histórico, a pena ao pichador é de seis a um ano de detenção mais multa de valor correspondente ao dano. “A prática do grafite, que tem objetivo artístico de valorizar o patrimônio público e privado, não se enquadra como crime”, acrescenta Francischini em seu projeto.

A legislação atual não consegue diminuir a prática da pichação”.
Fernando Francischini




http://coletivo.maiscomunidade.com/c...HADORES.pnhtml
Com uma lei branda dessas, aí que o povo vai achar graça. Tinha de ser igual a Singapura. Tem como pena, ser açoitaado em público. Eu duvido, que um cara fosse chicoteado na presença de todos, nunca mais iria praticar o mesmo crime. Iria ter vergonha na cara. Brasília poderia dar exemplo e banir balas e chicletes a sua venda. Já viram que horrivel fica a rodoviária. O governo gasta milhares de reais para tirar chicletes grudados no piso diariamente.
Reply With Quote
     
     
  #645  
Old Posted Mar 28, 2013, 7:45 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Equador quer vender parte da Amazônia a petrolíferas chinesas



Grupos indígenas afirmam que não deram consentimento; políticos foram a Pequim divulgar projetos



O Equador planeja leiloar mais de 3 milhões de hectares da Floresta Amazônica para companhias petrolíferas chinesas. Um grupo de políticos equatorianos negociou na segunda-feira contratos com representantes de empresas como a China Petrochemical e a China National Offshore Oil. Antes de Pequim, eles se reuniram em Quito, Houston (EUA) e Paris, sempre encontrando resistência e protestos de indígenas. As informações são do jornal The Guardian.

"O Equador tem vontade de estabelecer uma relação de benefício mútuo", disse o embaixador do Equador na China em um discurso. De acordo com a ONG Amazon Watch, sete grupos indígenas que habitam o terreno afirmam que não consentiram com a aprovação de projetos envolvendo petróleo - que devastariam o ambiente e ameaçariam seu modo de vida.

O governo de Rafael Correa decidiu não licitar alguns blocos de terra por falta de apoio das comunidades locais, de acordo com o secretário de Hidrocarbonetos do Equador, Andrés Donoso Fabara. "Estamos autorizados por lei, se quisermos, a usar a força e realizar atividades mesmo se houver oposição", afirmou ele, garantindo, porém, que "essa não é nossa política".

A Amazon Watch defende que o acordo violaria a própria política de investimentos chinesa, aprovada em conjunto pelos ministérios do Comércio e da Proteção Ambiental no mês passado. A terceira cláusula do acordo diz que empresas devem "promover o desenvolvimento harmonioso da economia local, do ambiente e da comunidade", mesmo durante operações no exterior.













http://noticias.terra.com.br/ciencia...ceb0aRCRD.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #646  
Old Posted Mar 29, 2013, 2:38 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Globo quer comprar emissoras junto com Carlos Slim, diz blog



Empresa de mídia e maior bilionário do mundo teriam começado a negociar a aquisição de outras empresas na América Latina


Foto: Getty Images

Carlos Slim, da América Móvil: empresário teria sido procurado pela Globo para parceria em aquisições

A maior empresa de mídia do país e o homem mais rico do mundo estudam comprar juntos outras emissoras na América Latina. Segundo informações do blog Radar, de Veja, a Globo teria iniciado conversas com Carlos Slim, dono da América Móvil, para a aquisição de outras empresas em vários países da região.

Se for para frente, essa não será a primeira vez que as duas partes dividem participações em um mesmo negócio. Como se sabe, a Globo detém uma fatia minoritária na Net, empresa controlada pela América Móvil. A companhia de Slim também tem Embratel e Claro na sua carteira de ativos no Brasil. Avaliada em mais de 36 bilhões de dólares, a gigante de telecomunicações é uma das principais fontes de receita do empresário mexicano.

A notícia vem à tona pouco tempo depois das Organizações Globo divulgarem seus resultados financeiros de 2012. No ano passado, o grupo lucrou 2,9 bilhões de reais, um aumento de 35,9% sobre o consolidado de 2011. A receita líquida da empresa, por sua vez, subiu 32,4%, chegando a 12,2 bilhões de reais.

Em se tratando de negócios no setor, Slim também anunciou, na última semana, a compra dos direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em 2016. A empresa terá exclusividade sobre a exibição para a América Latina, com exceção do Brasil - por aqui, os direitos serão divididos entre Globo, Record e Band.












http://exame.abril.com.br/negocios/n...-slim-diz-blog
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #647  
Old Posted Mar 29, 2013, 9:15 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,232
Eu duvido que a empresa irá conseguir comprar meios de comunicação na área latina, ainda mais com certos governos com viés de ditadura. Se fosse assim, porque a Globo não tem uma subsidiaria na Argentina?
Reply With Quote
     
     
  #648  
Old Posted Mar 29, 2013, 10:36 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Agentes de trânsito dobram salário aplicando multas em Cacoal, RO



Segundo lei, para cada multa aplicada o agente de trânsito recebe R$ 2,52 População não pode ser prejudicada por atitudes isoladas, diz secretário.

Foto: Paula Casagrande/G1
Em fevereiro, os agentes de trânsito de Cacoal aplicaram mais de 500 multas

Um agente de trânsito de Cacoal (RO), que prefere não se identificar, afirmou que está realizando autuações de trânsito para aumentar o salário mensal de cerca de R$ 707. De acordo com o agente, as multas aplicadas são legais. “As multas poderiam ser evitadas com bom senso e orientação ao condutor, mas como não estamos satisfeitos com os salários, vamos apenas multar”, afirma. Para cada multa aplicada, o servidor recebe R$ 2,52. Com a aplicação de multas, esse agente recebe, em média, R$ 1,7 mil mensais.

O secretário Municipal de Trânsito, Gerson Antônio Sapper, acredita que essas atitudes estão sendo realizadas por um pequeno grupo de agentes.

“A população não pode ser prejudicada por atitudes isoladas, a Semttran irá continuar observando o número de multas mensais e caso esses números continuem aumentando, vamos tomar providências administrativas cabíveis”, afirma Sapper.

Segundo o agente, os fiscais do município recebem uma pontuação que pode chegar até 1,8 mil pontos. A reivindicação do servidor é que passem a receber a pontuação máxima mensalmente. Cada ponto equivale a R$ 1,26 e para cada multa aplicada esse valor é dobrado. Essa gratificação é regulamentada pela Lei Municipal nº 2.504, implantada pela Prefeitura de Cacoal em 2009.

Cinco multas em um mês

O engenheiro eletricista Cesar Nicoletti, 53 anos, reclama que em menos de um mês já recebeu cinco notificações de irregularidades no trânsito. “O meu trabalho se resume em visitar obras, preciso estar nas ruas o tempo todo e nem sempre utilizo o cinto de segurança, mas acho que em muitas ocasiões essas multas poderiam ser evitadas. Em nenhuma das multas que recebi fui abordado pelos agentes, as multas apenas chegavam na minha residência através de correspondência e com certeza eu vou recorrer”, reclama Nicoletti.

Para o vereador Pedro Ferrazin, presidente da Câmara de Cacoal, apesar das multas serem válidas por lei e estarem educando as pessoas no trânsito é necessário bom senso na hora das autuações.

“Num primeiro momento seria necessário uma educação dos motoristas, em blitze educativas, para depois haver as autuações”, acredita Pedro. “Se existem guardas de trânsito que estão agindo de forma errônea é necessário tomar as providências cabíveis. Para isso, uma apuração do órgão responsável seria eficiente”, comenta.

Em 2011 a Policia Militar e Secretaria de Transporte e Trânsito (Semttran) registraram 4.816 multas, em 2012 foram 4.696. Em média foram registradas 13 multas ao dia.

No quadro atual de servidores da Semttran, em média trabalham 25 agentes fiscalizadores por dia. Segundo dados da secretaria, em dezembro de 2012 foram registradas 341 autuações; em janeiro de 2013 foram registradas 192 multas e em fevereiro o número saltou para 559 autuações. O secretário Gerson Antônio Sapper disse que não acredita em um aumento no número de multas.

“Esse número de multas em fevereiro já era esperado, pois dezembro e janeiro são meses de férias. Em fevereiro a cidade volta com as atividades normais”, disse o secretário.

Em relação à reivindicação dos servidores em receber a pontuação máxima, Sapper explica que não é possível mudar a legislação para melhorar os salários dos servidores, porque a prefeitura trabalha de acordo com orçamento municipal. “Eu não condeno a luta por melhorias salariais, mas temos que respeitar o orçamento e nesse momento a prefeitura não tem condição de pagar pela pontuação máxima”.








http://g1.globo.com/ro/rondonia/noti...cacoal-ro.html
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #649  
Old Posted Mar 31, 2013, 6:15 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Governadores empregam 105 mil sem concurso público



Marconi Perillo (PSDB) é o líder do ranking em número de contratados sem concurso


Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Do total servidores sem concurso nos Estados, quase 10% estão em Goiás: 10.175 funcionários não concursados trabalham no governo de Marconi Perillo (PSDB)

A primeira pesquisa completa sobre a estrutura burocrática dos Estados, realizada pelo IBGE, revela que os 27 governadores empregavam em 2012, em conjunto, um contingente cerca de 105 mil funcionários que não fizeram concurso para entrar na administração pública.

Apenas na chamada administração direta, da qual estão excluídas as vagas comissionadas das empresas estatais, o número de funcionários subordinados aos gabinetes dos governadores ou às secretarias de Estado sem concurso público chega a 74.740.

Do total de 105,5 mil servidores sem concurso nos Estados, quase 10% estão em Goiás. O governador Marconi Perillo (PSDB) abriga em sua burocracia 10.175 funcionários nessa situação, o que o torna líder no ranking desse tipo de nomeações em números absolutos.

A Bahia, governada pelo petista Jaques Wagner, vem logo atrás, com 9.240 não concursados.

Ao se ponderar os resultados pelo tamanho da população, os governadores que saltam para a liderança do ranking são os de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), com 937 e 263 cargos por 100 mil habitantes, respectivamente.

Os oito governadores do PSDB controlam, em conjunto, 37,6 mil cargos ocupados por servidores não concursados. Os quatro governadores do PT, por sua vez, têm em mãos 23 mil vagas. Logo atrás estão os quatro do PMDB, com 21,6 mil.

O peso dos partidos muda quando se pondera a quantidade de cargos controlados por 100 mil habitantes. Nesse caso, o PT passa para o primeiro lugar (75), e o PSDB cai para o quinto (41).

Em teoria, os cargos de livre nomeação servem para que administradores públicos possam se cercar de pessoas com quem têm afinidades políticas e projetos em comum. Na prática, no entanto, é corrente o uso dessas vagas como moeda de troca.

Além de abrigar seus próprios eleitores ou correligionários, os chefes do Executivo distribuem as vagas sem concurso para partidos aliados em troca de apoio no Legislativo ou em campanhas eleitorais.

"Os critérios e métodos de composição de governo que servem para a esfera federal se reproduzem nos Estados", observa o cientista político Carlos Melo. "A grande reforma política que poderíamos fazer seria reduzir ao mínimo esses cargos, tanto no âmbito da União quanto no dos Estados e municípios. Faremos? Creio que não. Não interessa ao sistema político."











http://exame.abril.com.br/brasil/not...publico?page=2
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #650  
Old Posted Apr 2, 2013, 1:13 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Governo zera IOF para financiamento de infraestrutura



Objetivo é tornar mais barato o financiamento dos setores envolvidos em infraestrutura num momento em que a economia dá sinais mais claros de retomada


Foto: Getty Images

Obras urbanas: incentivo busca financiar bens de capital, setor de energia, projetos de engenharia, logística e aos planos de concessão do governo federal


Brasília - O governo zerou a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para financiamento de bens de capital, bens de consumo para exportação, setor de energia elétrica, projetos de engenharia, logística e aos planos de concessão do governo federal.

A medida, publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira, vale para as operações de crédito contratadas a partir de agora, segundo explicou à Reuters um assessor do governo.

O objetivo é tornar mais barato o financiamento dos setores envolvidos em infraestrutura num momento em que a economia dá sinais mais claros de retomada da atividade.

Essas operações de crédito já estavam com a taxa de juros reduzida por fazerem parte do Programa de Sustentação do Investimento (PSI). Pelo PSI, a taxa de juros cobradas são de 3 por cento ao ano neste primeiro semestre e de 3,5 por cento a partir de julho. O prazo de financiamento do programa é de 20 anos com carência de até 36 meses.














http://exame.abril.com.br/economia/n...infraestrutura
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #651  
Old Posted Apr 3, 2013, 12:09 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Banco do Brasil disputa compra de bancos norte-americanos



Dos alvos em potencial, a negociação mais avançada é para compra da unidade do espanhol Bankia na Flórida, onde o BB comprou o EuroBank por 6 milhões de dólares


Foto: Lia Lubambo/EXAME

A alta direção do BB vem se mostrando insatisfeita com o ritmo de expansão orgânica; por isso, voltou a apostar em aquisições, segundo fonte

O Banco do Brasil está na disputa pela compra de bancos norte-americanos nos Estados da Flórida e de Nova Jérsei, como parte da estratégia de aumentar a participação nos resultados do grupo, disse uma fonte a par do assunto.

Dos alvos em potencial, a negociação mais avançada é para compra da unidade do espanhol Bankia na Flórida, onde o BB comprou o EuroBank, por 6 milhões de dólares, há dois anos.

Segundo a fonte, a alta direção do BB vem se mostrando insatisfeita com o ritmo de expansão orgânica. Por isso, voltou a apostar em aquisições. Para 2013, o banco estatal quer elevar a fatia das atividades internacionais nos resultados do grupo, de 8,5 para 13 por cento.

Quando comprou o Eurobank, em abril de 2011, o plano era expandir o número de agências, de três para vinte, em cinco anos, especialmente em comunidades onde há forte presença de brasileiros, como Nova York, Nova Jersey e Massachusetts. Até agora, o banco segue com apenas três unidades.

O Bankia luta para se recompor após ter tido em 2012 um prejuízo de 19,2 bilhões de euros (25,2 bilhões de dólares), o maior já sofrido por uma empresa da Espanha. O banco fez provisões de quase 24 bilhões de dólares relacionadas a perdas com empréstimos imobiliários e outros ativos no ano passado para limpar seu balanço.

Em novembro, o banco já anunciara um plano de desinvestir na seguradora Mapfre, na qual tem cerca de 15 por cento de participação, e no Banco de Miami. No Brasil, a Mapfre é sócia do BB numa joint venture do setor de seguros.

Consultado, o BB informou por meio de sua assessoria de imprensa que não comenta especulações do mercado.







http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/fonte-350
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #652  
Old Posted Apr 4, 2013, 12:01 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Dinheiro público desviado em 2013 se aproxima dos R$ 25 bilhões



Valor roubado daria para construir mais de 126 mil casas populares e empregar 2 milhões de professores


Segundo dados da Desviômetro, quase R$ 25 bilhões de reais já saíram pelo ralo dos cofres públicos. A Desviômetro é uma instituição que calcula a quantidade de dinheiro público desviado. A organização é formada por contadores, ex-funcionários da Receita Federal e por advogados.



O valor citado nesta matéria se refere a desvios por meio de corrupção, desfalque, falcatrua, negociata, traficância entre outros meios. Todo esse montante é retirado de áreas fundamentais para o crescimento do País, como saúde, educação, segurança, prevenção de desastres e assistência social.

Entendo o cálculo

O montante de R$ 25 bilhões é uma projeção feita em relação ao estudo da FIESP em 2010, que apontou que 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB), é desviado todos os anos. Esse percentual representa R$ 69.1 bilhões com ano base de 2008.

Com base no estudo, os contadores aproximam o valor de acordo com a projeção do PIB para o ano corrente, no caso 2013. Ou seja, quanto mais dinheiro entra na máquina pública, maior é o percentual desviado. O estudo também se baseia em denuncias de corrupção divulgadas na imprensa e relatos recebidos pela instituição realizadora para fundamentar a realidade dos dados.

O contador Paulo Vega é o criador do site desviometro.com.br, onde está localizado o contador do dinheiro desviado. Inicialmente o projeto deveria chamar atenção da cidade de Caxias do Sul-RS, onde ele trabalha. Mas o projeto vem crescendo e chamando a atenção de todo o Brasil. A intenção agora é colocar um painel eletrônico em Brasília, com os números do dinheiro desviado. Algo parecido com o impostômetro, que fica na Avenida Paulista, em São Paulo.

Para Paulo Vega, a realização da Copa de 2014 no Brasil vai alavancar o desvio de verba pública. “Eu acho que a Copa vai alavancar a quantidade de desvios de dinheiro público. Basta ver a quantidade de obras que já superaram o valor inicial. Aqui no Rio Grande do Sul haverá um trem ligando o aeroporto de Porto Alegre até os hoteis. Essa é uma obra inútil e vai somente gastar dinheiro público”, afirma.

Sem escolas, hospitais e moradia....

O valor desviado assusta mais ainda ao ser comparado com os serviços públicos que poderiam ser reforçados e melhorados com o dinheiro surrupiado. O valor atual de R$ 23,051.000.000,00 daria para contratar 2.942.018 professores do ensino médio, asfaltar 3.688 km de estrada, construir 16.007 postos de saúde equipados e ainda construir 124.000 casas populares, além de contratar mais de 2 milhões de policiais.

Para entender melhor o quanto o Brasil perde com os desvios, podemos dividir esse valor. Um valor que supera os R$ 176 mil reais é desviado por minutos no nosso país. Isso é o equivalente a R$ 2 mil reais por segundo. Esse valor é mais alto que o salário de um trabalhador brasileiro comum, que recebe R$ 678,00 de salário minimo.













http://www.alo.com.br/noticias/ultim...s-r-25-bilhoes
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #653  
Old Posted Apr 4, 2013, 11:38 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,232
As capitais com mais ciclovias (e por que não comemorar)

Levantamento da ONG Mobilize Brasil mostra quanto espaço as bikes têm nas principais capitais. A soma das malhas cicloviárias destas 12 cidades passa longe dos mais de 1200 km de vias que os ciclistas têm à disposição só em Berlim e Amsterdã


Rio de Janeiro

Estrutura cicloviária: 300 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 3,17

Sistema viário: 9464 km

Emissões do setor de transporte: 4.574.864 ton/ano de CO2 eq.



Brasília

Estrutura cicloviária: 160 km

Sistema viário: 10.500 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 1,52

Emissões do setor de transporte: 3.190.676 ton/ano de CO2 eq.



Curitiba

Estrutura cicloviária: 127 km

Sistema viário: 4700 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 2,7

Emissões do setor de transporte: 2.578.404 ton/ano de CO2 eq.



Campo Grande

Estrutura cicloviária: 79 km

Sistema viário: 3.966 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 1,99

Emissões do setor de transporte: não informado



São Paulo

Estrutura cicloviária: 69.8 km

Sistema viário: 18.000 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 0,39

Emissões do setor de transporte: 12.605.199 ton/ano de CO2 eq.



Fortaleza

Estrutura cicloviária: 70 km

Sistema viário: 3.887 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 1,81

Emissões do setor de transporte: 1.273.178 ton/ano de CO2 eq.



Recife

Estrutura cicloviária (km): 28.5 km

Sistema viário: não informado

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): não informado

Emissões do setor de transporte: 985.143 ton/ano de CO2 eq.



Florianópolis

Estrutura cicloviária: 37 km

Sistema viário: 1.809 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 2,02

Emissões do setor de transporte: não informado



Belo Horizonte

Estrutura cicloviária: 36 km

Sistema viário: 4529 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 0,79

Emissões do setor de transporte: 2.840.285 ton/ano de CO2 eq.



Salvador

Estrutura cicloviária:19 km

Sistema viário: 5.000 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 0,38

Emissões do setor de transporte: 1.967.923 ton/ano de CO2 eq.



Cuiabá

Estrutura cicloviária (km): 15

Sistema viário: 1789 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 0,81

Emissões do setor de transporte: 1.029.815 ton/ano de CO2 eq.



Porto Alegre

Estrutura cicloviária: 12 km

Sistema viário: 2733 km

Extensão de ciclovias em relação à extensão do sistema viário (em %): 0,44%

Emissões do setor de transporte: 1.858.990 ton/ano de CO2 eq.

Fonte: http://exame.abril.com.br/meio-ambie...o-comemorar#14
Reply With Quote
     
     
  #654  
Old Posted Apr 4, 2013, 11:44 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,232
Será que esses dados estão corretos? O sistema viário de Brasília dentre as capitais só perde para São Paulo? Sei não.
Reply With Quote
     
     
  #655  
Old Posted Apr 5, 2013, 3:10 AM
HLbsb's Avatar
HLbsb HLbsb is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 402
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Será que esses dados estão corretos? O sistema viário de Brasília dentre as capitais só perde para São Paulo? Sei não.
Também achei isso estranho. Já vi dados bem diferentes no DNIT. Brasília é uma cidade dispersa com baixo índice de ramificação das vias urbanas. Difícil imaginar que tem mais km de vias para carros do que rio de Janeiro, que é uma cidade cheia de ruelas....
Reply With Quote
     
     
  #656  
Old Posted Apr 10, 2013, 8:57 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Prefeitura do Rio vai multar quem jogar lixo nas ruas



O valor mínimo das penalizações é R$ 157 e aumenta de acordo com o espaço ocupado pelo dejeto


Foto: Wilson Dias/Abr

Pessoas caminham e andam de bicicleta em calçadão do Rio de Janeiro

A partir do mês de julho, quem for flagrado jogando lixo na rua, na cidade do Rio de Janeiro, será multado pela prefeitura. O valor mínimo das penalizações é R$ 157 e aumenta de acordo com o espaço ocupado pelo dejeto.

O registro da multa será feito por uma equipe composta de um agente da Guarda Municipal, um fiscal da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) e um policial militar. Ela abordará o infrator anotando o CPF. A multa será aplicada independentemente do tamanho do resíduo largado nas vias públicas.

Os agentes estarão equipados com palmtop (microcomputador de mão) e uma pequena impressora portátil para emissão do documento. Se a pessoa flagrada se recusar a fornecer o número do CPF, ela será encaminhada à delegacia mais próxima.

De acordo com o presidente da Comlurb, Vinícius Roriz, aqueles que se sentirem lesados poderão recorrer da multa pela internet. O não pagamento acarretará em protesto de título pela prefeitura, que poderá gerar restrições a créditos, como empréstimos ou compras parceladas.

Segundo Roriz, a lei de limpeza urbana existe desde 2001.“A lei é boa, completa, mas de difícil aplicação, porque o efetivo da Comlurb é pequeno e o não pagamento da multa não tinha grandes consequências”.

Para o descarte de pequenos resíduos, que tenham tamanho igual ou menor ao de uma lata de cerveja, a multa será R$ 157. Para resíduos maiores que uma lata de alumínio e menores que 1 metro cúbico, o valor atingirá R$ 380, e R$ 500 para descartes acima desse volume.

“A coleta de lixo domiciliar hoje é bem mais barata que o processo de varrição e coleta de resíduos nas vias púbicas. O cidadão paga mais caro em função do descarte de lixo na rua de forma inadequada.

Se tirarmos esse fator, vai haver um impacto importante, que irá nos permitir redimensionar nossas equipes, que chegarão a lugares onde a cobertura não é boa”, disse o presidente da Comlurb..

Por ano, a varrição de ruas e a limpeza das praias custam aos cofres municipais cerca de R$ 16,5 milhões. Segundo a prefeitura, a operação vai começar pelo centro da capital, em seguida irá para os bairros da zona sul e concentrações comerciais no subúrbio da cidade.

Sobre a aplicação das multas a visitantes nacionais e estrangeiros, Roriz disse que “o problema maior não está no turista, nós vamos abordá-lo, é claro. Estamos vendo como fazer com que eles sofram as consequências [do descarte inadequado de lixo].

A ideia não é multar, arrecadar ou reduzir os custos da Comlurb. Nossa preocupação é de fato ter uma cidade mais limpa”.





http://exame.abril.com.br/brasil/not...as-ruas?page=2
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #657  
Old Posted Apr 10, 2013, 8:59 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Boa medida, mas vai dar muito bafafá...
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #658  
Old Posted Apr 12, 2013, 2:19 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,151
Ministro da Justiça diz que redução da maioridade penal é inconstitucional


O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse hoje (11), em São Paulo, que o seu ministério é contra a diminuição da maioridade penal. Segundo Cardozo, no seu entendimento, a redução é inconstitucional. “A redução da maioridade penal não é possível, a meu ver, pela Constituição Federal. O Ministério da Justiça tem uma posição contrária à redução, inclusive porque é inconstitucional. Em relação a outras propostas, eu vou me reservar o direito de analisá-las após o seu envio”, disse, após participar esta tarde de uma audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) sobre programas federais de segurança.


A ideia de mudança na maioridade penal foi proposta hoje pelo governador de São Paulo Geraldo Alckmin. Ele declarou que pretende enviar ao Congresso Nacional um projeto para tornar mais rígido o Estatuto da Criança e do Adolescente. A proposta do governador é que adolescentes que tenham cometido crimes e tenham completado 18 anos não fiquem mais na Fundação Casa. O governador também defendeu penas maiores para os crimes graves ou reincidentes.

Alckmin se manifestou sobre o assunto ao ser perguntado pelos jornalistas sobre a morte de um jovem em um assalto quando chegava ao prédio onde morava, na zona leste da capital. O estudante Victor Hugo Deppman, de 19 anos, foi morto na terça-feira (16). O agressor, um adolescente de 17 anos, completa 18 anos amanhã (12). Segundo o delegado André Pimentel, que fez a prisão, ele cumprirá pena socioeducativa, pois o crime foi cometido quando ainda era menor de idade.

O ministro da Justiça disse, em entrevista à imprensa, que ainda pretende conhecer a proposta do governador de São Paulo sobre a redução da maioridade penal. Ele também falou que não entende que o menor, que cumpre pena, tenha que ser encaminhado para um presídio em vez da Fundação Casa. “Temos uma situação carcerária no Brasil que, vamos ser sinceros, temos verdadeiras escolas de criminalidade em muitos presídios brasileiros. Há exceções, mas temos situações carcerárias que faz com que certos presos lá adentrem e, em vez de saírem de lá recuperados, saem vinculados a organizações criminosas. Toda essa situação tem que ser cuidadosamente pensada e analisada”, disse.


Fonte: Agência Brasil











http://www.jornaldebrasilia.com.br/s...stro&id=463462
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #659  
Old Posted Apr 13, 2013, 12:24 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,232
Impressões de um francês em BH repercutem na internet


Francês de 29 anos morador de BH publica em blog 65 observações sobre o país que se espalharam em pouco tempo. Muitos brasileiros concordaram, outros se indignaram

"Tem mais coisas, a lista ainda deve aumentar. Mas escrevi sem querer ofender, estou feliz aqui", Olivier Teboul, engenheiro de computação


São 65 itens de observações sobre o país escritas por um francês. Olivier Teboul, de 29 anos, se mudou de Paris para Belo Horizonte há um ano e meio e desde então coletou curiosidades por onde andou. Espontâneo, segundo ele. Apenas passava por uma situação, pensava como aquilo era diferente do país dele e guardava na memória. Nesta semana, decidiu listar tudo e postar no seu blog pessoal “(O outro) diário do Olivier”. Rapidamente, as palavras se multiplicaram na internet. Até ontem, o post havia sido visto por cerca de 15 mil pessoas e comentado por quase 300.

São fatos do cotidiano. E ele começa a lista com uma das situações que mais irritam o brasileiro: longas filas para tudo. “Aqui tudo se organiza em fila: fila para pagar, para pedir, para entrar, fila para sair e fila para esperar a próxima fila”, relata.

Sempre dizendo que a intenção não era ofender, Olivier conta um episódio que passou em São Paulo. Na rodoviária, viu uma fila gigantesca e perguntou a uma moça, que era a última, se aquela era a espera para entrar no metrô. E ela respondeu: “Espero que sim, estou aqui há meia hora”, contou o francês achando a situação engraçada.

Quando viu suas impressões lidas e compartilhadas por tanta gente, Teboul ficou com receio de que os brasileiros encarassem negativamente. Ontem à noite, ele foi com a equipe do Estado de Minas a um dos ícones de BH, a Praça da Liberdade. Disse várias vezes que não queria criticar, apenas, de forma cômica, relatar o que presencia. Em um dos tópicos escreveu: “Aqui no Brasil, tem um organismo chamado Detran. Nem quero falar disso, não saberia por onde começar…”. Outro diz: “Aqui no Brasil, tem um lugar chamado cartório. Grande invenção para ser roubado direito e perder seu tempo durante horas para tarefas como certificar uma cópia (que o funcionário nem vai olhar) ou conferir que sua firma é sua firma”. “Tudo tem uma razão de existir. Dá para melhorar, mas o Brasil é assim”, disse.

Viagens

Engenheiro de computação, Olivier trabalha no escritório do Google em BH. Disse que veio ao Brasil por opção. Anos antes, visitou Brasília e Rio de Janeiro durante as férias. Gostou do país e pediu para se mudar para cá. Em mais de um ano, viajou para o Nordeste, Rio, São Paulo, mas foi vivendo em BH que recolheu todas as observações. Ainda assim, diz que por onde passou viu que as situações são comuns. “Não é um julgamento de valores nem é para ofender, não quis dizer que é melhor ou pior do que na França, são apenas situações que percebi”, afirmou.

Entre os amigos, ele conta que recebeu incentivo para postar que pensava. Os estrangeiros, disse, compartilham das opiniões. Os brasileiros também. “Eles acharam engraçado.” No blog, os comentários são, na maioria, positivos. “Achei incrível. Estou chocado como as coisas são tão comuns para a gente e esquisitas para o restante do mundo”, escreveu Rafael Chagas. “Excelente texto: detalhista, observador, aponta o bom e o ruim em vários aspectos, mas com leveza e humor deliciosos! Adorei”, disse Alessandra Magnago.

Mas há quem não gostou. “Mais um estrangeiro colaborando para os estereótipos do Brasil. No mais, seus textos têm alguma verdade, porém não absoluta”, postou Dávilla Martins.

Na França

Brasileiros que moram em Paris também opinaram e foram além, responderam a Olivier com observações sobre o país dele. “Na França, os restaurantes fecham antes das 22h. Muitas vezes, você acabou de pedir e o garçom vem com uma notinha e põe na mesa discretamente. Na França, a porta do metrô deve ser aberta pelos passageiros, não automaticamente. Na França, tem desodorante 72h, que coisa estranha. Não tem supermercado nem farmácia 24h. Na França, tudo vem com batata frita”, comentou um leitor do blog.

Em outro post, uma leitora comentou que na França todos convidam para tomar um café, mas nem sempre é exatamente para tomar café. “Isso é verdade e eu nunca tinha percebido. Quando você vem de fora repara logo situações que as pessoas que estão dentro não veem”, disse o francês.

Há algo em BH melhor do que em Paris? Olivier diz que sim. Em um tópico, escreveu: “Aqui no Brasil, a vida vai devagar”. Ontem, comentou: “Em Paris, as pessoas são muito estressadas, estão sempre andando rápido. Aqui não. Tudo é mais calmo e isso é bom”, considera. Mesmo com receio de ser mal interpretado, Olivier enfatizou: “Escrevi sem querer ofender. Estou feliz aqui e não pretendo ir embora por enquanto.”

Começo na fila

1 - Aqui no Brasil, tudo se organiza em fila: fila para pagar, fila para pedir, fila para entrar, fila para sair e fila para esperar a próxima fila. E duas pessoas já bastam para constituir uma fila.

2 - Aqui no Brasil, não se pode tocar a comida com as mãos. O hambúrguer se come dentro de um guardanapo. Toda mesa de bar, restaurante ou lanchonete tem distribuidor de guardanapos e de palitos. Mas esses guardanapos são quase de plástico, nada de suave ou agradável. O objetivo não é de limpar suas mãos ou sua boca, mas é de pegar a comida com as mãos sem deixar papel nem na comida nem nas mãos.

3 - Aqui no Brasil tudo é gay (ou ‘viado’). Beber chá: é gay. Pedir uma Coca zero: é gay. Jogar vôlei: é gay. Beber vinho: é gay. Não gostar de futebol: é gay. Ser francês: é gay; ser gaúcho: gay; ser mineiro: gay. Prestar atenção em como se vestir: é gay. Não falar que algo é gay: também é gay.

4 - Aqui no Brasil, os homens não sabem fazer nada das tarefas do dia a dia: não sabem faxinar, nem usar uma maquina de lavar. Não sabem cozinhar, nem a nível de sobrevivência: fazer arroz ou massa. Não podem consertar um botão de camisa.

5 - Aqui no Brasil, os chineses são japoneses.

6 - Aqui no Brasil, a política não funciona só na dimensão esquerda-direita. O Brasil é um país de esquerda em vários aspectos e de direita em outros. Por exemplo, se pode perder seu emprego de um dia para outro quase sem aviso. Tem uma diferença enorme entre os pobres e os ricos. Ganhar vinte vezes o salário mínimo é bastante comum, e ganhar o salário mínimo ainda mais.

7 - Aqui no Brasil, é comum e conhecer alguém, bater um papo, falar “a gente se vê, vamos combinar, tá?”, e nem trocar telefone.

8 - Aqui no Brasil, a palavra “aparecer” em geral significa “não aparecer”. Exemplo: “Vou aparecer mais tarde” significa na pratica “não vou não”.

9 - Aqui no Brasil, não se assuste se estiver convidado para uma festa de aniversário de dois anos
de uma criança. Vai ter
mais adultos do que crianças, e mais cerveja do que suco de laranja.

10 - Aqui no Brasil, pode pedir a metade da pizza de um sabor e a metade de outro. Ideia simples e genial.

11 - Aqui no Brasil, Deus está muito presente... pelo menos na linguagem: “vai com o Deus”, “se Deus quiser”, “Deus me livre”, “ai, meu Deus”, “graças a Deus”, “pelo amor de Deus”. Ainda bem que Ele é brasileiro.

12 - Aqui no Brasil, a comida é: arroz, feijão e mais alguma coisa.

13 - Aqui no Brasil, marcar um encontro às 20h significa às 21h ou depois. Principalmente se tiver muitas pessoas envolvidas.

14 - Aqui em Belo Horizonte, a menor cidade grande do mundo. 5 milhões de habitantes, mas todo mundo conhece todo mundo. Por isso que se fala que BH é um ovo. Eu diria que é um ovo frito. Assim fica mais mineiro.

15 - Aqui no Brasil, o povo é muito receptivo. É natural acolher alguém novo no seu grupo de amigos. Isso faz a maior diferença do mundo. Obrigado, brasileiros.

A lista completa está no olivierdobrasil.blogspot.com.br

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/ger...internet.shtml
Reply With Quote
     
     
  #660  
Old Posted Apr 14, 2013, 2:41 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 18,232
Governo e entidades entram em acordo sobre a meia entrada

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, afirmou que o governo concordou com a proposta das associações de produtores teatrais, de limitar em 40% a lotação das casas de espetáculos para a meia entrada. A decisão foi anunciada agora à tarde, em reunião com presidentes das associações e de entidades estudantis, e a deputada federal Manuela D'Ávila (PCdoB-RS), no gabinete da ministra, em Brasília.

Os participantes concordaram que vai caber à UNE padronizar a carteira de estudante no país. O documento poderá ser emitido por cerca de oito mil entidades ligadas à União dos Estudantes.

Segundo o presidente da Associação dos Produtores Teatrais do Rio, Eduardo Barata, a proposta será incluída no Projeto de Lei da Meia Entrada, que vai à votação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados; e também no Estatuto da Juventude, que vai à votação no Senado.

Fonte: http://oglobo.globo.com/rio/ancelmo/...ada-492976.asp
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Notícias do Brasil - Imprensa Nacional
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 2:44 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2017, vBulletin Solutions, Inc.