HomeDiagramsDatabaseMapsForum About
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais


Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #201  
Old Posted Feb 22, 2013, 12:35 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,956
Olha, para termos uma noção de como será o empreendimento Shopping Bosque Belém,, numa área de 371 mil m2. Será replicado em Brasília? Veja as imagens de como ficará o bairro Cidade Cristal em Belém.

Mais informações do empreendimento em Belem

A área tem cerca de 371.000 m2, e vai abrigar 7 grandes condomínios residenciais de médio e alto padrão, 4 condomínios empresariais de altíssimo padrão, com lajes corporativas ( um nicho praticamente inexplorado por aqui), área multiuso entre os condomínios, grande área para saúde ou educação.
Empreendimentos ancorados no maior shopping da região, com 123.000m2 com a griffe do Grupo Jereissati Nordeste, o todo poderoso detentor da marca Iguatemi

O conceito é cidade dentro de cidade, eliminando divisões e integrando os elementos do Cidade Cristal a vizinhança e valorizando o cenário possível graças a ampliação da Av. Independência.
Torres de 10 andares. Os primeiros condomínios devem ser lançados ate o final do ano, junto com lançamento comercial do shopping.
A idéia é desviar o centro de atração da capital, reduzindo a pressão urbana sobre os bairro hoje congestionados.

Shopping Bosque Grão-Pará| ABL 48 mil m² | Jereissati Centros Comerciais












Last edited by pesquisadorbrazil; Dec 6, 2019 at 5:20 AM.
Reply With Quote
     
     
  #202  
Old Posted Feb 22, 2013, 12:57 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
O projeto do DF/Entorno terá 800,000 mil m2 então suponho que será muito melhor que esse ai de Belém, tem que ser lançado logo para adiantar os projetos da concorrência
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #203  
Old Posted Feb 22, 2013, 1:40 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,956
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
O projeto do DF/Entorno terá 800,000 mil m2 então suponho que será muito melhor que esse ai de Belém, tem que ser lançado logo para adiantar os projetos da concorrência
Verdade, até mesmo porque, o empreendimento em Sobradinho é o triplo do tamanho da área. Claro que o shopping center será menor do que esse Shopping Bosque dos Pinheiros.
Reply With Quote
     
     
  #204  
Old Posted Feb 23, 2013, 5:22 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,956
E por falar no tal empreendimento do grupo Iguatemi, vai uma imagem da região aonde irá ficar, inclusive monstrando o local do futuro Via Green Village.

Reply With Quote
     
     
  #205  
Old Posted Feb 23, 2013, 8:50 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
Esse ai ficará dentro do DF
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #206  
Old Posted Feb 23, 2013, 10:59 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,956
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Esse ai ficará dentro do DF
A região lá vai bombar esse ano, com o lançamento desse empreendimento do Grupo Iguatemi e também da Via Engenharia.
Reply With Quote
     
     
  #207  
Old Posted Feb 25, 2013, 11:39 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
Decisão inédita isenta moradores do pagamento de IPTU em terra da União



Para a Justiça, o governo local não pode cobrar taxas de terreno que não pertence ao DF. Entendimento dos desembargadores pode beneficiar cerca de 25 mil pessoas na mesma condição


Foto: Breno Fortes

O loteamento no Grande Coladorado abriga 600 pessoas e, segundo a associação de moradores, cerca de 50% estão inadimplentes com o GDF: briga de oito anos na Justiça

A cobrança de Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) nos condomínios irregulares no Distrito Federal se arrastou em uma longa batalha judicial nos últimos oito anos. Em 2005, a Secretaria de Fazenda começou a taxar os moradores dos parcelamentos como contribuintes e, desde então, eles lutam para não pagar o tributo. O índice de inadimplência chega a 50% e, agora, a Associação do Vivendas Lago Azul, região onde moram cerca de 600 pessoas no Grande Colorado, conquistou na Justiça o direito de não arcar com a taxa.

A decisão em segunda instância foi unânime e encerra a discussão no Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) que tramitava desde 2006, com diversas liminares concedidas para ambas as partes. Além disso, os moradores esperam que o entendimento da Corte sirva de base para novas sentenças em outras ações movidas por condomínios que questionam o pagamento do IPTU.

No caso do Lago Azul, os desembargadores da 2ª Turma Cível entenderam que a cobrança não é legítima, porque o loteamento está em terras da União e os condôminos já pagam taxa de ocupação para a Secretaria de Patrimônio da União (SPU). O Bela Vista, no Grande Colorado, e 19 loteamentos de baixa renda do Setor Habitacional Nova Colina, em Sobradinho, estão na mesma situação. Cerca de 25 mil pessoas vivem nesses locais.

Quem mora em parcelamentos irregulares contesta a cobrança sob a alegação de que o governo nunca fez nenhuma benfeitoria nas áreas, justamente por elas serem irregulares. No Lago Azul, ainda há outro agravante: desde 1992, a SPU cobra R$ 120 mil por ano como taxa de ocupação que é dividida em sete parcelas entre os 174 lotes. “A terra é da União, somos apenas ocupantes, temos uma posse precária. O GDF quer cobrar o imposto, mas, na hora de dar as contrapartidas, não o faz porque estamos em área irregular”, afirma a síndica do loteamento, Júnia Bittencourt.










http://www.correiobraziliense.com.br...da-uniao.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #208  
Old Posted Feb 25, 2013, 3:31 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
E o GDF vai tomar no toba.

Vai ter que entrar em acordo com o governo federal para tomar posse das terras e poder receber o IPTU.

Já sob a alegação que o GDF não faz nenhuma melhoria, bom se a moda pega deixo de pagar o IPTU amanhã mesmo, pois em Águas Claras o GDF só recolhe o dinheiro, obras que é bom nada. Não tem urbanização nenhuma.
Reply With Quote
     
     
  #209  
Old Posted Mar 1, 2013, 4:45 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
Condomínio vai ficar 28% mais caro


A despesa dos brasilienses com a conta de condomínio vai subir mais do que a inflação do ano passado. O reajuste médio previsto para os prédios onde o serviço é terceirizado chega a 28%, conforme informou o Sindicato dos Condomínios Residenciais e Comerciais do Distrito Federal (Sindicondomínio) ao jornal "Correio Braziliense".

Para os edifícios com administração própria a alta será de 18%, enquanto a inflação acumulada no ano passado foi de 5,43%, de acordo com o Índice Nacional de Preços do Consumidor Amplo (IPCA).

A justificativa apresentada pelo Sindicondomínio é o aumento de 11,2% na tarifa de água, realizado em março do ano passado, somado aos salários dos funcionários de serviços gerais e vigilância, além dos custos com manutenção em equipamentos como elevadores e extintores. De acordo com estimativas do sindicato, mais de 30% dos condomínios filiados à entidade cobram taxas acima dos valores de alguns alugueis.

Para reduzir as despesas, o professor de economia da Universidade de Brasília, Roberto Piscitelli, recomenda que síndicos e condôminos façam um planejamento anual de gastos que inclua a revisão das formas de utilização de água, a instalação de hidrômetros individuais, o escalonamento do uso de elevadores e a adequação do quadro pessoal de funcionários.









http://www.destakjornal.com.br/notic...s-caro-182085/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #210  
Old Posted Mar 4, 2013, 8:26 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,956
Formosa em ritmo asiático

Distante 75km de Brasília, cidade vê a economia crescer em média 6% ao ano, com investimentos no setor imobiliário e principalmente na indústria. Em breve, o município ganhará o primeiro shopping e edifícios com apartamentos de até R$ 1,7 milhão
Renato Alves


Distante 75km de Brasília, Formosa (GO) começou a ser ocupada por não-índios fugindo da malária, no século 18. Eles montaram as primeiras barracas nas terras do município e se tornaram pequenos comerciantes, vendendo todo tipo de produtos a tropeiros a caminho dos nordeste goiano e brasileiro. Logo, alguns tomaram posses de terrenos maiores e começaram a criar gado. Quase 300 anos depois, com 102 mil habitantes, a cidade recebe novos investidores. Somente em 2012, foram criados 3 mil postos de trabalho em Formosa, que tem o melhor índice de empregabilidade do Entorno do Distrito Federal.

O gado deu lugar aos grãos como carro-chefe em Formosa. Indústrias pesadas de toda parte do país e do planeta estão instalando unidades no município. Com tanto dinheiro, empresários do DF constroem prédios residenciais e comerciais de alto padrão em bairros antes ocupados apenas por casas. Mercadinhos e outros estabelecimentos de antigos comerciantes agora convivem com a concorrência de grandes redes de supermercados e de eletrodomésticos.

Criado em 1995, o Distrito Agroindustrial de Formosa, com 100 mil m², começou a receber empresas e trabalhadores para valer somente há quatro anos. Hoje, são 35 indústrias, sendo 18 em funcionamento. Destas, algumas na fase final de construção, prestes a abrir as portas. Das 17 ainda em instalação, a maior delas é a CPX Goiana Mineração. Com investimentos de R$ 450 milhões até 2015, a fábrica de cimento vai aumentar a arrecadação do município em 30%. A expectativa é que a empresa crie 2,9 mil empregos diretos e indiretos nas fases de implantação e operação.

A companhia suíça de agroquímicos Syngenta anunciou, há duas semanas, a intenção de investir US$ 77 milhões na expansão de sua unidade de beneficiamento de sementes de milho em Formosa. Ela quer quadruplicar a atual produção para 1,6 milhão de sacas até 2015. Nesse cenário, desde 2006 o município goiano vem crescendo 6% ao ano. “A prefeitura arrecada R$ 11 milhões mensais. Até cinco anos, eram R$ 8,5 milhões”, diz o secretário municipal de Economia e Finanças, Vertinho Oliveira.

Classes A e B

Os investimentos na indústria e no agronegócio refletem diretamente no comércio de Formosa. Um dos indicadores de crescimento nesse segmento é a instalação de duas grandes redes varejistas: Mais Atacado e Bretas, sétima maior rede de supermercados do país. Outro indicador é o lançamento do primeiro shopping da cidade, que começa a vender as lojas em 10 de abril, e a construção do maior condomínio vertical do município. Com 14 andares, o residencial terá 136 apartamentos de três e quatro quartos, com 139m² a 350m². Os preços vão de R$ 560 mil a R$ 1,7 milhão.

Para se ter uma ideia do sucesso do empreendimento, que deve ser concluído apenas no fim de 2014, das 12 unidades de cobertura, oito estão vendidas. Além do acabamento de luxo, ele terá espaço gourmet, academia de ginástica, salão de jogos, duas quadras de esporte, duas piscinas e um heliponto. À frente do investimento está o empresário brasiliense Marcos Garzon, 67 anos, que decidiu ser o primeiro a apostar pesado no Entorno Norte. “Gosto de empreender onde ninguém vai, ser o primeiro. Formosa é a entrada do Nordeste goiano, polo em uma região de 37 cidades”, ressalta.

Enquanto os colegas do ramo constroem prédios em cidades do Entorno Sul, como Valparaíso e Luziânia, Garzon anuncia investimentos apenas em Formosa. “O Entorno Sul já está super-aquecido. E, lá, o público é outro. Os prédios são voltados para as classes C e D, beneficiárias de financiamentos da Caixa e de programas do governo federal. Aqui em Formosa, faltam imóveis para as classes A e B”, compara. Ele diz ter passado dois anos estudando o cenário até começar a erguer edifícios no município. “Entre outras coisas, me reuni com os fazendeiros e perguntei o que queriam”, conta.

Dessas conversas, surgiu o projeto do residencial. Com o sucesso das vendas, Garzon anuncia o lançamento de dois prédios residenciais parecidos, inclusive nos valores, em terrenos próximos. Pioneiro na região, o shopping que será erguido ao lado do condomínio terá espaço para 130 lojas e quatro cinemas, em uma cidade que hoje tem apenas uma sala de exibição de filmes. O complexo contará ainda com duas torres, sendo uma para 284 flats e outra para 167 salas comerciais. Lançado a partir de abril, tudo deverá ser entregue em três anos.

Os novos empreendimentos trazem esperança aos estudantes da cidade e mudam hábitos de antigos moradores. “Antes, eu estudava pensado em me mudar para Brasília, como ocorre com todos os universitários daqui. Agora, vejo chances de ficar”, diz Miquelly Laís Leite, 19 anos, estudante de administração de uma das três faculdades do município. Já Giselle Cordeiro trabalha em uma das duas cafeterias locais. “Até um ano e meio, não havia nenhuma. Creio que as pessoas estão ficando com gostos mais refinados”, observa a atendente.

Herdeiro do maior empresário de Formosa, Marco Colpo, 29 anos, também vê um futuro promissor para a terra natal. “A economia da cidade está se diversificando. As novas empresas exigem mão de obra qualificada. Por isso, o Sebrae abriu uma agência em 2009 e, no ano seguinte, o Senai inaugurou a unidade”, enfatiza o jovem. Ele ajuda a comandar um grupo empresarial com quatro subsidiárias, quatro fazendas e 220 empregados com carteira assinada. Império fundado pelo pai dele, Nery Colpo, 61 anos, gaúcho que começou a desbravar as terras de Formosa há 31 anos e hoje planta, armazena, beneficia e distribui seus grão e de outros fazendeiros da região.

Fonte: http://www.interjornal.com.br/notici...7&cod=19848382
Reply With Quote
     
     
  #211  
Old Posted Mar 4, 2013, 8:28 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,956
Eu sei que o Garzon irá lançar 2 shoppings em Formosa, e lá tem grana, bem diferente de outras cidades do entorno. Agora que os maluquetes de Planaltina/GO irão querer invadir a cidade para ver filmes nos cines, pois a distancia entre Formosa e Planaltina é menor do que entre Planaltina ao Plano Piloto. Agora eu desconheço qual a situação da rodovia que liga as duas cidades goianas.

Apesar que no futuro, essa rodovia irá se transformar no anel viário de Brasília, isso, só DEUS sabe.
Reply With Quote
     
     
  #212  
Old Posted Mar 4, 2013, 9:51 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
Eu sempre achei que formosa iria ganhar um shopping antes de Águas Lindas e Luziânia, mas pelo visto será maior que os dois, formosa sempre foi a cidade mais desenvolvida do entorno, e agora que os empresários foram ver o potencial Antes tarde do que nunca...
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #213  
Old Posted Mar 5, 2013, 3:08 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,956
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Eu sempre achei que formosa iria ganhar um shopping antes de Águas Lindas e Luziânia, mas pelo visto será maior que os dois, formosa sempre foi a cidade mais desenvolvida do entorno, e agora que os empresários foram ver o potencial Antes tarde do que nunca...
Espero que não seja um flat a lá HPLUS, pois se for, a cidade terá muito a perder com seu grande potencial turistico. E se não me engano, Formosa é a cidade do entorno mais independente de Brasília, o mesmo ocorre com Pirenópolis.
Reply With Quote
     
     
  #214  
Old Posted Mar 6, 2013, 10:49 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
GDF anuncia investimentos de R$ 1 bi do PAC em asfalto e saneamento



O dinheiro será destinado meio a meio para pavimentação, em Vicente Pires, e saneamento, no Lago Paranoá, para ampliar o abastecimento da capital



O governador Agnelo Queiroz (PT) detalhou em coletiva de imprensa no Palácio do Buriti as obras que receberão investimentos de R$ 1 bilhão, em mais uma etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), anunciados hoje de manhã pela presidente Dilma Rousseff (PT) para vários municípios e unidades da federação. No caso de Brasília, o dinheiro será destinado meio a meio para pavimentação e saneamento (captação, tratamento e abastecimento de água e esgotamento sanitário).

A expectativa do governo é colocar as máquinas para trabalhar ainda este ano. "O mais importante é ter o dinheiro. E isso conseguimos. Agora vamos aproveitar o período chuvoso para andar na parte burocrática. Assim, quando iniciar o período de estiagem, no segundo semestre, já pretendemos iniciar os trabalhos", disse o governador.

No caso do asfalto, o GDF anunciou que R$ 500 milhões serão aplicados em intervenções na Região Administrativa de Vicente Pires, que tem cerca de 70 mil habitantes. As obras incluem pavimentação de vias, instalação do sistema de drenagem de águas pluviais, redes de água e esgoto e criação de um sistema de circulação viário acessível.

No caso do saneamento urbano, o total de investimento será de R$ 530,4 milhões. A principal obra é a implantação do Sistema Produtor de Água Paranoá, no Lago Paranoá, no valor de R$ 418,6 milhões. O projeto tem como objetivo ampliar a capacidade de abastecimento da capital federal. As intervenções incluem a instalação de adutora e criação de rede de abastecimento a partir do lago, além de estação de tramento.

"O sistema hoje está no limite e não podemos correr o risco de ficar sem água. É uma obra pensando no futuro. É um compromisso com a cidade", disse o vice-governador Tadeu Fillipelli, que também participou da coletiva ao lado do secretário-chefe da Casa Civil, Swedenberger Barbosa. Esta última pasta é a responsável pela gestão dos recursos do PAC 2 no DF.












http://www.correiobraziliense.com.br...neamento.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #215  
Old Posted Mar 6, 2013, 11:36 PM
murilofm's Avatar
murilofm murilofm is offline
Registered User
 
Join Date: Mar 2013
Posts: 5
Thumbs up Legal!

Pessoal,

somente nesta semana que pude encontrar ótimas informações neste fórum.
Mesmo já tendo investido um pouquinho (adquiri um lote no Damha II), vejo que foi uma boa escolha pela previsão de investimentos na região.

Eu vi o Master Plan da Damha, onde contempla mais 7 loteamentos (total de 9contando com os 2 lançados).
Além de shopping, área comencial, etc.
Se não estou enganado, o Outlet Nova Brasíli ficará logo a frente do Dahma I e II.
Alguém tem um desenho, maquete para eu verificar???
Reply With Quote
     
     
  #216  
Old Posted Mar 6, 2013, 11:51 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
Primeiramente seja bem-vindo Murilofm a única imagem que temos aqui no fórum é essa:

__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #217  
Old Posted Mar 6, 2013, 11:59 PM
murilofm's Avatar
murilofm murilofm is offline
Registered User
 
Join Date: Mar 2013
Posts: 5
Obrigado MAMUTE!

Essa área logo a frente da entrada do Damha I e II seria do Outlet Nova Brasilia.
Não tenho certeza pq não vi o projeto do Outlet, uma maquete, planta, etc...
Reply With Quote
     
     
  #218  
Old Posted Mar 7, 2013, 1:42 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
Masterplan residencial Damha Brasília..

Credito: Murilofm
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #219  
Old Posted Mar 7, 2013, 1:52 AM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 3,488
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Primeiramente seja bem-vindo Murilofm a única imagem que temos aqui no fórum é essa:

Aquilo lá no fundo é o Alphaville?
Reply With Quote
     
     
  #220  
Old Posted Mar 7, 2013, 1:58 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,951
Isso mesmo jota, por essa imagem vemos que será um aglomerado urbano enorme, é só o começo, a VIA engenharia já vai lançar um residencial vertical lá no Alphaville, imagina tudo depois de uns anos com shoppings, centros comerciais, residenciais de luxo, Hotéis e o centro financeiro internacional ali perto, vai ser o point
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 5:29 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2020, vBulletin Solutions, Inc.