HomeDiagramsDatabaseMapsForum
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #6621  
Old Posted Jul 3, 2017, 6:58 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Acho que a parte da oposição dos moradores do Lago fora superada. O problema é, a PMI proposta pelo consórcio Odebrecht e JC Gontijo kkkk nem precisa falar no resto né. A parte do lago será feita via tunel. O problema é... Se não é para incomodar os moradores, porque não faz logo uma ponte sem conexão com o lago ou mesmo um tunel completo. E fim de papo.
Reply With Quote
     
     
  #6622  
Old Posted Jul 5, 2017, 4:47 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458


MP pede interdição do parque Deck Sul por risco à saúde pública

De acordo com o Ministério Público do DF, água próxima à região apresenta bactéria da cólera, que pode levar à morte

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) ajuizou uma ação civil pública contra a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) pedindo a interdição do parque Deck Sul, às margens do Lago Paranoá. De acordo com os procuradores, o espaço de lazer próximo à Ponte das Garças, na L4 Sul, apresenta risco à saúde pública e à vegetação local.

O principal problema apontado pelo Ministério Público está relacionado à água da região. Segundo a ação, o mineral localizado próximo à área do parque possui alta concentração da bactéria Vibrio cholerae, causadora da cólera. A presença dos germes causa riscos à saúde de quem entra em contato com a água e pode levar à morte.

“Tanto levantamentos periódicos realizados pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) quanto os realizados pelo próprio empreendedor atestam a má qualidade da água no local do empreendimento, o que coloca em risco a população de usuários daquela região”, afirma o promotor Roberto Carlos Batista, responsável pela ação civil pública.

Outro problema que traz perigo aos usuários é a existência de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Caesb a alguns metros do Deck Sul. Segundo o Ministério Público, além do forte mau cheiro que infesta o parque, a proximidade com a estação de esgoto expõe frequentadores a estruturas mal conservadas e com risco de erosão.

Risco de acidente
De acordo com a ação, há risco até de que parte do parque se torne inutilizável. “Não há nenhuma proteção ou barreira física que impeça a queda dos pedestres em um eventual acidente, de forma que existe real risco na utilização dessas estruturas. Além de ser uma mera questão não muito longa de tempo para que essa via sucumba ao avanço do processo erosivo, sem que medidas de contenção sejam adotadas”, afirma o MPDFT.

O promotor Roberto Carlos Batista afirma ainda que a Novacap foi “negligente” durante a instalação do parque e não cumpriu condições essenciais para a proteção ambiental na área do Deck Sul. Além disso, pleiteia que a empresa seja condenada a executar cláusulas estabelecidas na licença prévia e na licença de instalação do parque.

A 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema) quer a interdição do parque até que sejam tomadas as medidas necessárias e sugere a determinação de multa no valor de R$ 500 mil por dia em caso de descumprimento. O órgão pede ainda que a Novacap seja condenada a sanar os problema apontados e que o Ibram suspenda a concessão de novas licenças ambientais até a solução de todas as irregularidades.


Sem licença

Essa não é a primeira vez que o Deck Sul é alvo do MPDFT. Em junho do ano passado, a Prodema instaurou inquérito civil público para avaliar a instauração do empreendimento. Segundo o Ministério Público, a medida foi tomada após a descoberta de que a licença de instalação foi concedida sem que informações prévias e imprescindíveis para garantia da viabilidade de implantação do empreendimento fossem atendidas.

Em setembro, a Prodema expediu recomendação que propôs ao Ibram a adoção de medidas administrativas para solucionar os problemas detectados. De acordo com o MPDFT, no entanto, as providências tomadas pelo órgão foram insuficientes para sanar os danos apontados. Apesar das irregularidades, o Deck Sul foi inaugurado em 28 de maio de 2017 sem a licença de operação. O documento foi requerido em 2 de junho de 2017 e permanece em processo de análise pelo Ibram.

Acionada pelo Metrópoles, a Novacap afirmou que aguarda ser comunicada oficialmente para apresentar todas as informações necessárias diretamente ao MPDFT. A empresa alega ainda que “que executou a obra de acordo com a legislação vigente” e que “realizou ainda o plantio de 70 mil m² de grama no local para evitar erosão e de 680 mudas de árvores — a maioria nativa do Cerrado. Além disso, construiu um dissipador de água pluvial no local para evitar danos”.

Já o Ibram disse, em nota, que “tem mantido diálogo constante com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) sobre as ações no Deck Sul e a Novacap aguarda a notificação oficial sobre a ação para apresentar as informações necessárias diretamente ao MPDFT”.


Deck Sul

Desde a inauguração, o Deck Sul recebe cerca de 6 mil pessoas por semana. O espaço possui 77 mil metros quadrados (sendo 7,4 mil de calçadas), ponto de encontro comunitário, circuito com equipamentos para ginástica, quadras de vôlei e poliesportiva, parques infantis, ciclovia e pista de cooper. Há também um deck de madeira com 551 metros de comprimento.

O parque faz parte do projeto de revitalização da orla do Lago Paranoá e custou R$ 10.733.370,10 aos cofres públicos. O dinheiro foi fruto de um convênio entre a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e a Novacap. (Com informações do MPDFT)

Fonte: http://www.metropoles.com/distrito-f...-saude-publica
Reply With Quote
     
     
  #6623  
Old Posted Jul 5, 2017, 4:48 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Eu falei para não esquecer de ir para o Deck Sul com protetor solar, desodorizador e agora repelente. kkkkk

E tem gente inocente falando que foi lá e não sentiu o cheiro de lá, então estava com máscaras ou nariz entupido.
Reply With Quote
     
     
  #6624  
Old Posted Jul 6, 2017, 12:12 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Opa olha o trecho que diz, que as obras do Deck Sul causaram ou podem causar assoreamento do lago paranoá. Olha que interessante, a alguns anos atrás, pessoas afirmaram que era IMPOSSIVEL ocorrer assoreamento as margens do lago. O assoeramento era causado somente nos seus afluentes.

Com a verdade o MP é lógico.
Reply With Quote
     
     
  #6625  
Old Posted Jul 14, 2017, 10:09 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,402
VETO AO FUNDO CONSTITUCIONAL LEVARIA DF A COLAPSO, DIZ SECRETÁRIO DE FAZENDA


TCU ANALISA SE GDF PODE USAR RECURSO PARA PAGAR SERVIDORES INATIVOS


O Tribunal de Contas da União (TCU) analisa uma auditoria para verificar se o governo do Distrito Federal pode usar parte do Fundo Constitucional para pagar aposentados das áreas da saúde e da educação.
O secretário interino de Fazenda, Wilson de Paula, critica a análise e diz que se o GDF for impedido de usar esse recurso para pagar os servidores inativos poderá ocorrer um colapso financeiro na capital.

De Paula lembrou que a prática existe desde que o fundo foi criado há 14 anos. “Uma mudança que não leve em consideração esse histórico, certamente levará o DF a um colapso financeiro”, declarou o secretário durante uma audiência pública na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, da Câmara dos Deputados, que ocorreu nesta quinta (13).

O procurador da Procuradoria-Geral do DF (PGDF) Marcelo Fernandes, que também participava da reunião, destacou que não há razões para o veto do procedimento pelo TCU. “O servidor inativo foi um prestador de serviço e, por isso, a Procuradoria-Geral do DF tem defendido que os recursos do Fundo Constitucional possam custeá-los.”








http://www.diariodopoder.com.br/noti...?i=83805643680
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6626  
Old Posted Jul 15, 2017, 9:14 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Ele tem tomar cuidado, se o povo brasileiro ainda quer pagar por esse fundo... No fundo o povo não quer. Pois bilhões são jogados no fundo e nada de melhoria acontece.
Reply With Quote
     
     
  #6627  
Old Posted Jul 17, 2017, 2:09 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Noticia meia doida...



Justiça do DF decreta falência do Hospital São Lucas

Decisão atende ao pedido de uma credora do hospital que não conseguiu receber valores devidos pela instituição


Dois anos após fechar as portas, o Hospital São Lucas, localizado na 715/915 Sul, teve a falência decretada. A decisão é da juíza Tatiana Iykiê Assao Garcia, da Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Distrito Federal, e atende ao pedido de uma credora do hospital que não conseguiu receber valores devidos pela instituição.

Na ação, a empresa afirmou que foi obrigada a encerrar as atividades em 2015, antes do pedido de falência, o que suspenderia a obrigação de pagar a dívida. Segundo o hospital, o encerramento das atividades foi fruto de uma ação de despejo patrocinada pelo locador do imóvel, portanto, por motivo alheio a sua vontade.

Para a juíza, no entanto, o despejo não justificava o inadimplemento. A magistrada esclareceu na sentença que o hospital foi intimado no ano de 2014 a desocupar o imóvel e permaneceu com suas atividades no local até junho de 2015, pouco mais de um ano antes do ajuizamento da ação.

Segundo Tatiana, “não há que se falar em surpresa ou encerramento abrupto de suas atividades, nem em encerramento de suas atividades mais de dois anos antes do pedido de falência”.

“Assim, diante da prova dos autos, que demonstra a existência do crédito da parte autora, a intimação da ré para pagamento e sua tríplice omissão, pois não pagou, não depositou, nem nomeou bens suficientes à penhora, entendo presentes requisitos legais, razão pela qual a decretação da falência se torna imperativa”, concluiu a magistrada. (Com informações do TJDFT)

Fonte: http://www.metropoles.com/distrito-f...ital-sao-lucas
Reply With Quote
     
     
  #6628  
Old Posted Jul 17, 2017, 2:12 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Muito estranho, encerraram o funcionamento do hospital e pouco tempo depois, veio a demolição. Interessante, que conheço vários prédios que fizeram o mesmo pedido a anos no GDF e até hoje não tiveram resposta. Detalhe, da mesma forma que existe burrocracia para construir, existe para demolir. E aí que está o ponto.

Aí tem, inclusive se mexer a fundo, iremos encontrar que a atual construtora que vai edificar um prédio no lugar, com certeza fez doações para .... melhor deixar quieto.
Reply With Quote
     
     
  #6629  
Old Posted Jul 17, 2017, 11:34 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Acho que micou a construção da nova sede da Globo em Brasília, pior, a empreiteira contratada está enrolada na Lavajato a Odebrecht...















Reply With Quote
     
     
  #6630  
Old Posted Aug 8, 2017, 10:57 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,402
O cartel dos combustíveis voltou!


O aumento dos combustíveis autorizado por Michel Temer assanhou os donos de postos de combustível no DF que voltaram a combinar preços.

Para reverter essa situação, Chico Vigilante foi ao CADE e ao MPDFT solicitar medidas urgentes.

O deputado protocolou, nesta sexta-feira (4), ofício solicitando ações junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e ao Ministério Público contra os aumentos abusivos no preço dos combustíveis no Distrito Federal.

O distrital vai ser reunir com o superintendente-geral do CADE, Diogo Thomson de Andrade, nesta segunda-feira e, no decorrer da próxima semana, com o procurador-geral do DF, Leonardo Bessa, solicitando a adoção de medidas administrativas e judiciais que acarretem a comercialização de combustíveis em patamares aceitáveis de preço.

Para Chico Vigilante, o aumento de preços dos combustíveis, em virtude do aumento das alíquotas da contribuição para o PIS e a Cofins, trouxe de volta a prática do cartel nos postos do DF.

“Os integrantes do cartel dos combustíveis se aproveitaram exatamente desse aumento dado pelo Temer, que é parceiro deles, e reajustaram os preços acima do que foi concedido pela Petrobras. E, agora, realinharam os preços. Estão quase todos os postos com os mesmos preços, o que é uma vergonha”, afirma.

O deputado argumenta que o aumento foi inoportuno e ocorreu justamente no momento em que o Distrito Federal começava a usufruir da queda de preços nos combustíveis. O preço da gasolina, em especial, vinha caindo e o consumidor já sentia os benefícios da concorrência entre os postos.

Antes da atuação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e do Ministério Público do Distrito Federal contra o cartel dos combustíveis os preços estavam muito próximos de R$ 4 o litro do combustível.

Após as medidas administrativas e judiciais, os preços começaram a abaixar, inclusive, em função da diferença de pagamento entre dinheiro, cartão de débito e cartão de crédito. Em algumas cidades do DF o preço do combustível chegou a ser comercializado abaixo dos R$ 3.

“Entretanto, bastou o governo federal anunciar o aumento dos tributos sobre os combustíveis para que os donos de postos voltassem a se articular, elevando o preço muito acima do que preconizou o governo”, recorda Chico Vigilante.

No período de um dia, o preço da gasolina saltou em mais de 1 real alcançando o patamar de preço praticado antes da intervenção dos órgãos públicos.

“Esse aumento não parece ser fruto do acaso. Ao contrário, parece ter sido articulado e combinado”, finaliza o distrital.









http://www.edsonsombra.com.br/post/o...voltou20170807
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6631  
Old Posted Aug 8, 2017, 12:23 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 1,399
Novidade!
Reply With Quote
     
     
  #6632  
Old Posted Aug 8, 2017, 1:01 PM
yuri radd yuri radd is offline
Registered User
 
Join Date: Apr 2013
Posts: 869
É muito revoltante. E nunca aparece um candidato comprometido a reduzir a máquina pública.
Reply With Quote
     
     
  #6633  
Old Posted Aug 10, 2017, 2:28 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,402
Deputado Federal Rôney Nemer é assaltado no Guará 2


Ele saía da casa do pai, por volta das 5h30, para ir à fisioterapia quando foi abordado por um homem de estatura baixa em uma moto. O suspeito simulou estar armado e exigiu que o parlamentar entregasse dois celulares


O deputado federal Rôney Nemer (PP-DF) foi assaltado no Guará 2 na manhã desta quarta-feira (9/8). Ele saia da casa do pai, por volta das 5h30, para ir à fisioterapia quando foi abordado por um homem de estatura baixa em uma moto. O suspeito exigiu dinheiro do parlamentar, mas como ele não tinha, pediu que entregasse os dois celulares. Não houve violência.

Nemer afirma que, no início da ação, não havia entendido que era um assalto. Ele não conseguiu ver se o homem estava armado, mas o suspeito estava com as mãos para trás e o parlamentar preferiu não resistir. “Meu primeiro pensamento foi de reagir. Mas eu me lembrei de todas as recomendações de como agir em um momento como esse e optei por não correr o risco”, alega. O deputado diz que a situação traz um sensação de abandono. “Não tinha nada que eu pudesse fazer no momento. Costumo ir ao Rio e andar com frequência nas comunidades e nunca me aconteceu nada. Em 37 anos que moro em Brasília, foi a primeira vez que isso aconteceu”, lamentou.

Rôney Nemer havia dormido na casa do pai, que morreu há duas semanas. Ele e familiares fazem uma reforma no imóvel e se revezam para cuidar do local. Rôney registrou a ocorrência do crime na 4ª Delegacia de Polícia (Guará 2).







http://www.correiobraziliense.com.br...-guara-2.shtml
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6634  
Old Posted Aug 10, 2017, 9:34 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Toma, agora quero ver a resposta automática da policia...

Fazemos policiamento na região com homens, motos, carros e drones.... kkkk

E que nenhuma ocorrência aconteceu na região mencionada.
Reply With Quote
     
     
  #6635  
Old Posted Aug 19, 2017, 12:35 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,402

Governo do DF comandou aumento da gasolina para mais de R$ 4


Os consumidores estão reclamando, acusando os postos de ganância, o que é verdade, mas o mais recente aumento dos preços da gasolina foi comandado pelo Governo do Distrito Federal. Tudo com o objetivo de arrecadar mais impostos e tentar cobrir o rombo no caixa.


A cada quinzena, nos dias 1º e 15, todos os estados e o DF fecham uma tabela de preços que são usados como referência pelos postos para fixarem os valores dos combustíveis nas bombas. Esses preços de referência, sobre os quais incide o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), são publicados por meio de um ato do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que reúne todos os secretários estaduais de Fazenda.

Pois bem: nesta quarta-feira, 16, o Confaz publicou mais um ato no qual o GDF havia fixado como preço médio do litro da gasolina comum R$ 3,818 e, para a gasolina aditivada, R$ 5,101. São valores muito mais altos do que os definidos, no início de agosto, de R$ 3,479 para a gasolina comum e de R$ 3,830 para a aditivada.

Em apenas 15 dias, somente a gasolina comum, pela tabela fixada pelo Governo do Distrito Federal, ficou 9,74% mais cara. Não por acaso, o litro do combustível passou a ser vendido por quase R$ 4,10. Se o próprio governo do DF abriu a porteira para reajustes, por que os postos não iriam aproveitar para aumentar seus ganhos?

O GDF, segundo técnicos da própria administração de Rodrigo Rollemberg, está se aproveitando do aumento de impostos anunciado pelo governo federal para enfiar a mão no bolso dos consumidores. Como pouquíssimas pessoas sabem dessa tabela do Confaz, a grande maioria acaba culpando os postos e a União pela carestia dos combustíveis.

A tendência, dizem os especialistas, é de que, no início de setembro, quando sairá a próxima tabela do Confaz, os preços dos combustíveis no Distrito Federal tenham uma nova alta. Se muitos estão assustados com o mais recente aumento da gasolina, podem se preparar para mais reajuste. O GDF só está preocupado em arrecadar, e ponto.






http://blogs.correiobraziliense.com....a-mais-de-r-4/
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6636  
Old Posted Aug 19, 2017, 12:36 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,402
Pior governo da História do DF
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6637  
Old Posted Aug 19, 2017, 2:02 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Pior governo da História do DF
Daqui a pouco aparecem os puxasacos do atual governo, alegando que o governo anterior deixou um rombo, que até agora não se comprovou.

Eu quero ver, ele ser reeleito e deixar todas as categorias de funcionários públicos sem aumento salarial por 8 anos.

Igual a mentira que saiu agora pouco, falando que encontraram na casa de Agnelo, uma planilha, dando conta que o governo dele não deu aumento salarial para servidores e policiais para bancar o estádio.

Somente esqueceu de falar que a folha de pagamento das forças policiais vem do governo federal em sua integralidade. A quem interessa plantar essa mentira para sociedade.
Reply With Quote
     
     
  #6638  
Old Posted Aug 26, 2017, 5:55 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,402
Justiça determina: GDF não pode parcelar salários de servidores

Decisão, do desembargador José Divino de Oliveira, é uma resposta à ação impetrada por sindicato que representa 35 mil servidores locais


O GDF está proibido de parcelar os salários do funcionalismo local. O desembargador José Divino de Oliveira, do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) deferiu, nesta sexta-feira (25/8), pedido para que o governo pague, até o quinto dia útil de setembro, os vencimentos integrais dos servidores públicos.

A decisão, em caráter liminar (provisório), tem como base ação protocolada pelo Sindicato dos Servidores e Empregados da Administração Direta, Fundacional, das Autarquias, Empresas Públicas e Sociedades de Economia MIsta (Sindser). A entidade representa 35 mil servidores.

“Conforme determina a Lei Orgânica do Distrito Federal, são direitos dos servidores públicos, sujeitos ao regime jurídico único, além dos assegurados no parágrafo 2º do art. 39 da Constituição Federal, a quitação da folha de pagamento do servidor ativo e inativo da administração direta, indireta e fundacional até o quinto dia útil do mês subsequente, sob pena de atualização monetária”, ressalta o desembargador em sua decisão.

De acordo com o escritório Estillac & Rocha, que presta assessoria jurídica para o Sindser, a ação foi impetrada na quarta-feira (23). “É um direito do servidor receber os salários, está previsto em lei”, afirmou, por meio de nota, a defesa da entidade.

Procurado pela reportagem, o GDF informou que “o governo recorrerá de todas as decisões judiciais que tentam impedir o parcelamento de salários, que ocorre pela absoluta falta de recursos”.

Tesourada no contra-cheque

Embora a liminar represente apenas o início da queda de braço entre o Palácio do Buriti e o funcionalismo local, a decisão da Justiça é um alento para os trabalhadores. A angústia pairou sobre os órgãos do governo desde que Rodrigo Rollemberg (PSB) anunciou, na terça-feira (22), que não tinha dinheiro para pagar os salários.

Dessa forma, os vencimentos de agosto — que deveriam cair nas contas-correntes do funcionalismo até o quinto dia útil de setembro — seriam parcelados. Quem ganha até R$ 7,5 mil receberia o salário integral no quinto dia útil. Os que têm vencimentos acima deste valor — o equivalente a 45 mil servidores — teriam os salários parcelados em duas vezes.

Conforme anunciado na semana passada, trabalhadores ligados à área de segurança pública — como bombeiros e as polícias Civil e Militar — escapariam do corte, pois têm os vencimentos pagos com recursos do Fundo Constitucional.

As medidas, contudo, estão suspensas até segunda ordem.







http://www.metropoles.com/distrito-f...-de-servidores
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6639  
Old Posted Aug 26, 2017, 5:57 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,402
A coisa ia ficar feia, sorte do GDF que o Governo Federal liberou 265 MI para o GDF pagar funcionários.
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #6640  
Old Posted Aug 26, 2017, 12:24 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 19,458
Acho que não Mamute. Fala que não tem dinheiro, mas tem 100 milhões empenhados para o Forum Mundial das Aguas. De onde virá essa grana, se sequer em março/2018 o povo terá começado a pagar o IPVA e IPTU;

Eu quero ver o que o governardorzinho saber que os senadores estão prestes a abolir a cobrança do IPVA em todo território nacional.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 4:51 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions, Inc.