HomeDiagramsDatabaseMapsForum
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #2081  
Old Posted Sep 1, 2019, 1:39 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Agora acabou o mimimi dos ecoxiitas e esquerdopatas...

Noronha suspende decisão que impedia construção da Quadra 500 em Brasília


O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro João Otávio de Noronha, suspendeu nesta sexta-feira (30/8) uma decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) que impedia as obras de construção da Quadra 500 do Setor Sudoeste, em Brasília.

Na ação civil pública que discute a regularidade do licenciamento ambiental que viabilizou a construção da Quadra 500 do Setor Sudoeste (SQSW 500), o juízo de primeiro grau apontou a invalidade das licenças ambientais, proibindo o governo do Distrito Federal de promover a alteração da composição ambiental da atual área, sob pena de multa de R$ 100 milhões em caso de descumprimento da decisão.

Por duas vezes, o TJ-DF negou a pretensão do governo e manteve a decisão de primeiro grau. No pedido de suspensão de liminar dirigido ao STJ, o governo local alegou que a paralisação das obras traz grave lesão à economia e à ordem pública.

Segundo o DF, os empreendimentos imobiliários proporcionarão investimentos diretos da ordem de R$ 500 milhões na economia local, além de gerar a arrecadação de milhões de reais em impostos. Outro argumento utilizado é que a paralisação das obras se estende por mais de dez anos, impedindo o emprego de milhares de pessoas.

Ao analisar o caso, o ministro João Otávio de Noronha destacou que a suspensão de liminar é excepcional, que só se justifica quando o bem jurídico tutelado pela lei que prevê a medida (Lei 8.437/1992) está ameaçado de sofrer lesão grave e iminente. Para o presidente do STJ, a petição do DF demonstra, com suficiência de argumentos, a necessidade da medida suspensiva.


Carência de moradias

Segundo Noronha, não há dúvida de que a execução do empreendimento é "extremamente salutar para a economia local, ao propiciar a geração de milhares de empregos diretos e indiretos no importante setor da construção civil, beneficiando sobretudo a parcela mais sensível e necessitada da população".

Ele destacou que o empreendimento poderá "pelo menos amenizar o grave problema de carência de moradias na capital do país, motivo das inúmeras invasões de áreas públicas, que tantos inconvenientes têm causado à administração distrital. Acrescente-se a isso o fato de que a construção é realizada em área destinada a fins residenciais/comerciais, após os necessários estudos dos órgãos distritais competentes", fundamentou o ministro.

Noronha reconheceu a necessidade do licenciamento ambiental, mas disse que é preciso ter o cuidado de não burocratizar o procedimento, eternizando-o, "sob pena de subjugar a atividade administrativa e inviabilizar, no caso, a execução de obra de inegável importância para a população do Distrito Federal".


Ilações

De acordo com o presidente do STJ, o entendimento do juízo de primeiro grau acerca da necessidade de revalidação das licenças ambientais e realização de novos estudos para atestar a viabilidade do empreendimento foi fundamentado em "ilações genéricas sobre a situação ambiental do Distrito Federal" – a qual estaria se deteriorando em decorrência do aumento populacional nos últimos anos.

Além disso, para o ministro, tal fundamentação revela um "discurso eminentemente retórico acerca da importância e necessidade de preservação do meio ambiente, situações que traduzem senso comum e que nada acrescentam de jurídico à decisão".

João Otávio de Noronha disse ainda que a conduta do Judiciário no caso foi "demasiadamente proativa" em uma questão eminentemente técnica, de exclusiva competência do Poder Executivo distrital. Com informações da assessoria de imprensa do Superior Tribunal de Justiça.

Fonte: https://www.conjur.com.br/2019-ago-3...a-500-brasilia
Reply With Quote
     
     
  #2082  
Old Posted Sep 1, 2019, 1:40 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Não cabe mais recurso...

ecoxiitas e esquerdopatas e mpdf 0 x 3 STJ

Perderam de levada.
Reply With Quote
     
     
  #2083  
Old Posted Sep 4, 2019, 5:45 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Saída Norte: a nova rota de crescimento do DF

Novos empreendimentos, comerciais e habitacionais, prometem transformar
a Saída Norte em um dos principais polos de geração de emprego
e renda do Distrito Federal.



Logo no início da sua gestão, o governador Ibaneis Rocha enfatizou a intenção de transformar a Saída Norte em um imenso canteiro de obras. Ibaneis deu continuidade às obras do ex-governador Rodrigo Rollemberg, como a Ligação Torto-Colorado e o Trevo de Triagem Norte, e também prometeu outras ações estruturantes como a reativação da antiga ferrovia que cruza o DF, ligando Luziânia à Formosa, e a inauguração do BRT Norte.

A iniciativa de transformar a Saída Norte no novo vetor de desenvolvimento da capital não é uma exclusividade do setor público. A região também é um território fértil para a instalação de novos empreendimentos privados, com investimentos do setor empresarial. Dentre os projetos previstos para a área, quatro grandes empreendimentos prometem sair do papel entre o segundo semestre deste ano e o início do ano que vem. A variedade de iniciativas anima quem vive na região. Próximo a Sobradinho serão construídos novas iniciativas imobiliárias, como o Sítio Vila Célia, empreendimento comercial e residencial; a SuperAdega, famosa atacadista brasiliense; a loja de departamento Havan; e a cidade Urbitá, que busca trazer uma nova visão de urbanismo e desenvolvimento para a região.

Os novos empreendimentos estão em diferentes fases de aprovação junto ao GDF, mas quando começarem a ser implantados prometem acelerar ainda mais a onda de crescimento local, seja no aumento de investimentos ou na geração de empregos.

Na cidade Urbitá, por exemplo, está em fase de aprovação dos projetos junto ao Instituto Brasília Ambiental (IBram), é esperado um crescimento de até 15 mil pessoas para os próximos dez anos. A informação preocupa alguns moradores da região, que temem a piora do trânsito na BR-020, principal via de ligação com o Plano Piloto, e onde ficarão localizados os novos empreendimentos.

De acordo com o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), mais de 80 mil carros transitam diariamente pela BR-020. O tempo médio gasto entre um trajeto da cidade de Sobradinho ao centro da capital é de aproximadamente 30 minutos. Porém, em horário de pico, o mesmo percurso pode demorar até uma hora a mais.


Na visão do engenheiro e especialista de trânsito, Marcio de Andrade, não é correto relacionar a criação de novas áreas a um aumento instantâneo no fluxo da via de ligação. O que deve ser evitado é “o crescimento urbano desequilibrado, onde a oferta de emprego, produtos e serviços não consiga atender à nova demanda populacional estimada”, afirma ele.

Para Ricardo Birmann, diretor da Urbanizadora Paranoazinho, empresa responsável pela construção da cidade Urbitá, o crescimento populacional é algo inevitável, e que independe da instalação de novas áreas como a própria Urbitá. “Brasília tem um crescimento populacional estimado em 60 mil pessoas por ano, seja pelo crescimento vegetativo ou pelo movimento de migração. Portanto, a cidade necessita que novas áreas sejam ocupadas para comportar essa população que chegam à Capital”, defende Birmann.


Para o diretor, a falta de moradias no mercado regular não faz esse número recuar: “o fato só contribui para o aumento de áreas de ocupação sem planejamento, causando uma série de impactos negativos para o espaço urbano e para o meio ambiente”, critica o diretor da UP.

A instalação dos novos projetos promete movimentar o mercado de trabalho das Regiões Administrativas de Sobradinho I e II.

Atualmente, o percentual de desemprego para a região é de 16,3%, de acordo com os dados do último Boletim da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED 2018), expondo a necessidade de aberturas de novos postos de trabalho na localidade.

SÍTIO VILA CÉLIA


Foto: Direcional Engenharia

Aprovado no Conselho de Planejamento Urbano (CONPLAN) no último mês de julho, o Sítio Vila Célia será um empreendimento residencial e comercial instalado às margens da BR-20, no Setor Boa Vista, em Sobradinho.

O novo empreendimento, de responsabilidade da Direcional Engenharia, tem previsão de abrigar até três mil pessoas. Ele será instalado em uma área de aproximadamente 21 hectares, que contará com um complexo de sete torres residenciais de 12 andares. Além das áreas residenciais, o projeto também conta com a instalação de um pequeno comércio. No projeto aprovado, também está previsto a concessão de lotes para construção de equipamentos públicos.

Após a aprovação do Conselho de Planejamento Urbano, o empreendimento aguarda a emissão das licenças ambientais, além da autorização para iniciar a construção. A estimativa é que as obras se iniciem no início de 2020.

HAVAN ABRIRÁ NOVA UNIDADE EM SOBRADINHO


Unidade da Havan em Santa Maria/DF, às margens da BR-040

Conhecida por utilizar a estátua da liberdade como símbolo, a Havan anunciou recentemente a instalação de mais cinco novas lojas no Distrito Federal. Uma das novas unidades será instalada às margens da BR 020, próxima à entrada da DF-425, em Sobradinho. Em comunicado, a empresa afirmou que investirá cerca de R$ 150 milhões na nova fase de expansão. Para a unidade de Sobradinho, o investimento, de acordo com a assessoria de comunicação da Havan, será de 35 milhões, além da criação de 200 novos empregos diretos e indiretos.

Para confirmar a chegada da segunda loja no Distrito Federal, o diretor de expansão da Havan, Nilton Hang, divulgou as imagens do projeto. A filial ficará no KM 4,6 da BR-020, terá amplo estacionamento e a inauguração está prevista para o segundo semestre deste ano.

O Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afirmou que fará o possível para que o empreendimento seja instalado o mais breve possível. Segundo Ibaneis, “Protocolados os projetos, em 15 dias emitiremos o alvará de construção e todas as licenças necessárias para o funcionamento dos empreendimentos”.

Questionada sobre os motivos da expansão, a Havan comunicou por meio de nota que o sucesso da unidade localizada no Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA) motivou a abertura de novas unidades no DF. “A loja que inauguramos recentemente em Brasília é um sucesso. Durante as primeiras semanas, tivemos dificuldade em manter os estoques, o que mostra que estamos certos ao investir no Distrito Federal e no Brasil”, declarou a empresa.

Além das unidades no DF, há a previsão de chegar ao fim do ano com mais 25 lojas no país. Seis delas já foram inauguradas entre março e maio, nos municípios de Paranavaí (PR), Mogi Mirim, Indaiatuba, Votuporanga e Campinas/Valinhos (SP) e Caxias do Sul (RS).


CIDADE URBITÁ AGUARDA DECRETO DO GOVERNO


Foto: Urbanizadora Paranoazinho

Com prédios de até dez andares, sem grades ou cercas, cidade Urbitá pretende, em sua primeira etapa, a implantação de um centro comercial e uma zona residencial com a ocupação máxima de 11 mil pessoas. Integrado ao espaço público e envolto por três milhões de metros quadrados de parques verdes, o novo empreendimento aguarda apenas a emissão da Licença de Instalação (LI) pelo Instituto Brasília Ambiental (IBram) e o decreto governamental para começar as obras. O diretor-presidente da Urbanizadora Paranoazinho, empresa que construirá a nova cidade, Ricardo Birmann, afirma que a expectativa é que as obras de infraestrutura se iniciem ainda este ano. “Estamos aguardando o aval do Governo do Distrito Federal para começarmos a primeira fase da cidade Urbitá. Nosso planejamento prevê a abertura da Avenida Sobradinho, primeira via do projeto, além da instalação de um centro comercial para suprir a demanda da população que já reside na região”, destaca.

Um dos grandes diferenciais do projeto, destaca o diretor, está na necessidade de se criar um novo polo de desenvolvimento econômico e social na região, por meio da construção de empreendimentos de uso misto (residenciais, comerciais e institucionais). De acordo com Birmann, “a cidade Urbitá foi pensada a partir do conceito de metrópole polinucleada, com a criação de centros comerciais autônomos, gerando empregos na própria região, em oposição ao modelo de cidade-dormitório. Esse conceito, inclusive, está previsto no PDOT (Plano Diretor de Ordenamento Territorial), com o objetivo de estruturar o Distrito Federal como uma grande metrópole”.

Outro diferencial, aponta Birmann, está na proporcionalidade entre a largura de rua e calçadas. “Nosso objetivo é criar um ambiente onde a experiencia do caminhar pela cidade seja algo agradável. Para isso, o projeto prevê largas calçadas, privilegiando o pedestre”, pontua. Outros aspectos que o diretor fez questão de frisar dizem respeito ao conceito de fachada ativa. “É muito desconfortável você andar em lugares onde ao seu lado existe um muro de concreto sem nenhuma permeabilidade, como acontece nos empreendimentos residenciais em Águas Claras. Na cidade Urbitá, todos os prédios terão estacionamento subterrâneo, além de serem colados na calçada, evitando este tipo de desconforto na experiência urbana, gerando mais sensação de segurança sobre o ambiente da rua”, explica Ricardo.

Fonte: https://www.jornalnossobairro.com/si...scimento-do-DF
Reply With Quote
     
     
  #2084  
Old Posted Sep 4, 2019, 5:48 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Pelo que olhei nas imagens, a loja da Havan Sobradinho irá ficar bem próximo novo empreendimento da Direcional, o Sitio Vila Célia. E veremos surgir os primeiros espigões na região.

E falando nisso...

Fonte: http://www.seduh.df.gov.br/wp-conteu...l_topocart.pdf

Last edited by pesquisadorbrazil; Sep 4, 2019 at 5:59 AM.
Reply With Quote
     
     
  #2085  
Old Posted Sep 4, 2019, 9:38 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,848
Gostei de ver que Sobradinho será o novo vetor de crescimento do DF por alguns anos esse condomínio vila Célia parece que terá um expansão no futuro, pois tem uma via que faz ligação com o terreno ao lado. Espero que tudo dê certo sem problemas e questionamentos judiciais.
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2086  
Old Posted Sep 4, 2019, 8:52 PM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is offline
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 345
Águas Claras pelo visto vai voltar a ser o maior canteiro de obras do DF. Há lotes sendo gradeados por todo lado aqui e vários projetos prontos pra sair do papel.
Reply With Quote
     
     
  #2087  
Old Posted Sep 5, 2019, 4:27 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Quote:
Originally Posted by MikeVonJ View Post
Águas Claras pelo visto vai voltar a ser o maior canteiro de obras do DF. Há lotes sendo gradeados por todo lado aqui e vários projetos prontos pra sair do papel.
Nossa eu sei quem é o rei de Águas Claras é o grupo PaulOOctavio, tem 25 projeções nas mãos dele.

Então ele vai nadar de braçada por anos em Águas Claras. Agora fiquei sabendo de um outlet a ser lançado na região. Ainda não tenho nada a respeito dele, sei apenas da localização e quem vai comercializar é a Beiramar
Reply With Quote
     
     
  #2088  
Old Posted Sep 6, 2019, 2:20 AM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is offline
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 345
Tem uma área enorme aqui em Águas Claras, próxima à saída pro Park Way, que já estão mexendo no terreno. Passei por lá vi vários tratores e etc. Fiquei curioso pra saber o que vai ser lá.
Reply With Quote
     
     
  #2089  
Old Posted Sep 6, 2019, 8:19 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,848
Quote:
Originally Posted by MikeVonJ View Post
Tem uma área enorme aqui em Águas Claras, próxima à saída pro Park Way, que já estão mexendo no terreno. Passei por lá vi vários tratores e etc. Fiquei curioso pra saber o que vai ser lá.
Tem o Dia Dia que está sendo construído, mas deve ser outro terreno que você está citando
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2090  
Old Posted Sep 6, 2019, 8:23 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,848
O Dia Dia vai ser local.

__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2091  
Old Posted Sep 6, 2019, 3:23 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
O Dia Dia vai ser local.

Mamute, creio que ele e está falando do lote perto do Park Way ao lado da linha do metrô, ali o terreno fora vendido pela Terracap e será a faculdade IESB.
Reply With Quote
     
     
  #2092  
Old Posted Sep 6, 2019, 9:37 PM
fortescue fortescue is offline
Registered User
 
Join Date: Mar 2012
Posts: 204
Quote:
Originally Posted by mikevonj View Post
tem uma área enorme aqui em águas claras, próxima à saída pro park way, que já estão mexendo no terreno. Passei por lá vi vários tratores e etc. Fiquei curioso pra saber o que vai ser lá.
Pelo Google Earth dá para ver um terreno imenso sendo mexido no começo da Av. Castanheira (nº 200 e 280).. Não sei se ali que será o Dia a Dia..
Reply With Quote
     
     
  #2093  
Old Posted Sep 7, 2019, 2:04 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Quote:
Originally Posted by fortescue View Post
Pelo Google Earth dá para ver um terreno imenso sendo mexido no começo da Av. Castanheira (nº 200 e 280).. Não sei se ali que será o Dia a Dia..
Fica bem no início da avenida Castanheiras, foi o IESB que adquiriu aquele terreno. Que faz divisa com a rua Tamboril.

Fica assim, divisa com avenida castanheiras, divisa com a estrada parque, divisa com a rua tamboril e divisa com a linha do metrô. Literalmente na entrada oposta de Águas Claras pelo Park Way.
Reply With Quote
     
     
  #2094  
Old Posted Sep 7, 2019, 7:19 PM
MikeVonJ's Avatar
MikeVonJ MikeVonJ is offline
Am I bovvered?
 
Join Date: Sep 2011
Location: Brasilia
Posts: 345
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
O Dia Dia vai ser local.

É esse terreno mesmo. Vai ser o Dia a dia aí?
Reply With Quote
     
     
  #2095  
Old Posted Sep 7, 2019, 7:46 PM
adaliamoraes adaliamoraes is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2014
Posts: 7
Quote:
Originally Posted by MikeVonJ View Post
É esse terreno mesmo. Vai ser o Dia a dia aí?
Sim aí será o Dia a Dia.

Tem outro terreno enorme na Araucárias com a Pau Brasil que foi aberto recentemente, não sei o que será ali.

Algumas pessoas especularam que seria um Super Adega.
Reply With Quote
     
     
  #2096  
Old Posted Sep 8, 2019, 1:18 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Quote:
Originally Posted by adaliamoraes View Post
Sim aí será o Dia a Dia.

Tem outro terreno enorme na Araucárias com a Pau Brasil que foi aberto recentemente, não sei o que será ali.

Algumas pessoas especularam que seria um Super Adega.
A alguns anos atrás, fizeram a mesma coisa e colocaram um tapume da Brasal.... Pelo que fiquei sabendo, seria comercial, um empreendimento no estilo do DF Plaza...

Vamos aguardar para ver.
Reply With Quote
     
     
  #2097  
Old Posted Sep 12, 2019, 2:01 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
Eu acabei de ver no youtube, naqueles famosos rankings, falando que Brasília tem 888 km2 de área urbana.... Nossa não eram 625 km2, ou eles já levam em consideração...

Reply With Quote
     
     
  #2098  
Old Posted Sep 12, 2019, 12:24 PM
fabiano's Avatar
fabiano fabiano is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: Brasília
Posts: 1,843
Quote:
Originally Posted by pesquisadorbrazil View Post
Eu acabei de ver no youtube, naqueles famosos rankings, falando que Brasília tem 888 km2 de área urbana.... Nossa não eram 625 km2, ou eles já levam em consideração...

Às vezes devem ter revisado com a inclusão de áreas que antes eram rurais e passaram a ser urbanas, como Sol Nascente/Pôr do Sol por exemplo.

Se não me falha a memória, Brasília tinha a 1ª ou 2ª maior área urbana do Brasil, caindo para 3ª.
Reply With Quote
     
     
  #2099  
Old Posted Sep 12, 2019, 1:44 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is offline
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 12,848
Quote:
Originally Posted by fabiano View Post
Às vezes devem ter revisado com a inclusão de áreas que antes eram rurais e passaram a ser urbanas, como Sol Nascente/Pôr do Sol por exemplo.

Se não me falha a memória, Brasília tinha a 1ª ou 2ª maior área urbana do Brasil, caindo para 3ª.
A única que não está engessado é Brasília, podendo ultrapassar Rio e São Paulo, falta pouco
__________________
Concordou? Comente! Gostou? Comente! Discordou? Comente! Deixe sua Opinião!

Cadastre-se e Comente!
Reply With Quote
     
     
  #2100  
Old Posted Sep 14, 2019, 12:52 AM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is offline
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 21,308
O problema em Brasília se chama ecoxiitas esquerdopatas... querendo encontra chifre em cabeça de cavalo...

Se o local está numa área urbana ou de expansão de urbana, não teria sequer de ter audiências públicas, pois o impacto já existe. Agora diferente se fosse um local novo, sem nenhuma habitação, aí concordo em audiência para deliberar.

Agora aonde já existe moradias, não, no máximo a audiência para expor as compensações ambientais sem direito a impedir o empreendimento.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 12:08 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2019, vBulletin Solutions, Inc.