HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #1  
Old Posted Oct 7, 2013, 2:32 PM
AlexandreMachado's Avatar
AlexandreMachado AlexandreMachado is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: São Paulo
Posts: 75
Transporte por Trilhos | Curitiba (PR) - Metrô

Thread aberto para discussão do Metrô de Curitiba.


As informações serão atualizadas de acordo com o avanço do projeto de construção.

Last edited by AlexandreMachado; May 10, 2014 at 7:15 PM.
Reply With Quote
     
     
  #2  
Old Posted Oct 7, 2013, 3:13 PM
AlexandreMachado's Avatar
AlexandreMachado AlexandreMachado is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: São Paulo
Posts: 75
A Linha Azul completa utilizará o mesmo trajeto da linha expressa do eixo Norte/Sul. Na primeira fase, serão 13 estações de embarque e desembarque de passageiros, espaçadas em média a uma distância de 1 quilômetro.



Estações e Terminais


1. Estação CIC Sul -Terminal CIC Sul
2. Estação Pinheirinho - Terminal Pinheirinho
3. Estação Santa Regina
4. Estação Capão Raso - Terminal Capão Raso
5. Estação Hospital do Trabalhador
6. Estação Portão
7. Estação Morretes
8. Estação Santa Catarina
9. Estação Água Verde
10. Estação Bento Viana
11. Estação Osvaldo Cruz
12. Estação Eufrásio Correia
11. Estação Rua das Flores


A frota de trens do metrô será constituída por carros que transportem 1450 passageiros/cada carro

Cada carro equivale a um ônibus biarticulado. O metrô terá condições de transportar mais de 400 mil passageiros por dia, em um sistema rápido, seguro, sem interferências, não poluente e com menos ruído.


[Thread será atualizado com novas informações depois do início das obras]

Last edited by AlexandreMachado; Nov 4, 2013 at 10:08 PM.
Reply With Quote
     
     
  #3  
Old Posted Nov 4, 2013, 10:03 PM
AlexandreMachado's Avatar
AlexandreMachado AlexandreMachado is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: São Paulo
Posts: 75
Primeira fase do metrô de Curitiba será estendida até terminal do Cabral


Com extensão, metrô terá 17,6 km entre a CIC e o Cabral na primeira fase.
Cnclusão do trecho até o Cabral está prevista para 2019, conforme estudo.


A primeira fase do metrô de Curitiba será estendida e irá até o terminal do Cabral, de acordo com informação divulgada nesta quinta-feira (24) pela prefeitura. O traçado, previsto no estudo elaborado pelo grupo Triunfo Participações, é 3,6 quilômetros mais extenso do que o projeto anterior, que, na primeira fase, iria até a Rua das Flores. Com a extensão, o metrô terá 17,6 quilômetros entre a CIC e o terminal do Cabral na primeira fase. Já a extensão total da Linha Azul, entre a CIC e o bairro Santa Cândida será de 22 quilômetros.

O grupo Triunfo Participações foi o vencedor do Procedimento de Manifestações de Interesse (PMI) aberto pela administração municipal, em maio de 2013, para o recebimento de estudos complementares de viabilidade técnica, financeira, ambiental e jurídica para o metrô de Curitiba. A prefeitura divulgou, no dia 27 de setembro, a escolha do grupo Triunfo Participações como vencedor do PMI, cuja definição ocorreu em uma reunião, no dia 25 de setembro, da Comissão de Gerência do Programa de Parcerias Público-Privadas do Município (CGPP).

A conclusão do trecho até o Cabral está prevista para 2019, conforme o estudo da Triunfo Participações. Entretanto, o metrô vai começar a operar até a Rua das Flores em 2018. De acordo com a prefeitura, a continuação da linha até o terminal do Santa Cândida poderá ser realizada em uma segunda etapa, a qual exigirá outra licitação e uma nova busca de financiamento.

O metrô terá 14 estações na primeira fase. Outras duas serão implantadas se a segunda fase for executada. O número foi definido a partir de estudos de demanda de passageiros a fim de otimizar a estrutura do metrô.

A prefeitura explicou que o projeto original do metrô foi desenvolvido pelo Consórcio Novo Modal a partir de 2009. Neste projeto, o metrô seria construído em duas etapas independentes – cuja primeira etapa previa uma linha entre as estações CIC-Sul e a Rua das Flores, em um trecho de 14,2 quilômetros; e a segunda etapa até o Santa Cândida.

Com a gestão do prefeito Gustavo Fruet (PDT), que assumiu o cargo em janeiro de 2013, uma Comissão de Revisão do Metrô foi constituída para reavaliar o projeto e apresentar um parecer técnico e econômico-financeiro, que teve como objetivo orientar as definições do governo municipal, ainda segundo a prefeitura.

A Comissão de Revisão concluiu que o projeto original não poderia ser implementado, já que o orçamento, de R$ 2,3 bilhões, estava subavaliado e a demanda de passageiros subestimada, entre outras inconsistências.

Além do lançamento do Procedimento de Manifestações de Interesse, que visava estudos mais aprofundados para complementar o plano inicial, a Prefeitura de Curitiba abriu, em paralelo ao PMI, uma negociação com o governo federal para a liberação de mais R$ 2,1 bilhões para as obras orçadas em R$ 4,5 bilhões pelo grupo Triunfo Participações.
Reply With Quote
     
     
  #4  
Old Posted Nov 4, 2013, 10:17 PM
AlexandreMachado's Avatar
AlexandreMachado AlexandreMachado is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: São Paulo
Posts: 75
PR: obras do metrô de Curitiba devem começar no início de 2014


Dilma anunciou investimentos de R$ 5,3 bilhões em Curitiba. Destes, R$ 4,56 bilhões serão destinados ao metrô

O prefeito de Curitiba (PR), Gustavo Fruet (PDT) afirmou nesta terça-feira, após a cerimônia de anúncio da liberação de recursos para a construção do metrô da capital, que o edital para a licitação da obra deve ser lançado entre o final do mês de novembro e o início de dezembro. “Aí é só cumprir os prazos para audiências públicas, e esperamos ter o resultado desta edital já no primeiro trimestre de 2014, para iniciarmos as obras de imediato”, disse.

Fruet afirmou que o trabalho, agora, será matemático. “Vamos fazer essa equação financeira, considerando os recursos públicos investidos, o financiamento de 30 anos que faremos e o investimento que o consórcio terá que fazer, para chegarmos a uma taxa de retorno e uma tarifa adequadas”, disse.

O prefeito assumiu toda a responsabilidade pelo atraso no projeto, que já tinha R$ 1 bilhão aprovados desde 2011. “Foi uma decisão nossa. Sempre deixei claro que o montante disponibilizado pelo governo federal era considerável, mas que não poderíamos levar o projeto adiante sem capacidade financeira para concluí-lo. O nosso teto era esse, de R$ 700 milhões, nestas condições de pagamento. Demorou, discutimos bastante, fui chato, mas conseguimos.”

Fruet disse que uma das suas preocupações em limitar os gastos com o metrô era não deixar o atual sistema sem investimentos durante a obra. “O projeto de metrô é estruturante e está no pacote, mas não podemos colocar todos os esforços no metrô. Como fica o sistema nos próximos cinco anos?”, questionou, lembrando que a primeira fase do metrô só será concluída em 2018. “Tivemos a preocupação de garantir investimentos para a melhoria do modelo atual também, e o governo federal compreendeu muito bem isso.”

A primeira fase do metrô de Curitiba contempla 17,6 quilômetros, ligando a estação CIC Sul ao terminal Cabral. O trecho entre a CIC Sul e a Rua das Flores, com 14,2 quilômetros, deverá ser concluído em 2018. Já a extensão até o Cabral está prevista para o ano seguinte. O projeto prevê, ainda, uma segunda etapa, ampliando a linha até o terminal Santa Cândida, mas esse trecho só será contemplado em um segundo edital, ainda sem previsão.

O projeto aprovado pelo governo federal prevê 16 estações: 11 a serem entregues até 2018 (CIC Sul até Rua das Flores), três até 2019 (Passeio Público, Alto da Glória e Terminal Cabral) e mais duas até 2020 (Boa Vista e Santa Cândida).


Dilma segura miniatura de ônibus do sistema BRT, projeto implantado inicialmente em Curitiba


"Li no jornal que foi muito súbito esse projeto já estar sendo viabilizado em outubro, mas não foi súbito, foi eficiente, o prefeito se adiantou, fez uma manifestação de interesse, apresentou o projeto conceitual. Essa obra que estamos anunciando aqui hoje, não só é factível, como vai começar", declarou a presidente
Reply With Quote
     
     
  #5  
Old Posted Jan 22, 2014, 9:29 PM
AlexandreMachado's Avatar
AlexandreMachado AlexandreMachado is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: São Paulo
Posts: 75
Minuta do edital de licitação do metrô é lançada para consulta pública



A minuta do edital de licitação do Metrô de Curitiba, junto com seus anexos, poderá ser consultada, a partir de hoje, no site da Prefeitura Municipal. Até o dia 10 de fevereiro, o documento estará disponível para análises, críticas e sugestões por parte da comunidade. “Esse é um passo grandioso para Curitiba e queremos contar com a contribuição de todos. Cada etapa será cumprida com muita transparência e serenidade, para que possamos decidir aquilo que é melhor para a nossa cidade”, destacou o prefeito Gustavo Fruet.

No dia 15 de janeiro, no Salão de Atos do Parque Barigüi, ocorrerá a segunda etapa desse processo: a realização de audiência pública, ocasião em que os cidadãos poderão se manifestar diante do prefeito Gustavo Fruet e demais autoridades do município a respeito do projeto do metrô. Dessa forma, a cidade caminha para a implantação do novo modal de transporte de maneira confiante, segura e, sobretudo, participativa.

Desde a aprovação do projeto do Metrô de Curitiba pelo governo federal, anunciada em 29 de outubro de 2013 pela presidente Dilma Rousseff, foram realizadas inúmeras reuniões para a discussão de aspectos técnicos e operacionais. Uma equipe da Prefeitura de Curitiba visitou o metrô da cidade de São Paulo para verificar detalhes de implantação e construção, assim como da operação do sistema. Também foram realizadas diversas viagens a Brasília para discussão e detalhamento do projeto.

O processo resultou em centenas de páginas que contêm análises minuciosas de todos os aspectos que envolvem a obra e a operação desse modal de transporte. Os documentos apresentam os elementos básicos de projeto civil, arquitetura, via permanente, sistemas e material rodante, além das diretrizes para elaboração da proposta de metodologia de execução, entre outros itens.

Para se ter uma ideia da complexidade do processo, basta dizer que a construção do Metrô de Curitiba – para fins de projeto, construção, matéria-prima, fabricação, ensaios, inspeção, testes, instalação e montagem– deverá obedecer a mais de 100 normas técnicas de 11 entidades, sendo uma brasileira (Associação Brasileira de Normais Técnicas – ABNT) e 10 internacionais. “Trata-se de um projeto que envolve, acima de tudo, alta tecnologia e um incontável número de variáveis. E a responsabilidade sobre todas as etapas, assim como seus procedimentos e prazos, precisam ser previstas em contrato”, esclarece o presidente do Ippuc, Sérgio Póvoa Pires.


Sustentabilidade e integração

Ao optar pela construção do metrô, Curitiba retoma a tradição de planejar a longo prazo, preparando a cidade para as próximas décadas. Além disso, mantém o transporte coletivo como um dos elementos indutores do crescimento e do desenvolvimento do município, ao lado do uso do solo e do sistema viário.

Por ser movido a eletricidade, o metrô é um meio de transporte não poluente, que utiliza energia limpa, prezando pela sustentabilidade. Além disso, com a retirada de circulação dos ônibus que fazem o trajeto Sul-Norte, uma grande carga de poluentes do ar deixará de ser emitida diariamente. Para completar, a área das canaletas será transformada num grande parque linear com 22 quilômetros de extensão, algo inédito em termos de Brasil.

O modal trará praticidade e aumento da qualidade de vida para os cidadãos, tendo em vista que uma viagem do CIC Sul ao centro da cidade poderá ser feita em apenas 14 minutos e o trajeto completo, até o Cabral, poderá ser feito em aproximadamente 28 minutos.

A integração do novo modal aos demais meios de transporte será outro fator fundamental para o desenvolvimento do município e para o incremento da qualidade de vida dos cidadãos. Além da integração ao atual sistema de transporte coletivo, está prevista a construção de bicicletários nos terminais e estações de metrôs, com um mínimo de 50 vagas em cada um deles, que também contarão com banheiros.
Reply With Quote
     
     
  #6  
Old Posted May 10, 2014, 7:19 PM
AlexandreMachado's Avatar
AlexandreMachado AlexandreMachado is offline
Registered User
 
Join Date: May 2013
Location: São Paulo
Posts: 75
Autorização para edital do metrô de Curitiba sai hoje


Depois de anos de espera, finalmente o metrô de Curitiba começa a sair do papel. Hoje será assinada a autorização para a publicação do edital definitivo da obra, em uma cerimônia que contará com a presença da presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com o prefeito Gustavo Fruet (PDT), em dez dias ocorre a publicação do edital e depois de 45 dias será conhecida a empresa que tocará as obras do metrô. A prefeitura quer assinar o contrato ainda nesse ano para que as obras da primeira fase, orçadas em R$ 4,5 bilhões, se iniciem até o começo de 2015.

Além do edital do metrô, Fruet e Dilma devem firmar termos de compromisso para três obras de mobilidade urbana que foram incluídas no PAC: ampliação da capacidade e velocidade das linhas de ônibus BRT, remodelação da linha Inter 2 e a conclusão da Linha Verde.

Trecho

O primeiro trecho da chamada Linha Azul do Metrô de Curitiba terá extensão de 17,6 quilômetros, entre o bairro CIC-Sul e o Terminal do Cabral. Nesse trecho – que deverá estar em operação em 2019 – serão implantadas 14 estações. Ainda não há previsão de quando será lançada a segunda fase da obra, que completa a linha e os 21,7 quilômetros de extensão total, no trecho entre os terminais do Cabral e Santa Cândida.

Nas últimas duas semanas, o edital do metrô, que já contava com as alterações levantadas durante o período de audiência pública, passou pela avaliação da Bolsa de Valores de São Paulo. A Bovespa foi contratada para dar transparência ao processo e assessorar a comissão especial que será formada para a fase de habilitação dos interessados.

Durante a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras 2014, Fruet reafirmou sua confiança no metrô como uma das soluções para melhorar a mobilidade urbana na cidade. Na avaliação do prefeito, levando em conta a demanda da região metropolitana, Curitiba precisa de uma solução de transporte que consiga atender a uma alta demanda por hora, de até 40 mil usuários por hora. “Precisamos anunciar esse pacote de investimento, não só do metrô, mas que passa também por um modelo de gestão na cidade com vias acalmadas, ciclofaixas e ciclorrotas”, diz.

Anúncio

Essa é a terceira vez que a presidente vem a Curitiba para anunciar medidas relacionadas ao metrô. A primeira oportunidade ocorreu ainda durante a gestão Luciano Ducci, em 2012, com a liberação de R$ 1 bilhão a fundo perdido para a obra. O edital não foi lançado e, no ano seguinte, com nova gestão na prefeitura, o projeto foi considerado inconsistente e voltou à estaca zero. No ano passado, a presidente voltou à capital paranaense para anunciar o aumento da verba a ser concedida pelo governo federal: R$ 1,8 bilhão.
Reply With Quote
     
     
End
 
 
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Infraestrutura & Transporte
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 7:52 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2018, vBulletin Solutions, Inc.