HomeDiagramsDatabaseMapsForumSkyscraper Posters
     
Welcome to the SkyscraperPage Forum

Since 1999, the SkyscraperPage Forum has been one of the most active skyscraper enthusiast communities on the web. The global membership discusses development news and construction activity on projects from around the world, alongside discussions on urban design, architecture, transportation and many other topics. Welcome!

You are currently browsing as a guest. Register with the SkyscraperPage Forum and join this growing community of skyscraper enthusiasts. Registering has benefits such as fewer ads, the ability to post messages, private messaging and more.

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais

Reply

 
Thread Tools Display Modes
     
     
  #41  
Old Posted Feb 7, 2012, 3:09 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Bom saber que a fábrica da BIMBO já está para abrir, o que eu queria saber é da fábrica da PEPISICO que até hoje não sei se já começaram as obras
Reply With Quote
     
     
  #42  
Old Posted Feb 7, 2012, 3:22 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Procurando no Google, achei o site da construtora âncora engenharia que construiu a fábrica da BIMBO no polo JK, e achei essa imagem.


Reply With Quote
     
     
  #43  
Old Posted Feb 7, 2012, 3:23 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 8,031
Quote:
Originally Posted by MAMUTE View Post
Bom saber que a fábrica da BIMBO já está para abrir, o que eu queria saber é da fábrica da PEPISICO que até hoje não sei se já começaram as obras
Até agora não se fala no assunto, mas o projeto continua valendo, até aonde eu sei.
Reply With Quote
     
     
  #44  
Old Posted Feb 10, 2012, 4:47 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Fábricas calculam prejuízo de 6 milhões de reais devido à queda de energia


Fábricas de cimento na Fercal estão sem luz há mais de 15 horas e calculam um prejuízo de seis milhões de reais por dia devido aos problemas de falta de energia elétrica. A região está no escuro desde o fim da tarde dessa quinta-feira (9/2).

A Companhia Energética de Brasília (CEB) disse que 99% das regiões afetadas com a queda já tiveram o sistema normalizado. Explicou também que as fábricas podem estar com baixa tensão de eletricidade, o que inviabiliza o seu funcionamento. Empresas de grande porte precisam de uma alta capacidade de energia para operar. A CEB sugeriu ainda que essas fábricas possam estar dentro da zona de 1% que continua sem luz na região.

De acordo com a assessoria de imprensa de uma das fábricas prejudicadas, Cimento Planalto (Ciplan), todos os funcionários estão ociosos durante o horário de trabalho. Além disso, a distribuição do produto para as revendedoras em todo o Distrito Federal e Entorno ficou prejudicada, porque as fábricas não estão produzindo cimento.

A falta de luz foi causada por um rompimento de um cabo de energia, devido a uma descarga elétrica na região de Sobradinho. Para restabelecer a luz, a CEB redistribuiu energia de outras regiões, enquanto a substituição do cabo é feita. Por volta das 22h30 de ontem, 80% dos locais afetados estavam com a energia normalizada e a meia-noite, esse número subiu para 99%.

A CEB acredita que até o fim da tarde toda região atingida estará com a distribuição de energia elétrica normalizada.









http://www.correiobraziliense.com.br...-energia.shtml
Reply With Quote
     
     
  #45  
Old Posted Feb 10, 2012, 11:42 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 8,031
Eu quero ver a CEB pagar esse prejuízo de 6 milhões...
Reply With Quote
     
     
  #46  
Old Posted Feb 16, 2012, 12:32 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Desenvolvimento e emprego para o DF


Governador Agnelo Queiroz participa de inauguração de fábrica que trará mais de 300 empregos diretos e indiretos no Polo Industrial JK, próximo à Santa Maria



O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, acompanhado do vice-governador, Tadeu Filippelli, e dos secretários de Trabalho, Glauco Rojas, e de Fazenda, Marcelo Piancastelli, participou na manhã desta quarta-feira da inauguração da fábrica de pães Bimbo no Polo Industrial JK, próximo à Santa Maria. O grupo mexicano Bimbo é um dos mais importantes do mundo no segmento de panificação e dono de marcas como Pullman, Plus Vita, Ana Maria, Nutrella e Crocantíssimo. A nova fábrica é a maior do Centro-Oeste no ramo e irá gerar, neste primeiro momento, 175 empregos diretos e cerca de 150 indiretos.

Esta é a oitava fábrica de pães da marca no Brasil e abastecerá os mercados do Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Tocantins e Minas Gerais. O investimento no Distrito Federal foi de aproximadamente R$ 40 milhões, com estimativa de crescimento de cerca de 20% ao ano.

“Esta fábrica marca uma nova etapa no desenvolvimento econômico e na qualidade de vida das cidades de Santa Maria e do Gama, além do Polo JK. A expectativa de geração de empregos diretos, que era de 150, já foi ultrapassada, e a parceria em projetos de responsabilidade social nos anima muito”, comemorou o governador. “Este polo é uma prioridade deste governo, porque grandes empresas querem se instalar aqui. Vamos valorizar cada empreendimento que demonstrar interesse”, ressaltou Agnelo Queiroz.

Infraestrutura – O governador também adiantou que será instalada no Polo Industrial JK uma filial da fábrica europeia de medicamentos Sanofi Aventis. A atração de novos empreendimentos, de acordo com o governador, deve-se não só aos incentivos fiscais concedidos pelo GDF, mas também ao investimento na área.

“Recebemos um polo totalmente abandonado, sem energia, pavimentação ou qualquer preocupação ambiental. Hoje estamos revertendo essa situação. A pavimentação está chegando à porta das fábricas, o sistema de transporte está sendo melhorado e a parte de energia e serviços implantada. Estamos no caminho da industrialização que trará mais empregos e melhorará a vida de muitas famílias”, garantiu o governador Agnelo Queiroz.

Responsável pelo desenvolvimento das notas técnicas que contribuírampara fortalecer o estudo da implantação da fábrica, a Assessoria de Relações Internacionaisdo DF assegurou a expansão do grupo no Brasil, a partir de Brasília, nos próximos dez anos.

De acordo com o diretor-geral da Bimbo no Brasil, Daniel Servitje, Brasília é um ponto estratégico para o crescimento do grupo no mundo, e a confiança do GDF na instalação do grupo na região é sinal de parceria, responsabilidade e profissionalismo. “Nossa meta é crescer, estamos apenas começando. Ter a confiança deste governo e dos cidadãos do Distrito Federal nos dá o incentivo necessário para investir não só no desenvolvimento econômico, mas humano”, afirmou.

Agnelo Queiroz destacou que uma das contrapartidas da instalação da Bimbo no Polo Industrial JK foi um acordo para que a empresa mexicana passe a se responsabilizar pela manutenção do Parque Recreativo do Gama, conhecido como Prainha. O parque faz parte do programa Brasília, Cidade Parque, da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, que busca a valorização ambiental, social, econômica e cultural de áreas verdes protegidas por meio de gestão compartilhada.

Polo Industrial JK – Localizado na Região Administrativa de Santa Maria, a 39km do Plano Piloto, o polo faz parte do projeto de desenvolvimento industrial e social do DF. A área destinada ao parque é de 140 hectares, com empresas voltadas a atividades industriais e de logística.

Também participou da solenidade o embaixador do México no Brasil, Alejandro De La Peña Navarrete, entre outras autoridades.














http://www.agenciabrasilia.df.gov.br...D_CHAVE=164428
__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
  #47  
Old Posted Feb 16, 2012, 1:17 AM
Similar Similar is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 194


Graças ao Arruda, que negociou a vinda da Bimbo e da Sanofi...
Reply With Quote
     
     
  #48  
Old Posted Feb 16, 2012, 2:32 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 2,182
Quote:
Originally Posted by Similar View Post


Graças ao Arruda, que negociou a vinda da Bimbo e da Sanofi...
Rapaz, sinceramente? O Arruda que se dane.....
Reply With Quote
     
     
  #49  
Old Posted Feb 16, 2012, 3:39 PM
Similar Similar is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 194
Quote:
Originally Posted by Jota Ferro View Post
Rapaz, sinceramente? O Arruda que se dane.....
Ele, o Agnello, o Roriz, o Chico Vigilante....todos são da mesma laia. Ele foi o bode expiatório.
Reply With Quote
     
     
  #50  
Old Posted Feb 16, 2012, 4:33 PM
Jota's Avatar
Jota Jota is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 2,182
Quote:
Originally Posted by Similar View Post
Ele, o Agnello, o Roriz, o Chico Vigilante....todos são da mesma laia. Ele foi o bode expiatório.
Que seja, mas primeiro matamos o bode, depois o resto.

Hoje o STF enterra o Joaquim Roriz.....

Assim se vão um por um, o que não serve de nada é ficar re-elegendo safados do passado, Arruda pra mim acabou, morreu. Depois será a vez do Agnelo e que venha o proximo...
Reply With Quote
     
     
  #51  
Old Posted Feb 16, 2012, 5:49 PM
pesquisadorbrazil's Avatar
pesquisadorbrazil pesquisadorbrazil is online now
LLAP
 
Join Date: May 2011
Location: Brasília DF
Posts: 8,031
Vamos deixar de politizar quem foi o pai ou mãe da fábrica, vamos comemorar o inicio da industrialização de Brasília e da região, novas fábricas irão se instalar no lugar em muito breve.
Reply With Quote
     
     
  #52  
Old Posted Feb 17, 2012, 11:31 AM
salengasss salengasss is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 399
Muito bom.... isso mesmo, mizifa; que lucra é Brasília

Há especulações de mais indústrias vindo aí?!
Reply With Quote
     
     
  #53  
Old Posted Feb 29, 2012, 3:04 PM
Similar Similar is offline
Registered User
 
Join Date: Sep 2011
Posts: 194
Notícia do último dia 16, porém válida:

Fábricas apostam em Brasília
Autor(es): MARIANA BRANCO
Correio Braziliense - 16/02/2012



O grupo Bimbo Panificação abre unidade no Polo JK com investimentos de R$ 49,7 milhões e criação de 195 empregos diretos. Governo local examina mais 132 processos de empresas interessadas em se instalar no Distrito Federal

O Polo JK ganhou mais uma empresa multinacional. Ontem, o grupo mexicano Bimbo Panificação inaugurou no local a sua oitava fábrica no Brasil. A indústria é a primeira representação no Centro-Oeste e distribuirá os produtos no DF, em Goiás, no Mato Grosso, no Mato Grosso do Sul e em Tocantins. No total, foram investidos US$ 29 milhões (R$ 49,7 milhões) e criados 195 empregos diretos. A área onde foi instalada a unidade está em plena expansão. Em 2011, a região recebeu a farmacêutica francesa Sanofi-Aventis e deve ganhar mais indústrias nos próximos meses.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), o Polo JK tem 400 lotes dos quais 20 estão ocupados. No momento, tramitam na SDE 132 processos pedindo a liberação dos terrenos que restam. A assessoria de comunicação do órgão afirmou que há grandes grupos entre os pleiteantes. No entanto, disse não poder divulgá-los porque as análises ainda estão em curso.

A área escolhida para a implantação da nova fábrica da Bimbo pertence ao Programa de Promoção do Desenvolvimento Econômico, Integrado e Sustentável do Distrito Federal (Pró-DF), que garante incentivos a novos empreendimentos. Em contrapartida, as empresas devem criar empregos. Entre as vantagens para quem adere ao programa está abatimento de 80% na aquisição do terreno.

Participação
A Bimbo Panificação está no Brasil desde 2001 e tem 31% de participação no mercado nacional. A empresa é dona de marcas consagradas no mercado alimentício — Pullman, Nutrella, Plus Vita e Ana Maria são algumas delas — e possui fábricas em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Porto Alegre. Até o funcionamento da unidade no Polo JK, os produtos de suas marcas consumidos pelos brasilienses vinham principalmente de São Paulo. Agora, os pães, bisnagas e tortilhas da Pullman e as torradas da marca Nutrella serão processados em Santa Maria. A fábrica do DF, que ocupa uma área de 20 mil m², é classificada pela multinacional como de médio porte.

De acordo com o diretor-geral da Bimbo Panificação, Daniel Servitje, a implantação de uma unidade industrial no Distrito Federal possibilitará o acesso da população do Centro-Oeste a produtos mais frescos. "O pão não viaja grandes distâncias. Basicamente, é transportado por até 400 ou 500 quilômetros", afirmou.

Segundo Servitje, atualmente o Brasil é o terceiro mercado em vendas para a Bimbo, que está presente em 19 países da América, Ásia e Europa. Por esse motivo, o país é importante na estratégia de expansão do grupo. "O Brasil é um país-chave para a visão da empresa. É um mercado muito atraente, em desenvolvimento constante", declarou.

Um indicativo da relevância dos investimentos brasileiros é que está marcada para hoje uma reunião do Conselho de Administração do grupo. Será a primeira reunião dos executivos realizada em terras tupiniquins. Daniel Servitje adiantou que, pelo fato de a companhia ter efetuado uma série de aquisições recentemente — entre elas Sara Lee North American Fresh Bakery, nos Estados Unidos, e Fargo, na Argentina —, 2012 será focado em um trabalho de integração das unidades.

http://clippingmp.planejamento.gov.b...am-em-brasilia
Reply With Quote
     
     
  #54  
Old Posted Mar 2, 2012, 2:11 AM
salengasss salengasss is offline
Registered User
 
Join Date: May 2011
Posts: 399
Muito bom mesmo.... os empresários de Brasília agradecem essa expansão da indústria aqui no DF. Que a burocracia não empaque nosso desenvolvimento!!!!!
Reply With Quote
     
     
  #55  
Old Posted Mar 9, 2012, 9:08 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Governo anuncia redução de ICMS para setor atacadista de 12% para 7%


Em uma reunião entre o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, o secretário de Fazenda, Marcelo Piancastelli, e 50 representantes atacadistas, o executivo local decidiu reduzir de 12% para 7% a base de cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (IMCS) direcionado ao setor. Um projeto de lei com a redução será encaminhado nos próximos dias para Câmara Legislativa. O GDF classificou essa decisão como uma medida protecionista contra a afronta de Goiás à economia local.




http://www.correiobraziliense.com.br...2-para-7.shtml
__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
  #56  
Old Posted Mar 9, 2012, 9:10 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Governo reduz ICMS no DF de 12% para 7% para setor atacadista

Em reunião realizada nesta sexta-feira (9), na residência oficial do governador Agnelo Queiroz, com a presença do secretário de Fazenda, Marcelo Piancastelli, e 50 representantes atacadistas, ficou decidido que o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) será reduzido no DF de 12% para 7%, no que se refere a operações internas. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-DF) e o Sindicato do Comércio Atacadista do Distrito Federal (Sindiatacadista) comemoraram a decisão.



Essa era uma reivindicação dos atacadistas, que pediam uma solução para a falta de equidade tributária na relação com outros estados, problema não resolvido com a instituição do Programa de Fomento à Atividade Atacadista (Proatacadista). “O Sindiatacadista nunca esteve sozinho nesta luta, pois tem o apoio dos seus pares que formam a Fecomércio. Essa decisão do GDF é acertada e beneficiará toda a sociedade de Brasília”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio-DF, Adelmir Santa.



O próximo passo do governo será encaminhar um projeto de lei para Câmara Legislativa modificando o percentual cobrado atualmente. “A redução da alíquota para 7% representa um avanço para o setor atacadista local. Além de ganharmos competitividade com os outros estados, a medida permitirá que outras empresas ingressem no DF. Com isso, além do aumento em arrecadação, a região sentirá os impactos positivos, com a geração de emprego e renda”, diz o vice-presidente do Sindiatacadista, João Ricardo de Faria.



Só para se ter uma ideia, sem a redução da alíquota, o preço dos medicamentos e dos alimentos, por exemplo, teriam que ser reajustados, prejudicando totalmente a população. “Em curto prazo, aumentaríamos os preços e tudo indicava que a maior parte das empresas atacadistas fecharia as portas aqui, transferindo suas instalações para os arredores do DF. Mas acreditamos que isso não vai mais acontecer. Pelo contrário, pois outras empresas instalarão suas unidades aqui, gerando uma competitividade sadia para a população”, afirma Faria.



“Sabemos que é papel do governo lutar pelas empresas que estão instaladas no DF, gerando emprego e renda para a população. Acreditamos que esta baixa no imposto irá gerar mais competitividade e que os atacadistas saberão retribuir essa iniciativa do governo, trazendo mais desenvolvimento socioeconômico para o Distrito Federal”, disse o governador durante o seu discurso.



Felipe de Faria, diretor do Grupo Rosário Distrital, também participou da reunião. “Todos têm total conhecimento que, após a finalização do REA, a insegurança jurídica tomaria de conta das nossas operações. Um regime para transações externas ainda precisa ser amplamente discutido. Mas, hoje, já podemos comemorar e projetar grandes avanços a médio e longo prazo”, espera.



O presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio Atacadista do DF (Sindecat/DF), Paulo Hernesto dos Santos, também comemora o fato. Segundo ele, em pouco mais de um ano, o laboral homologou mais de seis mil demissões. “A falta de incentivos locais não permitia que o empresariado contratasse e não dava condições de manter o quadro de funcionários. Sem a redução da alíquota do ICMS, o que prevíamos era uma redução em massa, prejudicando mais de 20 mil famílias. Agora, as projeções serão mais otimistas”, acredita.



Participaram ainda do encontro o secretário de Desenvolvimento Econômico, Abdon Henrique de Araújo, o secretário de Fazenda, Marcelo Piancastelli, o superintendente da Fecomércio-DF, João Feijão e mais de 50 empresários do setor atacadista.



REA segue até o dia 30 - O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) deferiu, no último dia 7, a liminar impetrada pelo Sindiatacadista/DF que pleiteava a aplicação do princípio de noventena para o Regime Especial de Apuração (REA/ICMS). O pedido havia sido indeferido no dia no dia 1º de março, mas foi reconsiderado pelo Tribunal.



“Com isso, o REA vigora até o dia 30 de março para operações internas. A decisão é importante visto que o Programa de Fomento à Atividade Atacadista (Proatacadista), regime criado pelo GDF para o setor atacadista ainda não possui um regulamento definido, o que impede a sua aplicação”, explica Jacques Veloso, consultor Jurídico do Sindicato. A condição de substituto tributário para as empresas atacadistas também fica mantida até o fim do mês.












http://www.jornaldebrasilia.com.br/s....php?id=393623
__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
  #57  
Old Posted Mar 22, 2012, 5:26 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Alguém ai sabe se esse projeto para o Polo JK ainda vai ser feito???

__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
  #58  
Old Posted Mar 22, 2012, 8:47 PM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Agnelo Queiroz visita fábrica no SIA


Empresa brasiliense está ampliando instalações. DF atrai cada vez mais empreendimentos interessados nas políticas de incentivo da atual gestão



O governador Agnelo Queiroz visitou na manhã desta terça-feira o novo complexo industrial do Grupo Sarkis, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). Acompanharam a visita o secretário de Governo, Paulo Tadeu, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Abdon Henrique de Araújo, e o administrador regional do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Adauto de Almeida.

O grupo Sarkis é uma empresa genuinamente brasiliense. O setor de aço do grupo funciona desde 2000 com cerca de 270 funcionários. Entre as operações estão a Arcelormittal, a Belgo Pronto, Aço Pronto, Cedro e Sami Manutenção. O grupo acaba de ampliar seu complexo industrial e o governador Agnelo Queiroz conheceu o maquinário responsável pela trefilaria (transformação de metais em fios espessos) e fabricação de telas para a construção civil. Esses procedimentos, normalmente feitos em siderúrgicas, estão sendo realizados de forma pioneira na fábrica de telas brasiliense. E o melhor, sem causar poluição ao meio ambiente.

“Agora o Distrito Federal tem uma política de governo para o desenvolvimento econômico e volta a despertar o interesse das empresas. Isso representa crescimento econômico, social e geração de emprego e renda”, afirmou o governador.

A fábrica ainda está em fase de testes e começa a operar plenamente na próxima semana. Os novos equipamentos vão agilizar a construção civil, já que são produzidos com mais qualidade e mais rapidez, o que irá gerar mais empregos para o setor. Até o final do ano, o grupo Sarkis pretende ampliar o campo industrial com outros projetos que já estão em negociação. A estimativa é que até lá seja dobrado o número de empregos.

“O governador Agnelo Queiroz está recuperando os investimentos da indústria para o Distrito Federal. Antes havia insegurança para se investir aqui, até pelo clima de instabilidade política do passado”, lembrou o secretário de Governo, Paulo Tadeu. “A atual gestão está determinada a garantir a permanência das empresas que já estão instaladas no DF e atrair novos empreendimentos com políticas de incentivo que resultem em mais empregos”, completou.

Fábrica de Pães - Esta é a segunda fábrica visitada pelo governador Agnelo Queiroz em pouco mais de um mês. Em fevereiro ele compareceu à inauguração da fábrica de pães Bimbo, no Polo Industrial JK, próximo à Santa Maria. O grupo mexicano Bimbo é um dos mais importantes do mundo no segmento de panificação e dono de marcas como Pullman, Plus Vita, Ana Maria, Nutella e Crocantíssimo. A nova fábrica é a maior do Centro-Oeste e irá gerar, neste primeiro momento, 175 empregos diretos e cerca de 150 indiretos.








http://www.agenciabrasilia.df.gov.br...D_CHAVE=166069
__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
  #59  
Old Posted Mar 31, 2012, 11:24 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
DF atrai investimentos de indústrias limpas como de TI e laboratórios

Sem um parque fabril consolidado, DF investe em novos tipos de produção. Impulsionada pela alta renda e por sua estratégica localização, região atrai investimentos nos ramos de TI, de alimentação e de laboratórios. Projeção é criar 80 mil empregos

Brasília tem tudo para se transformar na próxima década em ícone da industrialização moderna. Peculiaridades que sempre tornaram inexpressivo o setor fabril local agora são encaradas como atrativo. Se não há espaço para grandes siderúrgicas ou montadoras de carro, por exemplo, os pequenos, caros e poucos terrenos livres podem abrigar galpões com tecnologia limpa e de ponta. O Brasil e o mundo começam a olhar para a capital do país não apenas como um centro administrativo. A estratégica posição geográfica e a força do consumo na região — incluindo Centro-Oeste e Nordeste — atraíram investimentos milionários nos últimos anos. Aos poucos, a cidade desperta para um novo modelo industrial.

Uma política de desenvolvimento clara, algo que nunca existiu no Distrito Federal, teria potencial de fazer a indústria candanga deslanchar e criar 80 mil empregos até 2022: uma média de 8 mil oportunidades por ano. A Copa do Mundo de 2014 e a esperada consolidação do Parque Tecnológico Cidade Digital devem impulsionar o setor, ao apresentar alternativas a um mercado de trabalho tão engessado e dependente do funcionalismo. As escolas técnicas já se preparam para um boom de matrículas. Apostando no bom senso do governo local — o atual e os próximos —, industriais se dizem prontos para expandir negócios e empregar milhares de brasilienses.















http://www.correiobraziliense.com.br...ratorios.shtml
__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
  #60  
Old Posted Apr 1, 2012, 11:18 AM
MAMUTE's Avatar
MAMUTE MAMUTE is online now
...
 
Join Date: Nov 2010
Location: Brasília
Posts: 6,417
Levantamento mostra que em 10 anos irão abrir 80 mil vagas de emprego no DF



Para fazer valer um potencial nunca explorado, a indústria candanga precisa de incentivos fiscais e tributários, inovação, infraestrutura, reivindicações repetidas à exaustão pelos empresários. Mas investimento algum dará frutos sem mão de obra de qualidade. O maior desafio na próxima década, segundo os próprios industriais, será convencer os brasilienses, sobretudo os jovens, de que há vida econômica fora do serviço público. O emprego industrial tende a se fortalecer e a se firmar como alternativa aos famosos concursos.

A expectativa é de que sejam criados 80 mil empregos nos próximos 10 anos. As melhores oportunidades se concentrarão nos segmentos farmacêutico, alimentício e de tecnologia da informação. A demanda por engenheiros também continuará em alta. Em todas as áreas, no entanto, há planos de expansão do número de funcionários e do surgimento de novas funções. Toda fábrica, para se manter competitiva, irá ao mercado nos próximos anos à procura de bons gestores, gerentes de logística, especialistas em marketing, administradores e contabilistas. Apesar de ainda ser uma prática corriqueira, os empresários não estão mais tão dispostos a importar talentos, o que favorece a mão de obra local.










http://www.correiobraziliense.com.br...go-no-df.shtml
__________________
Compartilhe o Conhecimento.
Reply With Quote
     
     
This discussion thread continues

Use the page links to the lower-right to go to the next page for additional posts
   
Reply

Go Back   SkyscraperPage Forum > Regional Sections > América Latina > Brasil > Regiões Metropolitanas Mundiais
Forum Jump


Thread Tools
Display Modes

Forum Jump


All times are GMT. The time now is 7:33 PM.

     

Powered by vBulletin® Version 3.8.7
Copyright ©2000 - 2014, vBulletin Solutions, Inc.